O que devo saber antes de querer morar na Espanha?

8
1190
Advertisement

Tem um número grande de pessoas que requerem meus serviços para resolver problemas de documentação, já que vieram à Espanha e agora não sabem como legalizar a sua situação. A recomendação é consultar um advogado especialista em matéria de imigração na Espanha antes de pensar em sair do Brasil, já que não é nada complicado, eu mesmo faço consultas por whatsapp, utilizando a chamada gratuita desse aplicativo.

As possibilidades existentes de vistos dependem muito das circunstâncias pessoais de cada um e, mesmo depois com o visto no seu passaporte, há várias coisas que deveria saber para não esquecer nenhum detalhe das obrigações que tem que cumprir.

O mesmo conselho fica pra quem tem nacionalidade europeia. O fato de ser cidadão europeu não implica que tenha carta branca para residir na Espanha. Para isso, terá que tramitar seu documento cumprindo uma série de requisitos – e dos seus familiares também, no caso em que venha com a família.

Não adianta o desespero de muitos com a típica frase “o que faço agora?”, porque começar uma vida nova num país em que tudo é diferente do nosso já é bastante complicado. Por isso, um pouco de cautela antes de tomar decisões sempre ajuda para tudo sair bem e não ter problemas.

O primeiro que se deve saber, estando em solo espanhol, é que é muito difícil conseguir uma autorização de residência e trabalho, caso você chegue aqui como turista. As pessoas acham que recebendo uma proposta de emprego podem chegar e tramitar sua autorização sem problema, mas não é assim.

Uma autorização desse tipo deve ser tramitada pelo empresário, onde terá que apresentar uma série de documentação à “Delegación de Gobierno” da sua localidade. Terá também que pagar taxas que giram em torno de 200 euros, em total, e esperar 90 dias até que esse órgão público decida se autoriza, ou não, ao estrangeiro para que venha ao país trabalhar. Isso quer dizer que o turista terá que voltar ao seu país de origem, já que, se a solicitação apresentada pelo empresário é concedida, o futuro empregado terá que tramitar um visto no Consulado da Espanha no seu país de origem. É muito difícil que dê tempo, durante sua vigência como turista, de tramitar tudo e dar entrada no “NIE” espanhol.

O que muita gente não sabe é que, enquanto não esteja autorizado a trabalhar, não o pode fazer. Porém, tem muitos empresários que não levam a sério os direitos dos trabalhadores e vêm com a história de “temos que fazer uma prova para ver se você vale para a função que vai desenvolver” – saibam que isso é totalmente ilegal. Desde o primeiro momento em que você trabalha, tem direito a ter um contrato de trabalho, mas para isso deve estar autorizado a trabalhar.

Se exerce qualquer atividade sem autorização, estando como turista, e for pego pelas autoridades espanholas, vai ser sancionado. Além disso, se está em situação irregular no país, tendo passado os 90 dias como turista, será levado à delegacia, provavelmente dormirá nos calabouços, dando início a um processo sancionador que finalizará com a aplicação de uma multa de 501 € ou, dependendo dos casos, diretamente com uma carta de expulsão.

Tem muitas pessoas vindo do Brasil e gastando todas as suas economias, porque lhe prometeram um trabalho aqui. Saibam que um empresário sério, se o quer contratar, começará os trâmites administrativos sem exigir que você venha primeiro e passe por um período de prova. É indiferente o trabalho que vai efetuar, se é trabalhando de garçonete ou jogando futebol em uma temporada, tudo é trabalho e tudo precisa antes de uma autorização para efetuá-lo na Espanha. Por favor, não se deixe enganar por falsas promessas.

Por outro lado, a maioria dessas autorizações têm em conta a taxa de desemprego do país, que hoje gira em torno dos 18%. Antes de permitir que um estrangeiro que resida em um terceiro país tenha um emprego aqui, dá-se prioridade para as pessoas que legalmente residem aqui. Por isso, a dificuldade de conseguir que uma dessas autorizações sejam autorizadas. Devo indicar também que se você vai trabalhar em uma grande empresa, as coisas são mais fáceis e mais rápidas, o problema é conseguir uma oportunidade dessas.

Por isso, antes de vir, deve avaliar, dentro das suas circunstâncias pessoais, os caminhos que pode tomar para estar residindo legalmente na Espanha. A maioria das autorizações para estrangeiros não residentes no país são conseguidas através de vistos que se deve tramitar antes de vir para a Espanha. Os requisitos, na maioria dos casos, são difíceis de cumprir pela variedade de exigências, porém, deve-se sempre consultar um advogado que conheça da matéria e lhe possa informar adequadamente sobre as opções que você tem, no seu caso específico, e todos os riscos que corre no caminho que escolha para vir à Espanha.

Também aproveito a oportunidade para informar que já não existem cidades da Espanha atualmente que busquem pessoas para repovoá-las, como foi o caso de uma notícia que foi divulgada no Brasil entre os anos de 2007 e 2009, fazendo menção à cidade de Ponga. Foram diversas as pessoas que me perguntaram sobre esta possibilidade e saibam que é um boato. Existem algumas webs que estão ressuscitando essa notícia, como se aplicável aos dias de hoje, simplesmente para aumentar sua popularidade, porém, mais uma vez, isso é um boato. Por outro lado, mesmo que essas cidades estivessem fazendo uma chamada para serem repovoadas, estariam dando oportunidades a residentes legais, não a pessoas que residem em um terceiro país, pois elas [as cidades] não têm competência para regularizar a situação de estrangeiro ilegal.

Por isso, cuidado com os boatos de internet e as falsas promessas de trabalho. Antes, se informe, economizará desgostos.

8 Comentários

  1. Boa tarde!!
    Poderia me add no seu watzap para me orientar sobre alguns documentos que preciso para levar para Espanha para eu dá entrada no meu processo de cidadania espanhola, sou filha de espanhol meu pai e espanhol e nasceu em lá Coruna, e todos dá família dele ainda vivo estão morando em Coruna e eu tenho contato com eles,. Eu tenho 45 anos e pretendo ir para Espanha eu estando la como turista posso tirar minha cidadania , quais documentos devo levar , vocês fazem estes processos???

    Fico muito grata se puder me ajudar

    OBS: meu pai faleceu a poucos meses

  2. gostaria de saber si e fasil queria sai dese brasil que so tem ladrao e comesar uma nova vida na espanha eu trabalho na gatronomia como restaurante padaria ja fui ai em barcelona e gostei e fui a madri e toledo como faso ou queria arumar um emprego ai e depois montar um comercio dentro da minha profisao
    obrigado

  3. Olá Susana.
    Vou ser rápida e objetiva.
    Tenho 3 filhos que moram na Europa cada um em um país diferente, ESPANHA LONDON E SUICA. Todos casados com europeus,eu moro sozinha aki no Brasil,porém meu filho que mora em Barcelona quer que eu vá morar lá,por não haver mais ninguém da família aqui no Brasil,tenho 56 anos sou cabeleireira,pode me dizer quais as chances de São acontecer?
    Obrigada aguardo resposta,

  4. Bom dia Susana!
    Gostaria de saber se como turista é possível abrir uma pequena empresa e conseguir um visto de empreendedor na Espanha.

    Grata!

  5. Olá Susana, meu esposo está com o nie caducado desde 2009, estamos na Espanha a 4 meses dos quais 3 ele já está trabalhando e de alta na seguridade, com contrato de trabalho com prazo determinado porém sem data,existe alguma forma de ele conseguir regularizar a situação do seu Nie por esse trabalho? Obs ele está por Ett agência de emprego.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui