BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo França

A saga por um apartamento em Lyon

Hoje vou contar a minha saga por um apartamento em Lyon, onde moro atualmente. Há quase 1 ano e meio moro na terra do queijo, pão e vinho e esses dias repassei na minha cabeça quantas vezes tive que pegar minhas coisas, colocar de volta na mala e me mudar de casa, e a resposta foi: 6 VEZES!

Está aí um desafio que eu não imaginava encontrar antes de vir. Como eu contei no meu primeiro texto (se você não leu, corre lá pra entender como foi o meu processo de decisão pra vir pra Lyon), eu tinha na minha cabeça uma imagem de morar em Lyon baseada na minha primeira experiência aqui, o que eu esqueci de levar em conta é que as condições e o cenário eram completamente diferentes. Eu vim para um curso de férias, não tive nenhuma preocupação e dor de cabeça com visto, processos administrativos, moradia… Tudo foi feito antes de vir, paguei o curso e foi só arrumar a mala, vir e aproveitar. Na época, tinha achado incrível, pois a moradia estava inclusa no preço do curso e foi a faculdade que se encarregou de reservar. Então foi só chegar, pegar as chaves, colocar as malas no meu quarto (ok, era um estúdio minúsculo, numa residência estudantil, que tinha que dividir a cozinha com o andar) mas bom, ainda assim era meu cantinho por 1 mês.

Depois disso, fiquei com a impressão de que a faculdade me ajudaria com a moradia, que eles teriam vagas nas residências estudantis e nos dariam suporte! Ah, sonho meu! Mas bom, não que não exista, viu?! Estou contando sobre a minha experiência, mas existem, sim, universidades que se comprometem a ajudar com moradia ou que possuem alguns estúdios, em residências, reservados para os seus alunos, (vale a pena se informar antes e, de preferência, COM ANTECEDÊNCIA!).

Hoje vejo que esse foi o meu erro, principalmente por falta de informação e atenção na época. Eu só fui me preocupar com moradia, muito tarde, (pra mim, me parecia um pouco óbvio) afinal estava muito concentrada em ser, primeiro aprovada na faculdade e conseguir alcançar o nível de francês exigido e, depois, procurar onde eu iria morar. Pra ajudar, a resposta de aprovação da minha candidatura também saiu bem tarde (meados de junho), levando em conta que as aulas começam em setembro e que nessa época a maioria dos estudantes já reservaram seus apartamentos.

Acontece que eu não tinha a mínima noção da enorme concorrência que seria. (vale lembrar que isso acontece principalmente nas grandes cidades, como Paris e Lyon… onde a procura é muito maior que a oferta).

Na minha cabeça, a lógica era: bom, ok, eu estou longe, logo não vou arriscar alugar algo sem visitar. Então tive a ideia de reservar algo temporário, no caso, um quarto em casa de família. Assim eu teria um lugar pra me instalar assim que chegasse e teria um mês pra procurar um apartamento pra mim. SONHO MEU parte II.

Eu cheguei em setembro, e tinha casa até outubro. Setembro é quando começa o ano letivo escolar e absolutamente todas as residências estudantis, apartamentos, repúblicas, tetos, estavam cheios, reservados, ocupados! Quando eu encontrava algo disponível, a concorrência era grande, e o fato de ser estrangeira me colocava em uma posição desfavorável! Eu sei que parece pessimismo, mas é real!

Como se já não bastasse a dificuldade em achar um lugar disponível – se você tiver a chance de achar (é impressionante a quantidade de requisitos que precisamos preencher.) -, pra alugar um apartamento na França, como estudante você tem que ter um garant, um fiador, caso você não pague o aluguel. O problema é que o seu garant tem que ser francês. Ou seja, não podem ser seus pais no Brasil. E aí já viu, você recém chegado na França, precisa de um fiador francês? Não, eu não tenho um fiador francês.

Algumas residências estudantis, te dão como alternativa, caso você não tenha um garant, pagar 2 meses de aluguel avançado como garantia. Mas imagina, você tem o valor do aluguel do mês atual + 2 vezes o aluguel adiantado como garantia + honorários (chamados frais de dossier). Então, ou você tem muito dinheiro guardado, e ok não será um problema arcar com despesas de uma residência estudantil privada, por exemplo, ou você tem um garant francês ou você dá a sorte de encontrar um proprietário bem simpático que vai entender sua situação e aceitar seu dossier sem garant. Bom, visto a concorrência, vou te dizer, que se você encontrar um assim, me indica!!!

Mas calma, nem tudo está perdido! Tudo isso eu descobri na cara e coragem e, se você assim como eu no começo, está pensando: é impossível então?. Não! Quebrei um pouco a cara mas a gente é brasileira e não desiste nunca, então vamos a algumas dicas e opções pra você não ter que mudar mil vezes, assim como eu!

A melhor opção como estudante, do meu ponto de vista, em relação a custo benefício, são as residências estudantis do CROUS.

Crous é uma organização pública que tem como missão melhorar as condições de vida e trabalho dos estudantes na França. Existem os restaurantes Crous, que oferecem refeições a um preço baixo, por exemplo, e as residências estudantis públicas, que são administradas por eles (entre outras medidas). O pequeno detalhe mais uma vez é o tempo, então o grande pulo do gato, pra você que pretende vir pra França pra estudar e quer uma moradia por um preço acessível e sem muita dor de cabeça, é se inscrever e enviar o seu dossier muito antes de saber se você foi aprovado ou não na faculdade. Assim você aumenta suas chances de conseguir uma vaga.

Vamos a algumas opções de moradia que você pode optar:

  1. Residências estudantis públicas do Crous
  1. Residências estudantis privadas, existem várias, e normalmente são super novas e funcionais, porém, um pouco caras. Segue um site que reúne todas as residências por cidade e você pode reservá-la online:
  1. Famille d’accueil (vulgo casa de família ou homestay)

Eu pessoalmente não tive a melhor experiência, mas não deixa de ser uma opção. Se você der sorte ou tiver uma afinidade com a família pode ser uma ótima oportunidade.

  1. Chambre chez l’habitant

Ou seja, um quarto na casa de alguém, existem alguns sites que propõem isso, ou mesmo o le bon coin, site que você encontra de tudo aqui na França, móveis, roupas, trabalho, moradia. Normalmente são quartos que os moradores alugam para estudantes, estagiários, enfim. Costumam não ser muito caros, você encontra anúncios na faixa de 300 a 500 euros.

  1. Airbnb

Todas as vezes que eu procurava airbnb, não encontrava nada muito acessível, mas conheço pessoas que conseguiram negociar e alugar seu apartamento por lá. Não custa tentar.

  1. Colocation

Aqui, roomate (colega de quarto), se chama coloc, e o que conhecemos como república no Brasil , aqui é colocation. Existem vários sites com anúncios de colocs. Seguem os principais:

Ah, existem também vários grupos no facebook, que valem a pena entrar e que funcionam bem pra encontrar anúncios de sublocação, locação, colocation… Foi por lá que eu consegui me virar na maioria das vezes.

E caso você encontre dificuldades em relação ao contrato e/ou papeladas exigidas, o que existe também é a sublocação, ou seja você não assina contrato e paga por fora. Direto pros seus colocs, ou pra pessoa que está sublocando o estúdio/ apartamento pra você. Acontece com uma certa frequência e acaba sendo uma bela de uma saída para nós estrangeiros.

Bom, cada um tem uma experiência e seus perrengues. Isso me fez aprender e conhecer vários lugares e pessoas, mas acredito que nada melhor do que conseguir se instalar logo pra, então, poder se preocupar e se concentrar em outras coisas! Boa sorte!

Related posts

Lidando com a burocracia francesa

Júlia Lainetti

Salon de Thé: o adorável charme francês

Rafaela Honorato

Como comprar casa na Inglaterra

Juliana Brandão

17 comentários

Rozenn Março 30, 2017 at 5:31 am

Oi
Sou francesa mas morei alguns anos no Brasil e todas as dificuldades que vc encontrou paraît aLugar são as mesmas que tem no Brasilia. Onde été muito complicado alugar para estrangeiros : sem fiadaor brasileiro do mesmo estado, dono de sua propria casa, registrado no cartorio (sim me reclamavam todos esses requisitos), tive que pagar 3 meses antecipados !

Resposta
Sabrina de Paula Abril 3, 2017 at 2:13 pm

Ola Rozenn, obrigada por compartilhar sua experiência com a gente.

Resposta
Sandra Marchi Agosto 20, 2017 at 4:55 am

Oi Sabrina!Estava lendo sobre suas experiências em encontrar uma moradia estudantil em Lyon,e está acontecendo a mesma coisa com minha filha.Quando ela terminou a faculdade,foi fazer um curso de 3 meses,no qual já tinha uma moradia.Agora ela está indo fazer uma pós-graduação e está com muita dificuldade de encontrar uma moradia,pois em algumas querem que pague um mes antecipado ,outras que paguem 12 meses adiantados ou que tenha um fiador frances(o que é impossível).Como vc já está a algum tempo aí, se souber de alguém que queira dividir apartamento,por favor ,me avise.Obrigada

Resposta
LUIZ AUGUSTO SOUTES Setembro 13, 2017 at 2:53 pm

Ola Sabrina
Adorei seu post. Eu e minha esposa, ambos com 32 anos, estamos com planos de ir morar em Lyon em Fevereiro/18. Ela esta tirando a dupla cidadania italiana. Acontece que nunca fui pra Lyon (apenas uma semana de férias em Paris). Temos algumas dúvidas, poderia nos ajudar?
• Tem alguma sugestão de escola para estudar francês em Lyon?
• A cidade é bonita, com parques e coisas para fazer no final de semana?
• Somos publicitários, tem ideia de como é oferta de emprego nessa área?
• Se você estivesse indo para a Europa hoje, após conhecer a cidade, optaria por morar em Lyon ou outra cidade da Europa?
Nessa fase de definição sua ajuda seria muito valiosa para nós.
Desde já muito obrigado.

Resposta
Sabrina de Paula Outubro 3, 2017 at 1:15 am

Ola Luiz, tudo bom?
Que bom que gostou do post, fico feliz 🙂
Quanto as suas questões, vamos la:
– Eu fui para fazer um master, entao nao tenho uma sugestão de escola que de fato experimentei. Acho que tudo depende do budget também. Tem a aliança francesa, que é bem reputada porém um pouco mais cara. Ou vocês podem ver nas faculdades, que normalmente oferecem cursos de francês também com um melhor custo beneficio. Te aconselho a dar uma olhada na Université lumière de Lyon.
-Na minha opiniao, Lyon é uma das cidades mais bonitas da França. Nao conheço a França inteira, mas sou apaixonada por Lyon. É uma das maiores cidades da França, uma variedade de arquitetura entre os bairros, e um parque maravilhoso que é o Parc de la Tête D’or. Google it!! 😀
-Quanto ao mercado de publicidade, realmente foge um pouco da minha área. Te aconselho a dar uma olhada nos site de empregos para ver a oferta ou perguntas no grupos de facebook, sempre ajuda
-Sim, super optaria por morar em Lyon. Mas nao conheço a Europa inteira, entao nao poderia te dizer que é de fato a melhor cidade. Acaba sendo muito uma questão de afinidade de cada um.

Espero que tenha ajudado e boa sorte na jornada de vocês!
Abraço

Resposta
Danielle rodrigues alves Setembro 25, 2017 at 1:32 pm

Olá tudo bem?Meu irmão está tendo muita dificuldade em alugar um apto. Ele trabalha oficialmente, porém está em período de experiencia, ganha um bom salario por volta de 2000 euros, porém ninguém quer alugar um apto para ele. Ele está ficando numa colocação de 400 euros. Ele não é mais estudante terminou o master em Paris há 02 meses.
Bom se voce souber de alguma outra dica. Estou procurando incessantemente em tudo e não tinha idéia que airbnb seria tão caro,aqui no Brasil tem opções tão baratas!
Bom obrigada, pedi p ele ler sua página, pelo menos para ver que é compreensível o que ele está passando!
Obrigada

Resposta
Sabrina de Paula Outubro 3, 2017 at 1:18 am

Ola Danielle, obrigada pelo seu comentário aqui no Blog.

Realmente entendo o desespero e a situação do seu irmão!
O jeito é nao desistir mesmo, procurar demais, falar com todo mundo, ficar ligada nas ofertas em sites… o boca boca ou indicação de amigos, ou pegar um ap de algum amigo que esteja saindo e que indique ao proprietário… enfim.
O fato dele ter um emprego, ja ajuda bastante!
Depende muito também da época do ano…
Mas ele esta procurando em Paris ou Lyon?

Boa sorte !! Vai dar tudo certo !!! 🙂

Resposta
Helena Novembro 21, 2017 at 1:18 am

Olá Sabrina! Obrigada pelo seu post!
Aproveito para pedir uma indicação. Eu, meu marido e minhas duas filhas (2 e 6 anos) ficaremos em Lyon no ano letivo de 2018 e 2019 para o pós doutorado de meu marido. Estamos procurando sites de aluguel por temporadas de 1 ano de imóveis mobiliados. Você teria alguma indicação?
Desde já super agradeço!
Abraços, Helena

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 21, 2017 at 2:23 pm

Olá Helena,
A Sabrina de Paula parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na França.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Helena Novembro 21, 2017 at 10:06 pm

Obrigada Liliane! Farei isso! Abraços

Resposta
Aline Melo Novembro 22, 2018 at 12:58 am

Olá Helena! Em 2020 TB vamos com minha filha de 2 anos e de 6 pra o doutorado do meu esposo!!! Podes me contar como está sendo a experiência de vcs????

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 22, 2018 at 4:00 pm

Olá Aline,
A Sabrina de Paula parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na França que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Kelsei Março 19, 2018 at 8:54 pm

Olá,

Irei fazer uma pós em Lyon a partir de set/18 e estou em busca de moradia.
Tentei fazer o cadastro no Crous, mas a página sempre dá erro.
Você chegou a fazer seu cadastro? Sabe como funciona ou tem alguma dica pra isso?

Resposta
Liliane Oliveira Março 19, 2018 at 10:42 pm

Olá Kelsei,
A Sabrina de Paula parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na França que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Amanda Abril 20, 2018 at 4:46 pm

Quando li o seu relato sobre quando você foi fazer um curso e a faculdade já tinha reservado tudo pensei, nossa foi a mesma história comigo. Fui pra Lyon em 2011 fazer um curso de moda na faculdade lumiere. Quase fiquei por mais dois anos em lyon pra fazer um estágio mas meu visto foi negado 😱 hoje quase 7 anos depois estou voltando! E procurar ap pra morar vai ser complexo rsrsrs
Achar algo que caiba no orçamento!

Resposta
Karina Janeiro 6, 2019 at 2:19 pm

Oi Sabrina! Conhece algum obstetra, ginecologista para indicar?

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 8, 2019 at 8:47 pm

Olá Karina,
A Sabrina de Paula parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na França que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação