BrasileirasPeloMundo.com
Áustria

Procurando Emprego na Áustria

Minha experiência de trabalho e procurando emprego na Áustria é bem variada. Vou contar um pouco sobre o que já fiz por aqui.

Aupair

Primeiramente, vim para Innsbruck como Aupair. A vida de Aupair aqui na Áustria tem várias regras, como o salário (366€/mês) e horário de trabalho fixo (20h/semana), ajuda de custo com plano de saúde, escola de alemão, e tempo limitado de visto. Para quem tem interesse em ter uma experiência fora, eu aconselharia ir para cidades maiores, onde se tem mais oportunidade de conhecer pessoas e fazer coisas diferentes. Escolher uma família legal também faz toda a diferença. Mas é uma experiência que vale muito a pena e eu recomendo.

Garçonete

Quando me casei, saí da casa da família onde era Aupair e fui procurar emprego. Diferente do que muitos pensam, depois de casar eu ganhei um visto temporário (que preciso renovar de tempos e tempos) e não um passaporte europeu. A vida de estrangeiro nem sempre é um mar de rosas; para conseguir o que queremos, precisamos lutar muito. Eu sou engenheira civil e tinha como objetivo trabalhar na minha área – contrariando tudo que me diziam de isso ser uma missão impossível. Nesse meio tempo, para não ficar enlouquecendo enquanto mandava currículos, trabalhei de garçonete num café em frente ao principal ponto turístico da cidade. Posso dizer que aqui as gorjetas são bem generosas, e trabalhando umas 40h/semana dá para ganhar um salário muito bom. Minha experiência como garçonete era nula, mas aos poucos fui aprendendo. Tinha dias que eu fazia turno de 10 horas; mas para compensar, trabalhava apenas 3-4 vezes por semana. Outra vantagem também era que o café só abria das 10am às 10pm. A desvantagem é que às vezes trabalhava sábados e domingos.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Áustria

Desenhista Técnica

Mandei currículo para praticamente todas as empresas da área de engenharia civil aqui da região (creio ter mandado uns 40 currículos) e consegui 14 entrevistas. Finalmente, depois de muito tempo de procura (cerca de 6 meses) recebi a proposta para trabalhar em uma empresa. Essa empresa não era só uma empresa qualquer. Era a empresa onde eu mais queria trabalhar, uma empresa internacional e muito renomada que tem sede aqui em Innsbruck. Mandei meu currículo para eles 5 vezes. Recebi 4 emails dizendo que meu perfil não batia com o que eles procuravam, até que, na 5ª vez, me chamaram para uma entrevista. Como já falei, a vida de estrangeiro é sempre de muita batalha, e precisamos dar com a cara na porta muitas vezes até que uma se abra. Então, apesar de ser engenheira, meu diploma é brasileiro e não austríaco. Sendo assim, não comecei como engenheira e sim como desenhista técnica. Como toda expêriencia é válida, só tenho a agradecer pelos dois anos que fiquei lá. Aprendi muito, conheci pessoas legais e participei de projetos bem interessantes.

Curiosidades sobre procurar emprego na Áustria

Existe certo receio por parte das empresas aqui na Áustria em contratar mulheres casadas na idade de ter filhos – assunto interessante, que vou abordar em outro post. O fato da língua também é fundamental para quem procura algo em cidades menores. Falar alemão é essencial. Talvez em Viena seja mais fácil conseguir emprego só com inglês. Mas aqui, em Innsbruck, a não ser para quem queria trabalhar com turismo, o alemão é peça chave. Outra curiosidade é o que chamam aqui de vitamina B (de Bekannte, que em alemão significa “conhecido” – seriam para nós em português os “contatos”). Ou seja, quanto mais pessoas você conhece, melhores são suas chances de conseguir algo.

Abraços dos Alpes!

Related posts

Irene Harand, a mulher que enfrentou Hitler

Ana Dietmüller

Transporte Público em Viena

Kely Martins

Fim de férias e início do ano escolar na Áustria

Ana Dietmüller

29 comentários

Mariana Camargo Julho 17, 2014 at 1:48 am

Oi Mari! Excelente post.
Concordo com você que estrangeiros já vão ter que batalhar muito para conseguir emprego e colocação na área, e mulheres casadas em certa faixa etária vão ter ainda mais dificuldade. Bem-vinda ao clube! rsrsrs
Eu também não tenho a vitamina B e sei bem o quanto nos faz falta: admiro a tua determinação e parabéns pelas tuas conquistas! 🙂
bj desde Sydney,

Resposta
Mariana Gonçalves Julho 23, 2014 at 6:53 am

Obrigada, Mariana!! Tudo de bom para ti em Sydney! 🙂

Resposta
Joy Matta Julho 22, 2014 at 9:43 pm

É,,,, o famoso “QI” (Quem Indica) já está globalizado… uma pena… mas quando a gente consegue o que quer sem ter isso, se sente duplamente ganhador.!!!

Resposta
Mariana Gonçalves Julho 23, 2014 at 6:59 am

Verdade, Joy! 🙂

Resposta
Denise Julho 23, 2014 at 12:08 am

Oi Mariana, vi na descrição que você é doutoranda. Queria saber se existe a probabilidade e se esta é elevada, de você continuar morango aí legalmente após o término do doutorado. Pois penso em ir para fazer mestrado mas gostaria de já ficar em definitivo. Obrigada

Resposta
Mariana Gonçalves Julho 23, 2014 at 6:59 am

Oi Denise! Se você tem interesse em fazer mestrado, existe um visto que surgiu há pouco tempo aqui na Áustria para estrangeiros que estudam aqui e queiram continuar morando depois dos estudos. A única restricao para esse visto é que você precisa achar um emprego exatamente na área que estudou. Tenho uma amiga americana que ficou por aqui depois dos estudos com esse visto. Eu tenho bolsa do Ciência sem Fronteiras, e meu contrato me obriga a voltar para o Brasil depois de terminar os estudos e ficar por lá pelo menos o tempo que recebi a bolsa.
Boa sorte para ti!

Resposta
Raquel Setembro 4, 2014 at 2:01 pm

Oi Mariana! Sobre o trabalho como au pair, você sabe se somente pessoas com visto de estudante podem fazê-lo ou com o visto de casada também é possível?
Você, pessoalmente, saiu porque queria outra coisa ou porque ficaria ilegal?
Grande abraço!! Obrigada.

Resposta
Mariana Gonçalves Setembro 5, 2014 at 6:59 am

Oi Raquel!
Realmente, pessoas casadas nao podem trabalhar legalmente de Aupair. Aupair é uma profissao com várias regulamentacoes, pelo menos aqui na Áustria, e é permitida apenas para estrangeiros (as) solteiros. Mas se você for casada com um europeu, ou tiver algum outro visto, podes tentar trabalhar com criancas de algum outro jeito, como Tagesmutter (mae de dia) por exemplo.
Abracos!
Mariana

Resposta
Camila Alves Setembro 23, 2014 at 11:31 am

Olá Mariana, adorei o seu post, estou em Viena há um ano e meio, me casei e estou aprendendo alemão e já ouvi bastante NEIN. Mas esse post me inspirou, não vou desistir.O mercado aqui é bem fechado e temos que quebrar barreiras mesmo.Boa Sorte. Abraços.

Resposta
Guilherme Buchmann Outubro 17, 2014 at 6:23 pm

Oi Mariana, Pelo que vi você é casada com um Austríaco, isto não te da direito de trabalhar no país? Pergunto isso pq minha esposa é filha de Austríaco e possui dupla cidadania. Pretendemos ir morar na Austria e penso em trabalhar na minha área como engenheiro mecânico. Como você fez para começar a trabalhar com engenheira Civil?

Resposta
Mariana Gonçalves Outubro 18, 2014 at 7:00 pm

Oi Guilherme. Sim, por ser casada com um austríaco eu tenho permissão para trabalhar. Se sua esposa tem passaporte austríaco, isso te daria permissão de trabalhar aqui também. Não sei te informar como seria na área de engenharia mecânica, mas te digo que o primeiro passo é aprender a falar alemão! 🙂

Resposta
Belo Coelho Novembro 10, 2014 at 11:28 am

Boa tarde Mariana!
Sou português, vivo no Brasil a 18 anos e sou engenheiro civil. tenho muita vontade em ir para a Austria.
Em media qual o salário de um eng. civil aí?
Parabéns pelos comentários.

Att,
Belo Coelho

Resposta
Mariana Gonçalves Novembro 10, 2014 at 4:28 pm

Olá, Belo!
O salário na Áustria nao pode ser generalizado, uma vez que cada estado tem suas divergências tanto na questao de salário quanto no custo de vida. E no final das contas, às vezes nao vale a pena ganhar mais, mas morar em um lugar onde o custo de vida é caríssimo, pois acaba sobrando menos que morando em um lugar onde se ganha menos e o custo de vida é menor, certo?
Esse é exatamente o paradoxo que temos aqui, sendo que aqui no Tirol, onde eu moro, os salários sao mais baixos do que no resto da Áustria e o custo de vida é mais elevado. Um engenheiro com experiência aqui consegue ganhar algo em torno de 45.000€ bruto por ano.
Muito importante é saber a língua, principalmente na nossa área. 🙂
Abracos e boa sorte!

Resposta
Birgid Hartmann Ludwig Radünz Março 27, 2015 at 8:28 pm

Oi Mariana, adoro teus textos, são inspiradores.
Meu marido e eu estamos querendo viver na Áustria depois que ele se formar em Eng. Mecânica no fim desse ano. O sonho dele é trabalhar no “Quartel general laranja – KTM” em Mattighofen.
Estamos pesquisando e lendo muito a respeito. Agradeceria se pudesse me indicar um contato ou site que me ajudasse nesse processo. Somos casados, temos uma filha que veja só, se chama Mariana..kkk. Moramos em Horizontina RS. Não temos parentes nem descendência Austríaca somente Alemã. Aguardo. Abraço!

Resposta
Samira Junho 19, 2015 at 4:28 pm

Olá Mariana. Você teria como me indicar algum site ondem existem vagas para au pair? Obrigada

Resposta
Leonardo Reis Outubro 29, 2015 at 2:35 am

Boa noite, minha noiva é Austriaca e teremos uma neném no final do ano. Ela já está em Alpbach para o nascimento e eu estou desesperado procurando emprego em Tirol ou região. Alguma sugestão? Me dá uma luz!

Resposta
Sarah Brasil Março 13, 2016 at 10:31 pm

Oi Mariana, td bom?
Também sou engenheira civil (estudante ainda) e recebi uma proposta de uma host family para morar bem no interior. A cidade se chama “Radstadt”, você conhece ou sabe onde é? Tou meio receosas por ser uma cidadezinha. Outra coisa..não sei falar alemão mas vi meninas que vão e só dão entrada no visto quando já estão fazendo o curso por algum tempo. Me ajuda!!!!

Resposta
Ann Moeller Março 15, 2016 at 10:47 am

Ola Sarah, a Mariana não colabora mais com o BPM. Boa sorte!

Resposta
maykon santos Maio 19, 2016 at 11:10 am

Bom dia,eu queria saber se eu compra
Uma passagem de ida para viena
E eu fica lá. De vez.
A policia do Brasil vai me procura
Como um imigrante ilegal.?

Resposta
Cristiane Leme Maio 22, 2016 at 6:37 pm

Maykon, nesse caso quem vai te procurar é a polícia austríaca e vai te deportar se descobrir você indocumentado. Ser indocumentado (ilegal) é algo que nenhuma pessoa deveria pensar em se tornar. Há muitas desvantagens como por exemplo, não poder viajar para outros países, não poder ir ao Brasil e voltar, não poder ir ao médico por falta de documentos, não poder ter um trabalho decente e correr o risco de ser explorado por pessoas sem escrúpulos, fora o risco de ser deportado a qualquer momento.
Se seu desejo é ir para outro país para viver, faça um planejamento adequado para a mudança, assim você não correrá riscos desnecessários.

Resposta
Karinne Maio 27, 2016 at 6:08 pm

ola, voce foi como au pair por alguma empresa?? qual? ou como conseguiu?

Resposta
Cristiane Leme Junho 1, 2016 at 9:23 pm

Karinne, a Mariana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Paulo Ventura Julho 1, 2016 at 2:56 pm

Olá, Tenho 17 anos e esse ano terminarei o Colegial aqui no Brasil!
Tenho amigos na Alemanha e na Austria …e minha vontade é de partir para Europa estudar inglês “Pois seria mais fácil levando em consideração que ja estudo ingles no Brasil” !! Faço a 5 meses curso de ingles e já me considero apto ao idioma…Efiim, tenho experiencia como Barman e Garçom, só preciso terminar o Colegial e pegar dispensa do serviço militar aqui do Brasil para poder partir… Sem esquecer do dinheiro de custo com passagem e instalação até o momento de conseguir uma renda por lá! Estou muito ancioso para isso.. Gostaria de ler um pouco se você tiver algo pra me dizer sobre essa situação que estou kkkkk beijosss

Resposta
layssa Julho 15, 2016 at 3:04 pm

Ola, bom adorei seu post, ando penssando em me mudar para Austria, pois é um pais bem pequeno , (moro em Goiania goias, e so meu estado da umas 3 Austrias rsrs) , ja falo ingles e espanhol, vou começar um curso de alemao, apesar de que o vale mesmo é a convivencia com a lingua no cotidiano…. Bom , tenho uma filha, e vou me casar no ano que vem, e estou pensando em recomeçar minha vida aí, to pesquisando muito sobre o pais, mas minhas duvidas nao estao ficando bem esclarecidas, gostaria que pudesse me ajudar, tenho 21 anos, e parei (nao sei por que fogo no rabo fiz isso) de fazer faculdade, seria possivel eu fazer faculdade ai ? teria algum problema pra eu trabalhar pela internet? é muito burocratico e complicado um casal brasileiro conseguir morar ai , para trabalho e estudo? seria meu sonho minha filha (ela tem atualmente 7 meses de idade um bebe ainda) crescer estudando ai…… quanto custa um aluguel basico ai? voce pode me ajudar?? sempre quis ir embora desse pais quente… aguardo respostas obrigada

Resposta
Cristiane Leme Julho 20, 2016 at 8:47 pm

Layssa, a Mariana parou de colaborar conosco mas temos a Ana e a Kely na Áustria que poderão ajudar. Procure pelos textos mais recentes sobre a Áustria aqui no blogue para deixar um comentário e, assim, entrar em contato com elas. Dê uma pesquisada nos diversos textos sobre o país que tenho certeza que muitas das suas dúvidas serão respondidas apenas com a leitura 🙂
Boa sorte,
Edição BPM

Resposta
eFernanda Setembro 2, 2016 at 12:37 pm

Meu sonho é trabalhar fora do Brasil e queria oito conseguir um emprego mas não sei nem por onde começar

Resposta
Mesaque Abril 23, 2018 at 11:11 pm

Boa noite Mariana, conseguir um emprego aí na Áustria sem falar inglês é praticamente impossível?

Resposta
Liliane Oliveira Abril 24, 2018 at 12:44 pm

Olá Mesaque,
A Mariana Gonçalves parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista na Áustria chamada Ana Dietmüller que talvez possa te ajudar.
Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Mesaque Abril 28, 2018 at 1:46 pm

Obrigado Liliane

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação