BrasileirasPeloMundo.com
Índia Trabalho Voluntário Pelo Mundo

Dicas para realizar trabalho voluntário na Índia

Dicas para realizar trabalho voluntário na Índia.

  1. O que é Trabalho Voluntário?

O Trabalho Voluntário no exterior é um tema que vem ganhando bastante notoriedade entre a comunidade viajante. Muitos universitários e/ou recém formados estão procurando esse tipo de experiência para preencherem suas vidas e currículos. Esta atividade diz respeito a uma troca de serviços realizada entre voluntário e determinada instituição, podendo essa, ser uma Organização Não Governamental ou não. Assim, o voluntário prontifica-se a trabalhar sem remuneração, geralmente em algum projeto social em comunidades sem muitas condições de desenvolvimento, com animais em situação de risco ou até mesmo em troca de hospedagem e alimentação, como é o caso do Volunturismo que difere do Trabalho Voluntário apenas pelo fato de também abranger a atividade turística. Este é o caso de muitos viajantes que trabalham em Hostels em troca de cama, comida e roupa lavada, aproveitando para conhecer novas cidades em seu tempo livre, reduzindo assim custos de sua viagem.

  1. Porque realizar Trabalho Voluntário?

O voluntariado é uma ótima maneira de desenvolver a percepção sobre globalização, injustiças sociais, distribuição desigual de recursos e empatia. Ao deparar-se com problemas sociais que, definitivamente, não fazem parte de sua rotina, onde animais ou pessoas dependerão unicamente do serviço que você tem a oferecer para terem oportunidades diferenciadas em suas vidas, muita coisa muda dentro da gente. Os valores e crenças que trouxemos conosco antes da experiência definitivamente não serão os mesmos que levaremos para casa ao final desta. Em minha experiência foi uma maneira de encontrar inspiração para toda uma vida, descobrir coisas sobre mim mesma que eu jamais teria descoberto e voltar para casa com a certeza de que queria continuar fazendo minha parte para um mundo melhor e menos injusto. A gratificação será sempre proporcional a experiência adquirida durante o processo. Minha vida ganhou um significado diferente.

Também é uma grande oportunidade para praticar ou aprender uma nova língua e dar aquele “up” no currículo. Muitas empresas, hoje em dia, apreciam contratar pessoas que se permitiram passar por esse tipo de experiência. Porém, minha próxima dica é…

  1. Não faça Trabalho Voluntário apenas para colocar no CV.

Sério, não faça! O objetivo final deve ser tentar tornar o mundo, ou parte dele, um lugar um pouquinho melhor. É preciso ter certeza de que o que fará ali realmente trará mudanças e/ou significado para os que ficarão depois que você partir e não apenas turbinar currículo ou trazer sensação de consciência tranquila.

Esteja disposto a abrir mão de boa parte de seu tempo, colocar a mão na massa mesmo e sentir-se desconfortável em certas situações. É muito provável que você não vá fazer diferença para os moradores ou animais que vivem ali em apenas um final de semana. Acredito que o mínimo de tempo para que seja realmente proveitoso, efetivo e de qualidade seja um mês. Um trabalho voluntário é exatamente isso, um trabalho, ou seja, quanto mais tempo dedicado ao projeto, melhor.

Quando fui à Índia, me dediquei um mês aos dois projetos que estive envolvida, como já contei aqui e aqui, fui embora com a sensação de que deveria ter ficado o dobro.

13336047_10207929210322873_5738827537311790116_n

Fonte : Arquivo Pessoal

  1. Encontre um Trabalho que condiga com seus valores.

No que você acredita? O que você espera para o mundo? No que você é bom? Qual o seu talento? O que você gostaria de ensinar? Vale a pena tanto para você quanto para as vidas que deseja ajudar?

Essas são algumas perguntas que podem orientar na escolha de um projeto social o qual queira fazer parte. Talvez você fale alguma língua e possa perpetuar o conhecimento para crianças ou adultos que não teriam condições de bancar esse tipo de ensino. Se é engenheiro pode ajudar a construir/reformar casas de pessoas que sofreram algum desastre natural ou simplesmente não tenham condições para tal. Se é psicólogo pode ajudar pessoas em situação de risco, com stress pós traumático ou vítimas de alguma catástrofe. Artistas e dançarinos podem perpetuar seus talentos com oficinas e workshops. São inúmeras possibilidades para diversos tipos de profissionais e áreas, encontre aquela que será tão proveitosa para os envolvidos quanto para você e que transforme a todos no final.

  1. Pesquise! MUITO!

Pesquise tudo, saiba de tudo! Procure no Google, leia, converse com quem já foi e com os envolvidos e responsáveis. Saiba para onde vai seu dinheiro, quanto fica com a agência, quanto fica com a ONG, quanto será investido, o que está incluso, o que será revertido em ações. Saiba tudo e tenha muito cuidado com voluntariado em orfanatos, ou pode se deparar com estas situações aqui.

  1. Saiba o que irá fazer ANTES de chegar.

É muito importante saber para onde está indo e que tipo de trabalho irá realizar, por isso pesquisar é fundamental para a sua própria proteção e dos demais envolvidos. Eu tive uma grande surpresa que resultou em uma paixão quase que imediata e um projeto para o resto da vida, como já contei aqui. Porém, tive sorte, talvez se isto tivesse acontecido com outra pessoa, esta ficaria traumatizada e desistira do processo.

  1. Não espere viajar de graça.

Espere pagar, no mínimo, pela acomodação . Existem, sim, certos projetos que ajudam nos custos desprendidos pelos voluntários, mas não são todos. Tenha em mente que os projetos que mais precisam de sua ajuda não vão ter como te ajudar muito. Como eu já disse anteriormente, seu objetivo final deve ser tentar tornar o mundo um lugar melhor, e não apenas reduzir custos em sua viagem.

Related posts

Sete bons motivos para fazer trabalho voluntário na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

Conhecendo Bangalore

Rachel Tardin

As mulheres indianas são felizes?

Rachel Tardin

7 comentários

Socorro Agosto 7, 2016 at 2:46 am

Gostaria de conhecer a india

Resposta
angela maria dos anjos Setembro 6, 2016 at 12:57 am

Tudo que eu mais desejo nesta vida é ir para a India e fazer trabalhos voluntários, com crianças, doentes etc, mas minha condição financeira no momento no esta me permitindo já criei meus filhos acho que chegou a hora de fazer algo pelos outros, tenho 57 anos e muita saúde , quem sabe este sonho vai se realizar um dia, eu sei que vai, peço hoje onde quer que esteja madre Tereza de Calcutá, que me mostre por onde devo começar.

Resposta
Rosa Vital Maio 20, 2017 at 3:32 am

Ângela, sou do Amazonas e estou ansiando isso! Vamos nos unir e faremos juntas essa grande obra para os preferidos de Deus filho de nossa Santa Madre Teresa de Calcutá. Rosa Vital

Resposta
sandra maria conte de jesus Setembro 14, 2016 at 4:44 am

gostaria de ir a india, para fazer palestra de prevençao ao cancer de mama,,,,,eu tive cancer de mama, acredito que minha esperiencia de vida possa ajudar muitas mulheres na india.

Resposta
Marli miranda Setembro 28, 2017 at 12:55 am

Gostaria de fazer trabalho voluntario na india como artesan,acho interessante, uma vez que as casas na india sao muito enfeitadas, mas nao sei como, come¢ar.

Resposta
marilda martins Fevereiro 10, 2019 at 7:11 pm

GOSTARIA DE SABER O QUE É NESSESARIO SOU CADEIRANTE TECNICA EM ENFERMAGEM, E
ADVOGADA APOSENTADA 60 ANOS,FILHO ADULTO FALO SÓ O
PORTUQUES BRASILEIR OLPOSSO TRABALHA COM CRIANÇA IDOSOS DOENTES

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 11, 2019 at 11:48 pm

Olá Marilda,
A Carolina Monzi, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação