Dicas para aprender alemão

22
3599
Advertisement

A Alemanha é um país maravilhoso, organizado, aberto à estrangeiros, com ótimas ofertas de emprego e estudo e uma qualidade de vida invejável. No entanto, para nós estrangeiros, morar aqui vem com um preço: aprender alemão.

Antes de me mudar para a Alemanha, eu morava na parte francesa da Suíça, e nos fins de semana ou férias visitava meu marido – que na época era só namorado – e aproveitava para aprender algumas palavrinhas, frases e buscava  prestar atenção nas pessoas conversando. Confesso que eu não sabia quando começa ou terminava uma palavra! A única coisa que me vinha à cabeça era: não me imagino falando essa língua pelos próximos 10 anos da minha vida.

IMG_0109Para quem já fala outros idiomas, especialmente o inglês, sem dúvidas facilita um pouco, mas não desanime se o processo de aprender alemão demorar mais do que você esperava, é normal. Antes de começar a estudar a língua, eu já falava
outras 3 além do português, e confesso que não demorei muito até falar fluente esses idiomas, com o alemão cheguei a pensar que isso nunca ia acontecer, mas aos poucos os avanços começaram à aparecer.

Ao me mudar para a Alemanha, foi questão de tempo e esforço mesmo até eu começar à falar o necessário, e depois transformar esse necessário em ser a que mais fala na mesa de amigos. Quem diria! Eu que decorava uma frase para ir à
livraria pedir um livro, que tinha medo de atender o telefone e não conseguir falar, que chorava quando chegava em casa depois do curso falando que nunca ia aprender à falar o tal do alemão!

É, mas o processo não foi fácil. O alemão é um idioma muito diferente do português, as palavras são longas e ainda podem ser emendadas umas nas outras para se prolongarem ainda mais, e para acabar de completar, não existe só o
feminino e o masculino, existe também o “neutro”, que são respectivamente: die, der e das. Agora deu, como assim?! Pois é, saber se uma palavra é masculina, feminina ou neutra é a maior dor de cabeça para um estrangeiro, e por mais
estranho que seja, para os alemães também.

As minhas dicas são simples, primeiro muita paciência, segundo não desista e terceiro não tenha medo de errar. Sinceramente? Ainda me falta o primeiro item, mas com a combinação dos outros dois, foi como consegui fazer meu alemão sair do lugar. Procure um curso o quanto antes, todos que encontrei por aqui são intensivos, com normalmente 4 horas por dia durante 4 dias da semana.

Além disso, procure treinar, muitas pessoas se acomodam com o inglês, já que quase todos falam esse idioma por aqui; e tente ir mudando aos poucos de uma língua para outra.

Eu só falava em inglês com a família do meu marido, mas aos poucos fui mudando para o alemão, comecei contando umas histórias curtas até conseguir mudar 100%, acho que essa mudança foi mais difícil para eles do que para mim.

Eles me ajudaram muito com a paciência que tiveram em me ouvir explicar um acontecimento que normalmente demoraria 1 minuto, mas se prolongava por mais 10! Acabei percebendo que os alemães valorizam muito o fato de você estar
se esforçando para aprender, eles sabem que o idioma deles não fácil; nunca me senti pressionada por eles por não falar perfeito, pelo contrário.

E no meio disso tudo, o mais engraçado é que eu não falo alemão com o meu marido, nosso idioma oficial é o português! É isso mesmo, ele morou no Brasil e fala nossa língua melhor do que eu falo a dele, e usei essa situação ao meu favor
no meu processo de aprender a língua. Hoje ele esquece palavras em alemão e eu o lembro, e eu esqueço palavras em português e ele é quem me lembra; é trabalho de equipe por aqui!

A verdade é que ninguém nasce sabendo falar, nem nossa própria língua, tudo acontece com o tempo, ouvindo e repetindo, entendendo o significado e claro, praticando! Com o alemão é do mesmo jeito, pode levar mais tempo, mas nada
que o tempo, os alemães e a sua persistência não resolvam.

IMG_9253Aprender alemão é possível, mas é um processo contínuo, à cada dia aprendendo uma palavra nova, e olhe que nessa língua existem palavras para tudo.

22 Comentários

  1. Oi Allane, você sabe me dizer como é a receptividade dos alemães para com os brasileiros intercambiários do Rotary ( adolescentes entre 15 e 17 anos) ?

    • Oi Rosana tudo bem? Olha só, os Alemães são muito receptivos no geral, eles são muito abertos à outras nacionalidades e são bem prestativos e solidários em si. São bem pacientes quando você está tentando aprender o idioma deles e estão sempre dispostos à ajudar no que precisar. Claro que a cultura é diferente da nossa, eles valorizam muito a privacidade e isso pode parecer que eles não são “simpáticos”, mas posso dizer que aqui na região da Bavária eles são muito legais, sempre me senti muito bem-vinda, não só porque sou casada com um alemão, mas no geral. Se precisar de mais alguma informação estou à disposição. Grande abraço, Allane.

  2. Oi Allane,

    Lendo seu texto me fez lembrar de quando fazia faculdade de Tradução e Interpretação e uma amiga estava estudando alemão, ela vivia ‘quebrando a cabeça’. Na verdade, ela dizia que achava que mesmo se quebrasse a cabeça e inserisse um dicionário de alemão, não aprenderia nunca…rs…

    Mas olha, perseverança é tudo. Quem sabe um dia eu decida aprender o alemão, então vou lembrar das suas dicas 🙂
    Beijos

    • Oi Cleo!! Hahaha acho que a sua amiga tem razão! O Alemão é uma língua de quebrar a cabeça mesmo, te força à pensar, é uma língua que segundo o meu marido é questão de lógica, não sei que lógica é essa, mas eu tento haha!! Espero que um dia você tente o Alemão também, apesar de difícil é muito interessante, e depois que você começa a aprender percebe que muita coisa faz sentido, eles realmente dão nomes bem lógicos às coisas 😀 obrigada pelo comentário! E boa sorte 🙂 Beijos, Allane

  3. Ai, como tenho medo e respeito por esse tal do alemao. Tem palavras que eu vejo e me pego pensando e calculando em que momento a pessoa respira, de taaaaao longas que sao. Mas é o que vc diz: prática e paciência ajudam muito. Abraços!

    • hahaha oi Joy!! Eu também tinha muito medo, não sabia quando uma palavra começava nem terminava!! Mas a verdade é que com o tempo você escuta tanto que começa a repetir, que nem criança mesmo. Sem dúvida prática e muita paciência!! Obrigada pelo comentário. Beijos 🙂

  4. Ola Allane, Meu nome é Cìcero e sou carioca. Soube do seu site pela minha esposa, que me mandou o link. Reconheço estas fotos porque tambem estou em Munique e vou ficar aqui até janeiro, pelo menos é o que esta previsto. Minha luta agora, que me faz lhe escrever, é achar um curso intensivo, a noite, e que corresponda a um nível do idioma, por exemplo o A1 ou A2, que são os que eu estou batalhando agora, em 4 semanas. Até achei um curso que gostei, mas eles so tem semi-intensivo a noite, com meio nivel em 4 semanas (A1.2 ou A2.1, depende). Voce pode me ajudar ?? Conhece algum curso que atenda este requisito ?? Caso possa responder, por favor encaminhe a resposta tambem para meu e-mail ([email protected]). Grato.

    • Ola Cicero!! Desculpa a demora pra responder… estava viajando e voltei recentemente.
      Estou respondendo aqui mas também te enviarei por email. Olha só, o lugar onde eu fiz o meu curso de Alemão, a Deutsche Akademie é muito legal… eles têm intensivo à noite também para todos os níveis. O preço deles é ótimo, e pelo que eu me lembro é se segunda à quinta e duram 3 horas cada dia. Te passo o link por e-mail!

      Abraço,
      Allane

  5. Olá Allane, realmente alemão é uma língua muito complicada, especialmente se você não teve contato com nenhuma outra língua germânica. Eu lembro que quando eu comecei a aprender pelo “Deutsch… Warum nicht?” eu achava bastante complicado, mas depois de um tempo eu acabei acostumando. Infelizmente com a falta de prática e os estudos postos de lado, acredito que meu alemão está completamente enferrujado. Quando eu tiver oportunidade, com certeza voltarei a estudar esta língua interessantíssima!

    • Olá Luiz! Obrigada pelo comentário e por compartilhar sua experiência! É verdade que se não praticarmos acaba enferrujando um pouco, isso acontece comigo até quando passo algumas semanas viajando… hahaha Mas assim que você entrar em contato com a língua novamente aos poucos vai voltando! Está na hora de fazer uma visitinha à Alemanha hein? 🙂

      Abraço,
      Allane

      • Seria de muito bom grado uma visitinha à Alemanha, um dos bons motivos seria a Oktoberfest que, infelizmente, já passou, mas não faltarão oportunidades. Espero que tenha a aproveitado!
        Abraços,
        Luiz

  6. Estou pensando em ficar um tempo (ou definidamente) ai na Alemanha, mas o problema é a língua, eu so falo portugues, eu gostaria de fazer um curso aqui no brasil por um tempo, porem eu sei que o alemao que ensinam aqui é o Basico, eu gostaria de saber se eu for pra alemanha e fizer curso de Alemao ai, o curso em si (contedudo,materia,explicaçao) serao em ingles, Alemao ou em outra lingua, se eu for só com o ingles BASICO – INTERMEDIARIO ( mais pro basico rsrsrsrs ) eu consigo fazer curso de alemao aí ?

    • Olá Lucas, os cursos de Alemão aqui são todos dados 100% em Alemão, desde o primeiro nível. Sabendo Inglês ajuda muito no dia a dia, mas o curso em si é dado todo em Alemão 🙂
      Acho uma boa ideia você já fazer pelo menos um pouco no Brasil, para vir mais preparado. Todo aprendizado ajuda.

      Boa sorte,
      Allane

  7. Allane, estou em pânico, kkk meu marido recebeu um proposta da empresa pra ficar pelo menos 2 anos na Alemanha. Só que eu não falo nem inglês e muuuito menos o Alemão. Tenho uma bebezinha de 5 meses e morro de medo de precisar de ajuda e não conseguir. 🙁 O meu marido fala bem o inglês e arranha o alemão, acho que o nível dele é B1. Nossa estou pensando seriamente em desistir da nossa ida.

    • Olá Flavia,

      Tudo bem?
      Calma, não precisa de pânico 😀
      Alemão não é esse bicho papão que todo mundo pensa que é. É possível sim aprender, mas claro que o começo será difícil assim como toda lingua.
      O que aconselho é já tentar fazer uma aulas ai no Brasil para aprender o básico.
      Quanto à ajuda, é verdade que no começo você terá que se virar um pouco, mas verá como a vida aqui na Alemanha é bem mesmo estressante que no Brasil. A qualidade de vida, segurança e benefícios ajudarão muito o seu dia a dia.

      Mas não desista! É um oportunidade e tanto para vocês.

      Boa sorte! Abraço,
      Allane

  8. Não sei se fiquei mais motivado ou mais desmotivado a aprender alemão agora. Eu achei que fosse ser possível, um dia, dominar o “die, der und das”, mas já perdi as esperanças. O Präteritum ri da minha cara toda vez que eu o estudo, parece que ele quer que eu desista. E as palavras? “Einkaufszettel” para dizer “lista de compras”, “Naturwissenschaften” para “ciência”… Ô Deus, minha esperança era de, pegando o jeito com o alemão, abrir uma porta para conseguir aprender Holandês com mais rapidez. Vou ter que abortar este plano? 🙁

  9. Olá Allane.
    Vou me casar com um alemão e vou me mudar para Alemanha. Ele aprendeu o português muito rápido aqui no Brasil como eu de professora. Consegui aprender algumas palavras em alemão, mas foram poucas e estou morrendo de medo de não conseguir “pegar” tudo e poder me virar no dia-a-dia ou ajudar meus filhos na escola.
    Estou nervosa, ansiosa, com medo e tudo que se possa imaginar…

    • Olá Cleiby,

      O começo nunca é fácil para ninguém, mas com alguns meses de curso intensivo e dedicação você aprenderá sim!
      Nada de desespero 🙂 vai com calma e paciência que vai dar certo. Não é fácil mas também não é impossível!
      Procure desde já um curso intensivo pra você na cidade onde irá morar e comece desde cedo.

      Boa sorte,
      Allane

  10. Oi Allane!

    Parabéns pelo blog!! Sua escrita é simples, porém rica e sabe abordar o assunto de forma objetiva e prazerosa de ler ao mesmo tempo.

    Não sei se pode falar por aqui, mas você recomenda algum curso aqui no Brasil para iniciar o alemão que seja de boa qualidade?
    Tenho receio de iniciar um curso que não seja tão bom e acabar perdendo dinheiro e tempo.

    Obriagdo,

    Gustavo.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.