Planejamento familiar em Portugal

0
408
Advertisement

Planejamento familiar em Portugal:

Cuidar da saúde é uma tarefa que devemos incluir no topo da nossa rotina, especialmente nós mulheres.

Uma das coisas que não podemos deixar para o último momento assim que nos mudamos para outro país é procurar um centro de saúde mais próximo e respetivamente se cadastrar no sistema de saúde para obter uma médica(o) de família, que irá acompanhar toda a evolução e desenvolvimento da nossa saúde e bem estar.

Nesse artigo, contarei um pouco sobre como funciona o Planejamento Familiar (PF) em Portugal, um programa que tem como objetivo principal orientar a todos os homens e mulheres sobre como e quando querem começar a ter filhos; assim também como o acompanhamento na utilização de métodos contraceptivos e total informação sobre doenças sexualmente transmissíveis.

Quem tem direito?

Todo nacional e residente no país, tem direito a utilizar o sistema de saúde, ter um médico(a) de família e ter direito ao Planejamento Familiar.

Estrangeiros em situação irregular também podem usar os serviços públicos.

Todos os serviços podem ser usados sem limitações e exceções.

Como se cadastrar no Sistema de saúde:

Antes de tudo, você vai precisar se cadastrar no centro de saúde mais próximo, e lá você vai receber o seu número de utente ou número de identificação, que te associará a um médico(a) de família, que vai acompanhar você e sua família em todas as consultas que precisará fazer, principalmente as do planejamento.

Ultimamente, em muitas cidades, pela tamanha demanda de utilitários do serviço público de saúde contra uma pequena quantidade de médicos por região, pode demorar a associação a um médico(a) de família, ou, em pequenos casos, pode não terem. Neste caso, as consultas seriam realizadas com os médicos que estejam disponíveis na data/ou dia da sua consulta, tendo uma pequena desvantagem em relação a quem tenha médico, pois não teria um acompanhamento tão adequado (não é nada bom trocar de médico em cada consulta).

Para saber mais sobre consultas e saúde em Portugal, clique aqui .

Consultas

A mais ou menos pouco mais de 1 ano, tive a minha primeira consulta do planejamento, com a minha até então médica de família.

A consulta pode demorar um pouco, no meu caso, posteriormente a marcação, 3 meses depois foi a minha consulta. Não é uma larga espera, visto que em países como o Brasil, pode se esperar muito mais.

Caso você não compareça no dia marcado para a sua consulta, remarque o mais rápido possível e não deixe de fazer, pois você pode deixar de usufruir dos privilégios do planejamento, e até mesmo pela sua saúde.

A primeira consulta serve para a realização do exame Papa Nicolau e para conversar sobre respetivas dúvidas sobre quais métodos contraceptivos deseja usar, vantagens e desvantagens, se pretende ou ter filhos, ou qualquer outra dúvida que surgir sobre a sua (e/ou do seu parceiro) vida sexual.

Essa consulta não dura mais que 1 hora, e é feita a cada ano.

Além desta, existem outras consultas feitas pelo Planejamento Familiar, que são: consultas para mulheres que estejam em situação de risco; consultas em homens e mulheres que tenham intenção de realizar laqueação de trompas ou vasectomia; consultas de casos e complicações resultantes de aborto; consultas específicas para adolescentes.

O PF garante também que em todos os centros de saúde devam existir equipes que promovam e garantam alguns deveres sociais, como: o atendimento imediato em situações que o justifiquem, o encaminhamento adequado para a realização de uma consulta de até 15 dias como máximo, consultas do planejamento para quem ainda não tiver e a distribuição gratuita e rápida de métodos contraceptivos aos usuários do PF.

Métodos contraceptivos gratuitos:

O SNS garante a todos os principais métodos contraceptivos gratuitamente a população, que você pode recolher sempre que precisar no centro de saúde em que está cadastrado, basta fazer o pedido e esperar alguns dias para o levantamento, simples assim.

Entre todos os métodos proporcionados, alguns deles são:

  1. Orais(pílula)
  2. Diafragma
  3. Preservativo masculino e feminino
  4. DIU
  5. Laqueação das trompas
  6. Vasectomia

Quais são os objetivos:

O planejamento tem uma série de objetivos a serem cumpridos.

O que o governo propõe principalmente é que todos os indivíduos usufruam da liberdade de decidir se querem ter ou não filhos, assim como escolher o momento certo de ter.

Também tem como objetivo preparar uma maternidade e paternidade saudáveis; reduzir os índices de mortalidade materna, perinatal e infantil; prevenir uma gravidez indesejada, promover uma vivência sexual gratificante e segura e reduzir o número de infeções sexualmente transmissíveis (IST).

Além disso, todos estes objetivos foram criados através dos princípios internacionais dos Direitos Humanos.

Se você já tinha uma assistência médica no país que morava e pretende continuar, aqui em Portugal, o PF sem dúvidas vai cumprir com as suas expectativas.

Para mais informações, consulte o site de associação para o PF. (clique aqui).

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui