BrasileirasPeloMundo.com
Arábia Saudita Turismo Pelo Mundo

Turismo na Arábia Saudita: Roteiro em Abha

Em virtude do incentivo à recente abertura para o turismo na Arábia Saudita, o país tem realizado forte investimento na cidade de Abha.

A cidade é a capital da região Asir ou Aseer, situada ao sudoeste da Arábia Saudita. Situada a 2270 metros acima do nível do mar e está localizada à 100km da fronteira com o Yemen. Além disso, Abha possui clima temperado o ano todo, o que faz dela o destino preferido durante o intenso verão saudita.

Estive na cidade durante o mês de agosto. Saí de Riyadh deixando para trás uma temperatura de 510 C, e ao chegar em Abha, fui surpreendida com um clima super agradável em torno de 180 C.

Até a Primeira Guerra Mundial. Abha foi sede do príncipe de Asir Ibn Ayde, do Império Otomano. Apenas em 1920, durante a unificação da Arábia Saudita, Abha teve sua independência.

A região tem inúmeros lugares históricos, belezas naturais, ruínas, museus e tem sido ponto de alto do ministério do turismo na Arábia Saudita.

Turismo na Arábia Saudita: Como chegar em Abha

É possível chegar em Abha de ônibus, carro ou de avião. A rota terrestre saindo de Riyadh são 950km,  de Jeddah 660km e de Dammam 1.350km.

O ônibus é operado pela Saptco, é possível comprar o ticket online e existem opções saindo das principais cidades do país.

De carro, partindo de Riyadh (capital do país), grande parte do percurso acontece em estrada com pista simples, porém as estradas estão em excelentes condições. Contudo, não existe muita estrutura para o viajante, os postos de gasolina são escassos, em alguns pontos chegando a ficar 200km sem um posto.

Se escolher a rota terrestre, não deixe de levar água, alimentos e produtos de higiene. Em alguns trechos da estrada não existe banheiro feminino.

De avião é possível chegar partindo de todos os aeroportos da Arábia Saudita.

Leia também:  Liberação do visto de turismo na Arábia Saudita

Se você gosta de road trip, assim como eu, eu recomendo fortemente que faça o trajeto de carro, optei por essa alternativa e foi uma experiência incrível.

A paisagem é maravilhosa e a vista durante o percurso muda a cada cerca de 1-2 horas, passando por rochas desérticas, deserto avermelhado, deserto bege, áreas de pasto com muitos camelos, trechos de mineração com montanhas, e ainda um percurso com diversas fazendas de tâmaras.

Turismo na Arábia Saudita: Imperdível em Abha, na minha opinião!

Rijal Alma

Certamente se você está planejanto fazer turismo na Arábia Saudita, Rijal Alma será um ponto inesquecível da viagem. A villa fica a 45km de Abha, é possível acessar facilmente de carro, colocando no GPS “Rijal Alma Museum”.

A vila contém cerca de 60 edifícios de vários andares feitos de pedra, barro e madeira. Possui ainda, várias fortalezas antigas, Além de  um museu que foi construído pelos próprios moradores da cidade.

Dessa forma, uma equipe ficou responsável por realizar as obras de renovação do palácio, sob a supervisão de Fatima Ali Abu Qahas. Os moradores forneceram as antiguidades expostas no museu, tais como armas, ferramentas, cerâmicas e roupas.

Em janeiro de 2018, a Comissão Saudita de Turismo e Patrimônio Nacional (SCTH) concedeu a Rijal Alma o direito de ser registrada como Patrimônio Mundial da UNESCO, o processo ainda está em andamento.

Habala

Situada a 1 hora de Abha, a região é de uma beleza natural explêndida. Essa beleza se torna ainda mais especial se pensarmos que estamos nos referindo a um país de clima desértico.

Era habitada originalmente por uma comunidade tribal conhecida como “homens da flor” por causa de seu costume de usar guirlandas de ervas secas e flores em seus cabelos. No passado, a fim de fugir do império Otomano, a vila era acessível apenas por escadas de corda. O nome Habala significa corda em árabe.

Leia também: 10 Atrações imperdíveis na Arábia Saudita

Na década de 1990, durante um esforço para promover o turismo na região, um teleférico foi construído para fornecer acesso à vila tradicional com vistas espetaculares das montanhas. É possível realizar esse passeio saindo do Habala Resort, não é necessário estar hospedado no resort para acessar o teleférico, e a vista é deslumbrante.

Eu recomendo que leve utensílios para fazer piquenique nessa região.

 

Wadi

A região de Abha é repleta de wadis, que são vales, com mananciais de rios, que durante a estação de cheia se transformam em oásis. A região Asir tem diversos, e vale muito a pena conhecer algum deles. Eu optei por visitar o Bani Mazin pela proximidade, mas o mais famoso é o Wadi Lajab que fica a 217km ao sul de Abha.

 

Al Soudah

Localizada a mais de 3 mil metros acima do nível do mar, Soudah é uma região montanhosa, com vistas incríveis. Uma característica é que na maior parte do ano, a região apresenta uma neblina bem densa, deixando a paisagem ainda mais maravilhosa. No centro turístico também é possível acessar um teleférico.

 

Abha

No centro de Abha existem várias atrações, como o Al Meftaha Art Village e o Museu arqueológico Al Meftaha, consiste numa amostra de arte de rua, mantendo o estilo tradicional árabe, além do museu com peças que remontam a civilização no local.

Assim como a Art Street, uma rua com vários cafés e comida de rua, excelente ponto para visitar a noite.

Leia também: 12 pratos árabes que você deve provar

Mercado das flores, próximo a Art street, existe um mercado de flores e produtos locais. A região é grande produtora de mel, é tem comércio de vários produtos orgânicos.

Além disso, é possível ainda, acessar por um teleférico saindo de New Abha até a Green Mountain. Tendo uma vista incrível da cidade, especialmente no pôr-do-sol.

Infelizmente, o Aseer Parque Nacional estava fechado para visitação, mas me parece um ponto bem interessante para conhecer.  

Aziz Café – Um café construído dentro de uma ruína, que fica no alto de uma montanha. O café em si não tem muitas opções, porém a vista e a decoração são incríveis.

Dessa forma, a viagem até Abha foi algo surpreendente, que me fez refletir ainda mais sobre toda a diversidade e riqueza cultural da Arábia Saudita. A beleza natural, a hospitalidade e toda a parte histórica me conquistaram e certamente será um dos pontos altos na visita ao país.

Related posts

Arábia Saudita – É menino!

Carla Ferreira

10 curiosidades sobre o Ramadã

Gabriela Lirio Delfino

Ópera de Viena, um lugar para incluir no seu roteiro

Kely Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação