BrasileirasPeloMundo.com
Suíça

Como é a chegada do inverno na Suíça

foto: www.minhasuica.com

Como é a chegada do inverno na Suíça?

O frio chega discretamente na Suíça, primeiro esfriando as noites e refrescando os dias até que de repente, fica tudo frio. Muito frio e por um bom tempo.

Existe, porém, uma transição interessante, além de muito preparo das pessoas e da natureza, para a chegada do longo inverno.

Pássaros

Uma das coisas que mais chama a minha atenção é a debandada dos pássaros, ainda no outono. Quando o frio começa a chegar, eles se agrupam disciplinadamente fazendo uma barulheira típica de quem se despede. Partem então em revoada para o sul.

Vivendo na Suíça, aprendi que quando os pássaros se vão o frio realmente chega. O inverno é invariavelmente mais silencioso, com poucos pássaros cantando. A gente se acostuma sem eles. A gente se acostuma com tudo.

Mas bonito mesmo é quando os pássaros recomeçam a serem ouvidos novamente, lá na primavera. Eles voltam anunciando temperaturas mais amenas e avisando que os dias de frio finalmente estão contados.

Leia também: 10 pratos suíços além do fundue

foto: www.minhasuica.com
foto: www.minhasuica.com

Cores

As cores do outono, com árvores espetacularmente coloridas, somem, deixando caules marrons, quase sem vida.

As pessoas também perdem cores, nas roupas e na pele. O suíço, geralmente discreto para se vestir, abusa mais das cores no verão. No inverno, predomina o preto, o cinza, o marrom.

Os dias encurtam. Amanhece mais tarde. Escurece mais cedo. O escuro da noite predomina, vencendo as cores do dia.

Até que chega a neve e traz aquele branco intenso que contrasta maravilhosamente bem com os dias de céu azul. Aprendi que as cores se escondem lá em cima, no alto das montanhas.  Lá os esquiadores também abandonam o escuro e se colorem. Quando canso do monocromático, é pra lá que eu vou.

Leia também: como abrir conta bancária na Suíça

Vida rural

Nas fazendas o feno já é enrolado no verão, planejando o alimento dos animais para quando a neve tomar conta de tudo.

No outono, os animais descem das montanhas e são recebidos com uma festa típica chamada Désalpe, descendo dos Alpes.

No inverno os animais ficam confinados. Muitos dos pastos gelam. A vegetação adormece. A neve cobre tudo.

Achados e perdidos

No Brasil, a combinação do frio com a umidade e a falta de ambientes aquecidos, faz com que o frio seja percebido como mais intensidade. Na Suíça, como quase todos os lugares têm aquecimento, é um tal de pôr e tirar roupa que não acaba mais. Eu costumo brincar que sinto mais frio no inverno de São Paulo que no daqui.

Acontece que cada vez que se entra em um local, a gente tem que abrir as roupas, afrouxar o cachecol, retirar luvas e gorros. É fácil perder algo e nem perceber.

Acho charmoso que, quando os suíços encontram objetos pelas ruas, penduram em um lugar visível, para que o dono possa reencontrar. Já achei uma meia de ginástica que perdi pendurada em uma árvore em um parque que passei. É genial.

Tentações

As comidas ficam mais pesadas no inverno. As saladas comidas nos terraços ensolarados dão espaço a deliciosas sopas, degustadas não só no jantar como também nos almoços. Batatas, queijos e pães são combinações calóricas bastante presentes nos fondues e raclettes, pratos típico daqui, geralmente acompanhados de um bom vinho.

E tem também aquele chocolatinho, reconhecido como um dos mais deliciosos do mundo. “Só um pedacinho”. “Já que abri, tem que acabar”.  Ah, o inverno é realmente tentador.

Como o corpo gasta mais calorias para se manter quente, é aceitável consumir um pouquinho mais no inverno. E é justamente aí que mora o perigo. Ficamos mais permissivos e esquecemos que quando a gente abre a guarda para tentações diárias, depois é difícil fechar.

Esportes

Demorei a entender que muitos esportes são sazonais. Na minha cabeça de brasileira quem joga tênis, joga tênis. Não, tênis aqui é esporte de verão.

As pessoas geralmente têm o esporte de verão e o de inverno.  E tem gente que consegue ser bom nos dois.

Golfe e esqui.

Hiking e snowshoes, ou andar nas montanhas e andar na neve com raquetes.

Vela e snowboard.

O importante para o suíço é se mexer, sempre.

Segurança

Não trocou os pneus do carro e entrou em um acidente? A culpa é sua. E pior, seguro não cobre.

A neve do teto do seu carro voou e bloqueou a visão do carro de trás? Você é o responsável.

Seu encanamento congelou? Sinto muito!

Trocar os pneus de verão para inverno. Cobrir plantas e móveis do jardim. Cortar arbustos. Tirar a neve das calçadas. Limpar a neve dos vidros do carro. Tirar a neve do teto dos carros. Desligar a água do jardim. Esvaziar mangueiras.

A lista de preparação é extensa, mas se você resolver ser esperto, ou displicente, o problema será sempre seu.

A vida continua

Diferente do que sempre imaginei, o frio não é restritivo para ninguém. As pessoas continuam a ir ao supermercado, a passear na borda do lago, a trabalhar e a visitar amigos. O que muda é a maneira de se vestir.

Me delicio ao ver pessoas realmente idosas caminhando com passos pequenos e lentos, muitas vezes auxiliadas por seus andadores, seja no inverno, assim como no verão.

Cachorros caminham diariamente com seus donos, independentemente de neve ou de ventanias cortantes.

Bebês acompanham seus pais dentro de seus carrinhos, mesmo nevando.

Os suíços conhecem e convivem com as quatro estações. Sabem que a vida tem que continuar, e que continua.

Related posts

Por que a adaptação em outro país é tão difícil ?

Janaína Abreu

Como transferir a carteira de motorista na Suíça

Janaína Abreu

Dicas para quem vai visitar a Suíça

Silvia Marques

1 comentário

Jose Dias Outubro 9, 2017 at 8:03 pm

A Suíça é o país mais seguro no Mundo tem tudo trabalho segurança para todos na área da saúde é o melhor que há paga- se muito mas está seguro há respeito vive com dignidade em Portugal por exemplo subrive-se eu pessoalmente gosto muito da Suíça você se trabalha na Suiça pode comprar o que lhe apetece porque o seu ordenado é suficiente para tudo ok

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação