BrasileirasPeloMundo.com
Portugal Sistemas de Saúde Pelo Mundo

Sistema Público de Saúde em Portugal

Hoje vou falar um pouco sobre como funciona o sistema público de saúde em Portugal.

Em qualquer país em que uma pessoa esteja é importante saber como funcionam os serviços em geral e também os de saúde. Nunca se sabe quando se vai precisar de atendimento.

No Brasil e também em Portugal, a saúde é um direito garantido pela Constituição.

A Constituição Portuguesa, no seu artigo Artigo 64º diz: Saúde:

1. Todos têm direito à proteção da saúde e o dever de a defender e promover.

2. O direito à proteção da saúde é realizado:

a) Através de um serviço nacional de saúde universal e geral e, tendo em conta as condições

económicas e sociais dos cidadãos, tendencialmente gratuito.”(continua)

Pois bem, proteção da saúde é um direito garantido na Constituição, mas, e na prática, como funciona?

Resumindo, em Portugal há dois níveis de atenção à saúde no sistema público:

  •  Centros de Saúde (CS)
  •  Hospitais/Urgências

Normalmente, as pessoas que vivem no país devem se registar (em Portugal não se fala “registrar”, mas sim registar) em um CS da sua área de residência que lhes designará um médico de família. No entanto, só o fato da pessoa se registrar em um Centro de Saúde não quer dizer que ela vá ter um médico de família.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

No ano de 2012 havia mais de um milhão de portugueses sem um e atualmente, o governo tem feito algumas alterações nos serviços para que mais cidadãos o tenham.

Nesse ponto é “parecido” com o SUS brasileiro e o funcionamento das Equipes de Saúde da Família (mas só parecido).

Uma pessoa que queira ser atendida no CS marca uma consulta e dependendo do problema, pode ter que esperar uns dias pelo atendimento. Caso as pessoas não tenham um médico de família, os CS costumam ter um médico que atende diariamente e, normalmente, temos que esperar, do mesmo jeito que se esperaria para ser atendido em qualquer lugar.

Qualquer pessoa que more em Portugal, seja um cidadão nacional ou um imigrante com situação regularizada ou não (ver informação aqui), tem direito ao mesmo tipo de  atendimento nos serviços públicos de saúde.

Leia também: como tirar o visto D7 para morar em Portugal

Para ser atendido em um CS ou em um Hospital, a pessoa tem que pagar uma taxa moderadora. Isso é o “tendencialmente gratuito” de que fala a Constituição. Atualmente, a taxa moderadora para consultas nos CS é de 5 euros, mas algumas pessoas estão isentas de pagamento, dependendo da renda familiar.

Crianças com idade até 12 anos (veja observação no final do texto),  mulheres grávidas,  desempregados e alguns outros também não pagam taxas moderadoras e, em geral, o serviço funciona bem.

Se for a uma consulta de especialidade em um hospital, a pessoa pagará 7,75 euros de taxa.

Se for um atendimento de urgência pagará 20,60 euros.

Só pra lembrar, no Brasil o SUS é gratuito.

O tempo para ser atendido nos serviços depende do local aonde se vá  (CS ou Hospital), e também do tipo de consulta/especialidade que precise.

Eu nunca precisei ir a um hospital, mas dizem que costuma demorar horas para se ser atendido, claro que também dependera da doença, do hospital, da cidade e de outros fatores. Também dizem que o serviço é muito bom porque fazem todos os exames que forem necessários.

Os centros de saúde não atendem só aos inscritos. Se alguém precisar (por exemplo, um turista estrangeiro), também pode ser atendido nesses serviços mas, se não for contribuinte da Segurança Social, vai pagar uma taxa mais alta que um usuário que tenha o “cartão de utente”, que é como se chama o cartão de saúde aqui. (usuário = utente)

Leia também: como abrir conta bancária em Portugal

Uma coisa boa para quem é brasileiro em Portugal é que existe um acordo entre a seguridade social brasileira  (INSS) e a segurança social portuguesa (SS). Este acordo dá direito ao atendimento à saúde para os brasileiros aqui e portugueses no Brasil, mas explico isso num próximo texto.

Observação: De acordo com o Decreto-lei 61/2015 do Ministério da Saúde publicado em 22 de abril, a partir de 1 de Maio de 2015, crianças até completar 18 anos estão isentas de pagamento de taxas moderadoras.

Related posts

Certificado de contumácia, o que é isso?

Cynthia da Fonseca

Doação de órgãos no México

Simone Gonçalves

Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses: quais as vantagens?

Mariana Romanholo

73 comentários

Tati Sato Julho 17, 2013 at 6:34 pm

Oi Lyria, achei o seu texto não só interessante como também importantíssimo. Temos o terrível hábito de não pensar em nossas saúdes (ou melhor, temos o bom hábito de pensar que sempre estaremos saudáveis) e nos esquecemos de detalhes como sistema de saúde que, no exterior, costuma ser bem diferente do Brasil.

Como turista ou residente, acho um tema bem legal e bastante importante! Parabéns! Beijos

Resposta
Lyria Julho 21, 2013 at 3:31 pm

Oi Tati,
É muito isso mesmo… pensamos na saúde quando ela está ausente… Para quem viaja é super importante ter um seguro ou saber como funcionam os serviços para não ter surpresas.
Obrigada, beijo! 🙂

Resposta
Cleber Maio 1, 2016 at 3:25 pm

Se bem me lembro, não precisa ser segurado, basta fazer alguns documentos, na chega fiz o NIF ( no Brasil é o CPF) se não me engano tem que um residente assinar agora, antes não precisava, depois vai a CS (centro saúde) e faz o CU ( CARTÃO UTENTE tipo cartão do SUS), não precisa ter o PO(visto permanecia), para andar sem pagar caro nas viagens internas faz o carta social por 30 dias, nos guichês do comboio (trem, ferroviária), hj o os hospitais da rede pública são administrados pela rede privada, atendimento de primeiro mundo (fiquei 90 dias internado)……

Resposta
ruthmar barbosa Julho 18, 2013 at 12:28 am

Liria vou estar em Portugal a partir de 17 de setembro como turista mais antes vou fazes um seguro saúde aqui no Brasil. Depois irei para a Espanha.Me informe por favor como ele funciona aí..Ficarei muito grata pela atenção ! Tenho 70 anos e boa saúde ,mais nunca se sabe! Grande abraço ! Deus te proteja! Rutmar barbosa /Caçapava/sp/BR

Resposta
Lyria Julho 21, 2013 at 3:43 pm

Oi Rutmar,
O Brasil tem acordos da Previdência Social com Portugal, Espanha, Chile, Grécia, Itália, Japão e Alemanha.
Penso que pode ser interessante telefonar para esse contato do Ministério da Saúde em São Paulo. Assim eles poderão dar informação sobre a assistência à saúde.
PB-4 – “ASSISTÊNCIA À SAÚDE”
Quem fornecerá o documento para a utilização do Seguro Saúde gratuito:
Ministério da Saúde – Av. Nove de julho – 611 – 202 (2º andar)
CEP 01313.000 – São Paulo – SP
Fones 11 3291-8973; 11 3291-8974 e 11 3291-8975.
Um abraço e muito obrigada! 🙂

Resposta
Thales Julho 20, 2016 at 7:41 pm

Lyria tudo bem?Muito bons seus posts..Acompanho todos…

Me tire uma dúvida por favor.
Uma cidadã brasileira com cidadania portuguesa chegando em Portugal já grávida,com a gravidez em andamento vamos dizer assim,tem direito ao atendimento pré natal\parto em Portugal pelo serviço público mesmo com ela já em andamento e sem ter contribuído para segurança social,imposto de renda,etc,etc,em Portugal?
Resumindo,uma gravidez que não teve início com o cidadão com cidadania em solo português seria coberta pelo serviço público sem problemas independente de qualquer coisa ‘somente’ por ela ser portuguesa..?

Agradeço desde já.

Saudações!

Resposta
Andrea Julho 30, 2016 at 11:00 am

Eu estou passando por isso. Meu marido é Português, nos casamos no Brasil em Abril desse ano, viemos pars Portugal dia 16/06/2016 e eu estava grávida de 6 meses, quer dizer continuo grávida, mas agora com 32 semanas que são 8 meses. Já fomos ao Registro civil dar entrada na transcrição do casamento, mas o prazo para resolução é de até 2 meses. Eu preciso dar continuidade ao pré natal, estou sendo atendida, mas o hospital está me exigindo o número de segurado social aqui de Portugal, mas ainda não tenho. Eu não sabia que existia esse tal de PB4, por isso não trouxe. O que faço. Desde já agradeço.

Resposta
valeria ribeiro Fevereiro 21, 2018 at 2:52 pm

Oi, no site do INSS (https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/rede-de-atendimento/acordos-internacionais-portugues/) aparece esse contato, ve se te ajuda: Centro Nacional de Pensões End.: Rua Campo Grande 6, Lisboa. Código Postal 1749-001
Tel.: 217 9003 700

E-mail: [email protected]

Ass: Valeria (pretendo estar na Madeira no meio desse ano)

Marcos Julho 23, 2016 at 11:32 am

Bom dia lyra eu morei em Lisboa 8 anos estou retornando deixei tudo activo seg social contribuinte cartão utente de saude estou a pedir um visto no consulado portugues em sp la eles pedem seguro internacional mas como eu tenho seg social válida posso enviar a cópia autenticada do cartao de utente e seg social podendo ser substituído esses documentos q me pedem obrigado se puderes responder ?

Resposta
Lyria Julho 23, 2016 at 3:03 pm

Olá Marcos,
Muito obrigada por ler o texto e por comentar.
Apesar de você ter estes documentos você está contribuindo com a Segurança Social Portuguesa atualmente?
Leia o texto que escrevi sobre “Acordos de Previdência Social” cujo link está aqui embaixo.
http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-acordos-de-previdencia-social-101012058
Sugiro que você faça o CDAM ou PB-4.
Boa sorte!

Resposta
Cristiane Leme Julho 18, 2013 at 11:08 am

Muito bacana o seu texto. Como a Tati falou, é importante a gente saber como funciona o sistema de saúde dos países que a gente visita. Eu já fui pra Portugal mas não tinha a menor ideia de como era, pois nunca precisei usar o serviço… Mais que informação, é prestação de serviço, e acho que esse é o rumo que o blog está tomando. Parabéns!

Resposta
Lyria Julho 21, 2013 at 3:43 pm

oi Cristiane,
Muito obrigada! 🙂 bjo

Resposta
Ann Julho 19, 2013 at 2:49 pm

Lyria, muito obrigada por explicar como funciona o sistema de saude de Portugal. Na epoca em que morei em Lisboa, de 90 a 96 tambem pouco precisei usa-lo. Eh sempre bom as pessoas ficarem sabendo o que esperar quando estiverem pensando em morar por ai. 🙂 bj

Resposta
Lyria Julho 21, 2013 at 3:45 pm

Oi Ann,
É isso mesmo. Se informar é sempre importante. E para quem pensa em mudar de país, o melhor é conhecer bem o lugar para onde vai, mesmo antes de chegar lá.
bjo,

Resposta
Rita Dorneles Julho 22, 2013 at 9:05 am

Vivi em Lisboa por 5 anos. Cheguei em 2005 e naquela altura nao precisavamos pagar pelos servicos de emergencia. Aos pouquinhos o “governo” foi precisando de ajuda, e acho mesmo que as quantias sao irrisorias. De facto temos que esperar algum tempo para os atendimentos, mas nos hospitais todos os exames sao providenciados imediatamente. Se for necessario um exame de sangue, faz-se na hora… Eu usei muito pouco o sistema de saude… eu fazia parte dos portugueses sem medico de familia, na minha freguesia o centro de Saude estava lotado e com maioria de idosos, por isso dificultava um pouco.
Gostei da experiencia que tive em Lisboa (as duas unicas vezes que precisei), e acho que se formos comparar com os atendimentos do Rio de Janeiro no sistema publico Lisboa sai ganhando por quilometros 🙂
Meu pai teve um AVC grave ha uns 3 meses e esteve hospitalizado no Santa Maria, com atendimento super bom. Acho legal a ideia de informar sim sobre esses servicos… todos nos precisamos desses toques antes de visitar ou se mudar para um pais estrangeiros 🙂

Resposta
Eliane Abril 2, 2014 at 11:37 pm

Olá, quero parabenizar Lyria e todas as pessoas que contribuíram e compartilharam informações tão relevantes. Vou mudar para Portugal com 3 crianças, tenho a cidadania portuguesa e primos que residem em aldeias. Tenho também, muitas dúvidas que só quem é estrangeiro pode responder. Alguém sentiu preconceito? Alguém pode me relatar a adaptação de crianças nas escolas?
Muito obrigada e muito sucesso para todas!

Resposta
Lyria Abril 3, 2014 at 6:07 pm

Olá Eliane,
Em primeiro lugar, muito obrigada pelos parabéns extensivos a todas! 🙂
Quanto à sua questão vai depender de diversos fatores e vou tentar explicar um pouquinho.
Quanto ao preconceito pode ser que sintam ou não. De acordo com o “Data in Focus Report 5: Multiple Discrimination”, um relatório de pesquisa realizado pela Agência Europeia para os Direitos Fundamentais em 2010, os brasileiros são os que mais sofrem preconceito em Portugal com 74% dos brasileiros que vivem no país já se sentiram discriminados. Na minha pesquisa, 69% dos entrevistados já se sentiram discriminados. Por isso é que eu disse que depende, tanto do lugar em que vivem, como vivem, e até da personalidade de cada um.
Quanto à adaptação das crianças na escola é a mesma coisa. Que idade tem as suas crianças? São extrovertidas e fazem amizade facilmente?
Lembre-se que mudança de país é sempre uma mudança. Claro que cada caso é um caso mas, em geral, há um “abandono” de todo o meio conhecido para ir de encontro a um novo meio e novos aprendizados terão que ser realizados, por toda a família. O processo de adaptação de cada um de vocês poderá se processar de uma forma diferente e é importante que procurem ajuda sempre que precisarem.
Abraço!

Resposta
AKEXANDRA Abril 11, 2017 at 2:54 pm

Olá Lyria. Acredito que os portugueses que residem no Brasil sofram mais discriminação, do que os brasileiros que vivem em Portugal.

Resposta
Aline Junho 27, 2014 at 3:50 pm

Parabéns pelo texto, moro no Porto, tmb já morei em Lisboa e é msm assim. So n sabia que se pagava agora pelas consultas de urgência nos hospitais; cm disseram em outro comente, sinais da crise rsrsrsrss.
Mas p as crianças vale super a pena o sistema publico. Minha filha e eu temos seguro saúde, mas ela se consulta mais no hospital publico do que no privado. Ela sofre de alergias alimentares, é acompanhada por médicos de varias especialidades, na 1ª consulta c esses especialistas sempre foi no privado, depois eles mesmos encaminharam ela para um hospital publico, que tem um atendimento excelente. É preciso esperar as vzs umas 2 ou 3 hrs pela consulta, mesmo com marcação, mas tudo isso é pequeno perto do atendimento que ela tem. Ate numero de celular (telemóvel rsrs) da gastro dela eu tenho. Os médicos do publico são conhecidos por serem melhores que do privado.

Resposta
Lyria Reis Junho 28, 2014 at 12:24 pm

Oi Aline,
Já faz algum tempo que existem as taxas moderadoras mas algumas pessoas estão isentas de pagamento.
O tempo de espera varia mas, em geral o SNS funciona bem.
Muito obrigada pelo comentário! 🙂

Resposta
Percionila Nunes dos Santos Setembro 18, 2014 at 9:17 am

Bom dia Lyria reis!
Estou em Portugal pela quarta vez em 03 anos,sempre fiz seguro saúde só que nessa ultima viagem,acabei no corre.corre não contratando o seguro e quando me dei conta já estava no Algarve,cheguei a perder noite de sono até ver essa pagina.Muito Obrigada!
Fica com Deus!

Resposta
Lyria Reis Setembro 18, 2014 at 9:29 am

Bom dia Percionila,
Que bom que as nossas informações tem ajudado as pessoas. 🙂
Se você é contribuinte do INSS no Brasil (ou dependente) pode ter o Certificado de Direito de Assistência Médica, o CDAM, (o que chamamos PB-4) que é um documento emitido pelo Ministério da Saúde no Brasil e que te dá direito a assistência médica em Portugal do mesmo jeito que aos cidadãos nacionais.
Veja como obter o documento neste endereço: http://sna.saude.gov.br/cdam/
Boa estadia por Portugal! 🙂

Resposta
ronald rangel Dezembro 29, 2014 at 1:37 am

Oi Lyria,
Estou pensando em morar em Portugal, já tenho cidadania. Gostaria de saber se com uma renda (Aposentadoria) de 3.000,00 euros eu consigo viver tranquilo aí.

Resposta
Lyria Reis Dezembro 29, 2014 at 6:53 pm

Olá Ronald,
Claro que depende de como é o estilo de vida que você leva, quantas pessoas vão depender destes rendimentos, do local onde quer morar, etc, mas, dá para levar uma vida normal de classe média.
Boa sorte!

Resposta
Márcio José Villar Silva Fevereiro 18, 2015 at 2:01 pm

Olá Lyra Reis,

Bom dia.

Eu e minhas esposa estamos nos programando para residir em Portugal e achamos muito interessante o seu post sobre saúde.
Caso haja possibilidade gostaria de saber mais sobre o processo de médico de família, pois, na França, se não todas, mas, a grande maioria das consultas realizadas pelos médicos de família são realizados em casa, porém, o que percebi, nem todos os residentes em Portugal tem essa disponibilidade em virtude da reformulação da saúde.
Poderia me repassar o processo de como funciona, bem como as taxas envolvidas, não só para o médico de família, mas também para atendimento nos CS e nos Hospitais?

Grato.

Márcio Villar.

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 19, 2015 at 12:10 am

Olá Márcio,
Quando uma pessoa mora em Portugal ela deve se inscrever no Centro de Saúde (CS) da sua área de residência. É o CS que atribui o médico ao usuário (aqui é utente). Mas somente 87% da população residente tem médico de família atribuído. Na região de Lisboa, 22% da população não tem médico de família. Estar inscrito não garante que você vai ter um médico, vai depender muito da cidade e região.
Os médicos normalmente não vão à casa das pessoas como no caso das equipes de saúde da família no Brasil. Quando uma pessoa marca um consulta no CS paga uma taxa moderadora que é, atualmente, de 5 euros. Mas há casos de isenção do pagamento de taxas. Nos hospitais as taxas são mais elevadas e me parece que é atualmente 21 euros.
Espero ter ajudado.

Resposta
Portugal – Acordos de Previdência Social Fevereiro 24, 2015 at 10:46 am

[…] de Saúde (SNS) português do mesmo modo que um cidadão nacional. Eu já escrevi aqui sobre o Serviço Nacional de Saúde de […]

Resposta
Djanete Coutinho Maio 5, 2015 at 10:28 pm

Olá, sou casada com cidadão português estive lá por 60 dias precisei de uma urgência medica fui ao hospital em Vila Franca de Xira e eles só me atenderam mediante pagamento de 108 EUROS a demora foi bastante significativa, e quando meu esposo esteve aqui foi atendido prontamente pelo SUS em MONGAGUÁ, tudo muito rápido e ainda ganhamos os remédios antibióticos, não pagamos nada ele ficou entusiasmado com a proeza, porém agora estou indo morar lá ainda este mês e estou muito preocupada sou funcionaria publica Estadual e vou exonerar, estou preocupada pois lá é ruim para quem NÃO É RICO. 🙁

Resposta
Lyria Reis Maio 6, 2015 at 12:56 am

Olá Djanete,
O SUS é gratuito e universal e infelizmente algumas pessoas não lhe dão o devido valor…
Infelizmente o Serviço Nacional de Saúde cobra taxas moderadoras mas, dependendo do valor da renda familiar, é possível ter isenções.
Caso tenha alguma dúvida, volte a comentar.
Boa sorte para vocês!

Resposta
Flávia Mendes Setembro 6, 2015 at 11:32 am

Oi Lyria, tudo bem?
Sou cidada portuguesa (tenho o cartao do cidadao portugues) mas nao tenho o registro de residencia em portugal. Estou de passagem pela Alemanha e estou precsiando urgente de atendimento médico aqui…
Voce sabe se eu tenho direito ao atendimento aqui? Houvi algo sobre o CESD (cartao europeu de seguro doenca) mas eu naos ei se eu posso faze-lo ja que nao tenho residencia em Portugal …
Voce sabe algo para me ajudar?
Muita gratidao,

Flávia Mendes

Resposta
Lyria Reis Setembro 8, 2015 at 11:23 pm

Olá Flávia,
Veja informações sobre o CESD aqui http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/saude+em+viagem/cartaoeuropeudesegurodoenca.htm
Teoricamente você tem que ser beneficiária/inscrita na Segurança Social em Portugal.
Desejo que tenha conseguido resolver o seu problema de saúde.
Boa sorte!

Resposta
Saúde em Portugal | Do Brasil para Portugal Setembro 14, 2015 at 5:10 pm

[…] Crianças com idade até 12 anos,  mulheres grávidas,  desempregados e alguns outros eram isentas dessas taxas moderadoras.” (http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-sistema-publico-de-saude-48172119) […]

Resposta
Assistência médica gratuita para brasileiros no exterior! Outubro 11, 2015 at 9:12 am

[…] Brasileiras pelo Mundo, há um texto bem bacana da Lyria Reis, onde ela explica como funciona o Sistema Público de Saúde em Portugal. Se você está indo para lá, não deixe de […]

Resposta
Joyce Nara Outubro 21, 2015 at 2:09 pm

Olá! Gostei muito do seu texto. Ajudou muito. Eu e meus irmão estamos pensando em ir para Portugal, porem eu tenho reumatismo e preciso de remédio pra dor frequentemente, você sabe como funciona a venda de remédios em Portugal? Obrigada.

Resposta
Lyria Reis Outubro 23, 2015 at 10:02 pm

Olá Joyce,
Muito obrigada pelo comentário!
Se você vem a Portugal a passeio deve trazer toda a sua medicação para o tempo necessário acompanhada da receita do seu médico.
Em Portugal existem alguns medicamentos que não precisam de receita médica e esses podem ser encontrados em para-farmácias ou em espaços específicos nos supermercados. Para a grande maioria dos medicamentos é necessária a receita médica. Por isso, você vai precisar de ser acompanhada por um médico para poder ser medicada.
Boa sorte!

Resposta
FABIO CALDAS Fevereiro 8, 2016 at 1:43 pm

Bom dia Joyce, sou homeopata e terapeuta ortomolecular. Com respeito ao reumatismo, sugiro que procure um bom homeopata e fitoterapeuta. Para a medicina oficial, doenças auto-imunes não tem cura o que nós homeopatas praticantes da medicina natural (alternativa) consideramos um verdadeiro absurdo. Toda doença não é nada mais que um desiquilíbrio do organismo e por isso tem uma raiz ou seja, um ponto onde tudo começou e é nisso que nós trabalhamos para trazer novamente o organismo doente à homeostase (capacidade de perdurar com saúde por anos). Há muitos tratamentos alternativos, principalmente na Europa. Um bom homeopata como dito, um Naturopata ou Terapeuta Ortomolecular será capaz de ajudar a recuperar seu organismo. Espero ter ajudado. Deixo aqui a você uma sugestão que considero muito importante: Se você e seu esposo tem condições de viver em um país melhor, faça-o, pois infelizmente nosso país Brasil está nas mãos de saqueadores e o povo assiste a tudo isso passivamente, pois na verdade estão interessados em feriados, em futebol e principalmente imoralidade. Que você e sua família sejam muito felizes em Portugal.

Resposta
Luis Dezembro 14, 2015 at 3:21 pm

Oi, bom texto, mas só deixo uma pequena ressalva:

“Só pra lembrar, no Brasil o SUS é gratuito.” Eu também lembraria que o SUS é gratuito e NÃO funciona e as pessoas morrem na fila esperando muito mais do que somente dias.

Portanto, não tem como comparar o sistema de saúde português com o brasileiro, e esse tipo de observação pode induzir a comparações e conclusões distorcidas. 😉

Resposta
Lyria Reis Dezembro 15, 2015 at 1:13 pm

Olá Luis,
Muito obrigada por ler o blogue e por comentar!
A comparação feita foi sobre “cobrança de taxas moderadoras”. 🙂
Em Portugal, no SNS, uma parcela da população tem que pagar taxas moderadoras e no SUS brasileiro não tem.
Generalizar e dizer que o “SUS não funciona” é desconhecer a realidade dessa política de estado construída e garantida constitucionalmente com a Constituição de 1988. Milhões de procedimentos são realizados diariamente na rede pública de saúde brasileira, no SUS.
Tanto o SUS quanto o SNS ainda tem alguns problemas que podem ser melhorados. E acredite! Em Portugal também há filas de espera.
Os serviços nacionais de saúde devem ser valorizados!
Já pensou em ficar doente nos Estados Unidos? 😉

Resposta
Cristina Março 28, 2016 at 1:48 pm

Excelente resposta! Infelizmente as pessoas não valorizam o SUS porque não conhecem o atendimento em sua integralidade, só o que a imprensa veicula. E frequente observar pessoas com planos de saúde como UNIMED Amil,etc, se descobrirem a descoberto quando tem necessidades tais como hemodiálise, transplantes ou outras doenças crônicas que demandem grandes intervenções ou medicações de alto custo. Tenho namorado em Porto que espera dias e dias pelo atendimento de seu Centro de Saúde. O pai dele teve cancer de pulmão e seus exames só foram autorizados quando ele já havia falecido.
Parabéns pelo seu conhecimento!

Resposta
Persio souza lima Fevereiro 12, 2016 at 12:06 am

Gostaria de lembra algumas pessoas deste blog que. Portugal tem 10 milhões de habitantes, o Brasil tem 200 milhões, a grande maioria da população portuguesá em detrimento a brasileira são bem nutridas, então é infinitamente impossível comparar a assistência médica de la com a de ca. Por outro lado se for feito uma triagem nas filas do SUS 50% das pessoas não precisavam estar na fila, bastava um tratamento com remédio caseiro.
Tenho amigos médicos e enfermeiros que me contam que pessoas chegam no hospital com dores que um simples analgésico resolveria o seu problema, mas vão para a fila do SUS, então fica difícil estas comparações. O que eu sei é que o SUS é o único serviço de saúde gratuito do mundo, elogiado pelo órgãos de saúde da ONU. A imprensa brasileira tem mania de falar mal do SUS, mas eu nunca vi eles fazerem reportagens sobre quantos brasileiros são atendidos pelo SUS, quantas cirurgia das mais complicadas gratuitas, quantas vidas salvas pelo SUS. só um exemplo o hospital das clinicas em São Paulo, Hospital do Cancer em Barretos-sp, são milhares de atendidos gratuitamente pelo SUS, eles só mostram os não atendidos, é obvio e impossível atendimento para todos

Resposta
Christian Janeiro 3, 2016 at 9:56 am

COMO VAI LYRIA, LENDO SEU POST,RESOLVI CONTAR MEU TESTEMUNHO DE AGORA, EU E MINHA ESPOSA ESTAMOS AQUI EM PORTUGAL A 1 MÊS E VIEMOS DO BRASIL PARA PASSAR UMA BOA TEMPORADA, SÓ QUE NAO TROUXEMOS O TAL DO PB4 QUE É O TAL DOCUMENTO QUE TODO BRASILEIRO TEM QU TER PARA SER ATENDIDO NOS POSTOS DE SAUDE, ELA NESTE MOMENTO ESTA COM UMA CRISE RENAL MUITO SERIA E ESTAMOS NO MONTIJO , NOSSO ZAP 914382055. PRECISO DE AJUDA. NAO SABEMOS O QUE FAZER, UNS DIZEM QUE TEM MEDICOS NO MONTIJO OUTROS SO NO BARREIRO O QUE FAZER DOUTOURA.NOS AJUDA!

Resposta
Lyria Reis Janeiro 3, 2016 at 10:32 pm

Olá Christian,
Muito obrigada por ler o blogue e por contar a sua história.
Se vocês estão como turistas e não tem nem o PB-4 – o Certificado de Direito à Assistência Médica (CDAM veja neste link http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-acordos-de-previdencia-social-101012058) nem um seguro de viagem internacional vocês podem ir a um serviço de urgência hospitalar mas o atendimento será cobrado com valores diferentes de quem tem o cartão de utente.
Sugiro que vocês telefonem no serviço “Saúde 24” número 808-242424 para que eles possam orientá-los.
Boa sorte!

Resposta
Cristina Março 28, 2016 at 1:55 pm

Cheguei tarde a este comentário, mas o serviço consular brasileiro em Portugal, pode expedir o PB-4.

Resposta
med79 Janeiro 17, 2016 at 2:04 pm

Lyria. Adoro suas postagens!! Tenho uma dúvida, estou a caminho de Portugal eswueci de trazer um antibiótico q preciso tomar. Estou com a receita médica brasileira, sabe me informar se com ela consigo comprar em Lisboa??

Resposta
Lyria Reis Janeiro 17, 2016 at 11:24 pm

Olá med79,
Muito obrigada! 🙂
Até onde eu sei… não consegue. Mas, tente nas farmácias e depois venha contar para nós como foi.
Boa sorte!

Resposta
Wanice Costa Fevereiro 8, 2016 at 6:38 pm

Boa noite, Lyria Reis.

Os brasileiros com receitas médicas emitidas no Brasil devem ir ao Centro de Saúde, pagar a taxa moderadora e aguardar atendimento. O médico do Centro de Saúde substitui a receita. Pelo menos na Marinha Grande o atendimento é muito bom.

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 8, 2016 at 9:28 pm

Olá Wanice,
Muito obrigada por ler o blogue e pelo seu comentário!
Obrigada por partilhar a sua experiência! 🙂

Resposta
williams freitas Fevereiro 17, 2016 at 10:19 am

bom dia , eu gostaria de saber se tem como vc consultar se voce ta escrito nesse programa de saude, por favor me ajude . desde ja agradeco

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 17, 2016 at 11:03 am

Olá Williams,
Muito obrigada por ler o BPM e por comentar!
Você fala… estar inscrito no Centro de Saúde?
Uma pessoa só estará inscrita depois de se inscrever na sua área de residência.
Boa sorte!

Resposta
Rogério Costa Março 30, 2016 at 11:03 pm

Boa noite

Sou nascido no Brasil, filho de portugueses e com dupla cidadania e gostaria de saber o seguinte:

Sou Servidor Publico Estadual no Rio de Janeiro no regime Estatutário, ou seja, não sou recolho pelo INSS, gostaria de saber se também estou abrangido de alguma forma no sistema de saúde português ?

Resposta
Cecilia Abril 27, 2016 at 6:22 pm

Na Inglaterra, onde vivo, tambem se espera dias por uma consulta e se for operacao vai pra fila de espera q demora meses. Enfim, eh de graca (e em portugal quase de graca), entao tem mais eh que esperar na fila. Alias, eh o que acontece c plano de saude privado no brasil tambem, so q pagando… o sistema privado no Brasil eh uma grande fraude.
Achei interessante dizer q em portugal os medicos e o proprio sistema de saude publico sao muito melhores do q o privado. Isso da um no na cabeca dos brasileiros, acostumados q estao com sistemas privados. Tive dificuldades neste sentido qdo viajei c uma tia idosa e as filhas dela nao entendiam a distincao. Na Europa, o setor publico tem sempre mais recursos e melhores especialistas.

Resposta
Isabel Sigala Junho 9, 2016 at 1:46 pm

Boa tarde!
Gostaria de saber se uma pessoa aposentada e recebe pelo INSS tem um plano de saúde no Brasil tem acordo para usar os hospitais, médicos, consultas entre outras coisas…

Resposta
Lyria Junho 19, 2016 at 11:12 pm

Olá Isabel,
Muito obrigada por ler o texto.
Sugiro que leia o texto sobre “Acordos de Previdência Social” cujo link está aqui embaixo.
Pode te tirar algumas dúvidas.
http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-acordos-de-previdencia-social-101012058
Se ainda tiver dúvidas, volte a comentar.
Muito obrigada

Resposta
iara Santos Julho 27, 2016 at 8:15 am

ola td bem estou com dúvidas ja vivi em Portugal na altura tinha residência vim pro Brasil e ela venceu e eu não voltei por motivos familiares hj gostaria de voltar como tds sábem a situação aqui e constrangedora e precária so que agora estou problema de saúde estou fazendo hemodiálise gostaria de saber se tem como fazer ai como Seria os procedimentos sendo que estando ilegal ou so de férias se puder resp obg

Resposta
Denise Pires Agosto 9, 2016 at 11:03 am

Bom dia, Lyria!
Tudo bem?

Eu tenho a cidadania portuguesa e vamos morar em Portugal. Fiquei na dúvida quanto ao PB4 para minha filha de 8 anos brasileira, não sei preciso solicitar o PB4 para ela ou se minha filha seria atendida normalmente em Portugal por ser minha dependente. Poderia me orientar? não achei nada sobre esse assunto :/
Obrigada

Resposta
Lyria Agosto 17, 2016 at 9:17 am

Olá Denise,
Muito obrigada por ler o texto e por comentar! 🙂
Você está inscrita na Segurança Social portuguesa?
Eu sugiro que você faça o PB-4 para você e para ela. É de graça.
Boa sorte!

Resposta
Jeane Agosto 15, 2016 at 6:32 pm

Bom dia, Lyria!
Tudo bem?Já residi em Portugal por 9 anos, com visto de residencia.Vou em setembro visitar minha irmã em Lisboa.Tenho que fazer um seguro saude, mesmo com o cartão de utente, NIF e numero da segurança social?porque farei conexão em Madrid na Espanha.Ah minha residencia caducou em 2013.Obrigado.

Resposta
Lyria Agosto 17, 2016 at 9:12 am

Olá Jeane,
Muito obrigada por ler o texto e por comentar! 🙂
Para fins de assistência à saúde em Portugal eu sugiro que você faça o CDAM (também chamado de PB-4).
Leia este texto.
http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-acordos-de-previdencia-social-101012058
Ótima viagem pra você!

Resposta
Lucimeyre Gonçalves Agosto 25, 2016 at 8:42 am

Olá Lyria, como vai?

Sou brasileira e estou em Portugal desde o dia 22 de junho. E meu bilhete vai até 20 de setembro.
1º Gostaria de saber se posso permanecer por Portugal por mais alguns meses. Estou morando com um Português e ele me diz que estando com ele não preciso de ver esta situação. Não quero ficar no país ilegal. O que preciso e devo fazer? Acontece que eu quero normalizar a minha situação aqui, inclusive na questão de saúde. Sou aposentada no Brasil como professora e lá tenho o meu plano de saúde, que serve somente para o estado de São Paulo.

Resposta
Ronaldo Outubro 31, 2016 at 5:23 am

Olá Lyria! Bom dia! Gostaria de saber se existe uma tabela que se possa consultar os valores das taxas moderadoras cobradas pelos Centros de saúde com os respectivos serviços/exames? Obrigado.

Resposta
Cristiane Leme Outubro 31, 2016 at 9:22 pm

Olá. A Lyria parou de colaborar conosco. Caso deseje, procure a nossa nova colunista em Portugal e redirecione a sua pergunta para ela. Você pode encontrá-la ao procurar pelos textos mais recentes publicados sobre o país.

Equipe BPM

Resposta
soraia mendes Novembro 8, 2016 at 11:40 am

Boas,gostava que me ajudassem
Sou Brasileira,estou em Portugal já vários anos, agora venho o meu filho tem 9 anos,ja esta comigo a três meses anda na escola,tem o numero de contribuinte,mas o da seg social ainda não,porque ainda não tem papeis de residência,mas já ta marcado para o SEF para Fevereiro.
A dias foi de urgência para o hospital Amadora-Sintra, e como não tem numero da segurança social, tive que pagar 85 euros,,, gostava de saber se esta correto este valor,já que as crianças estão isentas
Obrigado

Resposta
ROBERTO C.DE ANDRADE Novembro 13, 2016 at 10:47 pm

LIRYA, boa noite, pretendo estada em Portugal de fim de janeiro2017 ate inicio Abril2017. Vou com um amigo português residente aqui em minas gerais Brasil, há mais 20 anos,,juntamente com sua esposa e filha os quais ficaremos na casa de sua mae.Ele comprou um imóvel la e este tempo e para legalização do imóvel, no restante do tempo faremos turismo..Minha preocupação e com a saúde por ter portador de pressão alta e dois stents arteriais coraçao, Sou Funcionário Publico Estadual de Minas Gerais Aposentado…Posso tirar o PB4 CDAM ?? na contrapartida ele tem aqui reciprocidade independente de atividade publica ou privada que realizou em Portugal……Estou em desvantagem ou posso requerer o PB4 CDAM ??

Resposta
Solange Dezembro 16, 2016 at 4:40 pm

Oi
Gostei muito das informações
Queria saber se com relação a medicação de alto custo..meu filho tendo dupla cidadania portuguesa ..se eu conseguiria a medicação através de Portugal
Ele precisa da medicação canabidiol
Grata

Resposta
Val Pinheiro Janeiro 23, 2017 at 3:48 am

Bom dia, Solange. Nesta semana os jornais veicularam que acaba de ser aprovado o registro do principio ativo pela Anvisa, o qual será comercializado com receita médica. Ótima notícia, portanto!

Resposta
Vinicius Martins Janeiro 18, 2017 at 5:52 pm

Olá!
Gostaria de saber um pouco sobre gravidez de imigrantes. Em Portugal os médicos são mais propensos a partos naturais? Os médicos em Portugal cobram a parte, como o fazem os obstetras brasileiros, para que estejam presente em seu parto? Pergunto porque mesmo você tendo um ótimo plano médico com obstetrícia você terá que pagar talvez R$3000 a parte, dependendo do seu médico, para que ele esteja disponível no dia do parto. Estou com dúvida se devo ter meu primeiro filho no Brasil ou se tenho mais vantagens o tendo em Portugal.

Obrigado pelo espaço.

Resposta
Sonia Fevereiro 9, 2017 at 12:47 am

Ola gostaria de saber o seguinte se uma crianca q mora em Portugual é diaguinosticada com cancer de estomago ela tem tratamento adequado de gratuito ou nao?Ela precisa de dinheiro para o tratamento e para os remedios ?Nesse caso o atendimento é melhor que o Brasil?

Se puder me reaponder eu agradeco viu bj

Resposta
Maria Jose Amorim dos Santos Abril 5, 2017 at 5:33 pm

olá estou de viagem marcada para Portugal e gostaria de saber se eu tenho direito ao PB4 pois sou funcionária Publica Estadual do Piauí.

Resposta
Rodrigo Junho 7, 2017 at 2:53 pm

Bom dia Lyria,
Por gentileza, você sabe se no caso de internação ou cirurgia, paga se alguma taxa moderadora?
Muito obrigado.

Resposta
MICHEL ROMERO ALVES Julho 24, 2017 at 8:41 pm

Bom dia Lyria, excelente blog obrigado pelas dicas.
Adicionando a pergunta anterior se ficar vários dias internado e tiver que passar por vários procedimentos e cirurgias qual o valor que temos que pagar de taxa moderadora no final, existe algum máximo nesses casos?

Resposta
Luciana Silva Julho 31, 2017 at 1:48 pm

Bom dia! Obrigada pelas informações!
Sou transplantada e aqui no Brasil recebo gratuitamente os imunossupressores pelo SUS. Tais medicamentos de alto custo também são fornecidos gratuitamente a moradores imigrantes em Portugal?
Desde já, obrigada!

Resposta
Raquel Agosto 18, 2017 at 3:36 am

Ola , gostaria de saber se aqui em portugal nos brasileiros com pb4 conseguimos fazer cirurgia? Tenho sinusite e desvia de septo ,presciso urgente opera

Nao tenho o cartão cidadã , tenho contrato de trabalho mais ainda nao tenho o numero da segurança social,ta pra sair ate o mes que vem.

Resposta
Milene Setembro 13, 2017 at 5:45 pm

Boa tarde,

O meu marido tem 2 filhos morando em Portugal. A Ex esposa está cobrando um plano internacional. Como isto funciona?
Vc acha necessário? Tendo em vista que a assistência pública é tão eficiente.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação