BrasileirasPeloMundo.com
Dicas para aprender idiomas França

Expressões francesas usadas no dia a dia

Expressões francesas usadas no dia a dia.

Uma das minhas paixões incontestáveis é o aprendizado de línguas. Lembro que desde pequena amava as aulas de português e esperava ansiosa as surpresas que teria durante os exercícios de análise sintática, enquanto a maioria dos meus colegas morria de tédio ou preguiça. Esse amor pela língua portuguesa amadureceu e abriu espaço à vontade de aprender outras línguas. Foi assim que, depois de alguns anos, a língua francesa chegou na minha vida pra ficar.

Leia também: Tipos de visto e residência na França

No meu texto do mês de junho, pude contar um pouco da minha história com o idioma. Hoje vou falar mais um pouquinho sobre isso. Quando tudo começou, lá em 2009, eu nem imaginava como aquelas aulas um dia mudariam minha vida, mas assim que percebi que o estudo do francês não ia ser só uma atividade da universidade, tampouco um passatempo, comecei a tomar gosto por pesquisar conteúdos além dos que acessava nas aulas pra tentar me aprofundar o máximo possível na língua. Eu tinha aulas de francês e de literatura francesa na faculdade e, junto com isso, comecei a frequentar a Aliança Francesa. Foram anos intensos, mas a paixão e o interesse que só cresciam não me deixavam cansar nem perder a vontade de um dia dominar a língua francesa. Quando falo em dominar uma língua, acredito que isso implica, antes de tudo, entender os diferentes lados que constituem e fazem funcionar essa língua enquanto mecanismo. Saber distingui-los e, principalmente, saber como e quando se apropriar de cada um deles faz parte também do nível de desenvoltura na língua. Um desses “lados” é a norma culta, as regras de gramática, de ortografia e de todos os pontos que pautam essa norma. O outro lado, que vem complementar e ao mesmo tempo desconstruir a norma culta, é a linguagem informal. Coloquialismos, gírias, jargões e tudo o que não nos ensinam logo de cara, mas que vamos aprendendo aos poucos no dia a dia. Lembro até de ter comprado um dicionário de coloquialismos e gírias que é super bacana e que guardo (e uso) até hoje com o maior carinho, é o À donf! (verlan de à fond, que quer dizer ir rápido ou fazer o máximo possível).

Leia também: Verlan, um jeitinho bem francês de falar

O que sei hoje, assim como o que continuo aprendendo, veio com bastante tempo de estudo e prática da língua, atrelados a uma curiosidade insaciável. E ainda acontece de eu ouvir uma nova gíria ou expressão e anotar para pesquisar e saber do que se trata.

Aconselho quem estiver vivendo esse processo de expansão de conhecimentos de uma língua, seja ela o francês ou qualquer outra, a fazer isso: se manter atento, curioso e aberto a continuar aprendendo.

Para ir mais longe no assunto, hoje eu quero compartilhar algumas palavras e expressões que são usadas no dia a dia pelos franceses e que eu aprendi com a convivência com eles. 

Casser les pieds

Literalmente falando, casser les pieds seria algo como “quebrar os pés”, mas essa expressão é usada mais ou menos como o nosso encher o saco. Empregada para falar sobre algo ou alguém que está dificultando uma situação, gerando incômodo ou criando problemas, ela também pode ser substantivada. Pode-se dizer que alguém é casse-pieds, para dizer que a pessoa é chata, irritante, por exemplo.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na França

Faire la tête

Mais uma expressão que, se traduzida literalmente, não faz muito sentido. Na tradução mot à mot (palavra por palavra), faire la tête seria fazer a cabeça, que, apesar de existir como expressão na língua portuguesa, não tem nada a ver com o que a expressão francesa quer dizer. No caso do francês, ela significa fazer cara feia ou, de maneira mais ampla, pode ser usada para dizer que alguém está chateado. Quando alguém pergunta: “Tu fais la tête?”, essa pessoa com certeza estará questionando se você está chateado com alguma coisa. Se alguém disser: “Il fait la tête”, ele estará afirmando que a pessoa a quem se refere não parece contente e provavelmente essa dedução vem da leitura comportamental da pessoa. Creio que por isso a ligação da expressão facial com o significado.

Se prendre la tête

Outra expressão com a palavra tête, essa com um significado bem diferente da anterior. Quando um francês diz que ele “se prend la tête avec quelqu’un ou avec quelque chose”, ele quer dizer que está preocupado com alguém ou com alguma coisa. Pode também querer dizer que está estressado, irritado ou contrariado com determinado assunto.

Tenir le coup

Em uma tradução literal, tenir le coup seria algo como aguentar o golpe, que não está tão longe da nossa expressão similar, que é segurar a barra, aguentar firme.

Etre chaud/être partant

A expressão être chaud podem ser usada de forma convencional para dizer que algo está quente, mas não é sobre esse sentido que quero falar. Os franceses costumam dizer que estão chauds para aceitar um convite, dizer que estão animados para fazer algo. Se um amigo perguntar: “On prend un verre ce soir?”, convidando o outro para uma cerveja e o que foi convidado estiver a fim, ele pode dizer “Je suis chaud!”. Nesse mesmo tipo de situação eles usam também “Je suis partant”, que me faz pensar muito no “Partiu!” brasileiro.

Manque de pot

Essa expressão quer dizer falta de sorte, azar. A expressão oposta, avoir le pot, também é usada, justamente para falar que se tem sorte.

Mine de rien

A palavra mine designa aparência e rien, nada. Sendo assim, podemos dizer que essa expressão corresponde à nossa como se nada. Quando diz-se que alguém “fait mine de rien”, essa pessoa está agindo como se nada tivesse acontecido.

Un de ces quatre

Ao pé da letra, a expressão quer dizer um desses quatro. O quatro, pelo que descobri pesquisando, faz referência aos próximos quatro dias que virão depois do dia em que a expressão está sendo dita. Dessa forma, a ideia é que o significado dela seja em breve ou um dia desses, fazendo referência a um curto período de tempo. Quando eles dizem que precisam marcar ou fazer algo um dia desses, costumam dizer “Il faut qu’on fasse un truc un de ces quatre” ou “A gente precisa marcar alguma coisa um dia desses”.

C’est nickel

Se você pensou em níquel, o elemento químico, acertou. Sim, esse é o significado literal, mas saindo da tabela periódica e vindo pra o linguajar popular francês, a palavra quer dizer perfeito, ótimo. Se amigos combinam de se encontrar e um deles propõe um horário que convém aos outros, eles podem responder “C’est nickel” ou simplesmente “Nickel”. Ou se algum serviço foi muito bem feito, eles costumam dizer que foi nickel. Então, de forma sucinta, a palavra corresponderia a algo como perfeito para nós.

Encerro o artigo de hoje aqui e espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco da linguagem coloquial dos franceses.

Até mês que vem!

Related posts

Carros antigos em Magny-Cours

Lilian Moritz

Sistema de saúde francês

Marcella Delfraro

10 coisas que não gosto na França – Parte 2

Amy-Carole Diene

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação