Finlândia – As delícias da culinária natalina

0
29
foto: Pixabay
Advertisement

Dezembro é meu mês favorito, pois amo o Natal e todos os preparativos em torno dele. Já escrevi sobre o Natal finlandês aqui, por isso, pretendo complementar o texto com algumas dicas gastronômicas para que, de repente, você possa levar à sua mesa este ano um pouco do gostinho da culinária natalina da terra de papai-Noel.

A culinária finlandesa, em geral, é simples. A maioria dos pratos não exige muita elaboração e nem um número imenso de ingredientes e temperos, preza-se muito pelos alimentos naturais e por um estilo de cozinhar bem interiorano. Sabe aquela coisa de “comida de fazenda”? Pois é, na culinária tradicional isso ainda é preservado.

O clima das delícias natalinas começa em novembro, quando começamos a avistar o Glöggi nos mercados. Trata-se de uma bebida quente, um suco de frutas vermelhas, aquecido junto com açúcar e especiarias como canela, cravo, cardamomo, casca de laranja, noz-moscada, etc. Podemos comprar caixas de um litro de Glöggi em qualquer mercado. Existe também a versão alcoólica, que contém vinho. É uma bebida tradicional de Natal em outros países nórdicos e europeus também. Você pode ver a receita aqui. Para mim, é o ponto de partida para o clima do Natal.

Outra iguaria que desde novembro já começa a fazer parte das mesas, principalmente no café da tarde, é a chamada Joulutorttu, uma  espécie de tortinha quente, normalmente em formato de estrela, com geleia de ameixas ou damasco no centro, cuja receita, você pode ver aqui. Para quem mora na Finlândia, é possível encontrar a massa congelada e a geleia para vender nos mercados. A massa congelada é tão gostosa quanto a massa feita em casa.

Agora que já adoçamos o espírito para entrar no clima, falarei sobre alguns pratos que não podem faltar na ceia de Natal. Claro que cada família tem suas tradições e preferências, isso pode variar, mas essas receitas estão em qualquer livro finlandês.

Fotos: Pixabay e arquivo pessoal.
Fotos: Pixabay e arquivo pessoal.

O pernil:

Na Finlândia não existe a tradição do peru de Natal, comemos Joulukinkku (pernil de Natal). É possível comprar a carne congelada no supermercado, mas a grande sensação é conseguir comprar diretamente de uma fazenda, o pernil orgânico fresco, já salgado.

Não faz parte da tradição temperar a carne com antecedência, mas, sim, assá-la em forno a lenha (claro que nem todos têm essa possibilidade). No interior, é comum as casas terem forno a lenha; alguns são, inclusive, construídos “na parede”, pois também funcionam como aquecedor. Dependendo do tamanho do pernil, o deixamos a noite inteira assando. Depois de pronto, a capa pode ser retirada muito facilmente e é normal pincelar a carne inteira com uma mostarda especial, normalmente à base de mel e conhaque. Depois, passa-se o pernil na farinha de rosca, coloca-se mais 10 minutos no forno e pronto! Fica uma delícia e já estou salivando só de escrever esse texto. A carne desmancha na boca. O vídeo abaixo mostra direitinho como fazer e, apesar de ser em finlandês, é visualmente fácil de entender. Assista a partir dos 35 segundos.

Caçarola de batata, de cenoura e de rutabaga (couve-nabo):

Destes três pratos, o de batata é o meu favorito, pois é ligeiramente adocicado e pessoalmente adoro comidas que misturem doce e salgado. São muito parecidos com suflês, mas há peculiaridades no modo de fazer. Algumas pessoas fazem também a caçarola de fígado, mas essa eu não recomendo. Elas servem como acompanhamento, visto que aqui não é normal se comer arroz. Seguem, abaixo, as receitas:

Saladas: Rosolli e salada de cogumelos (recomendo ambas!)

Rosolli é uma salada que leva beterraba, cenoura, batatas e um pepino em conserva super especial, temperada com cebolas, pimenta branca e preta e um molho feito com creme fresco, vinagre e açúcar. Para quem gosta de comidas com sabor agridoce, tenho certeza de que será uma grande pedida.

A salada de cogumelos tem uma receita bem simples, nada mais do que cogumelos marinados e cebola picada, com um molho delicioso feito com creme fresco, limão, açúcar e pimenta branca. Neste link você encontra essas receitas e outras mais.

Guisado da Carélia (Karjalanpaisti)

Este é o meu prato finlandês favorito e eu diria que é o que tem o sabor mais especial “de Finlândia”.

É feito com três carnes: acém, lombo e cordeiro. Também é comum substituir o cordeiro por cervo.

Não é um prato difícil de se fazer, mas demora cerca de 3 horas para ficar pronto e é melhor ainda se você tiver panela de barro ou uma panela especial para guisados que possa ir ao forno.

Um segredo que aprendi para que o sabor fique ainda mais especial, é dar uma refogada nas carnes com manteiga, cebola, uns 3 dentes grandes de alho e 100ml de vinho tinto, antes de colocar no forno. De resto é só seguir a receita que você encontra aqui. No vídeo abaixo você pode ter uma ideia de como fazer. É em finlandês mas acho que a parte visual é a mais importante. Claro que você pode temperar mais e, se quiser, seguir minha dica.

Os peixes:

Salmão defumado frio e quente e arenque em conserva (silli) também não podem faltar à mesa. Normalmente comemos o salmão defumado frio com bastante dill (também conhecido como “endro”) picadinho e suco de limão siciliano, como um carpaccio, ou em pedaços finos. O salmão defumado quente é uma iguaria sem igual e é bem caro. Pode ser comprado nos supermercados e feiras e pode ter diversos temperos. O arenque em conserva também é facilmente encontrado e pode ser puro ou temperado com mostarda, cebolas, tomate e etc.

Doces

Para a sobremesa, além da tortinha que descrevi ao início do texto, temos o piparkakku, um biscoitinho de especiarias comum em vários países (ginger bread, em inglês) e também o mingau de arroz (riisipuuro). Quem gosta do arroz doce brasileiro provavelmente gostará do riisipuuro, pois é parecido. Comemos acompanhado de um molho doce feito com ameixas secas e frescas. Para quem não gosta de ameixa, açúcar e canela fazem um ótimo par. Veja a receita aqui.

Neste link você encontra mais receitas finlandesas e pode saber mais sobre a culinária local.

E aí, consegui lhe inspirar para levar novidades à sua mesa neste Natal? Espero que sim! Qualquer dúvida sobre como preparar os pratos, deixe um comentário, que responderei com prazer.

Feliz Natal, próspero Ano Novo e tudo de bom para todos!

Tallenna

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here