BrasileirasPeloMundo.com
França Turismo Pelo Mundo

Dicas de passeio na região basca

Dicas de passeio na região basca.

A nossa meta desde chegamos na França em abril de 2014 é de conhecer o máximo possível do país. Já viajamos bastante, mas ainda não conhecemos tudo o que gostaríamos. A França não é só Paris, Vale do Loire e Cote d’Azur. Tem muito para conhecer. É claro que para quem vem como turista e nunca veio a França é bom começar pelo mais conhecido. 

A grande vantagem para mim é que podemos fazer praticamente tudo de carro saindo de Clermont- Ferrand. Como Clermont fica no centro da França, as cidades mais distantes  ficam entre 6 a 7 horas de carro.

Maio é um mês de muitos feriados por aqui e aproveitamos que este ano tivemos 2 feriados na mesma semana com recesso na escola para conhecermos uma parte da região basca ou país basco. 

Saímos na sexta – feira e voltamos no domingo da semana seguinte. 

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na França

                            Afinal, o que é País Basco e onde fica ?

De acordo com wikipedia, o País Basco é o nome dado à região histórico-cultural onde residem os bascos, localizada no extremo norte da Espanha e no extremo sudoeste da França, cortada pela cadeia montanhosa dos Pirinéus e banhada pelo Golfo de Biscaia.

Nós ficamos na parte francesa e visitamos um pouquinho da parte espanhola também.

                                    Onde ir e o que fazer ?

Ficamos num camping entre  Saint-Jean de Luz e guetary e cada dia íamos a um lugar diferente. 

Saint Jean de Luz. Fonte: arquivo pessoal

Saint-Jean de luz

Cidade super charmosa, região de porto e praia. Praia boa para descansar, comércio pequeno mas bem ativo. O forte na época quente são os sorvetes. Tem sorvete artesanal vendendo em cada esquina.

Leia também: Tipos de vistos e residência na França

De lá saem passeios de barco com diferentes roteiros. No verão tem mais opções de horário. É possível até fazer um passeio de dia inteiro para observar os golfinhos e as baleias. Perto do porto tem uma grande loja de produtos típicos da região.

O passeio de trenzinho pela cidade é válido principalmente com crianças e se você quer conhecer um pouco da história do lugar, pois a centro antigo é tão pequeno que todo lugar que o trenzinho passou ja tínhamos passado a pé.

Toda parte costeira em torno de Saint-Jean de luz vale a pena visitar. Perto de Guetary tem umas praias bem bonitas. 

Ghéthary

Cidade pequena cercada de belas praias com uma arquitetura típica da região basca: na maioria, casas com portões e janelas de madeira colorida de azul, vermelho, verde e até amarelo. Fica a uns 6 km de Saint Jean de luz.

Hendaye Fonte: arquivo pessoal

Hendaye

É a cidade de praia mais perto da fronteira com a Espanha, tanto que assim que chegamos na praia de Hendaye, trocou a operadora do celular para a Espanha, com a mensagem bem vindo a Espanha.  

Para chegar lá indo de Saint-Jean de Luz são uns 12 km e o melhor caminho é ir pela La Corniche, que nada mais é do que a costa, belíssimo visual.  

Na  verdade só conhecemos a cidade de carro, pois o foco foi a praia. Ficamos na Praia Grande, areia finíssima, mar super claro e gelado e como ventava muito, deu até para soltar pipa, para a alegria da minha filha. Fomos em maio, mesmo sendo semana de feriados, não é alta estação. Provavelmente no verão deve ficar cheio. 

Forte de Socoa. Fonte: arquivo pessoal

Socoa e Egiategia

Socoa fica a 5 minutos de Saint Jean de luz. Passamos por lá a primeira vez por acaso quando estávamos indo para Hendaye.

Tem um forte bonito com uma vista boa para o mar. Vimos 2 praias: a do forte e a do lado do forte. Recomendo a visita ao Forte e dependendo da hora, almoçar em um dos restaurantes que ficam perto.

Na segunda vez fomos a uma visita e degustação de vinhos num local chamado Egiategia, que fica perto do forte. 

Você sabia que existe vinificação no fundo do mar? Sim existe e é feito na Egiategia. O dono do local é um agrônomo e enólogo que trabalhou na Möet Chandon e desenvolveu a técnica de finalizar a vinificação no fundo do mar.

Super interessante, realmente vale a visita e o vinho com vinificação 100% submarina é muito bom.

Dica: tem que reservar antes, de preferência a degustação de 5 vinhos .

Spelette. Fonte: pixabay.com

Spellete 

Cidade pequena é bonitinha. É a capital da pimenta espelette (malagueta). Todo lugar que você olha na cidade tem pimenta e tudo é feito à base de pimenta .

Tem uma fábrica de chocolate excelente lá: Chocolaterie Antton, com visita e degustação.

Leia também: Dicas de turismo perto de Toulouse  e 10 passeios imperdíveis na França

Biarritz 

É junto com Bayonne (que não deu tempo de visitar), uma das cidades mais conhecidas da região. É uma cidade grande perto das outras, e é lá que fica o aeroporto.

Super turística e conhecida, a cidade é agradável com uma orla em torno do cassino, muito charmosa que faz lembrar Copacabana nos anos 50. 

Tem o passeio de trenzinho também e um aquário que faz sucesso com as crianças, principalmente pelas focas.

 San  Sebastien 

A única cidade espanhola que conseguimos visitar. Fica a 33 km de Saint- Jean de Luz. Cidade grande, bem organizado com uma bonita orla, um aquário/ museu interessante e a parte histórica bem jeitosa.

Fomos num dia de chuva e frio, mas conseguimos passear bastante .

 Trem de la Rhune 

Trem turístico sobre o massivo pireneu. Não conseguimos ir, pois estava lotado com uma fila enorme e sem garantia de ingresso. O passeio parece bem interessante o trem sobe a montanha e tem uma vista linda lá de cima. O passeio depende da meteorologia, o ideal é céu aberto para aproveitar o visual.

Dica: se tiver certeza que vai fazer o passeio , é possivel comprar com antecedência de pelo menos 1 dia.

Come-se muito bem na região basca. O forte são peixes e frutos do mar – a parrilhada é uma boa pedida, além de tudo que se pode imaginar à base de pimenta de chocolate a pão e geleia de pimenta . De doce tem o bolo basco, carregado na manteiga, muito bom.

Mais perto da parte espanhola o forte são os pinchos: são pequenas porções de aperitivos que você paga por unidade . Dá vontade de provar tudo. Pode-se almoçar pinchos sem problemas e de preferência acompanhado de uma sangria. Em San Sebastian tem bar de pinchos a cada esquina do centro velho.

Dá água na boca, né? A região é ótima para comer bem, aproveitar as paisagens e pegar uma praia.  Esta foi a minha experiência, espero que tenham gostado e se programem para conhecer porque realmente vale a pena.

Related posts

Como me tornei uma brasileira pelo mundo

Alice Megre

O sonho e a realidade de morar na França

Luciana Sena

As praias da Austrália Ocidental (Western Australia)

Aline Arruda

2 comentários

Vivian Agosto 3, 2018 at 7:25 am

Adorei, Lilian, sobretudo a partr do vinho. 🙂 Bjs

Resposta
Lilian Moritz Agosto 3, 2018 at 8:32 pm

Obrigada Vivian.
É super interessante a técnica que foi desenvolvida. A pessoa que criou trabalhou antes möet chandon.
Se tiver oportunidade conheça a região, eu gostei muito.
Bjs

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação