BrasileirasPeloMundo.com
Casamento Pelo Mundo Egito

O que você precisa saber antes de se casar no Egito

O que você precisa saber antes de se casar no Egito.

É crescente o número de brasileiras em contato com estrangeiros e principalmente egípcios na internet. Os meus textos mais lidos e comentados são justamente sobre esse tema.

Se chegou a esse post por que está nessa situação, recomendo que pare um pouquinho e leia esse, esse e esse texto antes. Na mesma proporção que crescem as histórias de amor, crescem também os alertas e relatos de casos que não deram certo pelos mais diversos motivos.

Já leu?  Em nenhum momento sentiu aquela pontinha de dúvida em ir em frente? Se não, agora pode continuar a ler esse texto. Se está convencida que essa é a coisa certa a se fazer, você precisa saber como funciona “legalmente” o casamento no Egito. Gostaria de deixar claro que minhas dicas são baseadas nas minhas experiências pessoais e de relatos de amigas e não tenho nenhuma formação na área.

No Brasil, a certidão é padrão para todos os casamentos, o que vai variar é apenas a opção do regime de separação de bens. E uma vez que tenha escolhido um regime, ele irá reger tudo em relação a uma possível separação. No Egito não é assim!

No Egito o que chamamos de certidão de casamento, é na verdade um contrato de casamento. E como todo contrato é redigido a punho livre, você pode acrescentar quantas e quais cláusulas desejar. E o que irá reger sua separação é o que está escrito ali. Se não previr nenhuma “indenização” à noiva, você sairá sem nada. Não adianta ir na justiça brigar depois.

Então a primeira coisa a se considerar é, você vai se mudar para o Egito e parar de trabalhar? Você acha justo que quando se separe não receba nada? Se você gostaria de receber, o que seria e quanto seria? Você pode estipular um valor fixo, por exemplo 100 mil pounds. Pode estipular um valor baseado no tempo de duração da união, 100 mil pounds por cada ano juntos. Você pode pedir um imóvel que ele já possua (o que normalmente todas as egípcias fazem), então no contrato, já coloca a descrição do imóvel, local e tudo que tem dentro que ficará para você (sim, eles usam escrever coisa por coisa, até as panelas, não se acanhe). Agora lembre-se, se você pedir o divórcio, você estará abrindo mão de tudo isso, mesmo que esteja no contrato.

No meu contrato, como era necessário colocar alguma coisa, coloquei um valor irrisório (tipo uns 300 reais) como indenização. Por quê fiz isso? Por que nunca foi a minha intenção parar de trabalhar, e sabendo dessa condição do meu contrato, tenho ciência de que tudo que adquirirmos juntos, terei que me precaver colocando no meu nome o que disser respeito a minha parte.

No meu contrato de casamento, pedi que fossem colocadas mais duas cláusulas. A primeira, diz respeito ao fato dele poder se casar com mais 3 esposas. Eu não tenho como impedir isso, pois é um direito que ele tem por lei e religião. Mas, não sou obrigada a aceitar nem por lei nem religião. Então, pedi para que fosse acrescentado que caso ele se case com uma segunda esposa, eu seja notificada e possa me separar dele apenas com a minha assinatura, sem o conhecimento dele inclusive. Quanto a parte da notificação, duvido muito, mas a parte da separação é muito útil. Eu não acho que meu esposo vá casar com a segunda nem terceira esposa pelas minhas costas, também ninguém acha, mas não é por causa disso. Suponhamos que a gente brigue e eu vá embora para o Brasil e ele desapareça e não apareça para assinar o divórcio. A vida dele continua, livre, leve e solta, ele pode casar com mais três. A minha vida é que estará atrelada a dele para sempre e nada obrigará ele a comparecer para assinatura do divórcio.

Agora, como saber se você não é a segunda esposa? Quando você decide se casar no Egito, você precisa levar daqui um documento que se chama Certidão de Nascimento Atualizada e outro que se chama Certidão Negativa de Casamento, ambas reconhecidas pelo órgão do Itamaraty no seu estado. É isso que comprova que seu casamento lá não será uma tentativa de bigamia. Entretanto, o noivo egípcio (no Egito), não precisa apresentar esse mesmo documento. Hora nenhuma foi pedido para o meu esposo e nenhum outro amigo dele que se casou. Então, como saber? Há duas formas. Uma é: quando eu inclui essa cláusula que mencionei no meu contrato, se tornou obrigatório que ele apresentasse essa certidão. A outra forma, é quando você valida o casamento na Embaixada Brasileira, eles terão acesso a essa informação, pergunte.

Também ao reconhecer o casamento na Embaixada, terá a oportunidade de escolher um dos regimes de separação de bens brasileiros, e tudo que foi colocado no seu contrato egípcio não será transcrito para esse, uma vez que nesse casamento valem as leis brasileiras. Basicamente, o casamento na Embaixada irá reger se você se separar no Brasil, e para bens e dinheiro registrados no Brasil. Então não adianta achar que vai ficar com metade de tudo que ele comprou depois do casório só por que escolheu comunhão parcial de bens, sendo que todos esses bens são registrados no Egito. O máximo que vai acontecer, é ter que dividir com ele os que você comprou ou herdou no Brasil. E o seu contrato egípcio, valerá para a separação em território egípcio.

A segunda cláusula que acrescentei foi: que caso tenhamos filhos, ele me concede a guarda deles de antemão e me autoriza a morar com eles no Brasil. Posso confiar totalmente nisso? Na verdade, não. Essa cláusula não me daria o direito de sair do Egito com eles, mas pode me proporcionar um caminho muito mais curto em uma briga judicial. Eu não pagava nada para colocá-la, ela não mudava em nada o resto, então por que não? O seguro morreu de velho.

Entretanto, há uma coisa que as brasileiras devem ficar de olhos bem abertos. Com o casamento Ourfy (ou traduzido como orfi em alguns casos). Se ele está te falando para casar no advogado, que não precisa de todos esses documentos e que casamento Ourfy tem o mesmo valor do casamento que é feito no Ministério da Justiça, ele está mentindo. O casamento Ourfy no Egito está para a União estável no Brasil há uns anos atrás quando ela existia, mas não valia para nada. Esse casamento é reconhecido pela religião, pela família e amigos, mas não tem valor legal nenhum. Não importa o que colocou lá de indenização, o juiz não dará nenhum parecer favorável a você por isso e ele não tem nenhum efeito para obtenção de visto de cônjuge. Ele é apenas uma justificativa perante a sociedade e um álibi perante Allah para fazer sexo e morar junto. Eu fiz o casamento Ourfy e contei aqui, mas por que o casamento oficial é muito burocrático e exige um longo processo que eu já havia dado início, mas não poderia me hospedar no hotel ou morar com ele sem nenhum papel enquanto esperava.

Pense no seu caso, na sua história e no que seria justo para você colocar no seu contrato. Eu não sou especialista e se você também não é, contrate um. Muitas meninas me falam que tem vergonha de exigir, acredite que os pais das egípcias fazem dez vezes pior do que qualquer exigência que você possa fazer e ninguém desiste de casar por isso, eles já esperam por isso. Agora, se ele começar a esquivar ou tentar te convencer de que não pode acrescentar nada, é cilada!

Se interessou pelo assunto, nesses vídeos falo mais sobre isso.

Leia mais sobre se casar no Egito.

Related posts

Casamento no Havaí

Cleide Klock

Egito – O outro lado da moeda: o papel dos homens na sociedade

Michelle Bastos

Casamento e união estável na Espanha, qual é a diferença?

Susana Sawa Toledo

9 comentários

catarina Outubro 17, 2017 at 12:54 am

Quem casa com egipcio no brasil ,é válido no egito o casamento?

oque preciso fazer para ser valido ?

Caso esse casamento no brasil nao seja valido lá?

Resposta
Antinesca Luiza Gonzaga Janeiro 14, 2018 at 1:02 am

Estou no Brasil e meu noivo no Egito, o que preciso levar aqui do Brasil para o Egito. achei tudo muito complicado e burocrático, Estou perdida. Você pode me ajudar?

Resposta
Lucileide silva Abril 13, 2018 at 6:30 pm

Eu conheci um egípcio é ele fala em casar comigo,eu disse pra ele vir casar comigo no Brasil, ele disse que não, que quer casar no Egito porque será? Quais as vantagens e desvantagens de casar no Egito,mas eu confesso que estou com um pouco de medo.

Resposta
Lucileide silva Abril 13, 2018 at 6:33 pm

A gente só se conhece Facebook, imo,watsap, chamadas de vídeos,mas também ele ja me mostrou a família dele em chamadas de vídeos, ele se chama Ahmed,ele é egípcio e eu brasileira,

Resposta
Priscila Alves Abril 19, 2018 at 5:56 pm

Eu tbm conheci um Ahmed será que é o mesmo ou mera coincidência sera que tem como nos falar Lucileide pra tirarmos as dúvidas.

Resposta
Rosa Maio 26, 2018 at 3:08 pm

Vocês sabem o sobrenome desse Ahmed?
[email protected]

Resposta
Liliane Oliveira Maio 28, 2018 at 10:10 pm

Olá Rosa,
A Michelle Bastos parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Hadassa dos Santos Oliveira Janeiro 22, 2019 at 11:57 pm

Eu também tenho dúvidas relacionadas ao casamento no Egito

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 24, 2019 at 2:50 am

Olá Hadassa,
A Michelle Bastos parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação