BrasileirasPeloMundo.com
Suíça Turismo Pelo Mundo

Dicas de turismo de verão em Tessino na Suíça italiana

Um dos meus sonhos impossíveis é exportar o nosso clima tropical para a Suíça. As frequentes mudanças de temperatura que ocorrem de um dia para o outro aqui em Tessino me fazem arrepender das vezes que lamentei o calor brasileiro. Aqui basta chover para que a temperatura caia 15 graus em 24 horas.

Mas depois de meses de frio, finalmente o tão esperado verão chegou! Aqui cada dia de sol e calor é tido como um presente divino, é quase um pecado ficar em casa. Basta um solzinho para que bosques, praças, ruas, bares e lago fiquem repletos de pessoas buscando um espaço para sintetizar a vitamina D.

É o momento em que o suíço tira os shorts e as Havaianas do armário. O verão é tão importante que quase 80% dos eventos mais importantes em Tessino acontecem nessa estação.

Por isso, nesse post dou algumas dicas de atrações e eventos do verão suíço, me concentrando principalmente na região de Locarno que, na minha opinião, reúne toda a essência da Suíça italiana.

Artisti di  Strada   

Todo ano no mês de junho, por 4 dias, artistas de rua de diferentes países se exibem na “Via Borgo” em Ascona, e é tudo grátis. Na minha opinião, essa é uma das melhores atrações do verão. Artista de rua é cultura, divertimento e alegria, satisfaz adultos e principalmente, os pequenos. Sempre me faz pensar, a coragem de certas pessoas em escolher uma vida artística, pouco remunerada, visando somente a felicidade.

Sem ganhar nada para se apresentar, os artistas, no final do espetáculo, ficam com o chapéu na mão, contando com a generosidade do público.

No final do último dia de espetáculo o público vota no artista preferido e o vencedor leva o prêmio de 800 francos. Sinceramente não entendo o valor irrisório desse prêmio, deve ser simbólico, não encontro outra explicação.

Jazz Ascona   

Faz 32 anos que Ascona recebe o único festival de jazz fora dos Estados Unidos oficialmente patrocinado pelas autoridades de New Orleans. São 180 shows exibidos pelos mais importantes grupos de jazz de New Orleans e da Europa; para os apaixonados por jazz é mais do que um prato cheio.

Na cidadezinha de Ascona, com pouco mais de 5 mil habitantes, por 10 dias se respira jazz. O clima é o mesmo de New Orleans, por todo canto se encontra personagens exuberantes com vozes arranhadas.

Esse não é grátis: a entrada custa 20 francos ao dia. No contexto final, não é caro, se pensarmos que as apresentações se iniciam no final da tarde e vão até a madrugada.

Os shows são a céu aberto e acontecem simultaneamente, ou seja, 4 ou 5 grupos se exibem ao mesmo tempo. Com isso você pode assistir a vários shows numa única noite.

jazzascona
Jazz Ascona. Fonte: acervo pessoal

Vallemaggia Magic Blues   

O Vale Mágico – assim é chamado esse vale que é meta obrigatória para quem visita a Suíça italiana, um pedacinho do planeta onde a natureza e o ser humano convivem em harmonia, ainda com suas casas em pedra, construídas há séculos atrás. O rio de águas cristalinas que corta o vale, típica imagem de cartão postal suíço, com suas prainhas de areia cinza, é diversão garantida para toda a família.

Nesse ambiente mágico acontece o “Vallemaggia Magic Blues”, um festival ao ar livre onde se exibem artistas nacionais e internacionais da música blues. O preço da entrada é de 20 a 25 francos e é uma ótima união de boa musica e natureza intocável.

Moon and Star   

Faz 12 anos que no mês de julho, por 10 dias, a “Piazza Grande” de Locarno se transforma na casa do pop/rock. O valor de cada show é por volta de 80 francos, um pouco salgado à primeira vista, mas vale cada centavo para ver artistas do calibre de Alicia Keys, The Corrs, Alanis Morissette, Coldplay, Lenny Kravitz, Depeche Mode, Eric Clapton, The Who, Pink, Deep Purple, Placebo, REM, só para citar algumas lendas da música que se apresentaram no Moon and Star de Locarno.

Festival do Filme de Locarno   

Logo depois de se transformar na casa do pop/rock,  Locarno se transforma na capital mundial do cinema. Tudo começou em 1946 e hoje esta é considerada a mais importante manifestação cinematográfica da Suíça.

Milhares de amantes e profissionais do cinema se encontram na Piazza Grande, que se transforma em uma grande sala de projeção. Para se ter uma ideia da grandeza, a tela cinematográfica tem 26 metros de largura por 14 de altura, para uma plateia de 8 mil pessoas.

Por acaso, em 2015, estava tranquilamente sentada em um café e de repente quem eu vejo passar? Andy Garcia!

festivalfilm
Piazza Grande – Festival do Filme de Locarno. Fonte: acervo pessoal

Mas Locarno não é feita só de música e arte, tem espaço também para os viciados em adrenalina,  quesito aventuras radicais:

Salto de paraquedas

Em Locarno existe um pequeno aeroporto onde se encontra a escola de paraquedismo que, além de cursos, organiza também saltos duplos com os melhores instrutores de Tessino. Toda a preparação pré-salto dura 2 horas; já a duração da queda livre é de 50 segundos e o custo, de 410 francos.

Cliff Diving European Championship

É o Campeonato Europeu de Salto de Penhasco, que tem uma de suas etapas justamente em um penhasco de 20 metros de altura, conhecido como garganta da Ponte Brolla, situado no Vallemaggia. A etapa de 2016, em Tessino, foi nos dias 22 e 23 de julho. É realmente um espetáculo imperdível e a entrada é franca.

Salto de parapente

Em Locarno o salto é feito de uma montanha chamada “Cimetta”. O salto dura 20 minutos e o custo é de 200 francos.

Ano passado meu filho fez um voo duplo de parapente e me disse que o panorama de cima é simplesmente fantástico. Nesses 20 minutos se tem uma visão completa de toda a cidade, lago, floresta e montanha.

Bungee Jumping GoldenEye

A barragem situada no Valle Verzasca é tida como o 3º bungee jumping mais alto do mundo e impressiona só de olhar. Ficou famosa depois que foram filmadas cenas do filme “007 contra GoldenEye”, quando James Bond (Pierce Brosnan) salta de uma altura de 220 metros. Preço por salto: 195 francos.

jump
Bungee Jumping GoldenEye – Valle Verzasca, Tessino. Fonte Pixabay

Para quem prefere aventuras tranquilas e custosas, existem dois luxuosos Golf Clubs, um em Ascona e outro em Losone, distantes poucos quilômetros um do outro.

Tessino, para mim, é sinônimo de qualidade de vida em todos os sentidos. Você não precisa gastar dinheiro para se divertir; existem lugares lindos como praças, bosques, montanhas, o Rio Maggia, o Lago Maggiore, onde é comum encontrar pessoas fazendo piquenique e tudo isso em total segurança.

Todos os dias existem mostras de arte e arquitetura, teatro, cinema, dança, música clássica e lírica, enfim… Repito: existe uma Suíça italiana para todos os gostos e bolsos.

Por último – e não menos importante – não poderia deixar de dar algumas dicas de restaurantes e grotti, restaurantes típicos, geralmente feitos de pedras. Aqui vão alguns restaurantes que recomendo:

Blu Um dos poucos restaurantes que servem pratos quentes até meia noite; utilizam produtos genuínos e frescos.

Sensi Gastronomia mediterrânea de qualidade com um toque indiano, num mix que funciona.

Govinda Vegetariano & Indiano Opção saudável com utilização de produtos orgânicos; é a dica para quem não come carne.

Seven Easy É um grupo de 5 restaurantes, mas o meu preferido é o Easy, de cozinha mediterrânea moderna.

Grotto Brunoni Com cozinha e ambiente típicos do Tessino, é uma válida experiência para quem quer conhecer a cozinha tessinesa.

O site oficial da cidade de Tessino é para quem está pensando em visitar a Suíça italiana ou para quem tem curiosidade por descobrir mais sobre o turismo da região.

Boa viagem!

Related posts

Turismo na Jordânia

Gabriela Lirio Delfino

La Route Gourmande: o paraíso dos enófilos

Fernanda Moura

Chiang Mai, a segunda maior cidade da Tailândia

Dani Vidal

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação