BrasileirasPeloMundo.com
Brasil

Brasil – Dez Motivos para Voltar

“O Brasil é um dos 12 países mais cobiçados para se morar, segundo uma série de pesquisas feitas em 65 nações pelo WIN – coletivo dos principais institutos de pesquisa do mundo – e tabulada pelo Estadão Dados.”

Assim começa uma matéria da revista Exame sobre como muitos estrangeiros desejariam ter o Brasil como lar. Já  o número de brasileiros expatriados que têm voltado pra casa, também tem aumentado.

De acordo com o censo de 2010, o número de brasileiros que voltou para o país , aumentou cerca de 86,7% em relação ao Censo de 2000.

Acredito que isto se deve ao fato de que, quando moramos muito tempo fora de casa, desenvolvemos a sensação de fazer parte do mundo inteiro. No entanto, em oposição a isso temos também um senso de pátria e lar,  ainda mais arraigado e que não se arranca de modo algum.

Quantas vezes, chorando, eu cantarolei Caetano  “janelas e portas vão se abrir, pra ver você chegar, e ao se sentir em casa, sorrindo vai chorar.”

Sou de toda parte, mas não podia ser de nenhuma outra nacionalidade, senão brasileira, a cidadania que contém todas as outras: Somos negros, indígenas, europeus, árabes e asiáticos. O mundo todo cabe no Brasil. Temos o céu mais azul, o povo mais querido, a natureza mais abundante, mas se você ainda não se convenceu de que não há pátria como a nossa, vou te dar uma ajudinha:

1-     Primeiro de tudo: Deus é brasileiro. A piadinha não é inédita e nem original, mas é verdade!

2-     Somos um continente em tamanho, recursos  naturais e beleza. Podemos produzir tudo que necessitamos, temos abundância de água (menos em SP ), alimentos e raramente sofremos de catástrofes naturais.

3-     Somo um povo, descontraído, bem humorado, que ri da própria “desgraça” (está aí a Copa do Mundo para não nos deixar mentir).Me digam em que outro país do mundo, um jogador abraça o adversário que perdeu, coloca no ombro como se fosse um irmão mais novo, consola, conforta e ainda pede pro público aplaudir, tudo isso em plena Copa do Mundo? Somos ainda,  cooperativos com todos os outros povos do mundo. Antes das Nações Unidas existirem, o Brasil já fazia ajuda humanitária internacional, exportando comida para países devastados pelas guerras. Somos hoje um dos países que mais acolhe e cuida de refugiados. Nosso amor é tão grande que não cabe em si.

1493434_619051111524824_6176987795897763891_o

4-     Feijoada, vatapá, acarajé, churrasco, bolo de baba de moça, tapioca, feijão tropeiro, farofa, mandioca frita, cachaça, caipirinha, açaí e dieta da USP.

5-     Temos um Sistema Único de Saúde, de qualidade, que não é perfeito mas funciona. Há filas para o atendimento, por vezes o atendimento é ruim, mas é um direito constitucional. Se há algo errado, consertemos, mas temos um ponto de partida. Conheço pessoas que fizeram todo o tratamento do câncer de mama pelo SUS, incluindo cirurgia de reconstrução. No nosso país, isso não é um luxo ou uma vaidade, mas um direito garantido por lei. Eu que morei na Ásia e vi mães pagando para vacinar os filhos contra a poliemielite,(Viva o Zé Gotinha) sei bem a diferença entre se ter o SUS e não se ter.

6-      Temos uma economia há dez anos estabilizada e com o aumento de oportunidades dos últimos anos,  as pessoas têm encontrado melhores empregos e salários. Segundo o censo de 2010, vivemos hoje  “Um Brasil que consome mais, estuda por mais tempo, ganha melhor e tem mais emprego”

7-     Somos um dos únicos países do mundo onde árabes e judeus podem dividir o mesmo bairro, a mesma padaria e ainda desejarem bom dia um pro outro, e apesar de católicos, somos ainda um país sincrético, ecumênico e graças a Deus, laico!

8-     Temos uma das melhores músicas do mundo. Aliás temos algumas das manifestações culturais mais ricas do planeta. Isso sem contar no talento de nosso povo. Exportamos bailarinos, musicistas, pintores e escritores para o mundo todo.

1896997_10152724347851473_962138509578507206_n

9-     Fernando de Noronha, Rio de Janeiro, Amazônia, Atol das Rocas, Salvador

10-  Chico Buarque

Bom, esses são alguns dos meus motivos, certamente você encontrará os seus. E como diria nosso saudoso maestro Antônio Carlos Brasileiro Jobim, o Tom Jobim: “Morar no exterior é bom, mas é uma merda. Morar no Brasil é uma merda, mas é bom!”

Duvido você achar uma melhor definição do que essa…

Related posts

A coragem de quem fica no Brasil

Ana Tavela

Brasil – Festa do Interior

Fabi Mesquita

Brasil – Ciência Sem Fronteiras

Juliana Silva

55 comentários

Carla - Sonhos na Itália Novembro 14, 2014 at 5:29 pm

oi Fabi, sua lista é no mínimo engraçada, rs.. Não que não seja verdadeira, claro, há uns pontos na minha opinião não totalmente verdadeiros, mas como você disse, são seus motivos, pontuados pela sua maneira de ver o Brasil. Ao meu ver, muita gente voltou para o Brasil no periodo citado principalmente pela crise economica americana e consequentemente a europeia e claro, por toda imagem de crescimento brasileiro que foi divulgada no exterior. Eu ainda não encontrei motivos pra voltar pro Brasil, e nenhum dos teus me convencem. Meu unico seria a família e amigos que ainda estão lá. Mas essa também é somente a minha opinião, que, acredito, seja porque ainda não chegou a hora de voltar. baci

Resposta
Regina - Switzerland Novembro 19, 2014 at 7:30 am

A mesma coisa eu penso, Carla.

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 9:14 pm

postei resposta oras duas rs
bjs

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 9:09 pm

Tem a coisa da hora de voltar mas tem também a questão da percepção das coisas, a maneira de ver o mundo. Não sei da imagem divulgada, trabalho na ONU, lido com dados o tempo todo. Várias coisas estão de fato mudando para melhor, como termos saído do mapa da fome, mas outras seguem lastimosas, como o crescimento do desatamento. Gracas a Deus, além de família, eu tenho amigos, projetos e muitas coisas por aqui, voltei, na minha opinião, antes da hora, mas estou mais em paz do que eu poderia imaginar. bjs

Resposta
Joy Matta Novembro 14, 2014 at 5:44 pm

Adoros teus textos, Fabi! Nunca fui embora “brigada” com o Brasil e já tive minha experiência breve,linda e intensa de retornar, sinto muitos de meus sentimentos em suas palavras. Abracos e sucesso!!!!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 9:01 pm

costumo dizer que são sentimentos difusos e confusos rs 🙂 que bom que vc me entende!
bjs

Resposta
Nilton Tuna Novembro 14, 2014 at 5:49 pm

Assino em baixo!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 9:01 pm

Obrigada, muita gente tem um nacionalidade auto-imune, complexo de vira-lata e vergonha da própria pátria, deviam dar uma voltinha no Cambodja, Thailandia e Laos rs 🙂

Resposta
Danny Boggione Novembro 15, 2014 at 4:43 am

Adorei Fabi. Vivo na Turquia (Asia) ha 14 anos. Senti orgulho do seu texto. Feliz que existem pessoas como você. Parabens pelo trabalho.

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:59 pm

Ai Danny, que delícia, acho que a Ásia nos ensina a amar o Brasil
Tenho paixão pela Turquia, que ainda não conheço, mas seu comentário foi um refrigério, viu? Tanta gente metendo o pau no fato de amar o meu país, mas quase sempre são pessoas que ainda não foram tão longe nessa experiência transcultural. Isso muda tanto a alma da gente, né? bis

Resposta
Maria Helena Novembro 15, 2014 at 5:06 am

Eu tenho outros motivos para querer voltar, mas concordo com a sua lisya. Há muita coisa boa no Brasil que a gente está simplesmente acostumado a ignorar de tanto ouvir gente reclamando…

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:55 pm

Pois é, o Brasil tem um monte de problemas, mas nos falta um pouco de gratidão à vida e, como vc disse, a gente tá se acostumando a reclamar…acostumar com a gratidão, nos faria muito mais bem 🙂 bjs

Resposta
lucieila Novembro 15, 2014 at 4:50 pm

Concordo com vc Fabi! O Brasil é um país lindo, pena que nós brasileiros não sabemos da valor!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:53 pm

Acho que nós que vivemos em países como as Filipinas é que sabemos o valor que o Brasil tem.
Saudade, meu amor!

Resposta
Marcia Novembro 15, 2014 at 10:52 pm

Eu não voltaria por nenhum desses motivos e sim somente pela minha familia, por mais que os brasileiros são bem humorados e acolhedor, mas o fato de assassinarem alguém por motivos ridiculos, e os homicidios só aumentar á cada dia, prefiro ainda o frio e o povo as vezes de mau humor… Moro na Alemanha há 8 anos.

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:52 pm

Querida, na minha opinião, todo assassinato acontece por motivos ridículos, afinal nada justifica a morte de alguém, mas infelizmente assassinatos por motivos ridículos, acontecem em qualquer lugar do mundo. Taí os assassinatos em massa em escolas ou o tiroteio no cinema, que aconteceram nos EUA, país de “primeiro mundo”. Eu trocaria a alegria e pobreza do povo brasileiro pela alegria e pobreza do povo asiático, mas apesar de ter amado a Alemanha, não me imagino morando lá 🙂 bjs

Resposta
Fernando Dezembro 28, 2016 at 2:52 am

Mas nao sao 60.000 por ano que sao assassinadas nos EUA ou em nenhum pais avancado

Resposta
Fabi Mesquita Dezembro 29, 2016 at 10:05 am

É verdade, no entanto, “Os Estados Unidos, apesar da 3º melhor posição no ranking entre os países de desenvolvimento humano muito elevado, apresentou uma taxa de 4,8 mortes para cada grupo de 100.000 habitantes, em 2010, ficando com a 5º maior taxa de homicídios entre os países com alto grau de desenvolvimento.” A nossa “desculpa é o fato de não sermos desenvolvidos, e a deles?

http://institutoavantebrasil.com.br/eua-e-o-quinto-pais-mais-violento-dentre-os-paises-mais-desenvolvidos/

Resposta
Carol Novembro 16, 2014 at 3:08 pm

Olá Fabi!
Eu nunca considerei morar no exterior, antes de conhecer um húngaro que mudou isso e virou meu mundo… rsrsrs Sempre tive essa imagem boa do Brasil, além de pertencer a uma família linda, que me faz falta todos os dias. Porém, tentamos voltar ao meu lindo Brasil há uns anos atrás e me decepcionei demais! Primeiro, logo nos primeiros dias de volta, assaltaram nossa casa e levaram TUDO o que tínhamos de valor, depois foram muitas pequenas decepções… Sei que foi um pouco de azar tb (ou muito), mas a verdade é que optamos pela segurança da Hungria, mesmo derramando rios de lágrimas por largar a família novamente… O Brasil tem SIM muita coisa maravilhosa e sinto muita falta daquele Brasil em que eu vivia antes de vir para a Europa, mas eu desejo de coração que a violência melhore, porque isso é o que mais me incomoda. De resto, continuo com o Chico Buarque, as músicas, o bom humor, a paz entre as culturas e tudo mais, no coração. Choro sempre que toca o hino e sinto-me brasileira acima de tudo, mesmo tendo nacionalidade húngara, SOU BRASILEIRA e torço para um dia poder voltar com mais tranquilidade. Que bom que as coisas deram certo para vc aí!
Beijão!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 9:17 pm

esse coração carregado de coisas bonitas é o que levaremos sempre e sempre
Acho justo que as pessoas decidam até viver em outra nação, o que acho estranho é perder a brasilidade
Eu no Brasil, morro de saudade da Asia, mas na Asia batia no peito afirmando meu orgulho de ser brasileira.
Na verdade sou muito mais uma mulher do mundo, mas com coração verde amarelo, esteja onde estiver <3

Resposta
Ana Yamaguchi Ferreira Novembro 19, 2014 at 1:19 pm

Fabi,agradeço por traduzir o sentimento de tanta gente que já morou fora.A gente se sente verdadeiramente parte do mundo quando moramos fora.Nos sentimos cidadãos do mundo.
Sobre voltar para o Brasil, realmente quem já morou fora volta com outros olhos e valoriza ainda mais o que nós, brasileiros e brasileiras, temos de bom.

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:26 pm

Acho que tem muito a ver com aquele filme, o pássaro azul…quando se perde o sentido da nossa casa é que sentimos vontade de voltar só pra descobrir que o pássaro azul estava lá o tempo todo 🙂

Resposta
vanessa ratton Novembro 19, 2014 at 2:17 pm

Amei, penso muito igual a voce!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:25 pm

Até que enfim alguém que não ficou com raiva do meu post! rs bis querida

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:25 pm

obrigada 🙂

Resposta
Luciano Demetrius Novembro 19, 2014 at 3:41 pm

Fabi, com texto descontraído soube expressar os dez motivos que a fizeram retornar ao Brasil. Ainda há muito por melhorar por aqui, mas também confio na nossa terrinha. A citação de Tom Jobim exprime o que é nosso país. E considerar Chico em um dos itens é o mesmo que dizer “eu tenho, vocês (no mundo todo) não te-emmmm!!!!”. Uma observação no segundo ponto: sim, temos riquezas naturais, não somos vítimas das desgraças que tanto assolam outros países, porém eu gostaria é que tivéssemos mais “cabeça” para valorizar nossas virtudes. Quem dera, um dia, nosso país enxergue a gama de oportunidades que temos para os turismos de lazer, religioso, de aventura, de negócios, naturais etc. Poderíamos tanto melhorar economicamente, bem como empregar tanta gente, em sua devida região, e fazer nosso povo, nossa cultura prosperar tanto na questão financeira como pessoal. Termino com um 11º motivo para voltar ao Brasil: A Fabi voltoooooouuuuuu!!!!!!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:24 pm

Lu, concordo 100% que já temos a mega da vantagem do Chico Buarque…e sobre seu 11o motivo…haja fofura! Adoro você, mas não precisava me fazer chorar rs
bis amigo do meu coração!

Resposta
Beatriz Pacheco Novembro 19, 2014 at 4:56 pm

Nunca morei no exterior, porém, já viajei muito e conheci outras culturas… A cada retorno, meu coração pulava de alegria! Temos muita violência, sim, aqui, porém, quem vive com HIV como eu, sabe bem o que é ter sua vida garantida com os medicamentos gratuitos garantidos pelo Governo (seja qual for o partido que esteja no poder!). Eu ajudei um rapaz, que estava ilegal no Brasil, e adoeceu por conta do HIV sem tratamento, a chegar no SUS! O que aconteceu lá?! Priorizaram a vida e trataram o rapaz… depois, saímos atrás da documentação correta! Nos lugares que eu estive, fora daqui, não encontrei esta solidariedade “nata” que o brasileiro tem… Sou idosa, e estava em um teatro nos Estados Unidos, e me sufoquei com a saliva… Saí correndo para o saguão do teatro, fazendo sinal que estava sufocada e pedindo ajuda… NINGUÉM, mas ninguém mesmo, sequer encostou a mão em mim, ou tentou me ajudar… De ocorresse aqui, tenho certeza absoluta que as atitudes seriam diferentes! É! Sou brasileira e não desisto nunca! Continuo viva, com o tratamento que meu País me garante, e a tantas outras pessoas, e continuo amando muito este País do qual me orgulho. E, de alguma forma, ao invés de fugir daqui, faço a minha parte para diminuir a violência e o preconceito nesta terra que eu tanto amo! E aproveito para convidar a quem vier ler este texto, a fazer um pouquinho para melhorar nosso País! Menos violência nas falas, nos olhares, nos julgamentos, em nossas atitudes. Comecemos por nós, a grande mudança que queremos no Brasil!
Obrigada, Fabi Mesquita, pelo teu depoimento e obrigada também por lutar pela não discriminação neste País, ajudando-o assim a ser melhor a cada dia! Beijo!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:22 pm

Querida, suas falas são sempre alentadoras. Muito bacana você contar seu relato, porque muita gente tende a achar que lá fora td é lindo e aqui dentro nada funciona, e a verdade é que há coisas boas aqui e lá. O importante é levar o sonho “debaixo do braço”e fazê-lo real, aqui ou lá…bjs de amor e admiração

Resposta
Regina Novembro 19, 2014 at 7:15 pm

Muito bom texto Fabi, invejo seu otimismo! O Brasil tem sim coisas muito boas, mas apos 10 anos de volta ao Brasil ainda nao acho que elas superam os motivos para nao estar aqui. Bjs!

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:20 pm

Regina querida, sem otimismo eu não sobreviveria. Verdade que achei dez motivos para voltar, mas como vc mesma disse, talvez hoje, existam mais motivos para estarmos longe. Me imagino voltando de vez, bem mais tarde, lá pela aposentadoria, quem sabe num tempo de maior delicadeza…confesso que ainda sinto um certo banzo asiático… bjs

Resposta
jamille Novembro 21, 2014 at 10:17 am

“…e apesar de católicos, somos ainda um país sincrético, ecumênico e graças a Deus, laico! ” Taí uma frase irônica 🙂

Bom, eu não vi nenhuma vantagem em voltar para o Brasil nesses pontos que você citou. Ja precisei muito de SUS e sempre fui mal atendida, então acho um pouco falha a informação que o nosso SUS é bom e funciona.
Outra, não conheço UM brasileiro que não tenha uma historia sobre crime para contar (seja com amigos, conhecidos, ou familiares) todo mundo conhece alguém que já passou por uma tristeza dessas(assalto, agressão, furto, o Brasil soma 11% de todos os homicídios do mundo, e isso é alarmante, nos acostumamos a ver tragédias na TV e jornais, até fazemos piadinhas com elas (olha o nosso bom humor aí gente).

Gostaria de ter o seu otimismo, mas acho que a cultura, música e comida do Brasileiro eu consigo aproveitar aqui na gringa 🙂

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 8:17 pm

Oi Jamille, como eu disse, o SUS funciona em alguns lugares e falha em outros. Trabalho com diversas pessoas que são doentes crônicas e dependem do SUS, e se esse sistema não existisse, não poderia sequer ser tratadas. A violência no Brasil, pra mim é o pior. Eu sempre bato nessa tecla, mas não concordo que tenhamos os 11% do mundo, até porque nós temos dados sobre essa violência e há países cujos relatos oficiais são zero. Imagina se no Gabão, por exemplo, o número de estupros é relatado com autenticidade. Aqui no Brasil, até palmada em criança entra em relato de violência através dos conselhos tutelares, então apesar de concordar que a violência aqui está terrível, não acho que concentremos os 11 % da violência do mundo. Até porque, o aumento da violência é hoje um fenômeno global.
Mas concordo com vc que a vida de gringa é muito mais fácil…mas um pouco de caos na vida dá um certo tempero rs
bjs

Resposta
Lucas Novembro 21, 2014 at 4:53 pm

“E temos abundância de água ( menos em SP)” E também pouca água no nordeste, em boa parte de Minas e em parte do Rio. Tá desinformada, hein?

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 21, 2014 at 5:21 pm

Olá Lucas, não eu não estou mais informada. Nós temos no Brasil 15 % da água doce do planeta. Nosso problema definitivamente não é escassez de água, mas uma péssima gestão dos recursos naturais. Se não tivéssemos a abundância de água que eu mencionei, estaríamos em uma situação muito mais periclitante do que a que nos encontramos hoje. Portanto reafirmo que o Brasil é um dos países com maior abundância de água no mundo.

Resposta
Lucas Novembro 22, 2014 at 2:21 pm

Não discordo do fato de o Brasil ser um dos países com as maiores reservas de água do planeta, mas me incomodei pelo fato de você ter citado a falta d’água de São Paulo, que é uma crise, sendo que o Nordeste é castigado pela falta d’água há muito tempo…

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 22, 2014 at 3:59 pm

Exatamente
O Nordeste sempre teve falta de água por questões ambientais que atualmente tem sido superadas por novas tecnologias ambientais. São Paulo é exatamente o oposto. Um estado que nunca teve falta d’Água e que hj passa por escassez pela falta de gestão adequada dos recursos naturais

Resposta
Verdade Verdadeira Novembro 21, 2014 at 10:02 pm

Desculpe, mas acho que vivemos em um Brasil diferente. Sou médico socorrista e canso de ver pessoas morrendo nas filas de hospitais, mães realizando partos nos corredores e todo um caos generalizado, a cada 20 pessoas 1 recebe o tratamento adequado. Impostos nem preciso entrar nos méritos né? economia afundando, alta inflação, altas taxas de violência, e infelizmente quem mais vem se ferrando é justamente quem mais precisa. Temos sim belas naturezas, paisagens paradisíacas, mas para ter o usufruto disso necessita-se dinheiro, e não é pouco, como dito Fernando de Noronha um pacote chega a custar R$12,000 .Desculpe mas quem ganha menos de 3 salários mínimos conseguiria viver decentemente em nosso País? Fato muitas coisas melhoraram sim, mas tá muito longe da realidade de muitos posts que vejo na Internet. Um abraço e tudo de bom.

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 22, 2014 at 4:01 pm

Passa uma semana no interior das filipinas e a gente volta a conversar
Não nego que temos problemas, mas temos muuuuuuito mais do que a maioria dos países em desenvolvimento

Resposta
Luciana Dezembro 1, 2014 at 9:43 pm

Só não concordo com uma coisa: Chico buarque rs…. Acho ele superestimado. Sei que tem he te que vai querer me matar…Rs…

Resposta
Fabi Dezembro 5, 2014 at 12:06 pm

KKKKKKKKKKK mato não, rs mas acho mesmo o cara o máximo dos máximos 🙂

Resposta
Carla Ferreira Dezembro 18, 2014 at 3:18 pm

Tom Jobim é um gênio… eu infelizmente ainda não tenho vontade de voltar… é bem por ai mesmo “morar fora é bom mas é uma merda… morar no Brasil é bom mas é uma merda.” rsrs Parabéns pelo texto! 🙂

Resposta
Fabi Mesquita Dezembro 18, 2014 at 3:31 pm

Eu também não tinha vontade de voltar, mas a vida às vezes não nos dá escolhas, op jeito é fazer caipirinha dos limões 🙂

Resposta
Simone Francisca Janeiro 20, 2015 at 7:21 pm

Oi Fabi, estou morando pelo mundo a quase 4 anos, e a definição ficou mesmo sem definição..faço das palavras de Tom Jobim as minhas. Adorei seu texto. Beijos 🙂

Resposta
Fabi Mesquita Fevereiro 5, 2015 at 11:40 pm

Eu fiquei fora oito…tinha muita saudade, mas agora já estou com a síndrome do eterno viajante, querendo por o pé na estrada de novo rs

Resposta
Rafael Junho 20, 2016 at 8:53 pm

Fico feliz que pensem assim…assim sobra mais lugar nos países de primeiro mundo para quem quer realmente ter uma vida melhor

Resposta
Fabi Mesquita Junho 24, 2016 at 12:24 pm

Tem gente que gosta de ter uma vida melhor e gente que gosta de fazer o mundo melhor. Cada qual com seu cada qual, né?

Resposta
Bruna Pickler Junho 24, 2016 at 9:32 am

Gente, fico admirada quando conseguem achar 10 motivos bons pra descrever o Brasil! É dessa visão que precisamos. Adorei os motivos! Me deu vontade de voltar 😀

Resposta
Fabi Mesquita Junho 24, 2016 at 12:25 pm

Ah Bruna, que gostoso! Não é tudo lindo não, mas estou tendo momentos muito felizes nessa volta pra casa 🙂

Resposta
Gabys Novembro 29, 2016 at 8:42 am

Adoorei!! Estou morando nos Eua faz 1 ano e todos os dias penso em voltar p Brasil!!! pq? pq nosso país é muito rico em cultura, natureza, música, comida e gente feliz, engraçada…pq o mato tem cheiro de mato, a laranja tem mais suco, a agua da praia é quente/ morna…( ou seja aqui a agua da praia e gelada mesmo no verão, os parques lindissimos nao tem aquele cheiro de natureza e a comida n tem o mesmo sabor). Sem falar da minha família e amigos que não quero ficar convivendo via whats e video call!!! Os Eua é um país maravilhoso, as pessoas são educadas, tudo funciona perfeitamente, mas fica nisso… acho tudo muito superficial… acho q todas as mazelas q o povo brasileiro passa tornam as pessoas mais unidas, fazendo piada da vida…sem tanta encanação… definitivamente essa galera aqui (eua) pontual e superficial (pq sempre foram educadamente robotizadas) n é minha turma…e como li uma vez, é como se tivessemos uma ligacao sanguinia com o pais de onde viemos…E, claro, tom Jobim nao poderia estar mais certo… Adoro o Chico mas prefiro o Caetano e o Gil :))))

Resposta
Fabi Mesquita Novembro 30, 2016 at 4:50 am

Ah que delícia ler seu comentário! Identidade total rs
Pois é tô fora de casa de novo, chorando pra voltar! Quem sabe voltamos e tomamos uma breja gelada na beira da praia? Tomara :))

Resposta
Hernani Vatapinha Março 30, 2017 at 11:06 am

Pegou pesado com o ”graças a deus, laico”

Resposta
Fabi Mesquita Abril 11, 2017 at 10:16 pm

Ironias também são uma forma literária de expressâo ?

Resposta
Jonas Outubro 7, 2017 at 2:47 am

Eu adorei o seu texto, para mim foi extremamente emocionante. Infelizmente vc só vai conseguir atingir pessoas como nós que vivem ou viveram fora por um tempo. Estou vivendo nos Estados Unidos e tudo que falam de bom é verdade sim, mas é muito triste se ver acostumado com a tristeza e saudade do nossa familia, amigos e pais. O que falta no Brasil é mais honestidade, respeito ao próximo, organização, mas acima de tudo, falta dos brasileiros mais amor pela nação. Só vejo as pessoas reclamando e reclamando, mas esquecendo que o reflexo do pais é algo coletivo e se esse aspecto negativo vem vem vencendo é pq ele representa exatamente o que as pessoas estao tendo pra oferecer. Bom, eu ainda estou pensando em voltar, e se eu voltar quero muito estar tranquilo como vc, quero mais que isso, quero poder fazer alguma diferença. Forte abraço!

Resposta
Fabi Mesquita Outubro 12, 2017 at 12:29 am

Olá Jonas, muito obrigada por sua visita!
Entendo e abraço suas palavras, e de uma coisa eu tenho certeza, com esse coração disposto, certamente você fará a diferença que almeja 🙂

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação