BrasileirasPeloMundo.com
Canadá

Quando ser turista no Canadá

Se mudar de mala e cuia para outro país é diferente de sair de férias. O planejamento, o foco, os objetivos, são completamente diferentes e, obviamente, muito mais intenso. Quando chegamos em Vancouver, há seis meses, a vontade inicial era de largar as 9 malas e sair para conhecer todos os pontos turísticos, andar até ficar cansada, comprar bugingangas nas lojas de souvenir, conhecer as cidades dos arredores, os restaurantes mais recomendados, os parques incríveis e por aí vai. Mas muita coisa é prioridade, e turismo, está lá embaixo da lista. São muitos os afazeres, burocracias e pendências para resolver.

Tirar documentos e achar apartamento para alugar são os primeiros passos. Consome uma energia enorme, até porque a cidade é nova, então não sabíamos muito como circular, qual ônibus pegar. Nos perdemos, consultamos o Google Maps, nos achamos e continuamos na longa lista das pendências, que parecia não ter fim. Depois de achado o apartamento ideal e assinado o contrato, começou a procura pelos móveis, utensílios de cozinha, panelas, roupa de cama. Já temos copos para beber água e aquelas taças de vinho?! Maravilha! A rotina, aos poucos, começou a se moldar: meu marido começou o mestrado e a se concentrar nos estudos, mas nós ainda continuávamos a busca pela creche da pequena e eu, por trabalho. Distribuição de currículos e dias, ou melhor, semanas pendurada no computador me cadastrando para todas as vagas de emprego em que conseguia me encaixar. Telefonemas, entrevistas, mais currículos enviados e assim por diante.

Em que momento você vai conseguir ir naquele restaurante da esquina que você adorou quando passou pela porta? Ou naquela montanha que tem um lindo visual da cidade? A verdade é que acabamos adiando os planos de visitarmos os lugares turísticos, pois teríamos tempo, futuramente, para fazer isso. Conhecemos os cantinhos da cidade que turistas não conhecem, as ruelas, o pé sujo da esquina que tem uma comida barata, as linhas de ônibus, mas ainda não conhecíamos aqueles lugares lindos que vejo em cada cartão postal quando passo pela loja de souvenir.

Mas como não é só de rotina e trabalho que vive o novo imigrante, aos poucos a ansiedade vai baixando e os momentos de lazer vão surgindo e sendo aproveitados. Vamos conhecendo alguns pontos turísticos e outros deixamos para quando a família vier visitar. Vancouver oferece muitas atrações e lugares lindos para conhecer. É uma cidade dinâmica, diversificada, rodeada de natureza e belezas naturais. Seguem abaixo, alguns dos lugares turísticos que já visitamos em Vancouver e recomendo:

Grandville Island

Eleito meu lugar preferido em Vancouver. Visita obrigatória! Além de ter um mercado público d-i-v-i-n-o,  tem uma linda vista da cidade, restaurantes para todos os gostos e bolsos, parquinho para crianças, parquinho de água no verão e muito mais. Enfim, uma delícia de lugar, imperdível.

Stanley Park

É a principal atração turística de Vancouver e recebe muitos turistas o ano todo. O parque é enorme e tem muito ainda o que explorar, mas já fiz o que todo turista deve fazer: dar a volta completa de bicicleta pela seawall (ciclovia que margeia o parque). As paisagens são de tirar o fôlego, passeio obrigatório. Além disso, dentro do parque se encontra o Vancouver Aquarium, que é muito bacana para conhecer, principalmente se estiver com crianças.

Capilano Suspensio Bridge

É uma das atrações mais populares de Vancouver, está sempre cheia de turistas se acotovelando pela melhor foto. É uma ponte suspensa que tem 140 metros de extensão e fica a 70 metros acima do rio Capilano. O mais bacana é que a ponte balança bastante conforme você a atravessa, o que dá uma dose extra de emoção e aventura. Além da ponte em si, tem várias trilhas e caminhos a fazer por lá. Recomendo. 

Kitsilano Beach

Sim senhores, habemus  praias em Vancouver. Claro, que não tão belas como as do Rio de Janeiro, com água cristalina e areia branca, mas são bonitas e bem aproveitadas pelos canadenses. Em Kitsilano tem de tudo um pouco: um restaurante delicioso com vista para a praia, uma piscina pública enorme e deliciosa que fica aberta durante o verão, parquinho para criançada, quadras públicas de tênis, ciclovia para andar de bicicleta ou patins. É a praia queridinha pelos vancouverites e por mim também!

Foto: Arquivo pessoal.

Canada Place

É o ponto de chegada dos navios e transatlânticos que ancoram em Vancouver. Você pode sentar em um banquinho ao sol e ver os belíssimos navios chegarem e partirem, os hidroaviões levantarem voo ou simplesmente apreciar a linda vista de North Vancouver. Destaque para o “Fly Over Canada”, que é um simulador de voo virtual, com 20 minutos de duração, que te dá a sensação de estar voando sobre todas as regiões do Canadá. Vale a pena para conhecer as belezas e entender um pouquinho mais a cultura canadense.

Vancouver Public Library 

Que lugar incrível! Sua sede foi inspirada no Coliseu, de Roma, então é um prédio grandioso. São 9 andares de sabedoria, conhecimento e muita paz. Tem de tudo: espaço para ler, trabalhar e estudar; computadores espalhados, 1 andar inteiro só para crianças com atividades variadas, dentre elas contação de histórias, diversos workshops sobre carreira e recolocação no mercado de trabalho para os imigrantes, eventos e palestras para escritores iniciantes. E a lista continua….

De lugar em lugar, vou conhecendo um pouquinho mais dessa cidade que me acolheu com tanto carinho e roubou meu coração.

Related posts

Carnaval de inverno? Sim, temos também!

Ana Carolina Sommer

10 lugares para comer em Toronto

Vanessa Murcilio

Preparação e Documentos Para o LLM no Canadá

Renata Lutke

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação