BrasileirasPeloMundo.com
Criando Filhos Pelo Mundo Espanha

Como escolher escola em Barcelona

Seguindo a temática infantil, no mês passado escrevi sobre como é morar em Barcelona com crianças.

Hoje, em clima de volta às aulas, contarei um pouco sobre o sistema educativo na região da Catalunha, com algumas dicas para quem vem morar aqui com crianças.

O ano letivo na Espanha – e imagino que na maioria dos países do hemisfério norte – começa em setembro e vai até junho.

Há uma parada, tipo as férias de inverno entre Natal e Ano Novo e uma semana de férias na Páscoa, porque a Semana Santa na Espanha é coisa séria e muito comemorada.

O sistema educativo público na Catalunha é considerado um sistema de boa qualidade. No entanto, antes de chegar feliz da vida, matriculando seus filhos recém-chegados a uma escola do sistema educativo público, tenha em mente que ele terá 75% das aulas no idioma catalão.

Sim, parece uma loucura, estamos na Espanha, mas a língua prioritária é outra. Por experiência própria, antes de criticar é bom darmos uma olhadinha na história do povo local.
A língua catalã é tão antiga quanto o espanhol ou o português, mas sofreu várias proibições de uso ao longo da sua história. Somente em 1977 com o fim da ditadura franquista, o governo catalão reassumiu o poder na sua região e a partir de 1983, foi instituída a Ley de Normalització Linguística, que entre outras ações de promoção da língua, instituiu a língua catalã nas escolas desde a educação infantil.

Independente dos conflitos internos entre governo nacional e governo local sobre o uso do catalão, assunto para outro post, é bom levar em consideração a questão linguística.

 

No entanto, lembremos que há aulas de acolhida linguística para as crianças para a prática do catalão, que este é uma língua latina e que acima de tudo, crianças tendem a aprender tudo mais rápido que nós, adultos. Ou seja, a questão linguística não deve ser vista como um impedimento.

Na escola pública catalã as crianças são, no mínimo, bilíngues. Filhos de brasileiros ou portugueses por exemplo, falarão catalão, espanhol e com “aquele” esforço da nossa parte, o português.

Barcelona, por ser uma cidade com um número alto de imigrantes, apresenta um cenário multicultural de dar inveja, e nas escolas não é diferente. Normalíssimo ter na mesma turma crianças espanholas não catalãs, árabes, latino americanas, asiáticas, etc. É bonito de se ver!
Mas claro, se você é mãe, vai querer preparar o terreno antes para que seu pitoco sofra o mínimo possível as “dores” da adaptação. Normal. Conto pra vocês alguns dados interessantes sobre as escolas daqui:

– A Generalitat de Catalunya possui um departamento de educação que ajuda você a encontrar uma escola de acordo com o bairro onde você mora. Lembre-se que cada bairro possui seu(s) parque(s), seu centro cívico, sua academia, entre outras atrações, públicas e privadas. Matricular seu filho no bairro onde mora faz com que ele se acostume a encontrar os amigos na escola em outros ambientes sociais e assim se adapte mais facilmente.

– O horário escolar vai das 9h às 16h. As crianças podem comer na escola ou não e esse serviço de refeições é pago. Existem bolsas para as famílias com dificuldades financeiras, tanto para o “comedor” (as refeições), como para livros didáticos. Depois desse horário, há diversas atividades extraclasse que os mantém ocupados, geralmente, até às 17h45. Há atividades para todos os dias, mas cuide para não estressar seu filho com tantas aulas.

É bacana ter tanta oferta por um preço acessível (as atividades extraclasse também são pagas, mas os preços são em média 100 euros por trimestre, o que torna tudo mais possível). No entanto, especialmente em período de adaptação, observe se não são compromissos demais.

– Receba de forma positiva o catalão na sua vida. Parece brincadeira, mas a atitude dos pais frente a um idioma exerce uma influência importante sobre a aprendizagem dos filhos. Lembre-se que todas as comunicações escolares são nesse idioma, a escola quer e precisa transmitir essa língua e cultura e se você faz parte desse sistema, abrace. Aprenda pelo menos um pouco para que possa ajudá-lo com as tarefas e para que ele também veja que o empenho vem de todos, não somente dele. Essa é uma opinião pessoal baseada em minhas experiências com crianças filhas de estrangeiros aqui.

Por outro lado, se você vem de passagem ou ainda não está a fim de engolir esse sistema (porque sim, é goela abaixo, como se diz na minha terra) , há muitas escolas internacionais que embora ensinem o catalão, este não será o idioma prioritário. Obviamente essas escolas são privadas e bem pagas (mínimo 500-600 euros ao mês).

Espero ter dado uma ideia para você que vem com seu filhote pra cá. Como professora, só posso dizer que eles se adaptam mais rápido que nós e costumam crescer felizes por aqui.

Até a próxima!

Related posts

Pratos típicos espanhóis

Juliana Bezerra

Dicas para aprender espanhol

Lisa Marie Afonso

ETIAS – A nova autorização para entrar na Europa

Mel Barbieri

4 comentários

Amilson Lourenço Setembro 18, 2016 at 8:12 pm

Quero passar um ano em Barcelona para minha filha, que fará 11anos em novembro 2016, estudar o currículo regular e também inglês. Ela terminará em dezembro o quinto ano e iniciarä o sexto (correspondente ao antigo ginásio) no início de 2017.
Vi que o ano letivo em Barcelona começa em setembro; por isso, imagino que é melhor irmos nesse mês. Iremos eu, minha esposa e minha filha.
Dúvidas:
– minha filha terá de estudar catalão aqui no Brasil antes de irmos?
– é possível pagarmos boa Escola privada e morar em um bom local próximo à escola, em apartamento de 2 quartos, gastando um total de 4.000,00 euros por mês, incluindo todas as despesas com moradia, supermercado, água, luz, gás, Telefone, internet, transporte, demais taxas?
Você recomenda eu levar adiante meu plano? Ou seria melhor Roma.
Tenho 50.000,00 euros disponíveis para isso.

Resposta
Adriana Inglez Outubro 12, 2016 at 9:10 pm

Oi tudo bom , EXCELENTE materia, parabens
Vc Saberia me dizer a respeito de criancas com necessidades especiais, como funciona?
Tenho um Filho c autismo e estamos pensando em mudar Pra Valencia Ou Barcelona
Hj mora. Em Londres e Eles tem classes especiais dentro da escola normal
De tiver alguma dica agradeco

Resposta
Daniel Abril 29, 2019 at 10:52 am

Olá Juliana
Há escolas bilingues português/catalão ou portugues/castelhano em Barcelona ? Obrigado

Resposta
Liliane Oliveira Abril 29, 2019 at 4:57 pm

Olá Daniel,
A Juliana Azevedo Gomes, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação