Processo de transferência de veículos na Finlândia

3
95
Europa, morar fora, morando fora, transferência de carro, venda de carro, compra de carro, Finlândia, Europa,
Fonte: www.carrobonito.com
Advertisement

Processo de transferência de veículos na Finlândia.

Comprar um carro na Finlândia é bastante simples. O processo de transferência de veículos é um pouco diferente do Brasil e tudo se faz, rapidamente, através do computador. Assim como a contratação do seguro, que não possui trâmites. É realmente simples, sem dor de cabeça, sem ter que ficar indo de um lado para o outro. E, no mesmo dia, você já sai com o  carro e como proprietário no órgão responsável.

Transferência

No Brasil, o procedimento é um pouco burocrático. Ambos, comprador e vendedor precisam assinar o CRV, que é o Certificado de Registro de Veículo ou antigo DUT. Ir até um cartório reconhecer firma, fazer a vistoria com alguma das empresas credenciadas, pagar a taxa e levar os documentos até o Detran.

Na Finlândia, nem tudo isso é necessário. Pelo menos, não dessa maneira. Como quase tudo no país é feito online, a transferência leva minutos para ser concluída. Não é necessário ir de um lado para o outro para resolver a questão. Todo residente possui um número de identificação único (social security number), algo semelhante ao nosso CPF. Porém, muito mais abrangente e que é interligado a todos os órgãos do Governo.

Com esse número, o vendedor acessa o Trafi – o Detran finlandês – e faz sua identificação através do seu cadastro no banco para comprovar sua identidade. No sistema, ele precisa apenas preencher os dados da pessoa para quem o carro será repassado e imprimir o comprovante que contém um QR Code. Neste momento, o Trafi também disponibiliza o contrato de compra e venda para ser assinado por ambos. O interessante é que este contrato não precisa ser submetido para nenhum órgão. É, somente, para que tenham o acordo firmado.

Uma vez os documentos impressos, o comprador acessa o Trafi para finalizar o processo. Ele insere o QR Code no sistema, paga a taxa de €2,70 e pronto. Está resolvido! O carro já é do novo dono. É bem diferente do Brasil, que a taxa varia conforme o Estado. Levando em consideração o Estado de São Paulo, o comprador teria de desembolsar R$197,89 para concluir a venda.

Na Finlândia, não é obrigatório andar com o documento do carro. Pelo fato de ser feito online, o registro com as informações do dono também ficam no sistema do Trafi. Dessa forma, a única coisa que você precisa apresentar é sua carteira de motorista que possui seu número de identificação. Ou, nem isso, já que a verificação pode ser feita através da placa do carro. Portanto, também não é necessário esperar os 30 dias que o Detran solicita para emitir um novo CRV.

Leia também: Como tirar carteira de motorista na Finlândia

Imposto

Manter um carro nem sempre sai barato. Principalmente se ele for muito velho. No Brasil pagamos o IPVA de acordo com o valor do carro. Porém, isso não se aplica aqui. O valor dependerá da emissão de gás que o automóvel gera para o meio ambiente e do seu peso.

O cálculo é feito da seguinte maneira: para cada 100 kg, é cobrado 5,5 centavos de euro por dia. Já para a emissão de CO2, é necessário verificar com o fabricante a quantia emitida para o carro em questão. Após isso, basta analisar a tabela disponibilizada pelo Trafi que mostra o valor da taxa conforme a quantidade.

Inspeção Obrigatória

Todos os anos, é necessário levar o carro para o Katsastus, a vistoria obrigatória. Nela, verificam itens de segurança e se a emissão de CO2 está regular. Cobram uma taxa de aproximadamente €50 e são empresas particulares credenciadas que fazem o serviço.

Na vistoria, eles não consertam se houver algo irregular. Apenas indicarão o que precisa ser feito. Uma vez concluída a irregularidade, é necessário levar o carro até lá para que seja vistoriado novamente. Não será solicitado um laudo no ato da transferência. No entanto, ela precisa estar válida para que seja aceita.

Seguro

Existe um seguro obrigatório que cobre apenas terceiros chamado de Kasko que deve ser contratado com uma seguradora. O preço varia conforme o valor do carro e, normalmente, não tem um custo muito alto. Além dele, você pode solicitar um seguro mais completo que pode ter coberturas diferentes. O valor deste sempre será superior ao do obrigatório.

Na Finlândia, não é necessário indicar o condutor para o seguro. Apenas se ele será menor que 25 anos, já que isso faz alterar o seu valor. A cobertura, em si, é a mesma para qualquer pessoa que esteja dirigindo em caso de qualquer incidente.

Também não é necessário passar por uma vistoria. E, para solicitar um orçamento, basta passar o número da placa. A contratação pode ser feita por e-mail e, uma vez aprovada, a ativação é feita na hora. Sem nenhum tipo de burocracia e sem ter de efetuar o pagamento antes.

A seguradora enviará os documentos pelo correio; porém, não há um contrato assinado. Os boletos também chegarão em casa. Qualquer informação pode ser verificada no sistema do Trafi.

Até mês que vem!

Lili

3 Comentários

  1. Oi Lili,
    Tenho minha carteira de motorista do Brasil só, li que teoricamente valeria aqui na finândia, você sabe me dizer se vale? Ou o que posso fazer para validar ela aqui?
    Obrigada
    Beijinhos, adorei seu texto!

    • Oi Tanise!! Que legal, fico feliz que gostou!!
      Sim, a carteira vale e conheço pessoas que dirigem apenas com ela. No entanto, o ideal seria ter a PID que é a permissão internacional para dirigir. Mas de todas formas, a PID só serve enquanto a sua CNH estiver válida. Se você é residente e já está na Finlândia a mais de 6 meses e menos de 2 anos, eu sugeriria que você transferisse a sua CNH para a carteira de motorista finlandesa! Dá uma olhadinha neste post que expliquei como fazer todo o processo: https://wp.me/p6XF5e-htU
      Espero que te ajude e obrigada pela visita!
      Um beijo,
      Lili

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.