BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Europa Veganismo & Vegetarianismo Pelo Mundo

A facilidade de ser vegetariana na Alemanha

Apesar da Alemanha ser a terra da salsicha e da carne de porco, o país oferece mil opções pra quem optou por viver uma vida sem carne.

É preciso ser criativo quando se é vegetariano, pois crescemos com a cultura da carne e tirá-la do prato pode ser incrivelmente desafiador pra muita gente. Por isso, ao tomar essa decisão, ajuda e muito quando o ambiente à sua volta facilita e contribui para que isso se torne realidade.

Além disso, nos dias de hoje em que o tempo é precioso, nem todo mundo tem o luxo de poder cozinhar diferentes receitas vegetarianas todos os dias, então a facilidade de encontrar alimentos semiprontos no supermercado é super importante nessa transição.

Quando eu morava no Brasil, lembro que achava extremamente caro comprar produtos diferenciados vegetarianos no mercado ou consumí-los numa refeição fora de casa se o restaurante não fosse especializado em comida vegetariana. É claro que em todos os supermercados é possível comprar legumes e verduras, mas optar por algo diferente ou um pouco mais elaborado poderia ser um desafio.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Aqui na Alemanha quase todos os supermercados oferecem uma variedade de produtos que são super acessíveis financeiramente para quem segue uma dieta vegetariana e até vegana. Além dos vegetais, é possível encontrar diferentes tipos de cogumelos frescos e uma variedade incrível de grãos. São inúmeras as opções de leites extraídos de matérias-primas como a amêndoa, a aveia, o arroz, o coco e a soja, por exemplo.

Os ovos são classificados de acordo com a forma com que a galinha vive e se alimenta, sendo o bio (orgânico) o melhor, e a diferença de preço entre eles, muito baixa. Isso sem citar a variedade de queijos maravilhosos e super acessíveis.

Muitos embutidos como presunto, salame e linguiça têm a sua opção vegetariana em que a textura é muito parecida com os produtos de origem animal. Além disso, a soja e os vegetais são utilizados de diversas maneiras: hambúrguer de batata com aspargos ou brócolis, pedacinhos de soja que imitam tirinhas de frango grelhado, mil sabores de tofú, carne de soja desfiada e temperada como o pulled pork (carne de porco desfiada) e até o famoso schnitzel, bife de porco à milanesa, podem ser encontrados na versão vegetariana. Tem falafel, almôndega, trouxinhas recheadas de queijo com legumes e por aí vai. Tudo o que você precisa fazer é colocar no forno por alguns minutos e pronto. Não que isso seja ideal pra manter uma alimentação saudável, mas são alternativas que funcionam na correria do dia a dia e que cabem no bolso. O preço desses produtos varia de 2 a 4 euros em uma porção para duas pessoas. Tudo isso oferece ao vegetariano a possibilidade de variar o cardápio e comer algo diferente sempre.

Outro ponto interessante é que principalmente os cortes bovinos disponíveis na Alemanha não são os mesmos que encontramos no Brasil. Isso pode ser um desafio pra quem está acostumado a comer uma picanha no churrasco, estrogonofe ou apenas um bife com batata frita. É possível encontrar cortes mais parecidos em açougues ou em mercadinhos que vendem produtos brasileiros, mas o preço é mais alto, podendo chegar a 25 euros o quilo da picanha, por exemplo. A carne moída é mais gordurosa e muitas vezes vendida misturada com carne bovina e suína. Ao contrário do Brasil, a carne de porco é bastante consumida aqui, além de ser mais barata, o que faz os consumidores de carne vermelha muitas vezes migrarem para a branca e até diminuírem o consumo da carne no geral. Por isso, a disponibilidade e baixo custo de diferentes opções vegetarianas também estimula os apreciadores de carne a experimentarem coisas novas.

Leia também: Os desafios de ser vegetariana no interior da Catalunha

Comer fora em restaurantes e bares também não é um desafio para quem não é carnívoro. Todos os restaurantes, lanchonetes e até hamburguerias oferecem opções vegetarianas, onde na maioria dos lugares o cardápio é bem variado. Nas hamburguerias que já frequentei por aqui, a carne pode ser substituída por cogumelos, grão de bico, mistura de vegetais ou queijo, o que é muito legal e diria até agregador.

É difícil pra quem não vive o vegetarianismo pensar em quão vasta pode ser a alimentação de alguém que não come carne. E até engraçado que, apesar de tantas alternativas hoje em dia, uma pergunta frequente que muita gente faz aos vegetarianos é “mas o que você come? ” Bom, taí a resposta!

Related posts

Impostos na Alemanha

Clarissa Gaiarsa

Prostituição na Alemanha é legalizada

Karina Finke

Mestrado na Alemanha: um balanço da experiência

Larissa Wittig

1 comentário

Eduardo Junho 25, 2019 at 10:45 am

Que máximo!
Adorei saber que existe o famoso Snitzel em versão vegetariana!

Até um carnívoro como eu pode reduzir o consumo de carne assim! 🌎
Boa dicas

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação