BrasileirasPeloMundo.com
A Mulher na Sociedade Pelo Mundo Dinamarca

10 cantoras dinamarquesas que você precisa ouvir agora

Cantoras dinamarquesas de música pop que você precisa conhecer

As mulheres dinamarquesas, além de fortes, são muito talentosas, e há muitos nomes femininos de destaque no cenário musical local. Como no Brasil a gente conhece pouco de música dinamarquesa, vou apresentar 10 cantoras dinamarquesas que você provavelmente desconhece, mas que você precisa ouvir agora. Dois ou três nomes dessa lista são talvez conhecidos de alguns brasileiros, porém a maior parte da lista é composta por cantoras que, embora você ainda não conheça, merecem a sua atenção.

Vamos conhecê-las?

Barbara Moleko

Filha de uma dinamarquesa com um sul-africano, nasceu em Copenhague e morou em Moçambique e na África do Sul até a separação dos pais, quando voltou com a mãe para a Dinamarca. É dona de uma voz macia e de uma energia de palco contagiante. Estourou em 2012 com o hit “Dum for dig”. Seu estilo é uma mistura de pop dançante e hip hop com elementos do soul e ska. Ela canta somente em dinamarquês. Ouça: Gå en tur

Medina

Também filha de um par internacional – o pai é chileno e a mãe, dinamarquesa – ela é uma das divas do pop dinamarquês com 10 anos de carreira, tendo conquistado prêmios internacionais como o MTV Europe Music Awards em 2009. Já esteve no topo da Billboard nos EUA com o hit “You and I”, uma versão em inglês para “Kun for mig”. Sua música é dançante e eletrônica, contando com algumas letras mais densas. Canta em inglês e em dinamarquês. Ouça: Addiction

Nabiha

Dinamarquesa de raízes africanas, Nabiha flerta com soul, R&B e hip hop em sua música. Sua voz limpa e potente é um dom, especialmente cantando a capella – tive o prazer de vê-la cantar ao vivo. Estourou em 2009 com “Deep Sleep”, que se tornou um super hit na Dinamarca. Sua música “Bang that Drum” é a música oficial da seleção dinamarquesa de futebol. Canta em inglês. Ouça: Never played the bass

Karen Marie Aagaard Ørsted Andersen, conhecida como MØ, é uma jovem de Odense que se tornou uma das queridinhas do pop nos EUA e Grã-Bretanha. Escreveu músicas para Major Lazer e Ariana Grande e já gravou com Avicii e Justin Bieber. Em julho de 2016 conquistou o topo das paradas no Reino Unido, sendo a segunda artista dinamarquesa a estar no topo das paradas britânicas – o outro artista dinamarquês que conseguiu foi o grupo Lucas Graham, de Christiania. Canta em inglês. Ouça: Walk this way

Oh Land

Nascida Nanna Øland Fabricius, ela faz electropop com tudo o que tem direito: pedais, vocais sintetizados e batidas eletrônicas. Sua capacidade de ser ‘one woman show’ pôde ser vista na edição do Toppen af Poppen em que participou. Emplacou um hit que é a música-tema do seriado Rita (se você ainda não assistiu, leia a respeito aqui e procure no Netflix!). Canta somente em inglês. Ouça: Speak out now

Marie Key

Originária de Copenhague, Marie Key Kristiansen começou sua carreira em 2005 e se consagrou como artista premiada em 2013, vencendo seis das sete categorias às quais foi indicada no Danish Music Awards daquele ano. Seu álbum de 2012, intitulado “De her dage”, ganhou um disco duplo de platina e marcou sua entrada na música comercial. A voz melosa e infantil contrasta com as batidas de hip hop características de suas músicas, conferindo-lhes um ar frágil e delicado e por isso, interessante. Ouça: Uden forsvar

Henriette Sennenvaldt / Under Byen

Se você gosta dos estilos de Björk, Tori Amos ou mesmo de trip hop há uma grande chance de você começar a gostar dessa banda. A voz rouca, doce e sensual de Henriette dá o tom dramático necessário à musicalidade experimental e postrock do Under Byen. O grupo está na ativa desde 1995 e é pouquíssimo conhecido internacionalmente. Canta em dinamarquês. Ouça: Legesag

Tina Dickow

Internacionalmente conhecida como Tina Dico, segue uma linha folk, influenciada por músicos como Bob Dylan e Leonard Cohen. É uma artista de bastante sucesso na Dinamarca, com shows sempre esgotados e um público fiel, tendo sido eleita a melhor cantora dinamarquesa de 2014. Sua música “Someone you love” está na trilha sonora do seriado The Blacklist. Canta em inglês e dinamarquês. Ouça: Nobody’s man

Søs Fenger

Uma das estrelas do pop da Dinamarca nos anos 80, Charlotte Fenger ainda continua fazendo sucesso depois de mais de 30 anos de carreira. Seu estilo é um pop romântico, com pitadas de jazz aqui e acolá. Em 1991 ela gravou o álbum “On Holiday” com reinterpretações de canções de Billie Holiday. Canta em dinamarquês e em inglês. Ouça: Inderst inde

Mette Lindberg / The Asteroids Galaxy Tour

The Asteroids Galaxy Tour é uma das minhas bandas favoritas desde quando eu morava no Brasil. Mette é a vocalista dessa banda de estilo pop retrô, uma das queridinhas dos hipsters e modernosos. Descoberta por Amy Winehouse, faz mais sucesso fora da Dinamarca que aqui e já emplacou música num comercial da Apple. Mette é jurada fixa do X-Factor dinamarquês. Canta em inglês. Ouça: Around the Bend

Related posts

Como é ser mulher pelo mundo?

Ann Moeller

Ainda matam meninas na China?

Ludmila Lima

Inverno na Dinamarca

Cristiane Leme

10 comentários

Priscila Fevereiro 8, 2018 at 3:13 pm

Gente, vocês sumiram!!!!! Saudade dos posts.

Gostei dessa lista aí! Não conhecia nenhuma exceto a Mø.
Eu conheço Stine Bramsen! Ela canta em dk e inglês!

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 8, 2018 at 9:25 pm

Oi Priscila!
Como assim, sumimos? Eu só não tive texto publicado em dezembro e janeiro, rs
Obrigada por comentar. Stine Bramsen é uma cantora bacana também, mas confesso pra você que gostava mais dela no Alphabeat, embora ela esteja estourando na carreira solo. Tem outra cantora que eu também ando de xodozim ultimamente e que ia entrar na lista mas não entrou porque eu tinha que me limitar a 10: Amalie Bruun, mais conhecida como Myrkur. Ela está com um novo projeto, regravando músicas folk nórdicas, está bem bacana, depois vale conferir.

Resposta
Vivian Kulpa Fevereiro 8, 2018 at 9:32 pm

Cris!

Parabéns pelo post, adorei conhecer sobre elas. Quem sabe um dia não faça de polonesas!

Beijão,
Vivi

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 11, 2018 at 3:44 pm

Vivi linda, já pediram na fanpage pra ter de outros países, você viu?
Espero o seu!
Beijos

Resposta
Priscila Fevereiro 9, 2018 at 12:32 pm

É que eu acesso o blog todo dia pra ver se tinha novidades! Tava achando que vocês tinham abandonado kkkk
Leio todos os posts da Dinamarca.
Ah sim! Acho que vi apresentação dela em grupo também. Ela canta bem! Esta outra que tu falou eu também não conheço. Vou pesquisar!
Tak Cris!!!! Beijosssss

Ahhhh, gostaria de saber se você pode falar no próximo post sobre gastos na Dinamarca para turistas. Exemplo: quanto dinheiro levar para transporte, visitas em alguns pontos turísticos, alimentação, se Compensa o copenhague card, etc.
Eu já fiz algumas pesquisas mas os valores são muito destoantes, mas conclui que 4.000 kr para 10 dias de alimentação / 2 dias em hotel (Cabinn) / transporte é um dinheiro razoável. O que tu me diz?

Agora sim fui mas eu volto !!! Kkk

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 11, 2018 at 9:26 pm

Priscila, os textos sobre cada país são publicados mensalmente, mas temos textos novos todos os dias sobre diversos outros países!
Sobre turismo, a Camila, ex colunista sobre a Dinamarca já deu dicas bem boas de turismo em Copenhague. O Copenhagen Card compensa, pois você terá uma tarifa melhor nos transportes e se não me engano dá entrada gratuita a algumas atividades culturais.
No mais, fazer os cálculos depende muito da expectativa sobre o que ver, orçamento e tempo de estadia de cada um.
Quando eu vim pra cá pela primeira vez há 6 anos como turista, vim com 5 mil reais para 21 dias, sem ter despesa de hotel, nem transporte, e voltei com metade do dinheiro pra casa.

Resposta
Fábio Fevereiro 9, 2018 at 9:07 pm

Por favor faça um post agora só com os cantores, se possível. Obrigado.

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 11, 2018 at 1:16 pm

Olá e obrigada por ler e comentar.
Agradeço a sugestão, porém dar destaque a homens está fora do escopo da nossa proposta. A proposta do Brasileiras Pelo Mundo é de falar de mulheres e dar destaque às mulheres pelo mundo, sobretudo as brasileiras. Já vivemos num mundo concebido para homens, onde homens ditam a última palavra, por isso a nossa ideia é de dar vez e voz às mulheres. Esperamos que compreenda e que aproveite o nosso conceito de forma positiva 🙂

Entretanto, visto seu interesse eu deixo uma lista de 10 cantores pop dinamarqueses pra você procurar na Internet, no YouTube e Spotify:
1. Rasmus Seebach
2. Christopher
3. Lars Lillholt
4. Wafande
5. Outlandish
6. Kim Larsen
7. Dúné
8. Sebastian
9. L.O.C.
10. Nephew

Continue nos acompanhando!

Resposta
Winícius Möllendorff Fevereiro 26, 2018 at 4:27 pm

Olaa, adorei o post, de todas que falou, eu só não conhecia a Henriette Sennenvaldt e a Søs Fenger. Senti falta da Lina Rafn que integra a banda Infernal, donos de hits estrondosos, na Dinamarca e mundo a fora. Eu amo a Dinamarca e quero um dia poder conhecer…

Resposta
Cristiane Leme Abril 23, 2018 at 12:17 pm

Oi Winícius, que bom que gostou! Realmente ficou ainda muita gente boa de fora. Obrigada pela dica, assim os leitores e as leitoras podem ampliar seus conhecimentos 🙂
Também espero que um dia você possa vir conhecer a Dinamarca.
Abraços primaveris 🙂

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação