Conheci um árabe na internet, e agora?

37
21827
Advertisement

Conheci um árabe na internet, e agora?

Em uma surpresa do destino, você conheceu um egípcio ou árabe na internet. Começaram a conversar. Essas conversas foram ficando cada vez mais frequentes e a sintonia entre vocês cada vez mais clara. Em um gesto apaixonado, ele se declarou para você (que fofo!). É o conto de fadas que você sempre sonhou, com um único problema: a distância. Não fosse isso, seria tudo perfeito. Mas quer saber? Isso faz o romance se tornar mais emocionante e a história digna de enredo de um filme, de romance é claro. Agora, não faltam planos e tentativas para se encontrarem.

Essa história se parece com a sua? Então, vou te contar que você não está sozinha nesse barco. Essas histórias são cada vez mais comuns em tempos de redes sociais e realidade virtual. Entretanto, não tão animadores são os desfechos delas. Não impossível de darem certo, mas estatisticamente, muito mais fácil de darem errado.

Se você considera que dar certo é casar, então talvez sim, muitas histórias têm dado certo. Eu considero além disso: dar certo, para mim, é que todos os sonhos e planos sejam realizados, sem surpresas, brigas ou desgaste emocional. Considerando assim, o que mais tenho visto são fiascos.

Em um relacionamento intercultural, ceder é condição para estar junto. E esse simples fato já é um grande desafio. Mas se o seu amor é capaz de superar isso, será que o dele é também? Ou será que o que ele sente, realmente, é amor?

“Ora, claro que é. Por que mais ele falaria que me ama e gastaria horas do dia dele conversando comigo? ”. Pois é, vim aqui te contar outros porquês. O fato de eles fazerem o que os brasileiros não fazem, juras de amor, promessas de um relacionamento sério, não significa que eles possam ser analisados sob a mesma ótica. Por mais que você já tenha experiência em relacionamentos, você não tem experiência com a cultura árabe. E isso muda tudo, o jeito de pensar, agir e calcular o mal feito.

Egípcios, particularmente, são poetas natos. Falar palavras doces e amorosas não é dificuldade nenhuma para eles, e não contêm nenhuma espécie de seriedade. Eles chamam todo mundo de “habibi” – meu amor. Todo mundo mesmo, até o frentista do posto. Chamam todas as atendentes, colegas e qualquer uma que cruzar o caminho dele de “princesa, amor do meu coração” e afins. Isso, para eles não é demonstração de sentimento e sim de educação. Portanto, não se iluda ao escutá-las.

Outra coisa que já reparei, é que o “Eu te amo” no Egito não tem a magnitude que tem para nós. Eles amam comer morango, eles amam assistir futebol. Eles sempre amam, nunca utilizam o verbo gostar. Então, a frase não tem o mesmo peso, pompa e circunstância.

kid-1077793_640

Mas então por qual outro motivo ele gastaria horas da vida dele conversando com você?

Motivo 1 – Sabe aquela história no Brasil, da menina que se casou com o gringo, foi morar fora e tem um vidão? Lá, esse é o enredo dos homens. Quem casa frequentemente, com estrangeiras, são os homens. Considere que eles não possuem visto para praticamente lugar algum, e as condições do país são péssimas. Então, eles vêm o amigo que casou com a estrangeira tendo um vidão – que, para a gente, às vezes, nem é tão boa assim – em outros países. Eles querem se casar com uma estrangeira, qualquer que seja, para conseguir ir também. Depois que se casam, descobrem que ela nem é tão rica, e ela descobre o mesmo dele, que não é o príncipe, gringo, que ela sonhou. Problemas certos. Sem contar os que desaparecem no Brasil após conseguir a residência, conheço várias histórias. Eles não precisam mais delas.

Passar horas na internet conversando é um investimento para eles.

Motivo 2 – Conseguir dinheiro. Eles vivem em situação de pobreza, e tirar dinheiro de mulher iludida é mais fácil que tirar doce de criança. Não conte com amadorismos. Eles não vão fazer o pobrinho, coitadinho. Manterão a dignidade para te envolver, e se mostrarem interessantes. Depois contam uma história do dinheiro que está bloqueado, de alguém que passou a perna nele, e aí conseguem a piedade das mulheres apaixonadas que caem no golpe.

Motivo 3 – Querem sexo. Mas ele nunca te pediu isso, não é o seu caso. Espera. Lá, o sexo só acontece após o casamento, que é muito oneroso como contei aqui. Muitos deles não têm dinheiro, e não tem a menor previsão, portanto, de quando poderão se casar, e finalmente obter sexo. É muito mais fácil para eles, acharem uma estrangeira, que vai aparecer lá, se casar com ele, sem que ele tenha qualquer despesa (comparada a comprar uma casa, mobiliar, dar o dote em ouro, pagar a festa de casamento, uns dias te levando para passear aqui e ali, não é nada), e quando cansar se separar, como contei que é muito comum aqui. E no mais, se você não aparecer por lá, ele tenta algo virtual como bônus.

Ele não cogitará sexo sem casamento com você, porque para ele é um haram (pecado) muito grande. E já que ele pode se casar com quatro, desperdiçar uma com essa finalidade, não seria problema algum.

Leia outros textos sobre relacionamentos online!

Conheço meninas que foram e, depois de se casar, souberam que eles tinham uma primeira esposa, filhos e tudo mais. Aí é aquela peleja para conseguir voltar para o Brasil, trazer os filhos da união, que só podem viajar com a autorização do pai, e ainda conseguir o divórcio, já que você não tem direito a se casar com mais ninguém e sua vida está atrelada a dele. Enquanto ele está livre, leve e solto para fazer o que bem entender.

Aí, é que eu te pergunto, deu certo? É, eles casaram. Mas isso é dar certo para você?

Analise todas essas informações, e se mesmo assim quiser ir conhecê-lo, vá. Mas não precipite um passo como o casamento, por questões de visto, até por que o consulado não está mais emitindo vistos por casamento no Egito. Você se casaria com um brasileiro que conheceu na internet no primeiro encontro? Se ele te apressa para casar é mais um motivo para desconfiar, não acha?

Siga todos os passos de um relacionamento saudável com seu “habibi”!

37 Comentários

  1. Muito bom! Adorei ler seu texto porque traz informações muito claras quanto á cultura egípcia. Importante também para quem está viajando para lá. Vale a pena ler!

    • Olá, Luzilândia! O que você deve fazer só você poderá decidir. Mantenha os pés no chão, não se iluda e analise a situação com frieza. Tenho certeza que chegará a conclusão do que é melhor para você. Beijos e boa sorte!

  2. Olá…hoje o meu dia começou irradiante….ao estar fazendo uma pesquisa e me deparar com esse site de assuntos interessantes do meu interesse…..
    Chegou no momento certo…e ja estava a procura… ????
    Li os quatro tópicos e ameiìi!! Admiro a sinceridade, eloquência e esclarecimento da Michelle Bastos, em todos os âmbitos…..
    Experiência própria, nada melhor!!????????????
    Estou muito satisfeita pelas informações….????
    Confesso que quando lia, viajava com você mesmo….de fato…rsrs????✈
    Adorei te conhecer…e melhor, saber que existe uma pessoa que gosta de compartilhar o que tem e vive de bommm!! Parabéns!! Agora… #vemcomigona viagem que eu ja estou dentro!! Muito bom! Amei????

  3. Ola Michele, Tambem conheci um egypcio de 27 anos. Sei que ele eh pobre e eu tambem. Mas me apaixonei por ele, e logico eu nao trocaria meus planos por ele. so que sinto pena dele que o convidei para vir ter comigo. ele ja falou que gosta tanto de mim, sonha em se casar e quer que eu seja a futura mae dos 12 filhos dele, ( Coisa que nunca vai acontecer ). Ele nunca pediu nada. Ate porque se recusa quando desejo oferecer a ele um presente virtual, tipo comprar um livro ou etc. Recusa que eu pague a viagem pra ele e etc. Mas eu tenho uma duvida. A maioria eh assim ?? Casam com intensao?? Tipo se ele vier pra ca, terei de sustentar a ele pela vida toda?? Ele eh formado mas nao consegue emprego por ai. Aqui creio que sera dificil. Talvez se optar por negocio proprio. Efim, quero saber se todos sao assim como descreveste? Preciso de dicas pra saber oque ele mesmo quer, por favor.

    • Olá Ana,

      então, generalizar é sempre complicado. É claro que existem muitas exceções, mas o que vejo na maioria dos casos é o que descrevi.

      O que você tem que pensar é que egípcios calculam casamento como nós calculamos negócios. Nõ só com estrangeiras. É uma questão simples, o que você tem oferecer, o que a pessoa tem a oferecer, vale a pena ou não? E eles fazem a escolha que melhor convém. Tanto o homem quanto a mulher. No islam não existe namoro, então eles não podem basear-se no tempo que passaram juntos, no que viveram e no que sentem. Casando com você ou com uma egípcia, ele vai casar com alguém que nunca conviveu, da mesma forma. Segundo eles o amor vem com o tempo. Então, se uma estrangeira é mais fácil e apresenta mais vantagens, por que não? Não significa que não vai dar certo por isso, mas calcule os riscos e as suas expectativas. Quanto a se ele vai trabalhar ou não, é uma coisa que têm que ser conversada antes e deixado bem claro, concorda?

      Converse bastante, se possível passe um tempo lá antes do casamento para conhecer o mundo dele e as referências de vida que ele tem. E caso ache que não atende suas expectaivas de um relacionamento feliz, não hesite em sair. Pense o que te faz aceitar certas coisas em um strangeiro e em um brasileiro não por exemplo.

      Espero ter ajudado.

      Beijos.

  4. Olá, conheci um egípcio…ele Tem Um comércio em Cairo…Sou divorciada, Tenho dois filhos…ele tem 40 anos, ñ tem filhos, nunca Foi Casado antes e QUER que vá viver EM Cairo e quer pagar para eu ir conhecer SUA família e País. Eu prôpus para ele vir para o Brasil, Mas ele me FALOU que ñ quer recomeçar.
    Porém Depois que vi Essa matéria confesso que Fiquei confusa. Ele fala que me ama…De fato parece Bem apsixonado.

  5. Oi estou me envolvendo com um egípcio pela internet, ele até tinha um papo legal, mais de uns dias pra cá ele anda me pedindo pra mostrar algumas partes do meu corpo, mas lógico que não mostro. Ele pensa em casar comigo mas eu não quero. O que devo fazer? Todos os dias ele fala comigo.

    • Ola Delany, tudo bem?

      E sempre dificil avaliarmos intencoes e aconselharmos nesse caso. A minha opiniao e que voce edve se resguardar e nao ceder aos pedidos. Se ele gostar mesmo de voce, entendera e ira esperar. Se ele se tornar impaciente e se afastar, e por que nao valia a pena mesmo. Concorda?

      Boa sorte!

  6. Boa tarde.

    Estou com uma dúvida enorme.

    Me envolvi com um arabe casado, e ele me disse que para se envolver comigo para não ser pecado na religião dele nos teríamos que fazer um contrato como se fosse um casamento.
    Isso existe mesmo ? E o que significa esse tal contrato?

    Se alguém poder me ajudar eu ficarei grata ?
    Beijos.

  7. Um egípcio me conheceu pela internet e ele é realmente é tudo isso que comentou. Não sei nem sequer se ele é egípcio ou não. Já tentei averiguar mais tem mais de 1 nome igual ao dele. Não vou negar que estou interessada nele, mas, mesmo gostando, não consigo sair dele e tenho medo do que ele possa fazer se eu terminar. Tem como ameaça-lo se acontecer alguma coisa dele postar qualquer conversa, qualquer intimidade? Teria como me responder? Como posso saber se esse facebook é dele realmente? Aguardo uma resposta, pois estou com muito medo.

  8. Ola estou conversando com um paquitanes ele diz q esta apaixonado o problema e que mal falo inglês as frases dele sao I NEED YOU,I MISSI YOU ,I LOVE YOU E want you, ele fala que sou a esposa dele e me liga no mensager o tempo todo e pede para eu fazer amor com ele eu claro me recuso a tirar um pano sequer do corpo ele fica nervoso mas acaba me chamando na camera e pede desculpa meu Deus morro de vontade de pegar ele no colo rsrs ele e lindo para ajudar. Ele diz que esta tentando vir me ver mas tem medo que eu o regeite e eu nao respondo nem sim nem nao estou deixando que ele decida mas tenho medo que ele nao seja o doce que parece ser pois tenho amigas brasileiras casadas com arabes criados no Brasil e acho eles muito folgados nao me agrada a maneira que eles tratam as mulheres .

    • Se o desconfiômetro apitou, caia fora. Nada melhor que o nosso sexto sentido para evitar que caiamos no conto da carochinha.
      Pode ser que essa estória de medo de rejeição seja na verdade a desculpa perfeita para não vir. Os motivos verdadeiros podem ser outros, como falta de dinheiro para a passagem e pro visto para o Brasil, por exemplo.
      Boa sorte!

  9. conheci um iraniano e ele mora no Brasil a anos. Começamos a conversar e depois ele já falou tudo que queria namorar. Ele disse que não volta pro irã que gosta muito do Brasil e que não é convertido a religião de lã. Perguntei sobre a questão do meu serviço e sobre a faculdade e ele disse que pra ele mulheres e homens devem ter direitos iguais. E se eu quero trabalhar e estudar ele me apoiaria. Mas não sei o que fazer.

    • Antes de mais nada é preciso saber que iranianos não são árabes – eles fazem questão de frisar isso – e sim, persas. O Irã era um dos países mais liberais da região até 1979, quando a Revolução dos aiatolás, apoiada pelos imperialistas EUA tentou mergulhar o país nas trevas. As mulheres iranianas até essa época podiam se vestir como quisessem e tinham direitos equiparáveis aos dos homens. Entretanto, apesar disso tudo cada pessoa é uma pessoa e pode ser que ele seja liberal, mas pode ser que não seja. O negócio é confiar na sua intuição e torcer para dar certo.

  10. Conheci um árabe através da Internet. Trocamos telefone e ele como ” todos árabes”, me tratou com muito amor, intenso e carinhoso. Disse que estava morando em S.P na Av. Paulista ( também moro em S.P), porém havia perdido seu pai com uma bala perdida, há cerca de 5 meses e estava no seu país resolvendo os bens do seu pai, já que ele é filho único e sua mãe morreu há mais de 10 anos…..Uma história muito convincente, mas como tenho meu ” Desconfiômetro”, achei ser apenas uma coisa passageira ….Mas não foi. Conversamos e ele por ser sozinho, quer ficar definitivamente no Brasil e volta dia 27/03, insiste que eu vá buscá-lo no Aeroporto. Juras de amor, e quer morar comigo aqui no Brasil, quer comprar imóvel e pede minha ajuda, pra morar próximo á minha casa, ajuda pra viver aqui no Brasil, pois não conhece quase ninguém e não quer voltar a viver no seu país por ter perdido seus pais e pela Guerra.
    O problema é que ele me pediu que guardasse alguns bens de valor ( Ouro, Notebook, Relógios), pois como é engenheiro, foi designado á ficar em Dubai por 1 semana e tem medo de ser roubado na sua casa ( Combinamos que a história é irreal e no mínimo estranha), mas ele pediu minha ajuda á guardar essas coisas ( são 3 malas), e enviou por transportadora via área, recebi comprovante de rastreador e a mercadoria chega em 3 dias, porém ele me disse que será necessários pagar aqui Impostos e taxas pra retirar no Aeroporto. Que esse valor ele irá me pagar, tudo quando chegar ao Brasil
    A minha preocupação é que não tenho esse valor disponível e temo poder ser um golpe de transporte de coisas ilegais e eu chegar lá e pagar por isso. Ou se, ele que teria que ter medo, pois se realmente é algo de valor….como confiaria enviar isso á uma brasileira e com a fama que temos em outros países ….
    Por favor, me auxiliem em como proceder

    • Muita cautela, a maioria de casos como esse são obras de gangs que focam em mulheres. Leia os textos sobre esse assunto aqui no BPM para ter uma ideia do perigo que pode estar correndo.

      https://www.brasileiraspelomundo.com/category/relacionamentos-online

      Principalmente este texto que tem um caso como o seu.

      https://www.brasileiraspelomundo.com/relacoes-virtuais-e-seus-riscos-reais-2-502221770

      https://www.brasileiraspelomundo.com/relacoes-virtuais-e-seus-riscos-reais-592021825

      Boa sorte. Equipe BPM

      • Prezada Leitora,

        inicialmente, sugiro-lhe extrema cautela nesse caso. Exponho os motivos com a experiência de meus tempo de advocacia no Brasil:

        1) Dubai é um dos lugares mais tranquilos do mundo em questões de segurança. O argumento dele não bate com a realidade.

        2) Receber malas provenientes de um país árabe, cujo conteúdo você desconhece totalmente, é uma decisão de altíssimo risco, pois podem ser de mercadorias ilegais, até o extremo de serem materiais explosivos. Você não empacotou nada e não sabe o que está dentro dessas bagagens. Quando elas chegarem e, se você aceitar retirá-las, é o seu nome que ficará no registro da Alfândega brasileira e, caso eles detectem algo muito ruim, a Polícia Federal pode lhe pedir explicações.

        3) Diga a ele, simplesmente, que você não tem essa quantia e que ele não envie essa bagagem.

        4) Mesmo que sejam mercadorias ou bens totalmente inofensivos e legais, é você quem terá de arcar com os custos dessa “mudança”.

        Por favor, reflita e não se deixe enganar. Tenho respeito pelos seus sentimentos, mas como mulher que também sou, acredito que juntas somos mais fortes e podemos nos auxiliar diante de situações tão duvidosas como essa.

        Grande abraço.

        • Isso é verdade. Dubai é extremamente seguro. Não bate. Quando estive por lá, eu e meu marido tomávamos café e o atendente, super simpático, disse que a namorada era brasileira. Depois, no segundo dia que voltamos ao café nos pediu se poderíamos levar uma bolsa de grife para a namorada no Brasil conosco no avião. Achei muito estranho. Não quis ser indelicada e nem demonstrar minha preocupação. Mas, jamais transporto coisa alguma para desconhecido. E se fosse drogas, explosivos? Na hora respondi que não estava indo ao Brasil depois dos EAU. Que sentia muito, mas não poderia ajudá-lo. No caso desta menina, eu diria para o rapaz que não despachasse coisas de valor pois é muito perigoso, que coisas de valor não devem ser despachadas por correio.

  11. Oi, boa noite,
    Converso com um árabe há quase 2 anos. Nos conhecemos pela internet e desde então não ficamos um dia sem nos falar (a não ser quando brigamos, diga-se de passagem somos 2 teimosos rsrs). Enfim, depois de pouquissimo tempo ele disse que me amava e que queria casar comigo. Achei estranho pelo pouquissimo tempo, mas continuei conversando com ele. Já disse até que eu teria que parar de trabalhar pois não teria tempo para ele (motivo de nossa ultima briga pois, bati o pé e expliquei que eu isso não seria possível). Há uma semana atrás ele foi mais incisivo neste assunto dizendo que viria ao Brasil para falar com minha familia e tal. Confesso que depois de tanto tempo de contato eu estou apaixonada por ele sim, mas que estava o enrolando por medo mesmo de não ser bem o que parece ser, mas o fato de ele estar querendo vir ao Brasil para falar com minha familia me assustou um pouco e me acordou. Resumo da história….. não sei o que fazer e nem como reagir!!!!

  12. Ola conheci um Árabe pela internet e estamos somente alguns dias conversando e ja estamos trocando juras de amor….ele diz a todo momento que sou a mulher da vida dele e que ele quer se casar comigo ele é 6 anos mais novo do que eu… diz que tem muito dinheiro e que trabalha com o irmão com vendas de carro….ele disse que daqui uns 7 dias estará vindo para o Brasil pra se casar comigo………como assim🤔 eu nao quero me casar agora…..mas gostaria muito de conhecer ele……..eu disse ai que so me casaria com ele se ele viesse morar aqui no brasil..disse tbm tbm que eu sou muito pobre e tenho dois filhos…..mas mesmo assim ele diz q me ama muito que aceita meus filhos e que ira me dar uma vida muito boa que nao era pra eu me preocupar nao pq dinheiro pra ele não é problema……..me ajude..o q eu devo fazer pois nao quero me casar …..e sim realmente ele vier para o Brasil …o que eu devo fazer🤔

  13. Conheci um árabe também pela internet (faz alguns meses) e a gente conversa como se fossemos amigos próximos. Já estou bem apegada à ele, não passo um dia sem falar e conversamos abertamente sobre tudo. Eu tenho 18 e ele 21, nunca falamos de sexo nem de casamento, ele é realmente um bom amigo e eu me sinto bem conversando com ele. Eu descobri que tenho câncer (antes de conhece-lo) e quando contei pra ele, me deu muito apoio e incentivo pra não desistir do tratamento. Só que há umas três semana ele se declarou pra mim, disse que nunca tinha encontrado uma garota como eu, forte, bondosa, e que um dia iríamos realizar esse sonho de nos conhecer. Eu nunca desconfiei dele, ele me manda vídeos com seus irmãos, com seus pais, me manda fotos todos os dias, fazemos vídeo chamada pra conversar. Ele não escondeu de mim sua família nem sua rotina, o que eu já achei bem legal. Nunca me pressionou (como vi que a maioria fez, nos comentários acima) sobre relacionamentos, casamento ou bens. Ele não é nenhum príncipe não gente (já conheço os defeitos deles, e posso dizer que aprendi até a gostar) é só que me incomoda isso, o fato dele não demonstrar tanto interesse como a maioria costuma fazer, ele pode ter outro tipo de más intenções?
    É o meu primeiro “relacionamento virtual” posso dizer assim e tô bem confusa.
    Também tenho medo de ele vir pro Brasil, e ter de encontra-lo pessoalmente, apesar de que quero muito. O que faço, meninas?

    • Cuidado, que relacionamentos online podem ser uma grande armadilha justamente por causa da grande expectativa construída em volta da pessoa. Lembre-se que na Internet podemos ser o que quisermos. É tudo lindo e romântico justamente porque é idealizado, é cheio de fantasia.

      Infelizmente ou felizmente, só vivendo a situação se pode avaliar se valeu ou não a pena. Viva-a enquanto der pé pra você, mas lembre-se de manter os pés no chão, junto com as expectativas.

  14. Vou contar um pouco da minha história pra vc…
    Eu conheci um egípcio da cidade de Cairo ele diz ser engenheiro civil e até me mostrar por fotos e vídeos quando ele estar no trabalho, ele diz que tem uma casa própria e mora sozinho já tbm por fotos e vídeos ele me mostrou sua casa, que por sinal é muito bonita, diz que me ama e já até falamos em casamento, eu sou separada e tenho dois filhos e isso eu já falei pra ele, ele diz que não tem problemas que vai cuidar de mim e dos meus filhos, ele nunca me pediu nada de dinheiro e nem outras coisas, conversarmos todos os dias, e quando eu não mando msg pra ele é ele quem manda me perguntando o pq de eu não mandar msg pra ele, não vou negar que me apaixonei por ele, ele tem um jeito muito sério e diz que em setembro quando ele pegar suas férias ele vem ao Brasil e na minha cidade me conhecer pessoalmente que vamos ter a oportunidade de nos conhecermos melhor quando ele vier. Mais confesso pra vcs que mesmo apaixonada por ele eu tenho meus dois pés bem firmes ao chão pq já é difícil vc lhe dá com pessoas do seu país imagina quando não é. Que cultura e costumes são muito diferentes…
    O que vcs acharam? Me digam a opinião de vcs
    Será que devo confia
    Ou melhor pular fora de vez, antes de chegar setembro.?
    Bem que poderia postar as fotos deles pra ver se até não é a mesma pessoa que uma conhece e a outra tbm né…

  15. Olá namoro um árabe a 5 meses e ele quer casar na Mesquita. Ele é o Norte da Síria namoro com ele como se namorasse um brasileiro temos nossa intimidade normalmente, como isto é haram ele quer casar para a família dele ele disse que já casou para o pai dele não mata ele kkk
    Assistir um casamento na Mesquita Africana mulçumana achei meio sem pé e sem cabeça.
    Gostaria de saber qual a validade deste casamento já que receberei apenas um papel do cheik dizendo que casamos
    E se tivermos filhos quais os meus direitos e os dele
    Obrigada.

  16. Oi boa tarde eu gostei tudo que vc escreveu la em cima tem um amigo já faz de três semanas que eu estou falando com ele mais agora ele q para mim viaja pro Egito no mês novembro ,pra mim manda o dinheiro para reserva hotel pra mim fica mais eu estou muito confusa quero sua opinião .por favor dona Michelle

    • Leia outros textos no site que falam de relacionamento com estrangeiros. A recomendação que damos é não precipitar as coisas e deixar o homem vir na primeira visita, pois já que ele tem dinheiro para lhe enviar para ir ao Egito certamente terá dinheiro para vir visitá-la no Brasil. Nunca vá a um país desconhecido – ainda mais super machista como o Egito – sem ter dinheiro e condições próprias de se virar no país sem depender de um homem. A proposta de ir ao exterior é tentadora mas há muitas redes de tráfico humano que contatam e sequestram mulheres dessa forma. Cuide-se bem e tome a melhor decisão.

  17. Olha a poucos dias conheci um rapaz do egito. Ele formou em direito ano passado.ele disse qui é virgem.ele fala qui já tem um dinheiro guardo.o qui ta mi preocupando é qui ele disse qui vai mandar dinheiro pra mi.pediu o número do meu cartão eu disse qui não tinha cartão.ele pediu então o endereço dos correios da minha cidade .disse qui quer mi ajudar.eu dei o endereço dos correios e meu nome.mas estou com medo depois qui eu vi esse texto acima. Por favor mi ajude. O qui devo fazer.ele disse qui vem ao Brasil mi conhecer.ele sabe qui só casada .Ele disse qui quer perder a virgindade comigo.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.