BrasileirasPeloMundo.com
Suécia

Aprender o idioma local é essencial

Não é de hoje que os suecos levam o título de melhores falantes de inglês do mundo como segunda língua. E o que acaba acontecendo é que algumas pessoas deduzem, é claro que erroneamente, que na Suécia só se fala inglês. Pode parecer bobagem escrever sobre isso, mas posso dizer com propriedade que não é.

Todos os meses eu recebo contato de uma galera bastante interessada em fazer intercâmbio na Suécia, só que para aprender inglês. Olha, sinceramente, investir tempo e dinheiro para aprender inglês em um país cuja língua oficial é o sueco não faz sentido algum para mim. E de verdade, se você quer investir o seu suado dinheirinho num intercâmbio onde a língua do país seja o inglês, faça isso no país certo, como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália etc..

Agora, para quem tem domínio do inglês e tem planos de vir para as terras geladas:

É possível viver na Suécia sem falar sueco?

Se sua estadia for por um período curto de tempo a resposta é sim. Os suecos falam bem o idioma e estudam pelo menos seis anos de inglês na escola, o que acaba facilitando a comunicação com quem é expatriado. Você não tem problemas em supermercados, farmácias, hospitais, lojas, restaurantes etc., bem como os filmes e seriados de televisão são transmitidos na versão original e que geralmente estão em inglês. Até aqui tudo bem e muito tranquilo.

Mas e se o seu caso for para morar por um longo período? Pois bem, a resposta é não. Sei que é chato te trazer lá da “Lua para a Terra”, mas preciso ser sincera. É importante você saber que toda a comunicação oficial, feita por carta, está em sueco. Os panfletos, as revistas, as sinalizações e a maior parte dos comerciais também estão em sueco. Chegará o dia em que você ficará cansado de usar o Google Translate para traduzir tantos comunicados. Ou até mesmo encabulado, sabe, por pedir ajuda àquele seu amigo nativo para explicar mais uma vez a carta que chegou do banco e você não entendeu bulhufas. E se você for a uma festa de suecos então, hein? Você estará rodeado por pessoas que irão falar sueco e não entenderá nada. O assunto ficará mais sério no dia em que você precisar ler sobre leis e entender o funcionamento delas no país, que obviamente estarão em sueco.

O inglês pode te ajudar e muito na Suécia, principalmente no primeiro ano, mas tenha em mente que não fará milagres. Aprender a língua local é muito mais do eu citei anteriormente. É uma questão de facilitar a socialização, entender a cultura, criar possibilidades de se inserir no mercado de trabalho e acima de tudo respeitar o país em que se vive.

IMG_2435Há obstáculos para aprender o sueco?

Cada um tem sua maneira de estudar e a sua velocidade de aprendizado, mas viver em uma nova cultura não garante o aprendizado do idioma local. Triste, mas é a realidade. A gente pode até acreditar, de forma errada, que é possível aprender o sueco por osmose só pelo fato de você morar no país e estar inserido na cultura. Puro engano. Quando você de fato muda para a Suécia, é necessário tomar a decisão de realmente falar a língua.

E por quê? Além de toda essa vontade e dedicação em aprender o idioma, você também precisará do envolvimento de outras pessoas. Sim, a participação delas é super importante nesse processo. Aprender noções básicas de sueco é relativamente simples, o que é difícil é você se tornar fluente. O que acontece na maioria dos casos é que as pessoas vão te identificar como estrangeiro, devido ao seu sotaque e te responder em inglês. Pronto, todos os seus planos em aprender o sueco num vapt e vupt vão por água abaixo e você acaba vendo suas chances se restringindo cada vez mais para dominar o idioma. Mas é nessas horas que você precisa ser firme e continuar falando em sueco, caso contrário essa fluência ficará mais distante.

Então peraí Vânia, não está rolando um conflito de informações? Você está me dizendo que se eu quero morar na Suécia preciso aprender o idioma local, mas ao mesmo tempo quando as pessoas perceberem que sou estrangeiro e que não domino o sueco falarão comigo em inglês? É isso mesmo? Eu digo que sim, é isso mesmo. Uma coisa é você usar o sueco nas coisas simples do dia a dia e alguém te responder em inglês, outra, por exemplo, é você procurar um emprego apenas com inglês e a vaga exigir o domínio do sueco. Deu para entender? Por isso a importância de aprender o idioma.

Mas para deixar claro que se você vem para a Suécia já com contrato assinado e a permissão de trabalho estampada no passaporte o contexto é um pouco diferente. A empresa te contratou pela sua experiência profissional e educacional. Portanto, ela tem consciência de que você não domina o idioma local, mas pode ter certeza que ela te indicará cursos públicos e privados para aprendê-lo.

Aceita um conselho de uma expatriada que mora na Suécia?

Aprender a língua local é apenas o primeiro passo. Fazer bons amigos em um país estrangeiro não é tão simples quanto parece. Eu acho que é muito mais fácil fazer amigos brasileiros, só porque falamos a mesma língua e crescemos em um ambiente social e cultural similar.

Fora isso, um dos maiores desafios é você encontrar um emprego com domínio suficiente do idioma para fazer qualquer coisa. Mesmo se você estiver se candidatando para um trabalho mais simples, como de limpeza ou manutenção, precisará ter competência linguística. O que significa dizer que nem sempre dominar o inglês te abrirá as portas para o mercado de trabalho.

E se você está planejando realmente em morar na Suécia ou se já mora APRENDA SUECO, pois dominar a língua é ESSENCIAL, tanto para ser aceito e criar oportunidades pessoais e profissionais, quanto para se sentir menos alienado. Pelo menos assim penso eu.

Related posts

Como é casar na Suécia?

Verônica Ferreira Iwarson

Ser ou não ser mãe na Suécia, eis a questão!

Verônica Ferreira Iwarson

Dicas para quem vai morar na Suécia

Joana Pedroso

16 comentários

Cristiane Leme Novembro 24, 2014 at 2:53 pm

Texto ótimo Vânia, desmistificando a questão do inglês. Aprender o idioma local é fundamental para ser funcional no país. Beijos

Resposta
Vânia Novembro 30, 2014 at 7:20 pm

Valeu Chris!
Espero que o texto ajude a tirar um pouco dessa ilusão de que inglês resolve tudo. Resolve parte, mas não o todo, principalmente para quem quer morar.
Beijos.

Resposta
Bruno Agosto 17, 2016 at 4:31 am

Gostaria de saber no seu ponto de vista se o suéco é mais difícil que o inglês numa escala de 0 a 10. Desde ja agradeço.

Resposta
byad Novembro 25, 2014 at 2:25 pm

Também estudo pelo Rivstart! haha Muito bom texto 🙂 Beijo!

Resposta
Vânia Novembro 30, 2014 at 7:21 pm

Obrigada! Esse livro é ótimo. 🙂

Resposta
Cleo Vassiliou Novembro 29, 2014 at 10:22 pm

Oi Vania,

Adorei seu texto e concordo em gênero, número e grau contigo qdo diz que precisamos aprender o idioma do país que moramos pelo simples fato de respeitar o lugar que vivemos. Fico triste quando encontro conterrâneos morando aqui nos EUA e que não falam inglês e ainda, muitas vezes, se zangam quando o garçom não entende o que a pessoa está pedindo.

Beijos

Resposta
Vânia Novembro 30, 2014 at 7:29 pm

Olá Cleo!
É uma pena as pessoas não se conscientizarem sobre o aprendizado da língua. Ele é fundamental, principalmente quando a pessoa decide morar por um longo período no país.
Muito obrigada pelo carinho!
Beijos.

Resposta
Cintia Novembro 30, 2014 at 9:59 pm

Oi Vânia,

Gostei bastante do seu texto. Aqui na Holanda acontece a mesma coisa, as pessoas acham que falando inglês está tudo certo e não é assim. Sem falar o idioma (neerlandês) a vida fica muito restrita …. eu resolvi acelerar meu processo de aprendizado eliminando o inglês do dia a dia. Tá foi meio radical hehhe e no começo extremamente difícil, mas tem dado resultado. Bjs

Resposta
Vânia Romão Dezembro 1, 2014 at 8:13 am

Corajosa você, hein?! 😀
Mas eu acho que é bem por aí mesmo. Se não for assim, a gente acaba se acomodando e ficamos um pouco mais distantes das oportunidades que podem surgir. Se falando o idioma já é difícil, imagina sem.
Um super beijo e obrigada pelo carinho!

Resposta
Aprender o idioma local é essencial | Diário de uma Teimosa Dezembro 1, 2014 at 2:01 pm

[…] Esse texto foi publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo. […]

Resposta
CaioTe Agosto 7, 2015 at 5:56 am

Tenho 18 anos, você disse que o empregador em de justificar o porque de estar pegando um estrangeiro e não um sueco, ou seja, necessariamente o imigrante necessita de um curso superior? No meu caso, tenho informática avançada, se eu tiver o básico do sueco, já há chances de alguma empresa pensar em me pegar caso eu envie meu corriculo daqui mesmo para as empresas que atuam aí?

Resposta
Vânia Romão Setembro 2, 2015 at 2:45 pm

Oi Caio!
Sim, o imigrante precisa ter qualificações superiores à de um sueco e isso significa dizer ter curso superior e dominar o inglês perfeitamente. Preciso ser sincera contigo e me desculpe ir direito ao ponto, mas acho que suas chances são bem baixas. Seu currículo precisa ser muito, muito, mas muito bom para um empregador querer te trazer do Brasil para cá, pois esse processo envolve custos para a empresa. Ter o básico do sueco não te ajudará muito. O que irá contar nesse caso é a sua formação e a sua experiência profissional. Isso significa dizer que se você for um engenheiro de software, por exemplo, e tenha trabalhado em empresas multinacionais há chances, caso contrário será bem difícil.

Resposta
Eliana Março 17, 2016 at 4:02 pm

Oi, Vania! Tudo bem? Sou a Eliana de Salvador, Bahia. Adoro a suecia e por isso ja estive em Stockholm 3 vezes, meu noivo e ingles e mora ai ha 6 anos. Eu pretendo morar em Stockholm dentro de 2 anos, ja estou estudando o sueco desde ja para facilitar minha entrada, embora eu ja domine o ingles, frances, espanhol, um pouco de alemao e italiano. Tenho pretensao em trabalhar no aeroporto de Arlanda, eu ja trabalhei com aviacao aqui no Brasil. O que vc me sugere?

Resposta
Vânia Romão Março 29, 2016 at 6:42 pm

Olá Eliana!
Muito legal saber que você tem planos de morar na Suécia. Olha, para ser bem sincera contigo eu não conheço sua área de atuação e de repente posso falar alguma besteira. Entretanto, eu sugiro que você dê uma olhadinha no texto que eu falo sobre emprego na Suécia. Esse texto tem vários sites que você pode dar uma pesquisada e ver se há oportunidades. O link é esse aqui: http://diariodeumateimosa.com/2015/02/18/emprego-na-suecia-voce-quer-um/.
Se precisar de mais alguma coisa me avise, tá?
Beijos.

Resposta
Cacá Novembro 29, 2016 at 3:55 pm

Olá, Vania. Adoro o blog! Tem me ajudado muito.
Bem, acabou de surgir uma bolsa de doutorado para o meu marido durante 4 anos em Estocolmo. Isso nos pegou de surpresa e como é grande oportunidade, em janeiro estamos nos mudando. Porém, meu inglês é muito fraco e vi em alguns blogs que o país oferece curso de inglês gratuito para imigrantes, porém não há mais nenhuma informação a não ser esta frase. Sobre o sueco para imigrantes já consegui me informar. É o que mais tem nos sites, porém sobre o curso de inglês não achei. Você pode me dar uma luz, por gentileza? Como faço para achar, conseguir? Onde procuro, o que faço?
Muito obrigada!!

Resposta
Ann Moeller Novembro 30, 2016 at 11:42 am

Ola Cacá, a Vânia não colabora mais com o BPM. Sugiro ler os outros textos de outras colunistas. O BPM tem, no momento, 3. Equipe BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação