BrasileirasPeloMundo.com
Israel

Progresso tecnológico em Israel

Progresso tecnológico em Israel.

Apesar dos desafios de geografia, clima, conflitos militares e políticos, Israel tem se destacado mundialmente por suas invenções. Discretamente, o país tem se destacado globalmente por suas inovações e tornou-se líder de progresso tecnológico ultrapassando os Estados Unidos em produção de inovações. E elas são motivo de grande orgulho da nação.

O israelense (seja nato ou naturalizado) é inquieto e está sempre buscando uma forma de melhorar sua vida. Isto talvez justifique o grande número de start-ups de Israel, também conhecida por “Start-Up Nation”.

Isso sem falar que aproximadamente 63 (sessenta e três) empresas israelenses estão registradas na NASDAQ. Em Israel, 140 pessoas em cada 10 mil trabalham na área de pesquisa e desenvolvimento. Um grande número, não? Lembrem-se: estamos falando de um país com apenas 8 milhões de habitantes.

Um bom exemplo do quão importante é a tecnologia para este país, é saber que a mais antiga universidade israelense, a qual teve Albert Einstein entre seus fundadores, mantém até hoje o vigor de um jovem sonhador, a Universidade Hebraica de Jerusalém.

Vale também destacar que o país investe mais de US$ 10 bilhões, por ano, em pesquisa científica, e a Universidade Hebraica, com seus 23 mil alunos, concentra 30% dessa pesquisa. Já saíram de lá quase 9 mil patentes com uma média de 170 invenções de interesse mundial a cada ano.

Bom, as invenções são inúmeras e se eu enumerasse todas, esse texto ficaria gigante. Por isso, destaquei nesse post algumas das invenções que ajudaram e ainda ajudam o mundo.

Irrigação por gotejamento: invenção da Netafim , que desenvolveu modernos sistemas de irrigação por gotejamento (libera água em pingos, de forma lenta e controlada), o qual é utilizado em todo Israel. Onde há praças, parques, jardins, públicos ou privados, há esse sistema, que possibilita a irrigação constante das plantas e flores. Por isso, mesmo no verão, podemos ver lindas e coloridas flores espalhadas pelo país.

Leia também: dez curiosidades sobre Israel

Obviamente, a irrigação por gotejamento não serve apenas para manter as beleza das flores. É amplamente utilizada na agricultura, para ajudar na irrigação em terrenos áridos, transformando muitas vezes, terra improdutiva em útil e lucrativa.

sistema de gotejamento
sistema de gotejamento

Aeronaves Drone: A primeira criação não foi de Israel mas, aqui teve início o desenvolvimento dos primeiros  modernos veículos aéreos não tripulados – também conhecidos como UAVs ou Drones.

Esses modernos drones israelenses são mais leves, menores e mais baratos do que os anteriores. Com vários recursos tecnológicos, auxiliam em operações de vigilância e segurança ao redor do mundo, inclusive no Brasil.

Processador de computadores:  o processador Intel foi desenvolvido na sua filial israelense.

Monitor de bebês: monitor de berço Babysense, que se tornou o mais utilizado equipamento de segurança infantil em milhões de lares e maternidades por todo o mundo. Monitor respiratório que alerta irregularidade no sono do bebê, evitando a temida morte súbita.

Impressora de escritório:  invenção que revolucionou as operações de ambientes de trabalho.

Mensagens instantâneas: Lançado décadas atrás, o ICQ, foi o primeiro sistema de mensagens instantâneas em toda a Internet. Anos depois, Israel criou o Viber, também plataforma de mensagens, desta vez, para smartphones.

Leia também: como é morar em Israel

Mini Câmera de vídeo: aqui foi desenvolvida a menor câmera fotográfica do mundo, a PillCam, medindo apenas 0,99 milímetros. O dispositivo é utilizado para diagnósticos e tratamentos de diversas doenças gastrointestinais. Engolida como uma pílula, a câmera explora o trato digestivo, para diagnosticar, tratar e curar. Derivada desta câmera, foi desenvolvida também a Minúscula Câmera ‘Marciana’ Israelense que capacita robôs de conserto da NASA.

Pen-Drive: A primeira pen-drive (disk-on-key)  foi desenvolvida pela empresa israelense SanDisk. Virou sucesso e necessidade internacional.

Interceptador de mísseis: por uma necessidade óbvia de segurança, Israel desenvolveu o Cúpula de Ferro (em  hebraico, kipat barzel), conhecido também como Iron Dome. Trata-se de  um sistema de defesa antiaérea visando interceptar e destruir mísseis e bombas de artilharia disparadas de distâncias de 4 a 70 quilômetros e cuja trajetória sejam áreas povoadas. Através deste sistema, as forças israelenses salvaram muitas vidas, pois o potencial míssil ou bomba é destruído ainda no ar, antes de atingir qualquer local.

Quando Israel é atacado com foguetes e mísseis, toca-se uma sirene alertando a população, que tem em média, 45 segundos para procurar um abrigo de segurança (em várias residências e estabelecimentos comerciais e públicos há um cômodo blindado, conhecido como mamad). Nesse meio tempo, o sistema Cúpula de Ferro intercepta no ar estes projéteis. Tudo muito rápido.

Toda a população de Israel se sente protegida por conta desse sistema. É um grande orgulho nacional!

Iron Dome ou Cúpula de Ferro
Iron Dome ou Cúpula de Ferro

 

Aplicativo Waze: famoso e utilizado no mundo inteiro, foi criado em Israel para ajudar motoristas com informações em tempo real de usuários e detalhes sobre rota e trânsito, fornecendo o melhor caminho.

Quem se interessar mais, poderá explorar o tema pela internet. Há inúmeros artigos a respeito. Também sugiro a leitura do livro “Nação Empreendedora – o milagre econômico de Israel e o que ele nos ensina”.

Espero que tenham gostado. Até o próximo post!

Related posts

Transporte público em Israel

Marianne Swirski

Supermercados em Israel – Dicas para gastar menos

Aline Rod

Vistos para morar em Israel

Aline Rod

4 comentários

Clio Julho 8, 2016 at 11:11 pm

Mais uma vez me delicio com teus comentários desta terra tão interessante.Parabens Pricila, tens o dom da escrita, adoro ler teus posts.
Beijos

Resposta
Marlene Aparecida Herrera De Souza Julho 9, 2016 at 12:41 am

Muito interessante saber sobre as tecnologias, e conhecer tudo sobre este país por uma brasileira.
Obrigada Priscilla pelas informações.

Resposta
Amanda Yitzhak Julho 11, 2016 at 9:59 pm

Olá Priscilla !
Eu vou muito para Israel moro em
Londres, se fosse possível gostaria muito de poder te conhecer.

Resposta
Ruth Rosenman Julho 2, 2017 at 2:43 pm

PRISCILA,
Gostei muito de tudo que foi mencionado a seu respeito e de Israel. Eu morei e casei lá e hoje estamos no processo de imigração, Minha filha, minha neta e eu. Gostaria muito poder corresponder com você e talvez receber alguma dica. Nosso maior desafio é conseguir a autorização do ex-marido de minha filha a emigração de minha neta de 8 anos. Como você é advogada me permito escrever a talvez receber algum caminho.
O pai de minha neta não paga pensão e devemos falar com um Advogado na 2ª feira , amanhã para tentar iniciar uma conversa amigável com o Pai e em último caso ir para justiça que você conhece é lenta e complicada. O Advogado que vai nos ouvir e cujo filho estuda com minha neta na escola judaica me disse por telefone que se Minha filha conseguisse um contrato de emprego em Israel teriamos mais chances para conseguir a licença do Juiz. O que você acha disso? e como seria possível? sem ela ainda ter ido para um Ulpan e poder achar um emprego.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação