BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Turismo Pelo Mundo

Turismo em Madri

Turismo em Madri.

Desfrutar de Madri é descobrir um lugar diferente dependendo de onde você estiver. Madri é árabe, é imperial ou também pode se tornar uma cidade vanguardista. A capital da Espanha é uma cidade cheia de vida através da qual pessoas de diferentes culturas deixaram sua marca em seus bairros, ruas, parques e edifícios.

Para conhecer uma Madri histórica, você pode começar visitando a Plaza Mayor, antigo subúrbio árabe e mercado principal durante o reinado de Felipe II. Muito perto dali encontramos a Puerta del Sol, ponto comercial que deve seu nome a uma antiga entrada da cidade. Desde 1866, sua torre tem um relógio em que cada ano se transmite as campanadas (badaladas) de fim de ano. Na praça, houve acontecimentos importantes como o Levante de 2 de Maio (o povo contra as tropas napoleônicas) em 1808, o assassinato do presidente José Canalejas em 1912 e a proclamação da Segunda República em 1931.

Na Puerta del Sol está a estátua do símbolo da Comunidade de Madri, o Urso e o Madroño (uma arvore que possuí um fruto que os ursos comiam chamado Madroño), que muitas vezes serve de ponto de encontro para as pessoas. Também está nessa praça o marco zero, o ponto a partir do qual eles começam a medir todas as estradas radiais da Espanha. Está marcado com uma placa no chão não muito visível, mas você pode facilmente identificar porque sempre há algum turista tirando fotos nele.

Madroño, o símbolo de Madri. Fonte: pixabay.com

As ruas perto da Puerta del Sol, Gran Vía e Fuencarral são locais de compras tradicionais, podemos encontrar desde lojas das grandes marcas internacionais, às lojas com os artigos de design mais vanguardistas que existem no mercado.

Mas se estamos à procura de exclusividade e luxo, devemos ir ao bairro Salamanca, conhecida como a “milha de ouro” de Madri, onde encontramos as principais marcas de moda. Nesta zona também estão localizadas as embaixadas dos países estrangeiros.

Na parte oposta do centro, ao leste, encontramos a Puerta de Alcalá, um dos símbolos mais representativos da cidade. É uma majestosa “porta” mandada ser construída por Charles III em um local onde anteriormente estava o caminho que ia à cidade de Alcalá de Henares. Ao seu lado se encontra uma das entradas para o Parque do Retiro, um autêntico remanso verde no centro de Madri e, na minha opinião, o lugar mais lindo daqui.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Sem esquecer da turma que gosta de museus, há uma rota mais cultural que se concentra no chamado “triângulo artístico”. Esta rota artística ocorre nas calçadas do Paseo del Prado onde você pode encontrar três dos museus mais emblemáticos do mundo: o Museu do Prado, o Thyssen Bornemisza e o Centro de Arte Reina Sofía.

A incrível Plaza Mayor. Fonte: pixabay.com

Madri é uma cidade que é fiel aos seus costumes, cultura e arte, mas ao mesmo tempo é um lugar moderno e cosmopolita, com um importante centro de negócios localizado no eixo que vertebra a cidade, a Castellana. O ambiente universitário é outro incentivo. Madri está acostumada a receber estudantes de todos os cantos da Espanha e do exterior, como eu já falei em um post anterior. De fato, sua vida social e cultural é marcada por esse tipo de público jovem e muito ativo.

Sua artéria é a Gran Vía, conhecida como “pequena Broadway“. Uma rua comercial cheia de vida e luzes de néon de teatros e musicais que, de dia, é um lugar vibrante cheio de pessoas e à noite torna-se um ponto de encontro para passar algumas horas de diversão. Nas proximidades existem outros bairros interessantes com uma vida social animada, como La Latina, Malasaña ou Huertas.

Falando em costumes, os famosos “tapas” são algo que você não pode perder, são aperitivos ou pequenas porções que são servidos gratuitamente com uma bebida.

Esse hábito de comer tapas é antigo e bastante interessante, afinal, dessa maneira você pode experimentar um pouquinho de tudo que faz bem ao seu paladar.

Eles são servidos em todos (ou quase todos) bares na capital, mas La Latina é o bairro de tapas mais conhecido por excelência. Muito perto também se destaca o mercado de San Miguel e o San Antón. Mas se há um bar famoso por suas tapas é o El Tigre, onde você pode jantar com apenas uma tapa, sim costumam ser grandes, mas você tem que estar preparado para um lugar cheio de pessoas e no qual você terá de comer em pé (coisa normal em bares por aqui).

Las Tapas
Las Tapas. Fonte: pixabay.com

Bem, falei um pouco dessa parte mais “dia” e agora quero falar rapidamente sobre a noite em Madri.

Madri não tem rival, é uma cidade muito viva à noite, mesmo durante o inverno as pessoas têm o hábito de sair à noite, tapeando em diversos bares.

É a capital com maior concentração de bares e suas noites são prolongadas até as primeiras horas da manhã. Este é um dos principais fatos que você deve saber se deseja se divertir na Espanha: as discotecas começam a abrir às 1h00 da manhã e não atingem seu ponto máximo de ocupação até às 3h00 horas ou mais.

A vida noturna se estende por diferentes áreas da capital

Huertas é uma área cheia de bares com entretenimento todos os dias da semana. Em uma de suas ruas você encontrará Las Cuevas de Sesame, um original bar subterrâneo cheio de pequenas mesas, frases pintadas nas paredes e um piano no qual serve sangria.

Malasaña foi o epicentro da bem conhecida Movida Madrileña e atualmente é uma das áreas mais em moda para sair. Dentre os muitos bares existentes, El Penta, La Vía Láctea e Tupperware são alguns dos mais conhecidos.

Ao lado de Malasaña se encontra Chueca, o bairro gay da cidade, tudo gira ao redor da Plaza de Chueca, onde podemos encontrar muitos bares com mesas nas ruas quando faz calor. Durante as comemorações do Orgulho Gay o bairro se torna o verdadeiro epicentro da festa na cidade.

Lavapiés, é a área mais alternativa; enquanto Salamanca, a mais seleta, e Moncloa, uma mistura dominada por estudantes universitários.

Essas foram minhas dicas para você que pretende conhecer um pouco dessa cidade que é cheia de graça, tem seus encantos, muitos lugares turísticos e muita diversão. São inúmeras opções para curtir, seja de dia ou à noite.

Madri não para, e existem muitos outros lugares, não menos importantes que não citei aqui para não prolongarmos muito, mas isso você pode vir conferir pessoalmente, o que acha?

 

Saiba mais sobre turismo em Madri e arredores e a segurança em Madri

Related posts

Qualidade de Vida em Barcelona

Gleice Garcia Santiago

Fazendo amigos longe de casa

Clara Nascimento Silva

De férias no Brasil

Melissa Dobrezanski

2 comentários

Andrea Nolasco Outubro 15, 2018 at 4:03 pm

Oi… Me chamo Andrea… Estarei indo com meu esposo à madri, pela primeira vez, agora em novembro… Gostaria de mais dicas a respeito…

Grata pela atenção

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 16, 2018 at 1:16 pm

Olá Andrea,
A Daiane Antunes parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação