BrasileirasPeloMundo.com
Suíça Transporte de animais pelo mundo

Como levar e regularizar seu cachorro na Suíça

Como levar e regularizar seu cachorro na Suíça?

Era uma vez dois vira-latas pulguentos, sarnentos e sem lar. Um deles com 3 patas e meia. O outro com apenas uma orelha em pé. Hoje, ambos tem passaporte europeu. Opa, europeu não. Suíço, meus amigos!

Esses dois não fisgaram um milionário, mas acharam um casal de patetas que vendem um órgão por eles e – claro – carregam mais duas bagagens peludas quando vão mudar de país. Essa é a breve história de Peró e Raposinha, meus dois vira-latas metidos a shih tzu.

Do Brasil ao Chile. Do Chile à Suíça. Nas duas mudanças eles foram conosco. Até que chegaram em terras europeias e, hoje, tem a vida que pediram a Deus. Apesar do frio, a Suíça é um país que trata muito bem seus animais. As leis, os mecanismos de controle e até os impostos são pensados para garantir o bem estar do pet. Quer entender melhor?

 

Trazendo seu animal para Suíça

Esse tema merece um post a parte, mas por enquanto vou deixar aqui um link oficial com todos os detalhes, passos, documentos, etc. O animal deve ter um microchip e só pode viajar em caixas específicas para transporte de pets. A descrição de tamanho máximo, tipo ou outra informação quase sempre está no site da companhia aérea que você escolher.

Uma dica de amiga? Se puder, contrate uma empresa especializada no transporte de animais. Faz toda a diferença. No meu caso, eles providenciaram toda a documentação, marcaram os voos e até planejaram um roteiro que minimizasse as longas horas de voo. Os cachorros fizeram Santiago – Nova Iorque (onde pernoitaram) – Zurique. Esses dois conhecem NYC e eu não. Revoltante.

Folheto

Ao chegar – cadastros e imposto

Bom, aí começam as “regrinhas” suíças. Ao chegar, os pets precisam ser registrados no Veterinary Office do próprio cantão. No meu caso, Basel. Uns dias depois você recebe a “dolorosa” pelo correio. Isso mesmo, meus amigos. Aí começam os impostos suíços e, até pra ter um pet, você precisa pagar. Para o primeiro cão, 160 francos por ano (aprox. R$ 380). O segundo? O dobro. Mais 320 francos! Até hoje ninguém conseguiu me explicar o porquê desse valor para o segundo animal. Alguns dizem que o governo pretende desestimular que você tenha muitos pets. Tenho medo de perguntar quanto seria o terceiro!

Junto com a continha, recebemos também um guia de responsabilidade (tipo um manual de boas maneiras) e uma medalhinha de identificação, que deve ser presa na coleira do animal.Tá pensando que acabou? É claro… que não!

Você ainda precisa registrar seu pet no Anis, uma espécie de cadastro nacional dos animais de estimação. O cadastro (25 francos = R$ 60) pode ser feito em qualquer clínica veterinária e é lá que os dados do dono ficarão registrados no número de chip do animal. Se um cachorro se perder, a pessoa que encontrá-lo deve levá-lo a qualquer clinica veterinária. Lá eles fazem a leitura do número de chip e localizam os dados do dono.

A parte mais legal desse registro no Anis é que cada animal recebe um Passaporte Suíço. Na verdade, é uma carteira de vacinação mais chique e vem até com uma foto simpática do pet.

Identificacao

De volta à escola

Em 2008 entrou em vigor a lei que exige formação para donos de cães. Se você pegou seu cachorro a partir desta data, deverá fazer um curso teórico (se for o 1º animal da sua vida) e prático. Como nosso cão mais novo é de 2009… adivinha? O cursinho prático é obrigatório e levamos mais uma pequena paulada de 150 francos (aprox. R$ 360). O curso prático é na verdade um treinamento, para o cão e seu dono.

Passaporte canino

Caro? Muita regra?

Pode até ser, mas eu concordo e faço questão de cumprir cada passo. Tudo isso evita que cães e gatos caiam nas mãos de donos irresponsáveis ou daqueles que decidem adotar/comprar apenas por impulso. Com tanta burocracia, só tem um pet aquele indivíduo que realmente ama e está disposto a se comprometer com o animal.

Related posts

O perigo dos carrapatos na Suíça

Mel Barbieri

O que fazer com mil dólares na Suíça?

Lúcia Bastos

Suíça x Brasil – Copa 2018

Janaína Abreu

41 comentários

Ana Cristina Kolb Janeiro 29, 2014 at 1:28 pm

Chris adorei seu post! heheheheh muito bom! Eu como não tenho animais, não sabia deste protocolo, mas muito chique seus cãozinhos, tao mais chique aqui que gente no Brasil hehehehheheh mas concordo com voce em numero gênero e grau, se alguém decide ter um animal, de saber que existe um compromisso e serio, com o animal e com a sociedade onde voce vive com o animal, imagino que voce dara continuidade a este post, pois pelo que parece este foi so uma entrada no assunto, que parece ser bem servido, com direto a entrada, prato principal e sobremesa! rsrsrsrr vacinas, alimentação, seguro de saúde, assistência social e inclusive ameaça de perder o animal caso este não atenda aos previstos compromissos, como visita ao veterinário pra check up, seguro no caso de danos a terceiros, o que acontece se o animal ataca alguém, e pra quem não colhe as fezes dos bichinhos em lugares publico, tem multa? podemos reclamar baseado no numero da paquinha de pescoço? heheheheheh Bjus querida e muito bom parabens pelo post! Namasté

Resposta
Chris Janeiro 30, 2014 at 5:13 pm

Isso aí, Ana! esse assunto realmente pode gerar outros posts! boa idéia, vou fazer uma trilogia “pets na suíça” !! rs
bjão

Resposta
Fernanda Franco Janeiro 29, 2014 at 7:28 pm

Christiane, seu texto me fez rir. Achei muito doida toda essa burocracia com os caezinhos. Coisa de pais rico mesmo, burocratico, com mais um diferencial contrastando com a lastimavel condicao que se encontram AINDA muitas criancas em paises pobres, sem educacao, sem saneamento basico, ou infra estrutura para sobreviver nesse mundo injusto. Nao quero nem mencionar as condicoes dos caes…..ja vi tanta reportagem que me deixaram deprimida. Enfim, nada contra o seu carinho com os seus caes, acho isso muito valido e quem dera todos fossem como voces ai. So fico indignada com tanta desigualdade nesse mundo! Beijos e mais uma vez, adorei o texto, super gostoso de ler e amei as fotos dos babies! xxx

Resposta
Chris Janeiro 30, 2014 at 5:15 pm

Oi Fernanda! pois é… muita burocracia mesmo, mas por outro lado é tudo muito fácil e rápido de resolver. Então acaba não “enchendo tanto o sacão” e facilitando a vida de quem quer seguir as regras.
Obrigada pelos elogios ao texto e principalmente aos babies! =)
bjão

Resposta
Tati Sato Janeiro 29, 2014 at 9:25 pm

A-D-O-R-E-I todas as regras! Acho um absurdo a galera que pega um animal e o considera um objeto; não é. O animal é como se fosse um filho e, infelizmente, a maioria dos seres humanos só se dá conta do trabalho depois de adotá-los… Hence, a lot of pets are abandoned, o que é um absurdo!

Mas achei engraçadíssimos os cursos teórico e prático! Morri de rir! Haha!

Resposta
Chris Janeiro 30, 2014 at 5:17 pm

rsrs pois é, não duvido nada se esses cursos “evoluírem” para uma faculdade ou mba para “PET OWNERS” rs Esses suíços……
bjão

Resposta
Ana Carina Fevereiro 2, 2014 at 2:23 pm

Chris , muito legal seu texto!!!Muitas informações pertinentes aos nossos pulguentos!!
Em São Paulo tenho 3 cachorros, mas ficaram lá com a família, e fiquei me imaginando na sua posição quando vc nem quis imaginar perguntar o preço que se pagaria para um terceiro dog!!É uma paulada mesmo as taxas hein??!!
E sobre adotar os bichanos por aí? Aqui na França tem toda uma burocracia, aliás se o bichinho já tinha nome há uns 2 anos, a gente é proibido de mudar o nome dele (senão dá crise de personalidade no coitado!!!hhahah)..
beejos

Resposta
Marilia Lagger Fevereiro 11, 2014 at 3:59 pm

Oi Cris, tudo bem? Adoro seu blog…parabens!!
Estou em vias de me mudar pra Suíça com meu marido (ele é suiço) e aqui no Brasil temos 2 rottweillers e essa é a parte mais dolorosa pra mim, quero muito leva-los. Queria muito contratar essa empresa especializada, mas fiz cotação e quase caí dura! Se for com a cia aérea mesmo, será que é muito traumatizante? Vc conhece alguem ja mandou seu cãozinho (ão) além mar sem a tal empresa especializada?
beijos!

Resposta
Suíça – Custo de Vida Agosto 4, 2014 at 10:21 am

[…] Animal de estimação: o primeiro CHF 160, o segundo CHF 320 por ano. Saiba mais neste link. […]

Resposta
Wesley Fevereiro 24, 2015 at 11:57 pm

Muito obrigado gostei pois moro em Baden e estou morando aqui a 3 meses e quero um cão obrigado

Resposta
Raissa Março 13, 2015 at 12:42 pm

Só queria mesmo dicas de como não surtar e morrer de preocupação enquanto minha filha peluda está em outro compartimento, sem entender o que está acontecendo. Tenho muito medo de viajar e deixar eles no compartimento de carga. Como seus cães reagiram ? Você mandou comida e água junto ? Quantas horas de viagem?

Resposta
Juliana Chade de Almeida Setembro 27, 2015 at 3:14 pm

OLÁ. … meu nome é Juliana…Gostaria se pudesse mandar seu mais ou whats para vc me ajudar se possível. Estou mudando..em janeiro para a Suíça e tenho 3 peludas, e não sei nem por onde começar. …
Você com sua experiência pode me esclarecer muito..
Desde já
Danke

Juliana

Resposta
Joana Julho 8, 2015 at 9:37 pm

Boa noite, eu gostaria de saber ao certo o que preciso para levar um cão de Portugal para a Suíça. O que preciso de fazer que gastos vou ter no total para pôr tudo direitinho.
Obrigada desde já

Resposta
Marisa Antunes Setembro 30, 2015 at 3:10 pm

boa tarde. eu encontrei 2 gatinhos a porta do meu prédio com coleira e com numero de telefone mas um dos números diz que não sabe ao que me estou a referir e o outro prefere não atender. Eu queria saber o que é necessário eu fazer para poder adoptar esses gatinhos???? obrigado

Resposta
Ana Carolina Outubro 28, 2015 at 7:44 am

Cris, achei seu post muito útil! Ainda mais pra mim que mudei pra Suica recentemente e estou tentando trazer minha amiga canina pra viver comigo. Qual companhia no Brasil te ajudou com toda a documentação dos bichinhos? Você pode me falar? Muito obrigada!

Resposta
Cristiane Leme Outubro 28, 2015 at 8:31 am

Ana Carolina, lamentamos informar que a Christiane deixou a colaboração do blog.
Edição BPM

Resposta
Bruna Lopes Novembro 6, 2015 at 10:19 pm

Crissss pelo amor de Deus me diga qual empresa voce contratou pra levar seus babies.

Resposta
Cristiane Leme Novembro 7, 2015 at 8:22 am

Lamentamos informar que a Christiane deixou a colaboração do blog.
Edição BPM

Resposta
Eliane motta Novembro 14, 2017 at 3:19 am

Queria poder ter contato com ela. Estou de mudança pra Basel e queria uma força. Umas dicas.

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 15, 2017 at 2:21 pm

Olá Eliane!
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suiça.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Maria Costa Janeiro 6, 2016 at 2:17 pm

gostei de saber… muito interessante, quer dizer, é prático. E já agora por acaso não sabe o que acontece com gatos? Também pagam essa taxa? Uma amiga que quer levar suas gatas está a precisar saber o que fazer e como. Obrigada pela ajuda

Resposta
Cristiane Leme Janeiro 9, 2016 at 2:26 pm

Olá. A Christiane não colabora mais com o blog.
Edição BPM

Resposta
Diana Santos Outubro 3, 2016 at 1:33 pm

Olá, por acaso voce não sabe responder a essa pergunta? gostaria de saber tambêm.

Resposta
Cristiane Leme Outubro 8, 2016 at 12:57 pm

Não sei responder. Moro em outro país é as leis a respeito variam de país para país.

Resposta
Edvana Geiser Janeiro 22, 2017 at 3:54 pm

Ola tudo bem? Adorei seu texto e ri muito aqui. Moro na Suica (não repare a falta de acentos, meu computador eh Alemao) hahahaha. E estou querendo comprar um baby dog no Brasil para entrar aqui. Quais foram os documentos que vc precisou tirar para os seus filhos embarcarem? Como foi a fiscalização aqui no aeroporto da suica?Porfavor me da uma ideia, tenho medo de viajar e ela não entrar aqui.
Muito obrigada pelo texto no blog. Ajudou muito.
Beijos Edvana

Resposta
Cinthia Weingrill Abril 8, 2017 at 1:45 pm

Oi Cris,
Gostei muito do post. Exigiram alguma vacina, ou exame de sangue para os cachorros poderem entrar na Suiça? Poderia indicar a empresa que usou para transportar os pets?
Abraço
Cinthia

Resposta
Cristiane Leme Abril 10, 2017 at 8:48 pm

Cinthia, a Christiane parou de colaborar conosco, mas a Priscila, nossa colunista da Suécia, escreveu um texto bem completo indicando inclusive as empresas no Brasil que prestam esse serviço. É preciso coletar amostra de sangue para fazer a sorologia, sim, você vai ler detalhes no texto da Priscila.
Boa sorte!

Resposta
Lucas Julho 4, 2017 at 10:39 pm

Aqui no Brasil a gente sabe como é sentir o estado colocando os impostos em tudo, mas o estado controlar cachorro essa nem eu imaginava haha

Resposta
Maria Victoria Miranda Dürst Setembro 28, 2017 at 10:17 pm

Me mudei para a Suíça tem pouco tempo, e queria poder trazer o meu filho, o meu maior problema é sobre a raça dele, ganhei ele mas quando ganhei de presente ele tinha as duas orelhas cortadas, ele é um American Bully, de um ano e poucos meses, um bebê, mas tenho muitas dúvidas sobre isso! Se alguém souber me informar mais sobre como funciona agradeceria.

Resposta
Ceciia Cabral Outubro 17, 2017 at 9:45 am

Oi…mto legal seu post!!! Tenho mais uma dúvida…vc poderia me ajudar?
Estou trazendo meu cãozinho do Brasil e por lá já fiz tds os procedimentos exigidos (vacina,microchip,sorologia etc…) agora queria saber o q acontece ao chegar aqui no aeroporto da Suíça…se tem mais alguma coisa q precisamos fazer para ele ser liberado no aeroporto. Obrigada!!

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 18, 2017 at 1:25 pm

Olá Cecília!
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suiça.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Mariana G Novembro 28, 2017 at 1:26 am

Ceciia, você teve alguma resposta para suas duvidas?
São basicamente as mesmas que as minhas.

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 28, 2017 at 2:10 pm

Olá Mariana,
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suíça.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Monica Novembro 27, 2017 at 4:40 pm

Olá! AS exigências para entrar na Suíça são as mesmas que na Europa? Chip, depois nova vacinação, 30 dias depois recolhe sangue, manda pro único laboratório do Brasil que faz contagem de anticorpos da raiva e depois de uns 60 dias quando receber o resultado vai até o vigiagro com mais um atestado válido de dez dias para obter o passaporte… foi isso que vc fez? Acho um absurdo esse tempo…. tenho apto em Paris e ainda não consegui trazer minha pequena comigo. Se pela Suíça eh mais fácil, trago ela pra cá e entro em Paris de trem… lá regularizo ela como “cidadã” francesa…

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 28, 2017 at 2:21 pm

Olá Monica,
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suíça.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Jessi Março 28, 2018 at 3:18 pm

Ola,
Saberia me dizer se o treinamento es mensal ou anual? E quanto as vacinas que foram recebidas fora da suica, sao validas na suica?

Resposta
Liliane Oliveira Março 29, 2018 at 7:00 pm

Olá Jessi,
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suíça que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Gerlanio Lopes Agosto 27, 2018 at 2:07 pm

Gostaria de saber as raças que são permitidas na Suiça, pois possuo dois Pitbull e gostaria de levá-los, em qual site faço essa perquisa.

Resposta
Liliane Oliveira Agosto 28, 2018 at 2:13 pm

Olá Gerlanio,
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suíça que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Patrícia Nascimento Matos Janeiro 13, 2019 at 1:19 pm

Olá, bom dia. Meu nome é Patrícia, estou planejando minha viagem para Suíça, quero levar a minha cachorrinha, gostaria de saber qual foi a empresa que resolveu tudo pra vc, fico um pouco perdida com tanta burocracia rsrs
Desde já agradeço s2

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 13, 2019 at 1:37 pm

Olá Patrícia,
A Christiane Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Suíça que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação