BrasileirasPeloMundo.com
5 Motivos China

5 motivos para amar Shanghai

5 motivos para amar Shanghai.

Uma e pouco da madrugada em plena segundona. A minha persistente insônia, que adora dar as caras nos piores dias possíveis, é potencializada com o pisca-pisca nada discreto da minha célebre vizinha de janela, uma das maiores torres comerciais do mundo, a Shanghai Tower que não me deixa esquecer por nenhum segundo que moro literalmente no “olho do furacão” da maior metrópole da China: o centro financeiro em Lujiazui.

E quer saber? Eu adoro essa energia “acalorada” de gente falando e batendo perna o dia inteiro: turista pra lá e para cá, que entre uma foto e outra fica perdido no meio dos mapas e da arquitetura nada convencional e simplesmente maravilhosa das torres; empresários e funcionários que lotam tudo na hora do almoço – seja a barraquinha de lanche da esquina, ou o restaurante estrelado (que ocupam a mesma calçada nesse eclético universo) padarias e cafés que não perdem em nada para os nossos, shoppings, shoppings e mais shoppings – e aquele semáforo caóóóóótico que, quando abre, é gente, carro e moto espatifada pra todo canto, mas, que, incrivelmente e assustadoramente, funciona de uma maneira organizada e civilizada.

Está preparado para conhecer comigo cinco motivos para perder seu preconceito sobre Shanghai e incluir nos seus roteiros quando vier para a Ásia, ou quem sabe cogitar aquela proposta de trabalho que anda lhe tirando o sono?

Bom, só lembrando que eu sempre gosto de frisar que Shanghai é um universo além da China tradicional e, por isso, há muitas facilidades que outras cidades não possuem por aqui para os estrangeiros: pessoas falando inglês (ainda que não seja a maioria),  produtos importados à venda no supermercado, vários restaurantes ocidentais, etc… Shanghai é o “paraíso chinês”, digamos assim.

Veja também: A China real e as ‘bolhas’ internacionais

1 – Entretenimento para todos os gostos, bolsos, estilos, etc.

Já que comecei esse texto falando sobre o AGITO que é esse lugar, nada melhor do que continuar o assunto sobre o dito cujo, não é mesmo? Os quase 27 milhões de habitantes que vivem por aqui não me deixam mentir e me lembram sempre que eu realmente moro no pais mais populoso do mundo. É o lugar com o maior números de opções de restaurantes, bares, cinemas, shoppings, parques, exposições, museus e por aí vai, de tudo o que já vi na vida!

Moro há um ano e meio em Shanghai e, com certeza, não vi ainda um terço das opções que têm por aqui. E olha, que sou daquelas desesperadas que quer aproveitar até o último segundo e saio explorando a cidade todos os finais de semana.

É realmente uma loucura e deliciosamente assustador ver como o comércio e as opções novas abrem por aqui todos os dias (e, infelizmente, também fecham).

Quer um restaurante paquistanês? Um bar nórdico? Uma balada londrina? Assistir a um balé do Bolshoi? Passar um dia na companhia do Mickey e ir para a Disney? Não quer desembolsar muita grana e prefere passear por um típico jardim chinês e comer um justo e bem servido prato de noodles? Ou então escolher uma das centenas de exposições e museus espalhados pelos quatro cantos da metrópole que atendem bolsos de A a Z? Shanghai, literalmente, é a cidade que não dorme, e não à toa foi apelidada de Paris da Ásia.

Aqui tem várias dicas dos eventos que estão rolando em Shanghai.

2 – Transporte público

Se tem algo que esse povo tem que se orgulhar e MUITO por aqui é o sistema metroviário. Além de moderno e limpíssimo, há estações que te levam para todos os cantos da metrópole e até a algumas cidadezinhas afastadas do centro. Com mais de 588 quilômetros é a rede mais extensa do mundo, com 17 linhas e 387 estações. E não para por aí: a previsão para 2020 é de que esse número dobre.

Claro que nem tudo são flores e pegar metrô aqui, dependendo da linha, significa mal conseguir respirar com trezentas mil pessoas dividindo o mesmo milímetro quadrado que o seu, provando que, aqui na China, dois corpos podem sim ocupar o mesmo lugar no espaço…

Os ônibus também são ótimos, limpos e financeiramente acessíveis. No entanto o trânsito caótico de Shanghai não permite que, mesmo tendo corredores especiais, estes sejam tão eficientes quanto os metrôs.

O aplicativo para usar o metro é bem fácil e acessível de usar. Também é possível obter informações pelo site.

3 – Tao Bao e o sistema de pagamento chinês (Alipay e Wechat)

Resolvi englobar essas duas maravilhas num quesito só, pois um não vive sem o outro e eu – dramas à parte -, não sei como viverei sem essas facilidades quando for embora daqui!

Dinheiro em espécie para quê? Andar com carteira e cartão de crédito aqui é coisa do P-A-S-S-A-D-O, basta o seu celular, uma conta ativa em banco chinês e pronto: já pode se cadastrar no sistema de pagamento digital do grupo Alibaba: o Alipay ou então o Wechat (faz a vez do Whatsapp e, de quebra, dá também para pagar as contas).

Em ambos, você faz tudo: paga todas as contas, mercado, celular, luz, transfere dinheiro de usuário para usuário (independentemente do banco), enfim, tudo apenas escaneando o QR CODE do estabelecimento. Você paga tudo da maneira mais simples e fácil do mundo, sendo que todos os lugares aceitam esse sistema, TODOS mesmo.

Aí, entra o tão querido Tao Bao. Sabe o Aliexpress ou AliBaba? Essa é a versão chinesa.

Impossível quem não se renda e não passe um bom tempo fuçando por ali. É um site que vende de TUDO, tudo mesmo, e te dá milhares de opções e preços, e cores e modelos e etc. E ainda tem um sistema inteligente que “capta” a sua busca e te manda novas (e irresistíveis) opções ligadas ao que você estava procurando… Uma verdadeira loucura (principalmente, às consumistas descontroladas, né?)! Só tem um detalhe: o site é todo em chinês, então é tradutor nas mãos e… paciência!

Aqui, a colunista Cris Marote fala mais um pouco sobre essas duas maravilhas da tecnologia chinesa!

4 – Segurança

Semana passada fomos a um restaurante distante da nossa casa (coisa fácil por aqui, já que as distâncias são longas) e decidimos voltar de metrô quase no horário de fechamento da linha: às 11 da noite. Na chegada, quase que uma hora depois, caminhamos por três quarteirões da estação até minha casa e não tivemos problema algum. Sabe aquela expressão: pode ir de olhos fechados? Aqui me sinto segura 100% do tempo. Tem policiamento a cada esquina, fora as milhões de câmeras de inteligência artificial capazes de identificar qualquer perigo à vista.

5 – Viajar

Quer motivo mais sensacional do que esse? O aeroporto internacional de Shanghai faz voos para o mundo inteiro, mas umas das melhores coisas estando por aqui é viajar na Ásia. Convenhamos que será muito mais complicado e caro você se aventurar por essas bandas enquanto está no Brasil, certo?

Em questão de 4, 5 horas você consegue estar em países maravilhosos e recheados de história como Tailândia, Camboja, Vietnã, Filipinas, Malásia…Tudo por um preço bem convidativo. Além, é claro, de também poder viajar na China que é tão incrível quanto!

Related posts

China – Tipos de visto

Christine Marote

5 lições da vida de expatriado

Cristina Hélcias

Cinco lições profissionais que aprendi sendo expatriada em Dubai

Isabela Aguiar

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação