10 motivos para morar no sudeste asiático

0
419
Paisagem em Vang Vieng, Laos. Fonte: arquivo pessoal.
Advertisement

Dez motivos para morar no sudeste asiático.

Brasileiros estão espalhados por todo o mundo pelos mais diversos motivos. Muitos têm a oportunidade de estudar fora, outros encontram trabalho, muitos têm como objetivo morar fora. Normalmente, esses brasileiros acabam indo em sua maioria para a Europa, para os Estados Unidos, para a Austrália. Muitos não pensariam em trabalhar no sudeste asiático, porém há alguns morando em diferentes países pela região, a maioria na Tailândia, em Cingapura, em Hong Kong, assim como em outros países menos desenvolvidos como Vietnã ou Myanmar.

Como é viver nesta parte do mundo? Há vantagens e, claro, desvantagens. Estamos muito longe de casa, a Ásia fica mesmo do outro lado do globo. Portanto se leva mais tempo para chegar ao Brasil e os vôos são mais caros do que, por exemplo, quando se vive na Europa. No entanto também existem vantagens. Tudo que cada um pode apreciar ou aproveitar enquanto vive na Ásia depende de suas experiências e expectativas e também do seu espírito aventureiro. Eu amo muito o sudeste asiático! Moro no Vietnã depois de já ter morando por 1 ano e 3 meses em Myanmar, mas poderia tranquilamente me imaginar vivendo em outros países da região, como Tailândia ou Malásia. Por isso falo neste texto dos 10 motivos para morar no sudeste asiático.

1. Viagens

Sem dúvida essa é a mais agradável das vantagens. Para quem ama viajar e conhecer culturas diferentes é um prato cheio. Na região do sudeste asiático se encontram várias das atrações turísticas mais conhecidas pelo mundo e muitos lugares tombados como patrimônio da UNESCO. Começando por Angkor Wat, o famoso complexo de templos no Camboja. O complexo fica na cidade de Siem Reap, que sem dúvida é extremamente turística mas de valor histórico incalculável. A Tailândia, de longe o destino turístico mais popular da região, oferece desde agitos de uma cidade grande como a capital Bangkok, até os lindos templos e o sossego de Chiang Mai e claro suas famosas praias no sul como Koh Samui e Phuket. Geralmente é fácil circular pela região, o quão boas são as conexões vai depender um pouco de cada país. Laos, Malásia, Hong Kong, Cingapura, Bali. Tudo ali ao nosso alcance.

2. Culinária

A culinária mais conhecida é a tailandesa. Apesar de ser incomum para brasileiros e de ser picante, ela é extremamente saborosa. A comida vietnamita também é conhecida e admirada pelo mundo todo, nela são usados ingredientes frescos. E para quem gosta de comida tradicional chinesa, também se pode encontrar uma grande variedade na região. A Malásia também oferece os mais diversificados sabores, o prato nacional é conhecido como Nasi Lemak, um prato com arroz, molho picante sambal e frango ou peixe. Cuidado, o molho é extremamente picante! São sabores aos quais não estamos acostumados, mas é uma ótima oportunidade de conhecer sabores diferentes.

3. Contato com diferentes culturas

A região tem uma variedade imensa de culturas, não só de país para país mas também dentrode cada país há diversas etnias. Como por exemplo tribos que vivem em regiões remotas, montanhosas, de países como Tailândia, Vietnã ou Myanmar. Ou países como Malásia, cuja população principal é formada pela mistura colorida de povos, sendo os principais chineses, indianos e malaios. Ter a possibilidade de viajar pela região gera chances de conhecer e ter contato com as mais diferentes culturas.

Leia também: Cingapura – Viajar pelo Sudeste Asiático

4. Segurança

Sim, acho extremamente seguras mesmo cidades grandes como Saigon, Bangkok ou Kuala Lumpur. Obviamente é sempre necessário tomar certos cuidados, mas elas, em geral, não são cidades perigosas para se viver. Em Saigon, onde vivo, por exemplo até acontecem com frequência casos de roubos, em sua maioria pessoas que passam em suas motos e se aproveitam de algum turista ou morador distraídos para levarem seus telefones ou bolsas. Claro que é irritante quando isso acontece mas comparado com o Brasil ainda é relativamente leve. Você perde bens materiais, mas normalmente nessa região não existem crimes violentos como no Brasil. Eu sempre me senti muito segura vivendo em Myanmar e agora no Vietnã, assim como viajando sozinha pela região.

5. Praias

Particularmente praias não são meus destinos principais de férias e dou prioridade para passeios culturais quando viajo, mas para quem gosta de relaxar na beira do mar o sudeste asiático oferece inumeras opções. As mais famosas são as praias tailandesas de ilhas como Koh Samui e Phuket e também as praias das Filipinas. Mas mesmo países como Vietnã, Myanmar e Malásia têm lindas praias que têm se tornado populares.

6. Belezas naturais

Além das praias paradisíacas, o sudeste asiático também proporciona paisagens naturais deslumbrantes. No Vietnã uma das atrações turísticas mais famosas é a Baía de Ha Long, com suas formações rochosas impressionantes. No Vietnã também se encontra a caverna de Hang Son Doong, conhecida como a maior caverna do mundo. Em Myanmar, uma das regiões mais bonitas para se visitar é a do lago Inle, o maior lago do país.

7. Custo de vida

Uma das razões que atrai estrangeiros ao sudeste asiático é o custo de vida. Aluguel, comida, transporte, em geral são custos baixos. Claro que depende do estilo de vida de cada pessoa. Comer em restaurantes chiques ou tomar um coquetel em um badalado roof top bar vai custar o mesmo que na Europa, por exemplo, mas normalmente o custos na maioria dos países ainda serão mais baixos, até em comparação ao Brasil.

Vista do Victoria Peak em Hong Kong. Fonte: arquivo pessoal.

8. Hospitalidade dos nativos

Eu adoro ter contato com as pessoas dos países que visito. Em países como Myanmar e Tailândia os moradores locais são extremamente hospitaleiros. Em outros países também tive ótimas experiências.

9. Experiência profissional

Viver em algum país do sudeste asiático e ter a oportunidade de trabalhar na região na minha opinião agrega valor a nossa carreira.

10. Experiência pessoal única

Esse motivo sintetiza todos os outros em um só. São culturas muito diferentes da nossa e para mim essa é exatamente a maior vantagem. Morar por alguns anos neste canto do mundo é uma experiência extremamente enriquecedora. Ter a oportunidade de visitar lugares com culturas tão diferentes e poder aprender mais sobre estes lugares, suas culturas e histórias é algo pelo qual sou muito grata.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.