Santacon em Nova Iorque

0
126
Advertisement

SANTACON é um evento anual muito divertido, um pub crawl (uma maratona etílica, é ir de bar em bar bebendo um pouco em cada um) com pessoas vestida em trajes de Papai Noel ou como outros personagens do Natal, como duendes e árvores de natal, que acontece em várias cidades ao redor do mundo. O evento foi por diversas vezes também conhecido como SANTARCHY , Santa Rampage e Santapalooza.

SantaCon começou em Nova Iorque em 1998, quando um jovem da cidade de São Francisco, na Califórnia, veio para NY e saiu na rua, em um dia de dezembro, com uma barba branca falsa, um terno vermelho de $12(barato), e 200 pessoas o acompanharam pela 5a avenida, de Manhattan, cantarolando músicas natalinas sem nenhuma razão. Desde então, o evento evoluiu e se espalhou para 44 países em todo o mundo, com diferentes versões e interpretações. Além de Nova Iorque, Londres, Vancouver, Belfast, e Moscou são alguns exemplos de cidades pelo mundo que têm o Santacon. O de Nova Iorque é o maior, com um número estimado de 30.000 pessoas participando (em 2012). Acontece sempre no 2.° (segundo) sábado do mês de dezembro. Este ano será no dia 10.

Os organizadores do evento, ou melhor dizendo, do “Santa” costumam divulgar que é um evento que existe sem nenhuma razão de ser, porém em Nova Iorque, o Santacon, além de ser um evento de confraternização (entre conhecidos e desconhecidos) de final de ano, também tem um fim filantrópico: O valor sugerido para doação é de $10, por pessoa, e todos que contribuem, ganham um broche que dá algumas regalias no dia do evento como, por exemplo, fila especial para entrar nos bares participantes. Nos últimos 3 anos foram arrecadados cerca de $200.000, só em NYC, que foram destinados para algumas ONGs da cidade: City Harvest, The Ali Forney Center’s, Dance Parade, entre outras. As doações podem ser feitas online antes do dia do evento ou no próprio dia em qualquer bar participante.

O evento é super bem organizado, além de que é monitorado e apoiado pelo Departamento de Polícia de Nova Iorque. Há um roteiro definido, onde os bares participantes são destacados, e isso envolve um certo mistério até a noite anterior do evento: nada do programa é divulgado antes disso… O evento começa em um ponto de encontro. Em 2014 foi na Time Square, 2015 foi no Brooklyn e, este ano, é em frente ao Flatiron Building, e de lá os “Santas” seguem o roteiro da maneira que quiserem: o evento acontece em vários bares da cidade ao mesmo tempo. Uma coisa muito bacana, da organização, é que pelo site oficial do evento você pode cadastrar seu celular e ir recebendo alguns sms “do Santa” ao longo do dia com informações de onde estão no momento, qual bar já abriu, qual bar já está lotado, etc. Isso ajuda bastante a “organizar” a cidade.

Eu participei no ano passado e optei por ir direto a um Rooftop bem bacana do roteiro, que tem vista para o Empire State. Cheguei no horário que abriu e dei sorte para entrar logo, pois já havia ali uma grande fila de “Santas”. O 530Fifth Rooftop tem 2 andares (um com ar condicionado e outro ao ar livre) e as pessoas ficaram super bem acomodadas, um pouco de filas nos bares para pegar bebida mas nada absurdo. Muito melhor e mais tranquilo do que eu imaginava. Adorei, foi super divertido.

Claro que, em se tratando de um evento onde as pessoas andam uma boa parte da cidade, há os “Santas” que bebem um pouco além do que deveriam e as críticas acabam sendo “para o evento como um todo”. Já li matérias onde falavam sobre “embriaguez generalizada e violência esporádica”. Alguns anos atrás, o conceituado jornal The New York Times descreveu o evento como “um rastreamento de bar de um dia que começa com bom ânimo e, para muitos, inevitavelmente termina em uma névoa embaçada, encharcada de bebida.” Achei essa descrição simples e mais justa. Como em qualquer lugar do mundo que tenha bebida alcoólica, sempre haverá os que não têm o bom senso.

Já tendo históricos e para prevenir qualquer incidente, os organizadores do evento criaram o “Santa Code” (código de comportamento dos “Santas”), este que fica disponível no site oficial do evento e tem algumas condutas interessantes, como por exemplo:

  • “Santas” são bacanas com os atendentes dos bares;
  • “Santas” fazem doação para caridade;
  • “Santas” espalham divertimento por onde passam, não jogam lixo na rua;
  • “Santas” são legais com as crianças e respeitam a cidade;
  • “Santas” se mantém seguros, não bebem mais do que podem suportar.

A grande verdade, conforme a minha experiência e opinião, é que é um evento super bem humorado, que, mesmo que você não esteja participando ativamente, dá uma alegria de ver tantas pessoas fantasiadas de Papai Noel andando pela cidade. Eu super recomendo para quem estiver em Nova Iorque na época. Não é necessário fazer qualquer tipo de inscrição, basta apenas se fantasiar e ficar atento aos comandos do “Santa”. Mais informações aqui.

Ótimo final de ano para todos, boas festas e até 2017 com mais posts direto da “cidade que nunca dorme”.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.