BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Visto de estudante na Espanha

Hoje contarei um pouco sobre a experiência de ser e ter visto de estudante na Espanha e tentar mudar o visto para poder trabalhar.

Sabemos que Brasil e o continente europeu têm boas relações diplomáticas e que qualquer brasileiro pode vir para cá fazer turismo por até 90 dias sem necessidade de visto, certo?

No entanto, às vezes queremos mais do que estar por pouco tempo viajando, e se você deseja fixar residência na Espanha, precisa saber quais são as formas legais de ficar aqui. O número de pessoas em situação irregular ainda é grande. A velha história de colocar uma mochila nas costas, ir ganhar o mundo e ver o que acontece é bonita na poesia, mas a realidade é bastante dura.

Antes de ir se aventurar a morar por algum país, é importante conhecer seus direitos e também deveres, pois esta é a melhor forma de evitar problemas. Nem sempre as informações são claras (eu diria que quase nunca), e como é bom quando entendemos o processo desde seu inicio até o fim.

Na Espanha, estudantes têm direito a um visto que vale inicialmente por um ano (conheça os requisitos) e podem trabalhar no máximo 20 horas semanais. Se você vem pra estudar e voltar, tudo perfeito, nem as bolsas de trabalho oferecidas pelas universidades e os estágios remunerados ultrapassam este limite. Você vem, estuda e, se tem disposição (ou necessidade), ganha seu dinheiro e depois volta para o seu país.

Às vezes, sim. Mas nem sempre os planos saem como pensamos e, de repente, vem aquela vontade de trabalhar e viver melhor, ou então de não ter data certa pra voltar e ir fazendo sua carreira no exterior, e então, vem aquele dilema: Como viver em outro país legalmente e com direitos trabalhistas assegurados, como se estivesse no Brasil?

Bom, na minha opinião, o “como se estivesse no Brasil”, pode esquecer. No momento em que saímos do nosso país, somos estrangeiros, e, portanto, diferentes. Isso não significa que estaremos sempre em desvantagem, mas não podemos nos iludir pensando que tudo será fácil. Temos que ser muuuuito bons para conseguir nosso lugar ao sol. E essa busca começa com uma situação regular, onde você esteja em condições de reivindicar seus direitos de cidadão, mesmo sendo estrangeiro.

No caso de um estudante, há duas maneiras de mudar o visto:

A primeira é que, se uma empresa quer contratar você, ela faz um contrato e apresenta uma série de documentos comprovando que tem condições financeiras, ao mesmo tempo em que justifica sua contratação como estrangeiro. O processo custa em torno de 300 euros, tem validade inicial de 1 ano e depois o visto deve ser renovado a cada 2 anos, de acordo com alguns requisitos. Com este novo visto, você tem permissão para trabalhar e morar na Espanha.

Outra opção, mais econômica, porém, com mais requisitos, é o Arraigo.  No caso de arraigo, qualquer pessoa – não só estudantes – que viva na Espanha há mais de 3 anos e possua um vínculo familiar, ou um contrato de trabalho, pode solicitá-lo. No caso de viver na Catalunha,  será necessário apresentar um certificado do curso de catalão e realizar uma entrevista nos dois idiomas (espanhol e catalão). Esta entrevista, em conjunto com váaaaaarios documentos, comprovará que você está vinculado de alguma maneira à sociedade catalã-espanhola (daí vem o nome do visto, arraigo), participando de eventos, projetos ou cursos realizados aqui.

P3050229

Com esse informe em mãos, você seguirá o processo de solicitação de visto. Se o vínculo for familiar, o visto será apenas de residência, e se for a partir de um contrato de trabalho, será de residência e trabalho.

Assim como o primeiro, é renovável a cada 2 anos até que se cumpram 5 anos de residência com este visto. Depois disso, (nas leis de hoje, é importante dizer, porque pode mudar), o visto já será permanente (Viva!). Este trâmite custará, em média, 80 euros. Mais barato, porém, exige mais documentação.

Seja por uma via ou outra, esses são os caminhos que nos permitem sair da condição de estudante para a de um profissional, com  todos os direitos trabalhistas que um espanhol também tem (Isso é bom!).

Os processos em geral demoram entre 2 a 4 meses desde o seu início até a retirada da nova identidade. Tudo é feito com horário marcado e este nem sempre é fácil de conseguir. Sugiro fazer uma “check list!”, já que é grande o volume de documentos a entregar, e toda essa burocracia pode dificultar e atrasar o processo. Esquecer um documento no dia da consulta na “estrangeria” infere pedir outro horário, que muitas vezes leva semanas. O ideal é reunir toda a documentação já antes da solicitação inicial para não perder tempo.

Enquanto o visto está sendo tramitado, você renuncia à condição de estudante e espera que aprovem o novo visto. Se precisar viajar nesse período, é necessário solicitar uma autorização de regresso à Espanha, já que sua identidade de estudante não será válida a partir do momento em que você entra com a solicitação de um novo visto.

Eu, que sou muito preocupada com essa questão de documentos, gosto de fazer tudo certinho e recomendo atenção a esses trâmites legais. E se podemos viver melhor, por que não tentar?

Até a próxima!

Related posts

Nacionalidade portuguesa atribuída a netos de portugueses nascidos no exterior

Emellin de Oliveira

Como conseguir a residência para a cidadania italiana

Farah Serra

Nova Zelândia vai cobrar visto e taxa de turismo a partir de outubro 2019 

Rosana Melo

6 comentários

Welington Abril 1, 2016 at 2:21 pm

Meus parabéns pela dedicação, morei em Londres por 15 meses, e estou com uma vontade imensa de sair do País novamente.
Boa sorte Juliana que você conquiste seus sonhos. Muito obrigado pelas informações postadas, é de grande importância para os aventureiros que estão buscando sair do País.
Um forte abraço.
Wellington A.

Resposta
Ana Victoria Abril 7, 2016 at 12:04 pm

Bom dia!

Fui contratada por uma grande empresa em Barcelona. Já saiu a autorização do ministério e já estou no Brasil com ela em mãos. Devo ir ao consulado solicitar o visto em 15 dias. Nesse momento, o trâmite não é feito mais pela empresa e sim por mim, e estou muito ansiosa porque apesar de ter todos os papéis, não sei como é a abordagem dos mesmos.
Nessa fase, de visto de trabalho, é possível o consulado negar o visto? É comum? Mesmo com a autorização?

Resposta
CLARISSA Julho 11, 2017 at 5:20 pm

Boa tarde!

Essa troca do visto de estudante para um visto de trabalho, obedecendo todos os requisitos, pode ser feita na Espanha ou tenho que voltar ao Brasil para fazer essa solicitação?

Resposta
Luisa Agosto 29, 2017 at 5:58 pm

Olá!
Atualmente moro em Barcelona e tenho visto de estudante, estou fazendo estágio que provavelmente me renderá um contrato de trabalho, a minha dúvida é, esses procedimentos que você postou ainda estao em vigor? Porque me disseram que eu deveria estudar por 3 anos antes, para aí a empresa me dar um contrato de trabalho, a não ser que eu volte p o Brasil e aplique o visto de lá… você saberia me informar?
Muito obrigada!!!

Resposta
marcos Fevereiro 12, 2019 at 10:32 pm

Olá, Juliana, tudo bem?

Queria te perguntar se é possível mudar o visto de turista para o de estudante estando na Espanha. Tenho o plano de ir a Valencia mas não achei nenhum curso ainda. To meio perdido, qualquer ajuda será bem vinda! Agradeço desde já!
Esse é meu email [email protected]

um abraço
marcos

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 13, 2019 at 2:01 pm

Olá Marcos,
A Juliana Azevedo Gomes parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação