BrasileirasPeloMundo.com
França Natal Pelo Mundo

Diferenças entre o Natal na França e no Brasil

Diferenças entre o Natal na França e no Brasil.

Dezembro chegou, e com ele aquela fase deliciosa em que aproveitamos o friozinho (pra quem está do lado de cá) ou nos jogamos nas praias (pra quem está do lado daí), nos preparamos pra as festas e começamos a fazer o balanço do ano que passou e de tudo que almejamos pra o outro ano que vem chegando.

Cada um tem uma relação com essa fase de final de ano. Eu adoro e MORRO de saudades de viver tudo isso à la brésilienne. Essa fase de confraternização com a família e de encerramento de calendário para mim é um período de transição muito simbólico, e minha vontade de viver os últimos dias do ano do nosso jeitinho tem me deixado especialmente emotiva. Esse é o quarto ano consecutivo em que não consigo voltar para o Brasil e para aguentar a saudade tenho pensado muito sobre o lado positivo de passar esse período aqui na França. Por isso resolvi falar de algumas diferenças entre o Natal aqui e no Brasil.

Piadas do pavê à parte, muita coisa é similar nas comemorações de família por aqui. Só que hoje vou tentar contar sobretudo um pouquinho das diferenças.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na França

Calendrier de l’avent

Quando o período natalino vai chegando, todos os supermercados, lojas tradicionais de confeitaria e lojas de chocolate colocam à venda os queridíssimos calendrier de l’avent, ou calendário do advento. Este ano até a L’Occitane lançou uma versão com miniaturas dos produtos deles. São calendários, geralmente em forma de caixinha, utilizados para contar os dias até a véspera de Natal. Nos calendários de chocolate, que são os mais populares, deve-se abrir o quadradinho do dia para comer o chocolate que tem dentro. Além de ser um método bonitinho de contar os dias até o Natal, a ansiedade por comer o chocolatinho do dia é algo que me remete um pouco à infância, por isso acho uma tradição super bonitinha. Todo ano ganho um desses da minha sogra e sei o quão carinhoso é esse gesto dela.

Leia também: O primeiro Natal longe de casa a gente nunca esquece

Pinheiro natural como árvore de Natal

Sabemos bem que a decoração natalina que usamos no Brasil nada tem a ver com nossa realidade, principalmente nessa época do ano. Inclusive sou uma das entusiastas para nossa adaptação com Papai Noel de short de banho e óculos escuros, guirlanda de melancia e, como árvore de Natal, uma mangueira no lugar de um pinheiro. Como por aqui o frio é real, a decoração faz sentido. Só tem uma coisa nesse âmbito que aqui é muito comum e no Brasil não tanto: o uso de pinheiros reais como árvore de Natal. Eu, como boa questionadora e defensora do meio ambiente que sou, acho essa prática totalmente desnecessária. Diz-se que, depois de “descartadas”, as árvores são transformadas em adubo ou serragem, podendo assim serem “reutilizadas”. Há quem tente replantá-las, mas existe uma série de condições para que o plantio vingue depois de ela ter sido tirada do seu ambiente. Eu, sinceramente, não consigo ver a necessidade dessa aquisição, sabendo que hoje há inúmeras opções de árvores artificiais que podem durar uma vida se forem bem cuidadas.

Marché de Noël

Um dos costumes mais bacanas dessa época de final de ano na Europa são os mercados de Natal. A França conta com alguns dos mais famosos do mundo, como é o caso do de Strasbourg. Aqui em Paris, o mais tradicional mercado de Natal, que acontecia na Champs Élysées, não foi realizado no ano passado. A razão da suspensão do evento foi que a permissão de uso do espaço não foi renovada pela prefeitura de Paris devido ao fato de a maioria dos produtos comercializados no local serem “made in China” e de isso ir de encontro com a proposta de um evento local com artigos de qualidade ligados ao tema natalino. Este ano, ele acontecerá em novo endereço, no Jardin des Tuileries, de 24 de novembro a 6 de janeiro.

Além disso, há outras opções como o Marché de Noël de Notre-Dame, o Marché de Noël de Saint Germain des Près e, saindo um pouquinho de Paris, mas não muito longe, o Marché de Noël de La Défense.

Nesses mercados encontramos uma multitude de opções de produtos, desde decoração de Natal, até artesanatos e comida, muita comida. Churros, waffles, chocolates, vinho quente, raclette, etc. Vale a ida para ver de perto, já que a decoração costuma ser bem bonita, e para beliscar umas delícias de inverno.

Missa

Os franceses católicos, como é o caso da família do meu marido, costumam ir à missa na véspera de Natal, começando na igreja a confraternização com a família, para depois realizar a ceia e a troca de presentes.

Comida

Aqui na França, não só no Natal mas em todas as refeições importantes, sempre haverá entrada, prato principal, queijos e sobremesa. Fora os amuse-bouches (petiscos) servidos antes do jantar.

Entre as comidas de Natal daqui estão o peru recheado, como no Brasil, além de frutos do mar, salmão, foie-gras e até escargots. Tenho a sorte de ter pessoas da família que cozinham muito bem, então minhas opções vegetarianas nunca deixam a desejar.

A sobremesa clássica é a bûche de Noël, uma espécie de rocambole, que pode ter vários sabores, e até ser feita com sorvete.

Bûche de Noël. Fonte: Pixabay

A ideia principal aqui também é estar unido com as pessoas que queremos bem em torno de uma mesa bonita e bem servida.

Eu espero que você possa passar esse final de ano, seja ele geladinho ou caloroso, cercado de amor. Faz um favor pra mim? Abrace os seus, cante com Roberto Carlos, coma pavê e, se já estiver pronto, aproveita esse momento para se reconciliar com algum parente que você ama e de quem você se afastou depois das eleições.

Nascer e renascer, lembra?

Feliz Natal!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Apresentando Toulouse

Rafaela Honorato

Falecimento de brasileiros na França

Rafaela Prado

O CV ”à la française” – como construir um CV para o mercado francês

Stela d'Escragnolle Klein

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação