BrasileirasPeloMundo.com
China Turismo Pelo Mundo

Passeios imperdíveis em Shanghai

Passeios imperdíveis em Shanghai.

Mix de todas as nacionalidades possíveis por metro quadrado, Shanghai tornou-se um lugar praticamente aquém da China tradicional e enraizada.

O que te vem em mente quando você pensa em cultura oriental, especialmente, em nossa querida China? A caligrafia? Suas vestimentas típicas? Cerejeiras? Aquela arquitetura típica maravilhosa? Um prato de noodles? Comidas exóticas?

Pois bem, você até vai achar tudo isso aqui, mas não espere a China em sua mais pura e tradicional forma em Shanghai. Muito mais que a capital Beijing, a megalópole que tem o rio Huagpu como principal atração turística e que o divide em Puxi e Pudong, grita modernidade em cada canto. E eu não estou falando, de maneira alguma, que isso seja um aspecto negativo, pelo contrário.

Cosmopolita que sou, adoro o novo e tudo de interessante que surge todos os dias em cada esquina, só não indico para quem está esperando ver o lado mais tradicional chinês.

Por ter sido administrada por estrangeiros durante um bom tempo, após a guerra do ópio, Shanghai foi dividida em potências de ingleses, franceses e americanos, tornando-se a maior e mais rica da China. É comum você se deparar por aqui com a arquitetura ocidental, que, às vezes, até te faz questionar se você realmente está na China, sabe?

Ando muito por aqui e sempre faço questão de conhecer lugares novos. Como tenho o Instagram BrazucandoPelaChina gosto de mostrar os lugares interessantes que vou e também algumas coisas bem curiosas que acontecem. E olha que não são poucas!

Selecionei alguns desses lugares. Vale para quem está só de passagem, ou até para aqueles que moram aqui, pois alguns passeios realmente valem um repeteco. São lugares realmente fantásticos. Alguns com um preço um pouco mais salgadinho e outros bem acessíveis ou até mesmo de graça.

Veja também A Lapônia finlandesa: linda, inesquecível e caríssima!

Yu Garden

Quando você chega em Shanghai um dos primeiros pontos turísticos que todo mundo indica é este que eu super recomendo, por ser um dos lugares dentro da metrópole onde você encontra a tradicional arquitetura oriental. Construído em 1559, na Dinastia Ming, o jardim passou por diversos estragos durante a guerra do Opium. Hoje é considerado um dos símbolos da cultura tradicional chinesa e traz gente de todos os cantos do mundo para conferir essa arquitetura super linda e tradicional. Para quem ainda gosta de ir às compras e de provar a autêntica culinária chinesa, há mil opções que vendem de tudo um pouco nos entornos do jardim!

Preço médio 30 a 40 yuanes, dependendo da temporada.

Yu garden: Ponto turístico imperdível em Shanghai
Foto: arquivo pessoal

 

Oriental Pearl Tower

No alto dos seus 408 metros, a icônica Oriental Pearl Tower é, sem dúvida, o mais famoso cartão postal de Shanghai. Se você vem pra cá e não tira ao menos uma foto em frente a ela é como se algo estivesse faltando em sua viagem, praticamente, ir a Paris e não ver a Eiffel Tower. É ainda mais surpreendente por dentro caso você queira se aventurar por ali, com diversas lojas, restaurantes e o incrível museu da história de Shanghai. Além de, é claro, ser transportado por um dos elevadores de alta velocidade e escolher entre a segunda esfera – de 263m de altura, com direito a piso de vidro – ou a terceira – com 351m e uma vista de tirar o fôlego! Eu, que não sou 100% fã de altura e passeios em lugares fechados, simplesmente adorei a torre.

Preço médio: 100 a 120 yuanes

Dica: se tiver a chance de ir durante a semana priorize! Aos finais de semana as filas ficam enormes e bem estressantes. Lembre-se de que você está na China e nada vai estar vazio.

Acesse aqui para mais informações

A “pérola do oriente”  e sua arquitetura deslumbrante Foto: arquivo pessoal

 

A trinca:  Jin Maio, Shanghai Tower e Shanghai Financial Center

Moro em frente a essas torres e não tem um diazinho sequer que eu não as admire. Não só eu como as centenas de turistas que passam por aqui o tempo todo e tiram milhares de fotos! É impressionante a altura e a arquitetura lindíssima das três. Assim como a Oriental Pearl Tower você também pose subir nas torres. Se não quiser gastar com o preço salgado, vale passar em frente só para conferir de pertinho. Elas ficam em Lujiazui. Garanto que a visita ao bairro mais moderno de Shanghai vai valer a pena!

Aqui você tem mais informações e detalhes.

As famosas torres do Centro Financeiro em Lujiazui Foto: arquivo pessoal

Tianzifang

Sabe aquele lugarzinho delicioso e diferente? O bairrinho de Tiazifang, que antes era residencial tornou-se um dos mais conhecidos pontos turísticos por aqui. Com diversos cafés, boutiques, lojinhas e comidinhas. É o lugar ideal para comprar uma lembrancinha diferente. Muito charmoso, vale passar umas boas horas por ali. Se possível, vá durante a semana. Por ter ruelas muito estreitas, aos finais de semana o lugar lota e, daí, não preciso nem te falar o quanto fica complicado disputar um espacinho na calçada.

Tianzifang: bairro charmoso e descolado em Puxi Foto: aquivo pessoal

Bund

Sabe a tal influência arquitetônica ocidental que eu havia mencionado? Pois bem, aqui é o lugar para você ver isso e muito mais. Ao longo de quase 2 km você vai andar pela orla do rio Huangpu e poderá contemplar literalmente o novo e o velho. Do outro lado está Pudong com Lujiazui e suas construções futurísticas. Ao seu lado, hotéis e antigos bancos construídos há décadas, que marcaram a história de Shanghai.

Fora isso, há diversos restaurantes maravilhosos que geralmente ficam “escondidos” nesses prédios antigos. Alguns possuem sacada com vista para o rio. E eu garanto que é de tirar o fôlego! À noite, tudo fica ainda mais deslumbrante.

Caso queira ir para o outro lado, basta pegar a balsa, que passa diversas vezes ao dia ao preço de 2 yuan.

Museus

O que não falta por aqui é incentivo à cultura. As dezenas de museus que existem por aqui não me deixam mentir. A maioria tem preços acessíveis, ou são até de graça. Um que eu particularmente gosto muito, principalmente para ir com crianças, é o de ciência e tecnologia. Tire um dia inteiro dedicado só para ele, pois é enorme e vale conhecer cada cantinho. Fique tranquilo que há explicações em inglês.

Preço médio: 45 yuanes

Leia também: Custo de Vida em Shanghai

Nanjing Road

Shanghai e consumo deveriam ser praticamente a mesma palavra. A metrópole é um antro de lojas e grifes do mundo inteiro e shoppings a cada esquina. Um passeio legal que eu indico a céu aberto é pela Nanjing Road.

Com números que impressionam: 6 km de comprimento, cerca de 600 business e um milhão de pessoas por dia, a avenida não à toa é uma das ruas comerciais mais famosas do mundo.

Entre a forte influência da arquitetura europeia nos edifícios que estão por ali, há também espaço para as gigantes lojas de departamento, shoppings e grifes, como algumas redes de fast food que vivem sem problemas com as vendinhas de comida asiática, além dos vendedores ambulantes que tentam sempre empurrar alguma mercadoria assim que percebem um gringo no local.

Vale uma visita longa: durante o dia para olhar as lojas com tranquilidade e à noite, quando a paisagem muda completamente com os neons coloridíssimos das lojas e surge aquele visual de china town imperdível que a gente tem em mente.

Nanjing Road: uma das avenidas comerciais mais badaladas do mundo Foto: arquivo pessoal

 

Espero ter ajudado com essas dicas! Confira mais fotos no meu Instagram!

Bom passeio!

Related posts

Não posso trabalhar na China e agora?

Christine Marote

Dicas de passeio na região basca

Lilian Moritz

A beleza das ilhas gregas

Clarissa Gaiarsa

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação