BrasileirasPeloMundo.com
Chile Custo de Vida Pelo Mundo

Custo de vida no Chile

Custo de vida no Chile.

Desde que comecei a escrever aqui no BPM e mesmo antes, quando somente participava de comunidades de brasileiros no Chile, uma das perguntas que mais recebo e que mais trabalho me dá responder é a quantas anda o custo de vida no Chile. Costumo dizer que isso é muito variável, já que as prioridades mudam de pessoa a pessoa, especialmente dependendo da quantidade de pessoas e as idades dos que compõe o núcleo familiar.

No meu texto sobre como é morar em Santiago, entrego links para que as pessoas façam suas próprias pesquisas de acordo com as necessidades de cada um. Mas como ainda assim, há muitas dúvidas sobre o assunto, daremos a devida importância ao assunto, oferecendo um pouco mais de detalhes sobre quanto custa viver deste lado da Cordilheira dos Andes.

Para efeitos práticos, vamos falar de Santiago e limitar o custo de vida, usando os serviços básicos necessários para uma família de 3 pessoas (dois adultos e uma criança): a compra de uma “cesta básica”, aluguel e condomínio, água, luz, gás, telefone, saúde e transporte.

Consideremos que o conteúdo da cesta é: 6 kg de carne, 8 L de leite, 3kg de arroz, 3 kg de feijão hallado (similar ao feijão carioca), 1 L de óleo de cozinha, 4 caixas de molho de tomate, 3 pacotes de macarrão, 250 gr de manteiga, 4 kg de pão, 6 kg de batata, 2 kg de cebola e 2 kg de maçãs. Para poder comprar nossa cesta básica, gasta-se em média $54.450 pesos chilenos

Supermercado geralmente é a opção mais prática e mais cara.
Supermercado geralmente é a opção mais prática e mais cara.

Os valores individuais são (em pesos chilenos usando uma média):

  • $4.500 por quilo de carne
  • $300 por litro de leite
  • $700 por quilo de arroz
  • $1.300 por quilo de feijão
  • $1.200 por litro de óleo
  • $400 por caixa de molho de tomate
  • $500 por pacote de macarrão
  • $750 por 250 gr de manteiga
  • $1.000 por quilo de pão
  • $1.200 por quilo de batata
  • $600 por quilo de cebola
  • $800 por quilo de maçã

No quesito aluguel, há muita controvérsia. Os bairros favoritos para viver por estarem próximos ao metrô, costumam ser mais caros. Há muitos lugares excelentes para morar, mais baratos e no entanto ficam fora do radar dos brasileiros por motivos que ainda não compreendo muito bem.

De qualquer forma, utilizaremos como base o aluguel de um apartamento de dois quartos e um banheiro no Centro de Santiago, próximo à uma das estações de metrô da principal linha. O valor é de $220.000, por mês, e o condomínio de $30.000, sem estacionamento, nem depósito (bodega).

Consideraremos os seguintes valores para gastos com água, luz e gás para 3 pessoas: $15.000, $10.000 e $15.000 respectivamente. Em gastos de telefone, seriam 2 celulares com plano de valor aproximado aos $15.000, totalizando $30.000. Não consideraremos telefonia fixa, nem TV a cabo, somente a internet em casa, que sai por aproximadamente $20.000 o plano de 15 MB.

A saúde, como contei em um post anterior sobre o assunto, custa no mínimo 7% do salário mínimo, que hoje está em $250.000, portanto destina-se ao menos $17.500 em saúde por cada integrante da família, sem considerar os gastos com cada “bono médico” para consultas.

Para o transporte consideraremos saídas e retornos, diários, nos horários mais caros e com integração de ônibus com metrô para os 3 integrantes da família, recordando que são 2  adultos e 1 criança, portanto o menor pagaria tarifa escolar, por 30 dias. A tarifa de adulto atualmente custa $740 e a escolar $210, o que totaliza um gasto de $57.000 por mês.

Contas a considerar para calcular o custo de vida
Contas a considerar para calcular o custo de vida

Para levar uma vida com esses parâmetros, seria necessário considerar no mínimo $468.950, o que em reais seriam  R$2.500 aproximados. Relembrando que há muitos gastos não incluídos, especialmente na compra de alimentos e elementos de higiene e limpeza.

Volto a dizer que há opções mais baratas em todos os quesitos. Aluguéis em bairros como Recoleta, La Florida, Quilicura, San Bernardo, Puente Alto, Independencia. Os valores de compras podem variar bastante se a compra for feita em supermercados ou negócios locais e feiras livres. Os serviços básicos também podem ser ajustados utilizando-os conscientemente, etc.

Aqui estamos usando bases um pouco mais altas e em lugares que são os que meus compatriotas costumam solicitar em Santiago. Os valores dependendo da região podem ser inferiores ou superiores. Reitero minhas considerações de que custo de vida pode ser algo bastante relativo, já que cada pessoa e núcleo familiar têm prioridades diferentes e distintas noções do que significa levar uma vida “simples”.

Para finalizar, vamos fazer duas breves comparações. A primeira é o “Índice Big Mac“. Enquanto no Brasil o valor do principal sanduíche da rede de fast food é R$13,50 (equivalente a US$3,35), no Chile custa $2.100 (US$2,94).

A seguir, vamos verificar o do poder de compra considerando o salário mínimo de cada um dos países de forma simplificada: enquanto Brasil, os 880 reais comprariam 88kg de pão; no Chile, o salário mínimo de 250 mil pesos compram 250kg do mesmo produto.

Claro que são comparações simplistas e simplificadas, somente para ilustrar que considerando os salários aqui, ainda tem muita coisa que é mais barata do que no Brasil.

Insisto em reiterar que a percepção do custo de vida também tem uma dose de questões pessoais que são consideráveis e devem fazer parte da decisão de mudar de país. Para alguns, o lazer e vida social são fatores muito importantes quando se fala de qualidade de vida e isso pode ser bastante pesado para o bolso por aqui. Mas isso é assunto para outros posts.

Related posts

Custo de supermercado no Canadá

Flávia Bartholo

Custo de vida em Roma

Marina Sacco

Chile – Como Cuidar da Saúde

Joy Matta

15 comentários

Marcelo Outubro 19, 2016 at 11:27 am

Olá, sou Marcelo de São Paulo, minha esposa recebeu uma proposta de trabalhar em Santiago, em uma empresa de renome mto boa, porém eu trabalho aqui como “Marido de Aluguel” como chamam aqui, o faz tudo… Elétrica, hidraulica, um pouco de carpintaria, int. de ar condicionado… etc… aqui me dou mto bem, conseguindo receber no final do mês uma media de 4500 reais trabalhando tranquilo… será que aí em Santiago, eu conseguiria trabalhar com a mesma profissão?

Resposta
Michele Dezembro 15, 2016 at 2:00 pm

Bom dia,
Gostei muito de suas explicações, estou com planos de ir morar no Chile, namoro um chileno e ele quer casar, quer que eu vá morar no Chile, ainda não fui por medo da adaptação, tenho uma filha de nove anos e ela vai morar conosco. Como são as escolas em Santiago? Existem as escolas públicas têm uma boa infra estrutura ? E as particulares são muito cara??? Estas são as dúvidas que ainda me barraram de mudar para o nosso país vizinho. Se você puder me tirar estas dúvidas agradeço grandemente.
Um abraço !
Michele

Resposta
Marcos Março 22, 2017 at 1:29 pm

Como é a segurança no chile

Resposta
Luiz Fevereiro 6, 2018 at 9:23 am

Acabo de ver uma reportagem. Ótima segurança!! Os carabineiros!!

Resposta
Davi Março 27, 2017 at 2:41 am

Quanto é mais ou menos o aluguel de 3 quartos?

Resposta
Francisco E O Barbosa Maio 31, 2017 at 5:42 pm

Olá, sou brasileiro, aposentado como engenheiro civil, tenho uma renda mensal equivalente a cerca de CLP 1.780.00 (pesos chilenos). Tenho muita vontade de residir em Santiago do Chile, já visitei, adorei tudo, a civilidade do povo, a limpeza da cidade, a organização, a beleza do lugar, o clima, enfim, nota 10 e preciso saber se com a renda que citei acima poderei ter um padrão de vida na faixa da classe media com razoável padrão arcando com aluguel, luz, gás, telefone, água, alimentação, vestuário, enfim estes itens padrão. Tenho dois “perros” e pude ver em Santiago que mesmo aqueles que vivem nas ruas são considerados praticamente cidadãos tal como são bem tratados e cuidados pela população. Amei Santiago do Chile. Posso ou não ?

Resposta
Francisco E O Barbosa Maio 31, 2017 at 5:44 pm

Olá, por gentileza, queira corrigir o valor para CLP 1.780.000 pesos chilenos.

Resposta
Yvis Dezembro 29, 2017 at 4:22 am

Dá até pra andar de camaro com esse salário

Resposta
Kleiton Maio 26, 2018 at 3:03 am

Não, filho (a). 1780000 pesos chilenos correspondem a 10414 reais, cotação de 25/05/18. Para um solteiro, é um ótimo salário, mas para uma família é apenas um salário regular.

Resposta
Saulo Selga Dezembro 23, 2018 at 5:16 pm

Ja dei peaquisada sobre residir com qualidade vida. Sim este valor mensal da para desenrolar tudo.

Resposta
Danielle Setembro 18, 2017 at 2:20 am

Olá Joy, eu estou pensando em ir estudar por 6 meses no Chile atráves de uma parceria de universidades. Mas eu gostaria de algumas dicas, pois os custos de passagem, hospedagem e alimentação serão meus.

Resposta
Felipe Lima Junho 14, 2018 at 12:09 am

Gostaria de saber dos custos com alimentação, condução, trabalhos para estudantes, e se é possível ter fluência no espanhol em seis meses?

Resposta
Liliane Oliveira Junho 14, 2018 at 8:27 pm

Olá Felipe,
A Joy Matta parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas no Chile que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Saulo Henrique Selga Julho 19, 2018 at 12:21 pm

Joy, nao e broma ou falta de respeito ao seus leitores, porem as coisas acontece para ums.
Passaremos a receber valor de + 4 Milhoes (CLP) Mes ( Somos em 3 pessoas).
Que isto? Representa na sociedade imobiliaria ou tipo de vida em Santiago?.
Obrigado

Resposta
Liliane Oliveira Julho 19, 2018 at 1:43 pm

Olá Saulo,
A Joy Matta infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação