BrasileirasPeloMundo.com
Áustria

O Começo da minha vida na Áustria

Vim parar na Áustria por acaso. Ou será que era destino? Não sei. Mas minha história aqui em Innsbruck, capital do Tirol, começou em 2010. No começo, trabalhei na casa de uma família como Aupair. Eu já conhecia o meu então namorado, agora marido, e por isso vim para cá. O frio e a falta  de sol foram para mim um desafio no começo, já que no Brasil não estamos acostumados com neve – apesar de eu ser de Santa Catarina, de uma cidade na serra onde faz bastante frio no inverno. Como cheguei no começo de setembro, trouxe o inverno comigo. E esse inverno dura meses.

A LÍNGUA

Cheguei aqui só falando inglês, e fui fazer aulas de alemão. Não bastasse a língua alemã ser difícil de aprender, aqui na Áustria cada canto se fala um dialeto diferente! Nas aulas de alemão aprendemos Hochdeutsch (ou alemão clássico), mas as pessoas daqui não falam assim. No começo, eu pensava que nunca aprenderia, que nunca conseguiria me comunicar com eles, que era uma missão impossível! Eu estudava muito, mas parecia que não adiantava nada. Eu conseguia falar, mas não conseguia entender praticamente nada do que eles falavam (e eles aqui não gostam de falar o alemão clássico, só falam em casos extremos).

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Áustria

Depois do Aupair, trabalhei numa empresa como desenhista técnica. Apesar de a empresa ser internacional, ter projetos no exterior e também ter muitos funcionários estrangeiros, a língua dominante no meu departamento era o alemão. Logo no meu segundo ano aqui, eu precisava falar alemão técnico 8 horas por dia. Foi assim, sendo forçada a conversar, entender e resolver problemas em alemão que ele entrou na cabeça. Estudar ajuda muito, mas o dia a dia com a língua
vale muito mais do que qualquer outra coisa. Hoje em dia, não tenho mais muitos problemas. Claro que falar uma língua estrangeira perfeitamente sem erros é praticamente utopia, mas conseguir entender bem e se comunicar já é ótimo!

A ROTINA

Como boa brasileira, sou muito ligada a família e amigos que deixei no Brasil. E essa é a terceira parte mais difícil da adaptação. Fora o frio, a língua e a saudade, a Áustria é um ótimo país para se viver. A qualidade de vida que temos aqui é incrível. Para se ter uma idéia, aqui no Tirol, em praticamente todas as empresas, só se trabalha na sexta-feira até o meio dia!

O austríaco tem uma rotina diária parecida com a do brasileiro. Começa a trabalhar as 8:00, faz pausa para o almoço entre 12:00 e 13:00, e às 17:30 acaba o expediente (de segunda a quinta, já que sexta é só de manhã!). Como sou descendente de alemães, muita coisa que se come por aqui eu já conhecia. Mas a comida daqui é realmente ótima, apesar de ser bem pesada. Por isso se compensa com os esportes.

AS VIAGENS

Outra facilidade de morar aqui é que estamos perto de vários países. Já viajamos para muitos lugares de carro, sendo a viagem mais longa de 7 horas até Luxemburgo. Madrid (5 horas), Viena (4 horas), Eslovênia (6 horas), Toscana (5 horas), Munique (2 horas), Lago di Garda (2 horas), Stuttgart (5 horas) foram alguns de nossos destinos. Como eu amo viajar, isso para mim é maravilhoso.

CONCLUINDO…

Morar em um país diferente é sempre um choque no começo. Mas o melhor a se fazer é tentar aproveitar tudo que o lugar tem a oferecer, conhecer coisas novas e não se deixar abater pela saudade. Morar fora me fez crescer muito como pessoa e acabei fazendo coisas que eu nunca imaginaria que eu pudesse fazer (como começar a praticar escaladas e até mesmo preparar coxinhas). Sair um pouco da nossa zona de conforto faz bem!

Related posts

50 lições para a vida que aprendi esquiando: Parte 1

Kely Martins

50 lições para a vida que aprendi esquiando: Parte 2

Kely Martins

Coisas que me desagradam na Áustria

Ana Dietmüller

50 comentários

Ana Cristina Kolb Maio 1, 2014 at 11:36 pm

Adorei seu texto, pude me reconhecer em muitas situações, bonito percurso também! Parabens e seja bem vinda!

Resposta
claudius Maio 12, 2014 at 10:50 am

Mariana, tudo que sei da ´Austria foi através do filme A noviça Rebelde ,e e fiquei triste de saber que Maria Franziska von Trapp morreu aos 99 anos, em sua casa, nos Estados Unidos,como o tempo passa ,queria saber se você viu por ai aquela flor branquinha que o Sr.machista Von Trapp cantan Edelweiss.Se isso existir mesmo se pudesse tirar uma foto e me mostrar eu te agradeceria, eu uso um pseudonimo mas sou mulher ,me chamo Thais, e sou uma avó ,meu email [email protected]

Maria Franziska von Trapp, a última integrante da família austríaca que inspirou o musical A Noviça Rebelde (The Sound of Music), faleceu aos 99 anos, anunciou a família.

Resposta
Mariana Gonçalves Maio 15, 2014 at 11:18 am

Oi Dona Thais!
A flor Edelweiss está quase em extincao mas as vezes pode ser encontrada no altos das montanhas. Eu tenho sim uma foto dela, vou procurar e te mando por email. Mas a que tenho foto está em um vaso. Já serve, para ver como é! 🙂 Também adoro o filme da novica rebelde!
Abracos!

Resposta
Mariza Junho 29, 2016 at 4:01 pm

Se me permitem uma observação.
Fui à Áustria como turista, com amigos. Em Saltzburg tem uma excursão que, segundo os organizadores, passa pelas locações do filme “The Sound of Music”, ou a Noviça Rebelde em português. (Algumas eu pude confirmar revendo o filme quando voltei e outras não…rs.)
Lemos sobre o passeio em um blog quando nos preparávamos para a viagem. Quando perguntamos no hotel, ninguém sabia informar. Um funcionário gentilmente, procurou e agendou para nós. Descobrimos que os austríacos não apreciam o filme e sabem muito pouco sobre ele. Isso porque, primeiramente, foi o produtor alemão Wolfgang Liebeneiner que teve os direitos sobre a história contada em um livro de memórias escrito por Maria Von Trapp.
Na época, as mazelas da guerra eram muito recentes e os austríacos rejeitaram o filme, por isso, poucos atualmente sabem alguma coisa sobre ele.
Mas o passeio foi muito divertido. Valeu à pena!

Resposta
edjane Setembro 4, 2014 at 1:30 am

Oi, Mariana!!
Pretendo me mudar para Viena em fevereiro de 2015, porém, não conheço ninguém. Vou com a cara e coragem mesmo. Gostaria de saber a respeito do visto de trabalho ou estudo. Qual seria o mais viável pra eu conseguir. Tenho que conseguir esse visto aqui no Brasil mesmo? Falou um pouco de alemão.

Resposta
Mariana Gonçalves Setembro 5, 2014 at 6:55 am

Oi Edjane! Olha, tirar o visto de trabalho para a Áustria depende de você ter uma proposta de emprego pra cá, e isso nao é muito fácil. As empresas que querem contratar funcionários de fora têm que provar que nao encontraram nenhum profissional com as mesmas qualificacoes dentro da Áustria para poder fazer isso. Já o visto de estudo, vou te passar o site com os requerimentos para conseguir: http://www.fastvisa.com.br/docs-search-result.php?pageNum_rsCountries=12
Normalmente você consegue entrar com visto de turista na Europa de até 3 meses, e nesse meio tempo tens que organizar o visto se quiseres ficar mais tempo. O visto de turista nao permite que a pessoa trabalhe durante esse tempo de estadia.
Espero ter ajudado!
Abracos!

Resposta
edjane Outubro 24, 2014 at 4:14 am

Muito obrigada, ajudou demais!!
Abraços!!

Resposta
Iris Novembro 10, 2014 at 5:51 pm

Olha Mariana, procurando por informacoes sobre Austria! Encontrei voce. Moro na England ha dez anos mas me sonho e’ viver na Austria.
Mariana, preciso muito de uma informacao, qual renda necessario para se viver ai. Sou sozinha, aposentada, e tenho 59 anos. Estou procurando informacoes sobre alugar um flat minuscule , um local tranquilo. Quando vc tiver um tempinho e se for possivel me responda.
Muito obrigada.
Iris

Resposta
Mariana Gonçalves Novembro 11, 2014 at 10:16 am

Olá, Iris!
Olha, aqui na Áustria tudo depende de onde a senhora quer morar. Se queres morar em um vilarejo mais retirado, o custo de vida será bem mais baixo, pois o aluguel será menor. Já se quiseres morar no centro de Innsbruck (que, por ser uma cidade pequena, também é um lugar super tranquilo), o aluguel pode chegar ao dobro do preco. Mas creio que com uma renda de €1.000-1.200 se vive muito bem por aqui. Como disse, mais no interior com certeza esse valor diminui, e tudo depende de o quanto cada um gasta com supérfulos e lazer. 🙂 Um detalhe muito importante é que aqui todos sao obrigados a pagar um plano de saúde – que seria o INSS no Brasil, mas que aqui até quem nao recebe salário ou assistência do governo tem que pagar. Esse valor é algo em torno de 100€ por mês.
Espero ter ajudado!
Abracos e boa sorte!

Resposta
Sandra Novembro 11, 2014 at 8:06 pm

Mariana adorei tudo ,minha filha esta pensando em morar ai ,isso se ela conseguir entrar em alguma companhia de ballet .

Resposta
Mariana Gonçalves Novembro 17, 2014 at 9:06 am

Legal, Sandra! Boa sorte para a sua filha! 🙂
Beijos

Resposta
Gabriela Novembro 13, 2014 at 9:32 pm

Oi Mari! Tudo bem? Sou fotógrafa e meu sonho é trabalhar em minha profissão fora do País. Gostaria de saber se você tem conhecimento desta área ai na Áustria. Se existe um bom comércio para fotografia. Como fotografia é um ramo autônomo, você sabe como funciona o visto para autônomos? Obrigada desde já!

Resposta
Mariana Gonçalves Dezembro 3, 2014 at 12:18 pm

Oi Gabriela! Existe visto para autônomo aqui sim, esse site do governo explica certinho:
https://www.oead.at/welcome_to_austria/legal_practical_issues/working/EN/
Abracos!

Resposta
Armando Novembro 19, 2014 at 5:10 pm

Olá, eu e você podemos coversar por email? Preciso de orientações. Aguardo a sua resposta. Obrigado.

Resposta
Mariana Gonçalves Dezembro 3, 2014 at 12:10 pm

Sem problemas! 🙂

Resposta
Birgid Hartmann Ludwig Radünz Março 27, 2015 at 7:17 pm

Oi Mariana, gostaria de falar com vc por email. Assim como o Armando, preciso de orientações sobre a Áustria. Aguardo.

Resposta
Cineyde Alves Dezembro 8, 2014 at 4:01 pm

Olá Mariana! Achei muito interessante as suas explicações e indagações… Sou de Roraima, norte do país mais moro em Curitiba desde 2012 e estou me organizando para passar férias em Viena, março/abril de 2015, irei passar as férias com amiga e sua família, porém de certa forma estou verificando a possibilidade de residir na Áustria. Gostaria de saber, se possível como é o custo de vida na Áustria. Trabalho com Turismo em uma empresa privada, e estou cursando Ciência Política. De todo modo, é uma caso a ser pensado e planejado, para que futuramente consiga realizar meu sonho que é residir fora do país em uma país de ótima qualidade de vida, assim como a Áustria. Agradeço desde já!! Muito Obrigada 🙂

Resposta
Mariana Gonçalves Janeiro 29, 2015 at 1:23 pm

O custo de vida é relativo, depende de onde se vive na Áustria e do salário que se ganha. Viena é uma cidade com ótima qualidade de vida e muito turismo. Na sua área, falando outros idiomas além do portugês, provavelmente conseguirias emprego. Boa sorte!!! Abracos.

Resposta
ANDRE HAISKE Dezembro 15, 2014 at 6:36 pm

Ola você sabe me informar se o governo austríaco tem alguma vantagem ou programa para atrair antigos imigrados de volta ao país?
Descendo de austríacos e gostaria de saber.
att.

Resposta
Mariana Gonçalves Janeiro 29, 2015 at 1:20 pm

Se você é descendente de austríacos e tens como conseguir cidadania, podes vir morar na Áustria sem nenhum problema. Mas nunca ouvi falar em nenhum programa de incentivo a volta de imigrantes, nao. Abracos!

Resposta
Bruna Loraine Janeiro 17, 2015 at 3:14 pm

Muito boa tarde!
Sou brasileira, mas vivo em Portugal desde os meus 9 anos (agora tenho 23) estou a ponderar ir estudar um semestre na Áustria, na University of Natural Resources and Life Sciences. Sabe dizer, mais ou menos, o valor das rendas de casa nessa zona? e alimentação e transporte, se são muito caros?

Resposta
Mariana Gonçalves Janeiro 29, 2015 at 1:19 pm

Oi Bruna!
Nao sei te dizer, pois moro em Innsbruck. Viena tem precos diferentes daqui. Mas comparado com Innsbruck, sempre ouvi dizer que Viena é uma cidade nao muito cara. Mas isso depende do ponto de vista de cada um, e do salário que se ganha. Boa sorte para ti na universidade! Abracos.

Resposta
Alexandre Reider Janeiro 23, 2015 at 9:40 pm

Olá Mariana, parabéns pelo blog e pela ótima postagem. Sou artista plástico, possuo cidadania austríaca e pretendo ir com minha esposa e meus dois filhos passar uma temporada de 6 a 12 meses, talvez em Salzburg ou Innsbruck, para ter uma nova experiência e aproveitar para estudar. Você tem informações sobre escola ou cursos de alemão para crianças e se minha esposa (que não tem cidadania) precisaria de um visto especial para este período? Gostaria de estender a conversa contigo por email, é possível?
[email protected]
Obrigado!

Resposta
Jussara Almstadter Janeiro 29, 2015 at 12:04 pm

Oi!!! Adorei o post! Estou em busca da minha segunda cidadania (tem alguma dica?) e pretendo ir pra Áustria, terra de vovô!! Mas o alemão pega… Já fiz aulas e achei bem sofrível! Pelo jeito não vou poder escapar kkkkk!!! Bjokas! Boa sorte!!!

Resposta
Mariana Gonçalves Janeiro 29, 2015 at 1:14 pm

Boa sorte pra você, Jussara!! 🙂

Resposta
Marcéu Heinzmann Fevereiro 11, 2015 at 1:50 am

Olá Mariana, muito bom o seu relato. Sou engenheiro mecânico e estou pensando em ir morar um tempo na Áustria (quem sabe mais que um tempo), porém gostaria de saber como você, engenheira civil, conseguiu uma oportunidade de trabalho. Como foi esse processo? Existe a possibilidade de eu ir como estudante de algum curso de pós graduação e depois trabalhar em uma área do meu ramo de atuação? Muito obrigado.

Resposta
Mariana Gonçalves Março 1, 2015 at 4:54 pm

A oportunidade sempre existe, depende de cada um se arriscar e tentar achá-la. Isso é algo muito relativo, depende de vários fatores, como seu nível de alemão e inglês, o tempo que pretende passar aqui, se tens ou não um visto para morar aqui ou se precisa de um. Além disso, depende do mercado de trabalho na época em que estiveres procurando uma vaga… Existem diversas universidades espalhadas aqui na Áustria, fazer uma especializacao é sempre um bom jeito de abrir mais portas na sua carreira.
No meu caso, eu consegui depois de muita insistência, e acredito que quem quer, consegue. Boa sorte pra você!!
Abraços,
Mariana

Resposta
Ana Luiza Fevereiro 26, 2015 at 8:34 pm

Oi Mariana, tudo bem? Tenho uma amiga que mora na Austria, em Villach. Ela me indicou um mestrado em internacional business com um preço bom que me interessei. Porem o que pega é a questão do trabalho. Nao falo alemao, mas tenho o ingles bom, fui au pair nos eua por 1 ano, voltou faz 7 meses pro Brasil mas ja estou louca para voltar a viver fora. Pensei em talvez ir como au pair pra austria de inicio antes de engatar o mestrado, ora se situar, juntar um cash essas coisas. Queria saber qual agencia vc foi au pair na austria? E se foi tranquilo de conseguir familia soh com o ingles? Sem ter o alemao. Moro em SC tbm, sou de floripa! Beijos

Resposta
Mariana Gonçalves Março 1, 2015 at 4:58 pm

Oi Ana Luiza!
Eu vim de aupair sem agência. Encontrei a família através do site http://www.aupair-world.net . Foi o mesmo site que encontrei minha família irlandesa quando morei em Dublin, e nas duas vezes deu tudo certo e consegui famílias legais. No meu caso, também vim sem saber alemão (só o básico do básico mesmo) e os meninos que eu cuidava estudavam numa escola bilingue. Não posso te afirmar se é muito comum isso, mas hoje em dia existem tantas famílias bilingues que eu acredito ser possível achares alguma que precise de aupair que fale inglês, e se duvidar até português mesmo. Boa sorte pra você!
Abraços,
Mariana

Resposta
Ana Luiza Março 3, 2015 at 10:14 pm

Obrigada Mariana! É neste site que estou mesmo, ja mandei msg pra 4 familias de la, mas ainda nao tive retorno 🙁 anyway, vou aguarfar 🙂 beijos obrigada!

Resposta
Kat Weiss C. Março 4, 2015 at 4:50 pm

Sempre tive muita vontade de morar no exterior e sempre pensei na Alemanha, mas depois que vi um doc sobre a Austria, decidi que quero mesmo é morar na Austria – em qualquer cidade. Sou uma pessoa que sempre tive preferencia a lugares calmos e com boa qualidade de vida, acredito que boa parte dos países europeus são assim. Estou estudando alemão e inglês sozinha. Estou fazendo faculdade ainda e pretendo fazer alguma pós/estudar no exterior. Seria muito caro fazer uma pós em Business ?

Resposta
Mariana Gonçalves Março 5, 2015 at 9:20 am

Oi Kat,
que legal essa sua animacao em estudar ingles e alemao sozinha! Parabens!
Só posso te dizer sobre curso de Business aqui na minha regiao do Tirol, porque nao tenho conhecimento em outras regioes da Áustria. Aqui existe uma universidade focada nessa área que é a MCI. O site é: https://www.mci.edu/de/
Passa lá pra ver se você encontra algo! Os cursos sao em inglês.
Quanto a sua outra pergunta, se é impossível aprender alemao depois de uma certa idade, eu diria que nao. Alemao é uma língua difícil sim, sem dúvidas. Mas nada na vida é impossível, e quem quer aprender vai conseguir. Nao desista só porque alguém falou algo. Se você tentar muito e ver que nao leva a nada, daí é outra história… 😉
Boa sorte pra você!
Abracos!

Resposta
Anastor Dezembro 27, 2015 at 11:44 pm

OIiii tudo bem…. gostaria de saber eu tenho uma renda de 5.000. mensal consigo viver com minha familia com essa renda????

Resposta
Cristiane Leme Dezembro 28, 2015 at 2:02 pm

Olá. A Mariana deixou a colaboração do blog.
Edição BPM

Resposta
Kat Weiss C. Março 4, 2015 at 5:13 pm

Outra pergunta, eu li num blog (não me lembro o nome) que a blogueira dizia que depois de certa idade é impossível aprender a fala alemão, que estudar a língua era até perda de tempo…há um pouco de verdade?

Resposta
Áustria – O Começo | Volkstanzgruppe Weisser Schwan Maio 19, 2015 at 4:28 pm

[…] Fonte: Brasileiras Pelo Mundo  […]

Resposta
Caroline Galvão Julho 16, 2015 at 12:46 am

Oi Mariana, tudo bem? Vou me aplicar para um trabalho na Áustria, e queria saber se você pode me passar informações sobre vistos de familiares – no caso, se é necessário estar casada para que eu possa me mudar, e como funciona o visto para o cônjuge (se namorado, marido legal, ou como seria). Se puder, gostaria de conversar via email. No mais, obrigada pelas infos sobre o local! Fiquei mais animada com a possibilidade! Abraços, Carol.

Resposta
Jackson Joaquim Julho 23, 2015 at 7:28 pm

Muito bom o que você escreveu sobre a áustria. muito obrigado.

Resposta
Aline Dias Setembro 9, 2015 at 1:12 pm

Oi Mariana! Sou brasileira casada com um português…moramos no Brasil mas temos intenção de ir para Viena Áustria. Queria saber se é difícil arranjar emprego lá sem falar alemão e que tipo de emprego eu encontraria.Aqui no Brasil sou Pedagoga e intérprete de libras, tenho curso de cabelereira.
Bjos e obrigada pelo post, foi muito bom.

Resposta
Efigenia Julho 11, 2016 at 3:38 am

Olá, Mariana!!! Será que consigo trabalhar na Áustria como doméstica? Ou dama de companhia? Apesar de ter faculdade e pos-graduação em serviço social, quero trabalhar em casa de família. Grata

Resposta
Cristiane Leme Julho 11, 2016 at 7:46 pm

Efigenia, a Mariana parou de colaborar conosco mas temos outras colunistas na Áustria que talvez possam lhe ajudar. Por favor procure os textos da Ana ou Kely e redirecione a sua pergunta.
Edição BPM

Resposta
Maria creusa de carvalho Setembro 19, 2016 at 4:02 am

Mari na verdade gostaris de deixar uma pergunta.conheci um cara q morava na.austria .mas ja faz.muitos.anos e n sei como encontra lo vc pode mw ajudar?

Resposta
Cristiane Leme Setembro 19, 2016 at 9:24 pm

Olá. A Mariana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Elza A. Lima Fevereiro 10, 2017 at 11:13 pm

Diferentemente das pessoas que enviaram perguntas sobre a Áustria, não pretendo viver lá.Em1992 e 2001 visitei a Áustria. E, em setembro próximo irei em uma visita a Viena com um grupo de 12 pessoas amigas. Fazemos parte de uma organização sem fins lucrativos com sede em Atlanta e mais de 300 clubes espalhados pelo mundo chamada Friendship Force. Todos os anos fazemos viagens de intercâmbio para diferentes partes do mundo ficando hospedados por uma semana em casas de membros da FF da cidade visitada. Este ano visitaremos Viena e Toulouse. Gostaria muito de entrar em contato com alguma pessoa do Brasil que vive nessa cidade. Como não falamos alemão e nosso inglês é pobre, acho que seria importante conhecer alguém que fale português caso haja necessidade de um melhor entendimento. Por favor, se houver alguém que se interesse em me contatar, favor me mandar um e-mail.

Resposta
Afranio Janeiro 5, 2018 at 12:14 pm

Olá,
Conhece alguém que já obteve o Rot-Weiss-Rot karte?
Estou tentando trabalhar na Áustria e seria ótimo conversar com alguém que já passou por esse processo?

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 6, 2018 at 7:44 pm

Olá Afranio,
A Mariana Gonçalves parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista na Áustria chamada Ana Dietmüller que talvez possa te ajudar.
Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Liziane Novembro 12, 2018 at 10:43 pm

Oi Mariana.
Li seu texto nas minhas procuras de dicas para iniciantes em snow.
Vou com meus filhos para Innsbruck em janeiro e eles gostam de esquiar, só que como disse são iniciantes e na maioria das informações que achei, vi que as pistas são de níveis mais difíceis, sabe sobre isso, tem pistas boas para iniciantes?

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 13, 2018 at 6:59 pm

Olá Liziane,
A Mariana Gonçalves parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Áustria que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Tamires Maio 17, 2019 at 5:49 am

Olá Mariana, Tudo bem?
Estamos viajando eu e meu marido para Áustria, e vamos ficar uns dias. Você ainda mora em Tirol? Aliás, somos de Santa Catarina, seria legal conhecer vc. Estamos numa viagem de volta ao mundo, nosso perfil @coutrips no instagram. Ate.

Resposta
Liliane Oliveira Maio 17, 2019 at 1:38 pm

Olá Tamires,
A Mariana Gonçalves, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação