BrasileirasPeloMundo.com
Áustria Sistema Educacional Pelo Mundo

Sistema de ensino austríaco

Farei hoje um breve passeio pelo sistema público de ensino austríaco, desde o Jardim da Infância até a Universidade.

Trarei dados gerais, vez que, em comparação com o sistema brasileiro, o sistema austríaco se demonstra mais complexo pelo grande número de possibilidades e oportunidades que oferece ao estudante local.

Vamos ao início de tudo:

Jardins de Infância – Kindergarten

A partir dos 2 anos e meio ou dos 3 anos – isso depende da legislação de cada Estado – a criança tem sua vaga garantida em um Jardim de Infância público até completar 6 anos de idade. É direito assegurado dos pequenos em já ingressarem no sistema de ensino se assim os pais desejarem.

Não existe uma obrigação de matriculá-los desde o início, mas é obrigatório  (Verpflichtendes Kindergartenjahr) que, a partir dos 4 anos de idade, frequentem o Jardim de Infância, sob pena de os pais serem chamados junto a autoridade escolar, onde serão “recomendados” a matricular seus filhos pelo bem do desenvolvimento cognitivo, criativo e social de seus pequenos, bem como pelo bem da sociedade como um todo. O austríaco é muito sutil, então, se você receber uma “recomendação” dessas do seu distrito escolar, o constrangimento já é suficiente para lhe render uma péssima fama.

Dica:

Este último ano de Jardim de Infância, que é obrigatório, já vincula a criança a vários compromissos que não são simples de serem evitados ou postergados.

Explicarei como funciona aqui onde moramos: a partir dos 5 anos de idade, o estudante do Jardim, passa a integrar, paralelamente, o Clubinho Pré-escolar. Esse clube prepara efetivamente a criança na transição entre a saída do Jardim de Infância e a entrada na Primeira Série. O Jardim de Infância e a Escola Fundamental planejam, juntos, atividades conjuntas entre as crianças pré-escolares e as que já estão na escola. Os pré-escolares conhecem os futuros professores, os futuros colegas e a nova rotina escolar que chegará em breve.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Áustria

Por essa razão, não é mais tão simples sair em viagem de família a qualquer tempo e, principalmente, fazer as costumeiras férias prolongadas no Brasil.

Em situação normal, quando a criança não integra o Clube, apenas um aviso para a professora do Jardim é o suficiente para permanecer determinado período fora. Quando a criança já integra o Clube, essas saídas podem colidir com as tarefas do Clube, o que irá dificultar a autorização para qualquer viagem. Nada é impossível e uma boa conversa sempre é amiga das situações, mas gostaria apenas de trazer o fato de que, quando as crianças iniciam a vida pré-escolar, as coisas já ficam um pouco mais limitadas.

Disciplinas ministradas:

No Jardim de Infância, as crianças desenvolvem suas habilidades através do brincar, então, linguagem, expressão corporal, espaço, tempo, volumes, grandezas, ciências, natureza, tudo são aprendizados vindos diretamente do brincar pedagógico. Competências como solidariedade, espírito de grupo, tolerância, empatia, respeito a minorias, acolhimento, dentre outras, são também exercitados pelos pequenos no dia a dia do Jardim de Infância. Não há ensino de leitura, escrita ou contagem de maneira formal, nos Jardins de Infância.

Ensino Fundamental – Volksschule

Inicia-se com 6 anos de idade, completos até 01 de setembro do ano letivo corrente, e dura 4 anos.

Disciplinas ministradas:

Nesse período, as competências são direcionadas ao aprendizado de leitura, escrita e matemática básica, música e esportes, além de prática das habilidades sociais de humanidade, solidariedade, tolerância, paz e justiça; estímulo a criatividade e recreação.

Ensino Médio:

Dos 10 até os 14 anos, a criança cursa, então, o ensino médio, que, aqui na Áustria, se subdivide em duas opções: 1) Ginásio; 2) Escola Intermediária (Mittelschule)

Ginásio:

O objetivo do Ginásio é preparar o adolescente para frequentar a universidade, portanto, os estudantes que optarem por ingressar nessa modalidade de ensino médio, estão cientes de que o nível de exigência, em todas as disciplinas, será bastante alto.

O Ginásio subdivide-se em dois estágios: dos 10 aos 14 anos – Grau Inferior (US); e dos 14 aos 18 anos – Grau Superior (OS). Esse último nível já equivale ao nosso antigo Segundo Grau.

Escola Intermediária – Mittelschule

Para quem não tem intenção de cursar uma universidade e já pense – após concluir o curso –  em ingressar em uma escola superior profissionalizante, há a Escola Intermediária, ou seja, o período que vai dos 10 aos 14/15 anos de idade. O nível de exigência – e de stress sobre o estudante – é inferior se comparado com o ensino ginasial, mas suficientemente alto para iniciar a preparação do estudante ao ingresso em uma escola direcionada ao mercado de trabalho.

Em se concluindo ou o Nível Inferior do Ginásio ou a Escola Intermediária, encerram-se os primeiros 9 anos de ensino da vida dos estudantes austríacos.

Disciplinas ministradas:

Durante esse período, as disciplinas ministradas são: Religião, Alemão, Língua Estrangeira, História e Formação Política, Geografia e Economia, Biologia e Meio Ambiente, Química, Física, Música, Artes, Técnicas Têxteis e com Ferramentas, Esportes, Nutrição e Orçamento Doméstico, além dos horários de estudo e iniciação a orientação profissional.

ATENÇÃO:

Esse período de 9 anos nos bancos escolares é obrigatório na Áustria, ou seja, os pais ou responsáveis são obrigados, por lei, a zelar pela educação formal de seus filhos e de mantê-los frequentando as instituições públicas de ensino, sob pena de multa e até prisão.

Ginásio – Grau Superior, Escolas Superiores Profissionalizantes e Escolas Técnicas:

Essas opções seriam o equivalente ao ensino médio brasileiro, pois abrangem os adolescentes entre 14 até 18 anos. E o que se nota, aqui, é portanto uma preocupação bastante precoce de todos os estudantes entre 12, 13 anos de idade, em já terem uma ideia do que gostariam de fazer na vida como profissão.

Para auxiliar, existem as grandes feiras profissionais, em que os adolescentes tomam contato com inúmeras profissões, além de poderem fazer simulações em suas áreas de interesse e verificarem se estão no caminho certo ou se devem tomar algum outro rumo.

Ginásio – Grau Superior

Quem escolheu essa modalidade de preparação, deverá se dedicar ao máximo a fim de concluir essa etapa de vida estudantil com um exame equivalente ao nosso antigo vestibular: o Matura. Essa prova ainda não significa o ingresso na universidade, mas, sim, a conclusão do Ginásio. Sem o certificado de aprovação no Matura, o estudante não pode se inscrever na universidade onde pretende ingressar. É um período padrão no país inteiro, que, geralmente, coincide com o início do verão europeu.

Escolas Superiores Profissionalizantes (Berusfsschule, Fachhochschule) e Escolas Técnicas (HTL)

Os estudantes, então, que cursaram a Escola Intermediária (Mittelschule), já estão aptos a ingressar em uma dessas duas modalidades de ensino profissionalizante e é aqui que existe uma enorme diferença entre o sistema local e o sistema brasileiro.

As Escolas Superiores Profissionalizantes compreendem algumas profissões que, para nós, brasileiros, se aprendem, por exemplo, no Senac. Gastronomia, carpintaria, padaria, cervejaria, secretaria, administração, contabilidade são alguns exemplos de formação nas Escolas Superiores Profissionalizantes.

As Escolas Técnicas são direcionadas ao que para nós, no Brasil, seriam as engenharias e economia. Se você cursar os 3 anos de Escola Técnica e, depois, comprovar mais 3 anos de prática, trabalhando no que você se formou, ao final desses 6 anos, então, você receberá o diploma de engenheiro na área que escolheu. Aqui, não há necessidade, exclusiva, de se cursar uma universidade para se ter a diplomação em Engenharia.

Reforço a lembrança de que essa é a trajetória normal do sistema público de ensino austríaco – como já referi, equivalente ao ensino médio brasileiro -, que leva o jovem ou à academia ou direto ao mercado de trabalho.

Universidade:

Concluído o Matura, geralmente há um exame de ingresso para as faculdades, mas depende de cada reitoria. Existe também a modalidade de convite para que o candidato estude em determinada universidade, ou seja, o aluno se inscreve para o curso desejado, entrega seu currículo escolar e, dependendo das suas notas, ele é dispensado do exame, e convidado pela universidade a estudar nela. Claro que para se atingir esse nível, o candidato deve ter nota máxima em todas as disciplinas e essa ser uma política de ingresso da universidade.

Geralmente, os cursos duram de 3 a 5 anos, dependendo da área e os universitários se dedicam em tempo integral aos estudos.

As “aulas” são em forma de palestra, em grandes auditórios, para milhares de alunos juntos, em dias previamente marcados, e, o restante da semana, o estudante monta conforme suas necessidades. Há dias de práticas, cuja presença é recomendável e o demais é por conta da dedicação do aluno até o dia dos exames finais.

Não é comum haver aulas todos os dias, como estamos acostumados no Brasil. É necessário autodisciplina, organização, pesquisa e dedicação. Por esse motivo, há muitos jovens que optam por não cursarem uma universidade, justamente por não terem esse perfil. Optam, então, por uma escola profissionalizante ou técnica, cujas aulas são mais constantes e a administração do tempo é menos estressante.

Related posts

Como se locomover em Viena

Bruna Schaefer

Vancouver ou Viena: os ritmos diferentes das melhores cidades para se viver

Ana Luíza Aranha

A importância da música na Áustria

Ana Dietmüller

6 comentários

Mariana Abril 17, 2019 at 10:55 am

Oi, Ana! Essa Neue Mitelschule tb é só pra quem não tem perfil para faculdade? Minha filha tem 13 anos. Chegando la vamos escolher se ela vai para o ginasio ou essa opção quem faz é a escola? A cidade não é Viena, é Linz. Eu tinha entendido que ginásio era só a partir do ensino médio e que todas as crianças iriam para o Mitelschule. Agora fiquei muito em dúvida… Muito obrigada!

Resposta
Ana Dietmüller Abril 17, 2019 at 3:15 pm

Alô, Marina.

Obrigada por ler e comentar.

Vamos lá: o nome Neue Mittelschule e Mittelschule são a mesma coisa. O acréscimo do “Neue” na frente da palavra se dá por conta de uma renovação da escola intermediária que ocorreu em 2012 e, então, para diferenciar quem estava iniciando essa nova escola, foi colocado o nome de Neue.

Respondendo diretamente a tua pergunta: sim, classicamente, quem é direcionado para a (Neue) Mittelschule é porque teria o perfil não tão voltado à Universidade, mas essa é uma decisão que, obviamente em última análise, é feita pelos pais e pelo estudante, porém, aqui, a escola faz uma recomendação de direcionamento, porque obviamente conhece as aptidões pedagógica do nossos filhos.

Explico, bem a grosso modo como funciona aqui no nosso distrito (que fica na Baixa Áustria): quando a criança está no último ano da Escola Primária, seria o equivalente a quarta-série, com 10 anos de idade, então, a escola aplica um teste (que eu ainda não descobri se é de aptidão ou de conhecimentos. Isso, infelizmente, fico te devendo.) e, a partir do resultado, há uma conversa, privada, com todos os pais de alunos nessa condição e a instituição de ensino faz uma recomendação ou para a Mittelschule ou para o Gymnasium. Essa recomendação não é vinculante, ou seja, não é obrigatório que os pais sigam o que a escola apenas recomendou. Com o resultado dado, a conversa pedagógica e o conhecimento que os pais tenham dos próprios filhos, aí, sim, se toma uma decisão em definitivo.

Há pais que mudam de ideia com a recomendação da escola (os pais do meu marido foram um exemplo, pois já haviam planejado pra ele a Escola Superior Profissionalizante e o professor foi incisivo, recomendando que ele deveria cursar uma universidade pelo enorme potencial intelectual que tinha. Com essa conversa, tudo se alterou: eles acataram a sugestão do professor, matricularam meu marido, de última hora, no Gymnasium e, de fato, meu marido ganhou o mundo com a expertise dele.) e há pais que insistem que seus filhos devem cursar uma Universidade tradicional (mesmo com recomendação diversa pela escola) apenas, porque eles – pais – assim o querem, forçando uma situação desconfortável pros próprios filhos, que não aguentam o ritmo de um Ginásio.

Como tua guriazinha já está com 13 anos, ela – se tivesse nascido na Áustria – já estaria cursando ou uma Mittelschule ou um Gymnasium. Por isso, nesse caso específico, não sei como ficaria a triagem e a conversa pedagógica que expliquei acima.

Se vocês já sabem, mais ou menos, onde irão morar, sugiro procurarem o Distrito Escolar correspondente e se informarem se é possível que ela seja matriculada diretamente em um Ginásio ou em uma Escola Intermediária. Se ficar nebuloso de encontrar o Distrito Escolar de vocês, recomendo, escolher uma Mittelschule e um Gymnasium e fazer as perguntas, diretamente, a ambas instituições.

Espero ter auxiliado e desejo muito boa sorte na mudança e nas demais decisões.

Até a próxima.

Resposta
Joice Abril 24, 2019 at 4:13 pm

Olá Ana! Como está?
Meu marido será transferido para Salzburg.
Temos uma filha de 8 anos.
Não falamos alemão.
Existem escolas internacionais, porém devem ser muito caras, correto? Há algum acompanhamento específico para crianças estrangeiras que não sabem alemão?
Desde já te agradeço.
Abraço
Joice

Resposta
Ana Dietmüller Abril 24, 2019 at 5:18 pm

Alô, Joice.

Mais uma vez, obrigada por ler e comentar.

Sim, existem escolas internacionais, ou bilíngues, tanto públicas quanto privadas. Aqui do lado do nosso distrito existe uma escola bilíngue, ou seja, é falado ao mesmo tempo inglês e alemão, que é pública. Sem esquecer que aqui, a escola pública demanda pagamento de algumas coisas tipo: cuidado em horário extraescolar e alimentação, se a criança almoçar na escola.

Todavia, se vocês não encontrarem ou preferirem uma escola internacional privada, depende muito do poder de compra do orçamento familiar de vocês. Aqui, para os nativos, muito caro significa mensalidade de escola privada a partir de 300 euros, isso já é considerado caro, mas, novamente, depende do salário de vocês e da preferência de instituição de ensino.

Para que tenhas uma noção, deixo a info de que a escola internacional mais cara da Áustria custa em torno de 55 mil Euros/ano.

A realidade de crianças não falantes de alemão ou que falam alemão e mais outra língua é diária nos bancos escolares austríacos, então, dependendo do local onde a criança estuda, existem professores de reforço em alemão ou aulas extraclasse, ou dentro da própria sala de aula, e há locais em que não há nada. Tudo é decidido, entretanto, de acordo com o Estado e com o Conselho de Educação local. Os professores nativos, já há décadas, estão familiarizados com essa circunstância.

Quando se decidirem por uma instituição, se for possível, sugiro marcar uma visita, conversar com a pessoa responsável e conhecer o ambiente ao vivo, ou tirar informação com alguém conhecido (se vocês já tiverem alguém conhecido aqui).

Espero, novamente, haver auxiliado.

Abraço.

Resposta
Marcelo Junho 29, 2019 at 8:42 pm

Ana, voce se pode me informar se os brasileiros com cidadania Austriaca e que nunca moraram na Austria quando vão fazer algum curso (graduação) em uma universidade, é obrigatório que antes, prestem 6 meses de serviço militar ou 1 ano de serviços comunitários remunerados, porém em tempo integral ? E só depois disso, estão aptos a entrar em uma universidade?
Obrigado.

Resposta
Ana Dietmüller Junho 30, 2019 at 8:07 am

Alô, Marcelo.

Obrigada por ler e comentar!

Até onde eu saiba, não existe essa vinculação entre serviço militar ou serviço comunitário para entrar na faculdade.

Todavia, como não tenho conhecimento de tudo, deixo o link da Embaixada da Áustria no Brasil para que possas mandar um email com essa dúvida. Toda a vez que enviei email fui bem atendida. https://www.bmeia.gv.at/br/embaixada-da-austria-em-brasilia/

Espero ter auxiliado.

Grande abraço.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação