Dez motivos para morar em Estocolmo

0
605
Fonte: pixabay.com
Advertisement

Dez motivos para morar em Estocolmo.

Em 2017, a Suécia passou a marca dos dez milhões de habitantes. O crescimento da população nas últimas décadas foi rápido, mas a Suécia continua sendo um dos países com a menor densidade demográfica da Europa. Aproximadamente 2,3 milhões de pessoas vivem na região metropolitana de Estocolmo que é composta por 26 municípios. Para comparar, a cidade é menor do que a região metropolitana de Belém que é a 14ª maior capital do Brasil.

Vim morar em Estocolmo em 1985. Embora tenha tido a oportunidade de morar em outros países, Estocolmo foi a cidade que escolhi para a minha família. De lá para cá, a cidade cresceu e mudou muito, o que também gerou problemas de integração e aumento no índice de criminalidade. Mesmo assim, nem tudo era melhor antes. Ao contrário, acho que muitas coisas são melhores hoje, principalmente se você é um imigrante chegando para se estabelecer no país.

Estocolmo é uma cidade vibrante. Eu não sou a única a pensar assim. Diversas avaliações internacionais colocam a capital sueca entre as cidades preferidas. Mas afinal, o que torna Estocolmo uma das melhores cidades do mundo para se viver? Neste texto vou refletir sobre dez fatores que tornam a cidade atraente tanto para suecos como para estrangeiros.

1. Estocolmo é uma pequena cidade grande. E o que significa isso? Significa que a cidade é cosmopolita e tem muito para oferecer em termos de trabalho, cultura e lazer. Mas a cidade mantém características e qualidades que normalmente associamos a cidades menores como, por exemplo, a presença de muito verde, o senso de comunidade local e a qualidade do ar.

2. Uma rica história. Estocolmo foi fundada no século treze e a parte medieval da cidade, Gamla Stan, é muito bem preservada e viva. Há muito a descobrir em toda a cidade e no seu entorno. Por exemplo, no lago Mälaren, você tem Birka, importante região de comércio da era Viking nos séculos IX e X, e hoje na lista UNESCO do patrimônio mundial. Foi também em Birka que a primeira congregação cristã foi fundada na Suécia em 831. Mas há muito mais. Uma longa história inclui muitas tradições. A gente não se cansa de redescobrir a cidade a cada dia.

3. Transporte público de boa qualidade cobrindo toda a área metropolitana. A expansão da cidade seguiu o trajeto do metrô que começou a operar na década de trinta. Hoje são mais de 100 quilômetros de linhas e 100 estações. O sistema está conectado a trens suburbanos e linhas de ônibus. É fácil planejar a viagem que se quer fazer de forma eficiente. Se visitar a cidade, não deixe de fazer um tour pelas estações do metrô de olho na composição artística e única de cada uma delas.

Leia também: 10 motivos para morar em Moscou

4. A cidade é bem planejada e moderna. Estocolmo está crescendo rapidamente e está ficando mais densa. Mas tudo é muito planejado e por isso a cidade cresce com qualidade. O acesso à região central é controlado para carros que têm que pagar um pedágio. Com isso, a maioria usa o transporte público e a qualidade do ar na cidade é excelente. O uso da bicicleta também vem crescendo, e a partir desse ano o governo está dando um incentivo fiscal para a compra de bicicleta elétrica.

5. A qualidade de vida é alta. Certamente, isso vale para a Suécia como um todo. A renda per capita na Suécia está entre as mais altas do mundo, bem acima do resto da Europa e seis vezes mais alta do que no Brasil. Em Estocolmo, você possivelmente encontrará bons salários principalmente se for qualificado. O custo de vida e os impostos são altos, mas, se você trabalha, terá seguro de saúde, escola gratuita, seguro dentário parcial, licença para maternidade e paternidade, ou seja, vários benefícios.

6. Ótimas oportunidades de trabalho. A região metropolitana tem vários concentradores industriais avançados, por exemplo, focados em telecomunicações, medicina e ciências da vida, entre outros. Isso significa que a cidade atrai pessoas qualificadas do mundo inteiro. 38% da população em idade de trabalho tem educação terciária. Isso é 7% a mais do que a média na Europa como um todo. Se você estiver na área de tecnologia da informação e for programadora, certamente não terá dificuldade de encontrar trabalho bem pago. Não precisa nem falar o sueco nesse caso pois esses ambientes são super internacionais e a língua falada é o inglês.

7. A qualidade do ar. A União Europeia tem trabalhado para melhorar a qualidade do ar nas cidades. A Agência Europeia do Meio Ambiente (EEA) acaba de lançar um portal onde você pode checar a qualidade do ar em todo o continente. Confira Estocolmo e compare com a situação bem menos favorável das regiões centrais do continente. Na verdade, Estocolmo desenvolveu uma estratégia para se tornar livre de combustíveis fósseis até no máximo 2040. Essa estratégia não depende de quem está na política do município. Portanto, possivelmente, esse objetivo será alcançado antes disso. Os ônibus já são todos operados com energia renovável incluindo etanol, biodiesel, biogás e eletricidade.

8. Cidade com grande desempenho econômico. Um relatório publicado em dezembro de 2017 indicou Estocolmo como a segunda cidade europeia com melhor desempenho (Best Performing Cities Europe). O indicador avalia desempenho em termo de empregos, concentração de indústrias com serviços qualificados e ganhos salariais. Estocolmo só perdeu para Londres. Resta saber se Londres vai conseguir se manter na primeira posição depois do Brexit.

9. Um concentrador cultural de classe internacional. Estocolmo é uma ótima cidade para quem gosta de consumir cultura seja em forma de teatro, música ou exposições de artes plásticas. Muitos museus têm entrada franca. A demanda cultural é crescente e por isso também já existem diversos museus e galerias particulares. A ópera é excelente e o teatro oferece muitas alternativas de alto nível. Para quem gosta de música, há muito o que escolher. Em comparação internacional, os preços são razoáveis.

Arquipélago de Estocolmo. Fonte: pixabay.com

10. Vida ao ar livre. Para quem gosta de vida e esporte ao ar livre, a cidade de Estocolmo oferece tudo o que você pode imaginar. As áreas residenciais nunca estão muito distantes de uma grande área verde ou uma floresta. Você pode praticar diversos esportes desde esqui, golfe, hiking, tênis, futebol, etc. a poucos minutos da sua casa, ou simplesmente fazer a sua corrida na floresta ou um piquenique no parque respirando ar puro. O arquipélago de Estocolmo é uma atração especial durante todo o ano. Na verdade, a cidade fica sobre ilhas e por isso você tem água por todos os lados seja do Mar Báltico ou do Lago Mälaren. Durante o verão, muitas pessoas deixam a cidade e vão para suas casas de campo nas ilhas do arquipélago. Outros insistem em morar em suas ilhas o ano inteiro a despeito das adversidades climáticas do inverno.

Puxa, já dei dez razões! Existem muitas outras, mas espero ter dado a você bons motivos para vir a Estocolmo e vivenciar tudo isso. Se não ficar, pelo menos vai poder aproveitar muito de uma cidade que tem algo a oferecer a cada visitante ou morador. Venha comprovar.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui