BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Custo de Vida Pelo Mundo

Custo de vida em Munique

Na Alemanha, Munique leva a fama de ser a cidade com o custo de vida mais alto do país, quando na verdade é a terceira, ficando atrás de Düsseldorf e Hamburgo. Ainda assim, se comparada ao custo de vida em Londres, por exemplo, a capital da Bavária é 43% mais barata, se comparada à capital do país, Berlim, é 12% mais cara, e se comparada à São Paulo, é 36% mais cara (a fonte dos dados é da Expatisan).

O maior problema enfrentado por quem mora em Munique, é o exorbitante preço do aluguel que só tem aumentado. Morar em um bairro central da cidade é caro e difícil de encontrar um imóvel que esteja disponível, o que leva a muitas pessoas morarem nas regiões metropolitanas. De acordo com dados da prefeitura do ano 2014, o m2 em ótimos bairros da cidade custa entre €290 e €330, quando em regiões um poucos mais afastadas entre €15 e €22.

A questão do alto custo do aluguel tem sido preocupante e recentemente bastante debatido por aqui. Segundo o jornal Zeit Online, por causa desse alto custo, pessoas que trabalham prestando serviços como cabeleireiros, motoristas de ônibus e enfermeiras por exemplo, estão saindo da cidade, causando assim uma escassez desses profissionais, o que consequentemente resultará no aumento do preço desses serviços.

Não há muito a ser feito nesse aspecto, a população está aumentando, bem como a cidade. Lugares que antes eram considerados fora de Munique, agora já são bairros também, os quais são mais baratos para morar, e para onde está planejada uma possível expansão das linhas do metrô.

Leia também: salários na Alemanha

Custo de Vida em Munique, por Allane Milliane

Em relação ao tema saúde, apesar do seguro ser público, é pago em forma de imposto descontado no salário do empregado (8,2% por mês) e outra parte paga pelo empregador (8,2% por mês). Há quem reclame do seguro de saúde público, mas eu particularmente já tive que usar diversas vezes e nunca tive nada para reclamar.

Ainda em relação à saúde, observei que a grande maioria dos remédios aqui são mais baratos que no Brasil, afinal de contas grandes indústrias farmacêuticas estão localizadas aqui pela região. Obviamente isso não se aplica à todos os remédios.

No quesito educação, há escolas públicas (são de graça) e privadas (entre €300 e €600 mensais). As universidades públicas são as melhores, mas não são 100% de graça, existe uma taxa administrativa semestral cobrada e esse valor varia de instituição para instituição, e em Munique custa em torno de €100. No caso de creches, também existem privadas e públicas, esta última pode ser quase impossível achar uma vaga, mas é de graça. Já as privadas, são pagas, e possuem preços bem salgados, que variam entre €300 e €1000 dependendo da Kita (creche).

O transporte público apesar de ser eficiente e organizado, também tem o seu preço. Um ticket único custa em torno de €2,60, o mensal para 2 zonas custa €49,90, e o anual para 2 zonas €474,00. Esse valor aumenta de acordo com a zona, o que significa dizer que para quem mora mais afastado do centro, paga mais caro.

Leia também: como obter o Cartão Azul/ Blue Card para morar na Alemanha

A realidade é que sim, Munique possui um alto custo de vida no geral, mas isso não quer dizer que tudo seja caro na cidade. Morando há mais de 3 anos aqui e visitando o Brasil todos os anos, observei que por exemplo o gasto semanal com supermercado em Munique é menor, mesmo convertendo de Euro para Real. Claro que isso não se aplica à todos os produtos, mas para se ter uma ideia, uma bandeja de 12 ovos aqui custa entre €0,99 e €1,10 e no Brasil em torno de R$5,00, com a conversão, em Munique ainda é mais barato.

Outro ponto a ser levado em consideração é que o salário em Munique está acima da média no país, ou seja, apesar de um alto custo de vida, por trás há um salário bem pago. Por exemplo, de acordo com dados fornecidos pela Prefeitura, o valor médio bruto do salário de um médico é de €7.100 por mês, o de um advogado é €5.900, e de um professor €4.000.

Morar em Munique é sim caro se comparado à outras cidades da Alemanha, mas quando se compara à outras cidades europeias, nem tanto. E mesmo com esse custo de vida, há um certo retorno, não é a toa que está entre as melhores cidades para se viver no mundo.

Custo de Vida em Munique, por Allane Milliane

*Para informações detalhadas sobre o custo de vida em Munique, veja esse documento divulgado pela Prefeitura da cidade.

Related posts

Custo de vida na Escócia

Narister Oliveira

A beleza das quatro estações na Alemanha

Monique Abbehusen

Custo de vida no Egito

Michelle Bastos

4 comentários

Fernanda Outubro 27, 2015 at 8:54 pm

Hallo Allane. Parabéns pelos artigos. Leio todos e adoro suas dicas. Viajo para Munique em dez. Estou com dúvidas em relação a escola de alemão. Kannst du mir helfen? Schreib mir bitte. Danke im Voraus. 😉

Resposta
Silvia Souza Março 9, 2016 at 2:52 pm

Nossa! Gorgeous! Agradeço o tempo e atençâo dedicada ao seu artigo tão bem elaborado… E em boa hora! Moro em Inglaterra, mas estou começando a pesquisar sobre moradia e trabalho em Munich. Beijos!

Resposta
Denise Abril 15, 2016 at 6:44 pm

Oi Alla na estou querendo ir morar em Munique.Vc poderia me indicar algum lugar para morar.não conheço nada e ninguém. Ficarei muito agradecida.um abraço. Denise

Resposta
Ann Moeller Abril 16, 2016 at 6:49 pm

Ola Denise, a Allane não colabora mais com o BPM. Sugiro que siga os textos das outras colunistas na Alemanha. Equipe BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação