BrasileirasPeloMundo.com
Culinária Pelo Mundo México

Variedade de Tacos no México

Variedade de Tacos no México.

O México é o segundo país com a maior variedade de pratos do mundo e os tacos são, sem dúvida, o mais consumido e reconhecido mundialmente. O milho é o produto agrícola mais importante, é principal alimento dos mexicanos e, durante vários séculos, foi considerado um grão sagrado. A importância deste grão no México é tanta que seu consumo é vinte vezes maior do que o do arroz, nove vezes maior do que o dos feijões e três vezes maior do que o do trigo. O milho é consumido de diversas formas: como pozole, huaraches, chilatole, panucho, garnacha, mingau, peneque… Ele é usado de várias maneiras, podendo ser seco, verde ou com um fungo que se forma, mais conhecido como “ferrugem do milho”.

Pode-se dizer que a história começou com a criação da tortilla. Os olmecas inventaram o processo de cozinhar o milho com cal e deixá-lo repousar durante a noite; este método “converteu” o milho em massa e, assim, foram criadas as tortillas.  Não existe uma data exata para a sua criação, mas acredita-se que o prato tem suas origens no período pré-hispânico do México. Menciona-se que, como os homens trabalhavam o dia todo no campo, as mulheres criaram este sistema para alimentá-los de uma maneira fácil de transportar e consumir.

O taco é composto por duas partes principais: o recheio e a tortilla, que originalmente é de milho, mas existem outras tantas variedades. Classificamos as tortillas de acordo com os critérios abaixo.

Pela variedade e pela cor do milho: brancas, azuis, amarelas, vermelhas, verdes.

Por sua forma e tamanho:

  • uietlaxcalli (tortillas grandes, brancas e finas);
  • tlaxcalpacholli (grandes, não tão brancas, finas);
  • tlayudas (grandes e macias, semicurvas);
  • satumalli (tortilla feita à base de pinole -mistura de pó de baunilha e outras especiarias que serviam para dar sabor e aroma de chocolate, importado da América para a Espanha);
  • totopos (tortillas redondas, rígidas e curvadas com perfurações).

Pelo modo como são elaboradas:

  • à mão (são amassadas entre as duas mãos);
  • folha de banana (se gira a folha de maneira circular e se vai formando a tortilla, pressionando com a outra mão até dar a espessura desejada);
  • tortilladoras caseras (se espreme a massa entre duas pranchas de madeira ou metal, com o auxílio de folhas de plástico para facilitar);
  • de maquinaria semindustrial e industrial.

Pela forma de cozinhar: Pode ser no fogão a gás ou a lenha, sobre brasas (satumalli) ou em panelas de barro.

O nome “taco” vem de um tipo de tortilla: o “quauhtaqualli”. Os espanhóis tiveram dificuldade em pronunciar a palavra, passando a utilizar apenas o sufixo “taqualli”. Com o tempo, passou a ser adotado o nome que conhecemos hoje: taco.

Todos comem tacos no México – em  casa, na rua, nas taquerias, sozinho ou acompanhado, sentado ou em pé, de manhã cedo, no almoço, de tarde ou a noite. O gosto de “comer um taco” supera qualquer status econômico, social, idade ou qualquer outro, não há restrições. Além disso, a diversidade é tão grande quanto o território nacional: cada estado da república tem um que o identifica e pode ser muito diferente dos outros.

Leia também: costumes e hábitos mexicanos

Taco se come com as mãos, nada de talheres!

Entres as incontáveis variedades, o sabor mais conhecido é “al pastor”, um dos tacos mais tradicionais no México, também conhecido como ‘taco árabe’ e ‘taco de trompo’ no norte do país. Originário da cidade de Puebla, graças à chegada de imigrantes libaneses durante os anos 60, surgiu da modificação dos ingredientes do prato típico árabe shawarma, alterando o cordeiro para carne de porco, que foi marinado com especiarias locais tais como achiote, vinagre e pimenta.

Taco al pastor - arquivo pessoal
Taco al pastor – arquivo pessoal

No norte do país, para adaptar a culinária ao gosto dos consumidores, criaram o burrito, que é uma variedade feita com uma tortilha maior e dobrada de maneira diferente.

Estados banhados pelo oceano Pacífico deram tradição aos tacos de peixes e mariscos.

Tacos de Canasta são comuns e tradicionais por todo país; são guardados dentro de um cesto e vendidos por bicicleteiros.

No dia 31 de março o “Dia do Taco” é comemorado no México. Este prato é tão característico da cozinha mexicana que tinha que  ter um dia especial no calendário. No Dia do Taco todos os mexicanos ficam orgulhosos deste prato que se tornou tão popular em todo o mundo.

 Neste país você encontra uma taqueria em cada esquina, em lugares minúsculos, grandes ou até mesmo na rua. O conceito de comer tacos é muito simples: basta ter uma tortilla e rechear com qualquer coisa – qualquer coisa, mesmo – e já será um taco daquele sabor.

Os turistas estrangeiros que chegam em solo mexicano aterrissam empolgadíssimos para provarem as iguarias locais, a verdadeira comida mexicana, e não a Tex-Mex vendida mundo afora, mas quando experimentam se surpreendem: todos os tacos no México são picantes. Na verdade as pimentas são servidas a parte e cada um consome o grau que suporta. O que é normal para os mexicanos torna-se uma tortura para quem não está acostumado a pimentas fortes.

Foto: Pixabay.com
Foto: Pixabay.com

Aprenda algumas regras. Se eles disserem:

  • “No pica” (não arde) = arderá um pouco;
  • “Pica un poquito” (arde um pouquinho) = sua garganta vai pegar fogo.
  • “Pica pero no mucho” (arde mas não muito) = fuja!

Não dá para falar de México e não lembrar de tacos, não dá para conhecer o México e não saboreá-los!

E como todo bom mexicano, não esqueça de desejar buen provecho (aproveite) para todos à sua volta.

Related posts

Como é viver na fronteira do México com os Estados Unidos

Fabrícia Erler

Voltar ao Brasil depois de sete anos no México – parte 1

Simone Gonçalves

O que se come nos Estados Unidos?

Liliane Oliveira

4 comentários

Mirella Julho 22, 2016 at 9:46 pm

Huuuuum, eu estava na dúvida se o que sentia era fome. Agora vou precisar ir atrás de tacos fresquinhos para comer. Um dia quero conhecer o verdadeiro, o mexicano. Amo comida mexicana!

Resposta
Flavia Zahn Julho 23, 2016 at 2:22 am

É muito bom! Onde você mora? Talvez eu possa te recomendar algum bom lugar.

Resposta
Valeria Agosto 26, 2016 at 11:07 pm

“O México é o segundo país com a maior variedade de pratos do mundo”, qual seria o primeiro, e o terceiro?

Resposta
Flavia Zahn Agosto 29, 2016 at 5:28 am

1 culinaria francesa

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação