BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Turismo Pelo Mundo

O verão nas Ilhas Baleares

Como já mencionei em quase todos meus textos do blog, a estação que mais gosto e aproveito é o verão. Morar perto do mar mediterrâneo, com a grande maioria dos dias ensolarados, é uma delícia. É como morar onde as pessoas tiram férias. Ops, é como não. É isso mesmo. Embora sendo louca por praia, a verdade, é que depois de algum (pouco) tempo, você cansa de disputar um espacinho na areia com os turistas, e conhecendo melhor a Espanha, vai percebendo que há muitos tesouros a descobrir além praias urbanas da região da Catalunha.

Pois junho está aí, muita gente pensa em vir à Espanha e hoje vou relatar minha experiência com as Ilhas Baleares. A menos de uma hora de avião de Barcelona, são lugares que vale a pena conhecer!

As ilhas baleares (Illes Balears em catalão) são um arquipélago do Estado Espanhol, onde o espanhol e o catalão são as línguas oficiais. Dentro deste arquipélago, encontramos como principais ilhas a famosa Ibiza (Eivissa, nome original em catalão), Formentera, Mallorca e Menorca.

Com exceção de Mallorca, que ainda não conheço, falarei um pouco das três ilhas onde estive e que, sinceramente, são difíceis de classificar entre melhor e pior. São todas diferentes e maravilhosas!

Menorca 3
Entardecer em Ciutadella – Menorca

Menorca é uma ilha de 700 km². É considerada reserva da biosfera pela Unesco. E não é pra menos: Menorca não tem apenas areias brancas e águas cristalinas, mas muito verde e pequenos animais por todos os lados, especialmente nas zonas menos urbanas. É um dos destinos preferidos para o turismo familiar, pois as praias em geral são muito tranquilas. Claro que um agito pela noite você encontra em Ciutadella, a cidade mais povoada e que abriga dezenas de bares, restaurantes, feiras de rua e também discotecas. Há hospedagens para todos os gostos e todas as estrelas.
A forma mais comum de chegar a Menorca é pelo aeroporto de Mahon ou ainda de navio, através dos cruzeiros pelas ilhas do mediterrâneo.

Ibiza 4
Cala Saladeta – Ibiza

Engana-se quem pensa que Ibiza é destino de festa e ponto. Eivissa, seu nome original em catalão, tem 571 km² de pura natureza. E as festas? Bom, claro que os DJ’s mais famosos do mundo tocam lá, as discotecas estão cheias e há jovens bem e mal comportados. No entanto, quanto mais ao norte da ilha, menos bagunça e mais natureza se encontra.
Além das praias, vale o passeio pela Dalt Vila (alta vila), a zona alta e mais antiga, onde estão as muralhas da cidade; tem uma vista maravilhosa e foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em virtude da sua riqueza cultural.
Ibiza tem o custo um pouco mais alto que Menorca em função da fama. E queee fama! Você encontra gente de todas as nacionalidades por lá. Mas não deixe de conhecê-la porque você não gosta de agito. Alugue um carro, hospede-se longe da zona de Sant Antoni de Portmany onde há mais movimento e conheça toda a ilha tranquilamente.
Para chegar a Ibiza, assim como Menorca, vá de avião (há muitas ofertas de voos de todos os países, especialmente a partir do mês de maio) ou então aproveite as férias e faça um cruzeiro

Ibiza 3
Dalt Vila ao fundo – Ibiza

A menina dos (meus) olhos, Formentera, é um pequeno paraíso. Com apenas 83 km², um litoral de 69 km e menos de 12.000 habitantes, está ao sul de Ibiza e possui as águas mais cristalinas que já vi.

A areia é branca e fina e há praias com e sem ondas. Para chegar em Formentera, a única opção é via marítima. Há saídas a cada 30 minutos do porto de Ibiza em direção ao porto de La Savina, em Formentera, ou ainda saídas de Barcelona ou Valencia. Esta companhia faz esses trajetos.
Ao chegar ao porto, nada de carro. O melhor é alugar uma moto e sair desbravando as praias. Prática comum na região, é fácil e pouco burocrático alugar uma. Quando você desce do barco já verá várias empresas com o contrato semi preenchido para você assinar e pagar. Além de ser fácil de estacionar, a moto é econômica e permite viver uma aventura diferente, especialmente para quem não está acostumada, como eu.
Assim como as outras ilhas que citei, Formentera é Patrimônio da Unesco. Nesse caso, é em função de uma planta, a posidonia oceânica  que cria uma espécie de floresta embaixo d’água que favorece a manutenção da biodiversidade marinha existente.

Formentera 2
Platja de Migjorn – Formentera

Embora Formentera pertença ao Estado Espanhol, é fácil pensar que você se enganou e foi parar na ilha de Sardenha. Isto porque é grande (mesmo!) a concentração de italianos na ilha. No entanto, ratifico que com tanta natureza protegida, a ilha é feita para descansar, ler, dormir, boiar… o que você quiser…com tranquilidade. O agito, deixe para a volta, em Ibiza.
Essa exclusividade tem um preço e ele é ainda mais alto que nas outras ilhas. Hospedar-se em Formentera pode ser bem caro, mesmo em hotéis pouco luxuosos. Eu recomendo a estada em Ibiza e um passeio de um dia (ou dois) por Formentera.
Espero ter dado uma ideia do que pode ser seu verão pelas ilhas baleares. Organize o calendário, orçamento e suas malas! Eu garanto que você não se arrependerá!
Até a próxima!!

Related posts

4 castelos para conhecer perto de Praga

Isadora Costa

Pontos turísticos da Cidade do Cabo

Eloah Ramalho

5 qualidades brasileiras que encantam

Lisa Marie Afonso

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação