BrasileirasPeloMundo.com
Qatar

5 coisas que eu levaria do Qatar na minha mala

5 coisas que eu levaria do Qatar na minha mala

Quase três anos morando no deserto e eu me vi numa cilada: Li o post maravilhoso sobre as coisas que a Polly levaria de Abu Dhabi – que você pode conferir clicando aqui – e fiquei constrangida. Nunca tinha pensado no assunto, será que nesse tempo não acumulei ou conheci nada que eu gostaria de colocar na mala?

Depois de muito refletir, vi que tem, sim, algumas coisas que eu gostaria de carregar comigo, e que eu vou listar para você, caro leitor, agora.

1- Segurança

Uma moda que eu gostaria que pegasse no mundo inteiro é essa: andar nas ruas sem medo de ser assaltado, estuprado, furtado, agredido sem razão, ou nem pensar que a qualquer momento seremos vítimas de um crime. Só quem já viveu por aqui sabe como é largar a bolsa na mesa do restaurante enquanto vai ao banheiro, ver gente dando a senha do cartão para os garçons para que eles paguem as contas, andar de madrugada pelas ruas e parar em todos os sinais vermelhos.

Chega até a ser engraçado como as pessoas são inocentes e despreparadas pra um Rio de Janeiro, morando aqui, todo mundo anda com dinheiro vivo no bolso e celular caro na mão tirando fotos de tudo que vê ou caçando Pokemón. Eu já esqueci meu celular no trocador da loja e eles me devolveram, a mala no aeroporto e, quando voltei no dia seguinte, lá estava ela à minha espera.

Deixar o carro ligado para não perder o fresquinho do ar condicionado enquanto compra alguma coisa no mercadinho de fato acontece por aqui. Ver crianças correndo livres pelo parque ou brincando no shopping é uma imagem que talvez eu nunca me acostume. Na minha cabeça, a qualquer momento, elas serão sequestradas, sempre procuro pelos pais, aquela coisa de brasileira preocupada mesmo.

Essa tranquilidade é o maior presente para quem vive no Qatar.

2- Taxas de juros baixas

O poder de compra é muito maior quando temos uma taxa de juros menor. Você sabia que, segundo a lei islâmica, é proibida a prática de usura (empréstimo de dinheiro com juros)? Aqui no Qatar, sendo todos os bancos islâmicos, as transações bancárias são diferentes das que somos habituados no Brasil ( juros altíssimos, endividamento etc.).

Segundo informações da Wikipédia, a operação bancária islâmica tem a mesma finalidade que a operação bancária convencional, salvo que opera-se dentro do acordo com as regras de Shariah, conhecidas como Fiqh al-Muamalat (regras islâmicas em transações). O princípio básico de operação bancária islâmica é a partilha do lucro e da perda e a proibição de riba (usura).

Para se ter uma noção, ao invés dos 12% ao mês de juros no cartão de crédito que se pagam no Brasil, aqui se paga 1%. Quando se compra um carro de cinquenta mil, paga-se apenas a desvalorização ao final.

Claro que, com toda essa facilidade muita gente se aproveitou, pegou muito dinheiro e fugiu do país. Aí agora eles exigem uma garantia e essa garantia é o seu passaporte, ou seja, caso você não pague a dívida, você é proibido de sair do país. É muito bom saber que, se acontecer de precisarmos de um empréstimo, não vamos ser extorquidos, nem pagar nada injusto. Mas, ao aproveitar as vantagens, temos que estar conscientes das consequências.

3- Ar condicionado em todo canto

Eu sou de Nova Iguaçu, baixada fluminense do Rio de Janeiro, é um vale, faz calor. Aqui também faz calor, muito calor, e ter ar condicionado até na menor birosca que se entra na rua é uma benção! Eu gostaria que essa fosse uma realidade em todo canto e a todo momento em que as pessoas sentissem calor.

Já me hospedei em hotéis caros pela Europa que não tinham ar condicionado. Tudo bem que eles só sentem calor durante vinte dias ao ano, mas mesmo assim, ar condicionado é uma necessidade vital. Calor não é de Deus!

O problema do calor é que não dá pra fugir dele, mesmo se tirarmos toda a roupa, ainda sim, sentimos calor, ar condicionado é o único remédio e por isso acho que não vivo mais sem ele. Aqui em casa tenho em todos os cômodos, até na cozinha. Quero carregar essa ideia na minha mala e espalhar pelos quatro cantos desse mundão (se ele fosse quadrado e tivesse cantos…) a maravilha e o frescor do ar condicionado!

4- Preço da gasolina

Que o Qatar é um grande produtor de petróleo e gás natural, todo mundo sabe, o que pouca gente sabe é que eles usam isso para o bem da população. A gasolina é pura (quase sem misturas) e o precinho é uma beleza.

Eu encho o tanque do carro com o equivalente a R$45,00. Um carro de tanque grande. O Carro pequeno enchia com R$28,00… é muito barato! Se formos comparar com o Brasil chega a ser piada, com o litro da gasolina chegando a R$4,00.

Tudo isso só é possível porque o governo subsidia parte da gasolina, já que é um item indispensável para a população carente de transporte público.

5- Amizades

Deixei o melhor para o final. Levaria não, vou levar com certeza, as amizades que fiz por aqui. Como todos somos expatriados, a disponibilidade para conhecer gente nova é maior. Abrimos nosso coração e nossa casa – coisas que talvez não faríamos se não estivéssemos tão longe da família e dos amigos de longa data – para pessoas novas e diferentes e, graças a Deus, encontramos gente incrível nessa caminhada.

A troca cultural que acontece aqui é enorme. Tive a oportunidade de conhecer gente do mundo todo, de fazer amizade com gente de toda parte e isso é algo que cartão de crédito nenhum paga.

Muitas das coisas eu não posso levar de verdade, mas essa última vou carregar com todas as experiências que adquiri morando aqui e, junto delas, também vou gravar na memória o maravilhoso por do sol do deserto.

147460703579dc7780fe12b87ea6724ee133433ae2
Foto por @thneves

Related posts

Natal no Qatar

Gisele Pezente

Salários no Qatar

Thais Cunha

Sistema de saúde no Qatar

Thais Cunha

2 comentários

Maria Alves Outubro 18, 2016 at 12:50 pm

Amei !

Resposta
Thais Cunha Outubro 29, 2016 at 7:19 am

S2

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação