BrasileirasPeloMundo.com
Casamento Pelo Mundo França

Cerimônia civil do casamento na França

Cerimônia civil do casamento na França.

Agora em fevereiro completo 4 meses de casada com um francês (que tem alma de brasileiro, mas ainda assim é francês). Quem é casada ou quem está em vias de se casar sabe o quanto pode ser exaustiva a preparação de um casamento. Quem casou ou pretende casar com um estrangeiro sabe que essa saga conta com detalhes extras que envolvem desde burocracias locais a diferenças culturais. No nosso caso, quando decidimos oficializar nossa união, me vi complemente perdida, primeiro porque estávamos na Coreia e não nos casaríamos lá, segundo porque surgiu a típica dúvida de casais de nacionalidades diferentes: onde vamos fazer o casamento?

Assim como grande parte das pessoas na mesma situação, decidimos dividir o casamento em dois momentos pra podermos comemorar nos dois países, evitando assim que algum amigo ou alguém da família que não pudesse cruzar o oceano perdesse a chance de se fazer presente nesse momento.

Como nossa pretensão desde o início era de nos estabilizarmos na França, a escolha lógica foi fazer o casamento civil por aqui e deixar o religioso pra o Brasil, até porque antes de ir embora de lá pela última vez eu morava em Olinda, que é uma cidade linda (o nome já diz) e um casamento lá é um sonho.

No começo do meu trajeto de planejamento, contei com a ajuda de vários textos super esclarecedores da internet. Um deles, aqui do site, o post da Marcella Delfraro, onde ela indica quais foram os procedimentos que seguiu pra casar aqui na França. Meu processo foi bem parecido com o dela, mas queria comentar sobre as diferenças, já que talvez alguém queira (ou precise) fazer como eu fiz. Na verdade, o objetivo principal do meu texto é falar da celebração francesa em si, mas acho pertinente, já que estamos falando de casamento, começar pelo começo, não é? Afinal de contas, não fomos direto pra comemoração e é legal dizer como fizemos até chegar nela.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na França

Como a Marcella (muito sabiamente) disse em seu post, eu reforço, comecem indo até a mairie da cidade onde vocês vão se casar. Entramos em contato com eles por e-mail – como não estávamos na França – e como casamos em uma cidade pequena onde acontecem poucos casamentos por ano (cerca de 15) e onde a responsável por casamentos e outras questões civis é super gentil, ela respondeu nossa mensagem já com a lista de documentos exigidos. As diferenças do meu procedimento para o da Marcella foram as seguintes:

1) Forma de obtenção do certificado de costume e do certificado de celibato:
Como não estava na França e não teria como encaminhar toda a documentação que era preciso por correio, resolvi agendar uma ida ao Consulado em Paris. Começamos a planejar o casamento no final de maio, voltaríamos para a França no início de julho e só consegui uma vaga para o dia 31 de julho. Quando se faz pedido de dois documentos diferentes, em teoria, temos que marcar dois horários. Então, agendei uma ida pra o dia 31 de julho e outra pra o dia 1 de agosto. Resumindo: caso vocês decidam resolver isso pessoalmente como eu, planejem COM ANTECEDÊNCIA. Conseguir uma hora no Consulado pode ser demorado. E no meu caso contei com a gentileza da pessoa que me atendeu que recolheu os documentos para os dois certificados no mesmo dia, mas pode ser que nem sempre aconteça assim.

2) Titre de séjour:
O titre de séjour é o documento francês dos estrangeiros que tem um visto diferente do de turista. No meu caso, quando estávamos organizando o casamento, eu só estava com o visto de turista, logo, não tinha um titre de séjour. Expliquei a situação na mairie e não houve problemas. Por outro lado, é preciso ter um comprovante de residência.

3) Comprovante de residência:
Como eu e o meu marido estávamos voltando do estrangeiro, não tínhamos ainda nosso cantinho aqui e estávamos morando na casa dos meus sogros, então nosso comprovante de residência foi uma conta no nome de um deles, com a cópia da documentação deles e uma declaração de punho dizendo que estávamos morando aqui.

4) Escolha da data:
Como disse antes, a mairie onde nos casamos não realiza muitos eventos, então conversamos com a responsável e fizemos uma  “pré-reserva” da data antes de entregar o dossiê. Ela perguntou mais ou menos em que data estávamos pensando, anotou e ficou de nos avisar caso antes de depositarmos o dossiê aparecesse algum outro evento para o mesmo dia que queríamos.

No final das contas, deu tudo certo e feito tudo isso, casamos na data prevista, numa cerimônia linda e ainda por cima realizada pelo meu sogro, que é conselheiro municipal e tem o direito de celebrar casamentos no lugar do(a) maire, com o consentimento dele(a), obviamente. Teve emoção pra dar e vender!

Todos os detalhes do dia D ou “jour J”, como eles chamam aqui, eu vou contar no próximo post.

Related posts

Os franceses não são antipáticos

Ana Guida

Como faço para casar na Espanha?

Susana Sawa Toledo

Feriados na França

Lilian Moritz

4 comentários

Ani Novembro 15, 2018 at 12:17 pm

Olá, estou numa situação bem parecida com a sua, meu noivo e eu moramos no exterior e iremos casar na França e morar lá.
Gostaria de saber qual a melhor opção de tirar o titre de sejour depois de casada, na França ou no Brasil?
Como casarei no período do visto de turista e o pedido só pode ser feito depois de 6 meses no mínimo.
Agradeço a ajuda

Resposta
Rosana Alcântara Novembro 20, 2018 at 6:33 pm

Oi, Aniele!
Eu voltei para o Brasil para pedir o titre de séjour. Na época do casamento também só estava com um visto de turista, duas semanas depois de casada fui a Brasília (com uma hora marcada com antecedência, claro), entreguei o dossiê com todos os documentos solicitados e fui buscar meu passaporte com o titre depois de duas semanas.
O que dizem é que a espera aqui na França é muuito maior.
É preciso considerar o investimento de ir até o Brasil para fazer o pedido, é claro, mas se você tiver pressa de ter o documento, para trabalhar, por exemplo, acho que o melhor é fazer isso lá.
Espero ter ajudado.
Bon courage! 😉

Resposta
Aniele Janeiro 6, 2019 at 3:34 pm

Olá,
Muito obrigada pela resposta, que por sinal eu não tinha visto até hoje.

Eu acho que farei o mesmo, voltarei ao Brasil para processar o visto.

Merci beaucoup!
Bonne année!!

Resposta
Janeiro 5, 2019 at 3:46 pm

Boa tarde,
Primeiramente obrigada pelas informações. Gostaria de fazer uma pergunta, vou casar no civil e na igreja na França. Meu marido disse que o casamento no civil acontece hora antes do casamento na igreja. Por gentileza, você sabe me falar se posso casar em outro dia , ou no mesmo dia, mas na parte da manhã…porque não faz sentido eu ir vestida com o meu vestido da igreja. Outra coisa, que meu boy não soube me responder, existe um traje obrigatório para o civil? Agradeço imensamente.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação