BrasileirasPeloMundo.com

Related posts

O melhor lugar para provar os sabores exóticos de Bogotá

Dani Torres

Paradoxos argentinos

Fabi Lima

Transporte público em Medellín

Jamille Morais

3 comentários

Giovanna January 22, 2018 at 6:12 pm

Fiz a mesma coisa ao me mudar para a Irlanda: vendi carro, móveis, eletrodomésticos, roupas, livros. Meu pensamento sempre que via algo sendo entregue era: estou deixando um pedaço de mim com cada uma dessas pessoas. Fiquei mais leve e mais feliz também, uma das melhores experiências que tive. Percebemos como compramos coisas sem utilidades. Hoje penso duas vezes antes de comprar algo novo. Amo a vida minimalista !

Resposta
Ggggg January 23, 2018 at 11:25 am

LEgal seu texto, mas qdo vc eh expatriada com ajuda financeira da empresa são outros quinhentos. Já morei em outros e a empresa sempre paga a mudança, cada móvel
Que tenho representa a minha história , minha vida. O mais difícil acho que eh morar em outro país sem
Ajuda nenhuma, ou seja , ter que começar do zero. A Colômbia praticamente eh o quintal do Brasil e não muda quase nada além do idioma. Morar em países de primeiro mundo eh bem mais complicado.

Resposta
Cleiva January 23, 2018 at 3:13 pm

Estou vivendo exatamente esse processo, desapegar! Mas já sou totalmente desapegada, tenho que tomar cuidado pra desapegar em excesso. ?mas decidimos doar aos amigos ou emprestar o longo prazo, caso algum dia voltarmos ao Brasil.
Dia 15/2 embarcamos pra Hamburg, Alemanha.

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação