BrasileirasPeloMundo.com
Custo de Vida Pelo Mundo França

Custo de vida no sul da França

Custo de vida e estilo de vida estão, obrigatoriamente, relacionados. Não há como pensar um sem o outro e, portanto, quanto custa viver em qualquer lugar do mundo é completamente peculiar ao modo de vida de cada um. Mas, reduzidas as suas expectativas, é possível oferecer algumas das minhas impressões sobre o tema.

Morar dentro de uma vinícola (Foto: Arquivo pessoal)

Primeiro grande erro: comparar. Ao comparar damos relevo a algum aspecto que, em determinado momento, é muito importante. Por exemplo, se você mora de frente para a praia no Rio de Janeiro, ama caminhar nas areias ou no calçadão todas as manhãs e comparar essa realidade com a vida em Londres, certamente sentirá saudade da praia, do clima e da energia do carioca. Ou seja, cada comparação está prenha de valores e de pontos específicos que, se colocados sob a lente, podem lhe oferecer uma leitura comprometida de qualquer realidade.

Leia também: Carcassonne, a cidade medieval mais preservada do mundo

Entretanto, se compararmos vinhos, produtos de beleza, queijos, óleos essenciais, algumas marcas específicas (etc), a França é o paraíso econômico que você sonha! Mas, se comparados ao mamão, abacate, manga, carnes (várias), água, energia elétrica (etc), o Brasil é o éden.

Portanto, cada item que pensarmos, aqui, consistirá em alimentar o movimento pendular, cerne da questão.

Como é o seu estilo de vida e o quão flexível você pode ser?

Um apartamento de 2 quartos dependendo da cidade custa, em média, 700€ . Estamos falando de algo em torno de 60m² – o que é grande para os padrões franceses. Tudo pode tornar esse valor maior ou menor: se o apartamento é reformado, se é no térreo ou na cobertura (quanto mais alto, mais caro), se há elevador ou não, se há varanda ou não… e por aí vai. Um detalhe: é cultural que os imóveis “sirvam” aos seus donos e não o contrário. Ou seja, é possível que o apartamento esteja caindo aos pedaços, ainda que seja “aquecido” e “iluminado”.

Já a energia vai depender de quanto é contratado, em outras palavras, você diz quanto acha que gastará e paga por isso. Simples? Nem tanto, você pode pagar demais – e esperar pelo “ajuste”; ou de menos – e ter que desembolsar uma bolada. Em média, ficamos nos 100€ . A água e o condomínio podem estar relacionados, ou não. É possível pensar num valor em torno dos 80€. Além disso, há internet, telefones com planos de dados, TV (há uma taxa que pagamos por ter televisão e ela se chama “contribuição audiovisual pública”. Sim! Ter um aparelho de TV custa! Mesmo que você não tenha TV a cabo). Para isso, podemos considerar algo em torno dos 80€ .

Quanto custa morar é sempre relativo. Se você tem um imóvel próprio, paga duas taxas (como se fosse o IPTU e mais uma taxa de “moradia”). Se você aluga, paga apenas a taxa de moradia, que pode girar em torno de 1200por ano (em um apê de 60m², por exemplo). Os impostos são um caso à parte e assustadoramente cruéis.

Já a academia, eu acho uma pechincha: pagamos 30num plano em que um paga e o outro vai na aba! Inclusive, além disso, podemos fazer dança, yoga, pilates, assobiar e chupar cana! A única coisa que falta é a disposição.

A saúde é pública e quase gratuita. Quase. É preciso pagar a “mutuelle”, uma espécie de segurança para as taxas que não são cobertas pelo governo. Mas funciona. E bem. Os dentistas são menos “célebres” que os nossos.

Contudo, não respondi a pergunta, eu sei. “Quanto custa viver?”

Não custa nada! É de graça.

Sobreviver custa! É incansável a energia que dispendemos ao viver de maneira frágil. É dispendioso viver no vazio; é exorbitante o preço que pagamos pela infelicidade, seja ele qual for; é custoso não ousar, não tentar, não mergulhar nas infinitas possibilidades de experimentar a nossa própria existência. Viver é uma pechincha. Não viver custa caro.

Related posts

10 pratos curiosos na culinária francesa

Marcella Delfraro

Dez dicas de inverno em Clermont Ferrand

Marcella Delfraro

Custo de vida em Abu Dhabi – Parte II

Pollyane Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação