BrasileirasPeloMundo.com
Bélgica Dicas para abrir conta bancária pelo mundo

Como abrir conta bancária na Bélgica

Como abrir conta bancária na Bélgica.

Arrumar as malas, tomar a decisão de ir embora e despedir-se dos que ama não são tarefas fáceis. Mas, acredite, além das questões que ponderam razão e emoção, as questões burocráticas que o imigrante irá enfrentar em sua chegada devem fazer parte do planejamento da viagem. Abrir ou não uma conta corrente no exterior, ter as facilidades de cartões de crédito do país escolhido e contar com agências bancárias e serviços, como no Brasil, podem facilitar, e muito, a vida em um lugar diferente do seu. Pensando nisso, hoje trago um pouco da minha experiência e explico como abrir conta bancária na Bélgica.

Como vim para a Bélgica por um período fixo, preocupei-me apenas em ter uma conta belga para facilitar as coisas do dia a dia, como alugar um pequeno studio, ter uma certa segurança e não precisar andar com dinheiro vivo no bolso. Até aí, tudo bem. Então, ao chegar ao país, busquei informações sobre os bancos daqui, quais os documentos necessários para a abertura de uma conta corrente e, o mais importante, quanto eu teria que desembolsar, mensalmente, em tarifas. Foi quando comecei a perceber as inúmeras diferenças culturais e econômicas entre os dois países.

Abrindo conta bancária no exterior: a escolha do banco, documentos necessários e rendez-vous

20151015_185002
Na Bélgica, há uma grande variedade de bancos para escolhermos. Muitos deles também são estrangeiros; porém, como em Bruxelas, o que menos encontramos são os verdadeiros belgas. Isso é algo super normal. No entanto, como encarei desde o início minha nova moradia como a “minha pátria” pelos próximos meses, resolvi apenas buscar informações das instituições financeiras belgas.

Os bancos mais populares de Bruxelas, em minha opinião, são o ING Group, o KBC Bank, o Belfius Bank e o BNP Paribas Fortis. Suas agências podem ser encontradas facilmente nas 19 comunas, que compreendem a região da capital. Devido às facilidades de localização, acabei informando-me sobre essas quatro instituições financeiras. Os requisitos para a abertura de conta corrente comum são os mesmos: comprovante de renda, comprovante de residência e algum documento de identificação que poderá ser o seu passaporte ou a sua carteirinha comunal, caso já a tenha. Para consegui-la, é necessário comparecer à comuna de sua residência, entrar com o pedido de permanência comprovando o visto, aluguel e fonte de renda.

No meu caso, como ainda estava à procura de studio e morando em uma colocação (quarto alugado temporariamente, em apartamento de estudantes), dei como garantia meu comprovante de residência do Brasil e facilmente eles aceitaram.

Leia também: como abrir conta bancária no exterior

Bom, mas não pense que será simples chegar e abrir uma conta na hora que bem entender. Aqui no país eles têm uma política de “marcação”, ou seja, se estiver com um malote cheio de euros e resolver comprar um carro, abrir uma conta corrente, comprar uma casa ou apartamento em alguma imobiliária local ou simplesmente conversar com sua futura gerente financeira, desista; pois, mesmo com dinheiro em espécie, pode ser que não seja recebido.

Para isso, basta agendar seu encontro ou rendez-vous com “hora e data” marcadas. Bem simples e dentro dos padrões de educação e da boa e velha etiqueta. Então, já sabe! Vá até o banco, agende sua visita informando o motivo, (nesse caso, a abertura da conta) e informe-se sobre a documentação necessária para o rendez-vous. As coisas podem mudar e existem casos excepcionais, ainda mais aqui no país, onde tudo pode acontecer, inclusive os próprios órgãos burocráticos geralmente divergirem entre si, infelizmente. No dia marcado, chegue no horário e com tudo que lhe foi solicitado.

Abrindo conta bancária no exterior: tarifas

As tarifas irão depender de cada plano, claro, conforme o que já conhecemos dos bancos brasileiros. O meu caso, contratei o ING Group e busquei a conta corrente comum, com direito à poupança, seguro de vida, cobertura para acidentes pessoais e direito a um gerente de contas para gerir meus negócios. O custo foi 46 euros ao ano e, neste caso, ainda consegui uma promoção que o valor debitado foi devolvido para a minha conta corrente após 40 dias. Mas, então, qual foi meu custo real? Foi zero! Ulalá! Simples assim.

Além do mais, tarifas “normais” para nós, brasileiros, como retirada de cash nas agências, custo de manutenção e uso do cartão de débito não são cobradas. Evidentemente também posso utilizar crédito. E, para obter um cartão de crédito com limite de 1.250 euros, tem um pequeno custo anual de 20 euros.

Enquanto isso, busquei informações sobre cartões de crédito com bandeira internacional pelo Itaú SA, meu banco brasileiro, e a única coisa que me ofereceram foi um cartão de crédito com a anuidade de 217 reais. Pensando bem, 217 reais, mais IOF, mais taxa de câmbio, mais tarifa bancária, mais tarifa inventada pela instituição, já estoura qualquer forma de negociação e aceitação a esse crédito, não é mesmo?

Para quem prefere não ir ao banco e fazer tudo pela internet, inclusive a abertura da conta, aqui na Bélgica, alguns bancos, inclusive o ING Group, oferecem a conta simples com custo zero. Porém, se decidir por esse meio, você não terá direito a gerente ou atendimento em balcão e todas as suas operações serão feitas, sempre, via internet.

Essas foram as experiências que tive ao chegar aqui. Pensando bem, acho que foi mais fácil e rápido do que quando abri conta em meu banco brasileiro. Ao menos, em relação às taxas, meu bolso lá pelas bandas brasileiras anda sempre “furado” por ter que pagar tantas delas.

Au revoir!

Sites relacionados:

Fotos: acervo pessoal

Related posts

Encontrando e Mobiliando um Apartamento na Bélgica

Ana Elisa Miranda

Eficiência é tudo na Bélgica

Bruna Cely Silva

Sistema bancário no País de Gales

Daniela Pesconi-Arthur

11 comentários

Vander Dezembro 6, 2015 at 10:26 pm

Muito legal. Pretendo viajar e esse post foi excelente.

Resposta
Ana Laura Visentini Dezembro 7, 2015 at 11:40 am

Que bom que foi útil, Vander. Aqui você encontra muitas informações para a sua viagem.

Resposta
ligia Janeiro 19, 2016 at 9:18 pm

minha filha esta indo morar em Antuerpia por 6 meses e seu blog foi fundamental para nos orientar no quesito conta em banco! Vou seguir suas dicas ! Ela vai atraves de intercambio,estudar na universidade de Antuerpia e provavelmente tera as mesmas dificuldades que vc teve para abrir a conta. Vou com ela ao banco para me informar do que eh necessario para abrir a conta e agendar . Depois volto para contar como foi!

Resposta
Ana Laura Visentini Janeiro 20, 2016 at 11:09 am

Oi Ligia.

Obrigada pela resposta. Espero que sua filha tenha sucesso aqui na Bélgica, e a universidade de Antwerp é bastante conceituada. Parabéns. Bom, aqui na Bélgica é preciso muita atenção nas coisas burocráticas, cada caso é um caso. Comigo aconteceu assim, mas vindo dos belgas tudo pode acontecer, hehehe. É que o país é bilíngue, então há confusão dentro dos órgãos, e em muitos casos, um funcionário diz A enquanto o outro diz B…mas nada que com “muita paciência” não possa ser resolvido. Tive muita sorte com o ING, espero que vocês também tenham.

Volta pra contar pra gente como foi. Bjs e boa morada belga!

Resposta
Neusa Johann Setembro 21, 2016 at 8:27 am

Oi querida, estou tentando ajudar uma amiga, o filho dela precisa ir a Belgica comprar um grande maquinario
para parque de diverssoes. Ele precisa abrir uma conta bancaria na Belgica para sua mae mandar um wire, mandar o dinheiro para ele, pois nao sair por ai carregando 150 mil Euros.
Tenho ligado para bancos p pedir informacao e tem bancos q nem atendem o telefone, so deixar mensagem. unico q consegui falar foi o ING e me disseram q nao se abre conta bancaria p turista na Belgica.
Sera q vc poderia me ajudar??? tem q haver uma maneira de mandar dinheiro p a Belgica, ele nao sera a primeira pessoa q vai a Belgica fazer negocios.
Obrigada, adorei o seu blog e espero sua ajuda, vc poderia se informar para mim???

Resposta
Cristiane Leme Setembro 22, 2016 at 7:41 pm

Neusa, desculpe eu me intrometer mas achei essa história um pouco insana. Fui compradora de maquinário no exterior para o Brasil e o que se faz nesses casos é transação entre bancos. O banco no Brasil envia o valor via Swift, que é uma operação internacional, para o banco no exterior. Para isso é preciso coletar com o banco no exterior dados como IBAN e número Swift, além da identificação do banco e endereço da agência. O pagamento nesse caso é feito do banco brasileiro onde a empresa do filho da sua amiga tem conta para a empresa de onde ele vai comprar o maquinário. Não existe isso de turista abrir conta no exterior para esse tipo de transação.
Espero ter ajudado.
Abraços

Resposta
joao Outubro 6, 2016 at 7:41 pm

eu tenho tudo certinho da minha conta na belgica como faço para trasferir para minha conta no brasil ataú

Resposta
Alexandre Janeiro 8, 2018 at 7:25 pm

Olá. Muito bom seu post. Excelentes dicas. Eu estou indo morar na Bélgica e gostaria de contatar uma empresa que aluga studios. Eu vi que você chegou a morar em studio. Você tem nome dessa agência? Tem como recomendar alguma?

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 9, 2018 at 2:20 pm

Olá Alexandre,
A Ana Laura Visentini parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Bélgica que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Manacé VERTUS Maio 13, 2018 at 4:59 pm

Ana laura vissentini, eu posso te dar o meu número de whats app para te pedir algumas informaçoes sobre a belgica por favor? Achei muito interesante suas dicas. Já agradeço!

Resposta
Liliane Oliveira Maio 14, 2018 at 1:32 pm

Olá Manacé,
A Ana Laura Visentini parou de colaborar conosco, mas temos as colunistas Elisa Penna e Marcela Bueno na Bélgica que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação