Vinte dicas para viajar por Cuba

0
225
Capitolio em Havana, Cuba
Capitolio em Havana, Cuba

Vinte dicas para viajar por Cuba.

Existe um grande interesse em conhecer Cuba, mas pouca informação. Para vir como turista à ilha, tenho uma lista de coisas que necessita saber.

1Visto

Qualquer habitante de qualquer país necessita de um visto de turista pra desembarcar em terras cubanas. Esse visto não é difícil de ser conseguido. O mais fácil é ir diretamente à embaixada para pagar a taxa cobrada pelo visto, mas caso seu país não tenha consulado cubano, existem aeroportos e agências que podem fornecê-lo. Sairá mais caro, ficando em torno de 20 ou 30 dólares. Veja as informações no site da embaixada!

2Seguro saúde

Também poderá ser fornecido por qualquer agência ou quando comprar as passagens. O que é válido em Cuba se chama ASISTUR. Você terá a opção de dois tipos de coberturas: opção “A” com valor de 2,50 CUC por dia, ou a opção “B” com valor de 3 CUC por dia. O seguro vale somente para “urgências médicas”, lembrando que 1 CUC equivale a 1 dólar.

3Requisitos e conselhos

Para você, brasileiro, é necessário o cartão de vacinação para conferência e a segurança de que está vacinado contra a febre amarela.

Traga todos os tipos de remédios que poderá necessitar, como: para dor de cabeça, dor de barriga, cólicas, má digestão, antialérgicos, anti-inflamatórios, enfim, tudo que for possível. Por que? Na ilha, encontrar farmácia aberta é complicado, e medicação, dependendo do tipo de remédio, pode ser difícil de achar.

Alguns estrangeiros sofrem com problemas digestivos quando chegam em terras cubanas. Essas intempéries gastrointestinais podem ser pela água que contém muito magnésio, pelas bactérias diferentes que coabitam cada país e você, recém-chegado, não estará adaptado.

Ah, não se esqueça de repelente para mosquito!  

4Alimentação

Cuba ainda tem a sua gastronomia em desenvolvimento. Ela ainda não é tão atrativa, embora o turista procure muito pela culinária local. Já existem alguns restaurantes, os “paladares” que estão ganhando evidência, mas são poucos e caros. Há também alguns pratos e vegetais típicos que se destacam. Uma preciosidade é a lagosta que se encontra de maneira abundante e, em geral, não tão cara. Os restaurantes de comida italiana e espanhola são bem gostosos. Se for se hospedar em hotéis 5 estrelas e de redes internacionais, muitas vezes, a comida é o item que a maioria dos estrangeiros reclamam. 

Leia também: Turismo em Havana

5Custo

Não é barato visitar e nem viajar por Cuba. Se é um viajante que gosta de aventuras e mochila nas costas, mesmo assim poderá gastar muito. A moeda CUC é o que se usa mais e é a moeda do turismo. Ela está em um valor equivalente ao dólar, mas na troca, o dólar é penalizado em 10%.

6Clima

As temperaturas são bem altas nos meses de julho a setembro que também coincide com a temporada de tempestades tropicais e furacões. É muito calor! De dezembro a fevereiro é o inverno cubano, com ventos bem frios, mas nada tão gelado. Muita chuva nos meses de maio e junho. Lembrando que isso pode ser variável, o clima nem sempre está tão previsível.

7Hospedagem

Além de hotéis, também pode encontrar casas particulares com permissão de receber turistas e Airbnb. Na maioria das cidades pequenas será essa sua única opção

8Internet

A internet está disponível na compra de cartões da ETECSA que pode variar de 1, 3 ou 5 horas de uso, nos pontos de wifi distribuídos pelo país.

9Assédio

Em Cuba, é comum que os homens dêem “cantadas’ na rua, resultando em uma situação desconfortável para as mulheres. A sociedade latino-americana é machista. Mas nunca passei por nada agressivo ou tenha visto alguém sendo assediada violentamente.

10LGBTs

Aos LGBTs que queiram se casar por aqui, está a caminho de ser aprovada pela nova constituição do país, a legalização. Talvez, em algum momento possam ter lindas cerimônias na praia. É um país que está educando a população para a igualdade, respeito e não à violência. Tem uma comunidade LGBTs ativa, forte e contam com apoio do governo.

Leia também: Como fazer supermercado em Cuba

11Segurança

No geral é bem seguro, mas não desligue o seu radar, esteja esperto. Geralmente, os donos das casas de hospedagem ou os funcionários de hotéis já orientam os turistas. Os cubanos são bem prestativos, atenciosos e amáveis. Não economizam para dar informação ou bater um bom papo.

12Fumo

Não há restrição para fumar cigarros em restaurantes, bares, boates: no geral, pode-se fumar em todos os lugares. Alguns hotéis são mais restritivos, aplicam multa a quem fumar nos quartos.

13Celebridades

Existe uma figura além de Che Guevara e Fidel que está onipresente por Havana, Ernest Hemingway. Grande escritor norte americano que viveu e amou essa ilha. Vale a pena saber um pouco mais sobre ele e trazer o seu livro “O Velho e o Mar” para ler. Um dos habitantes mais emblemáticos que deixou como herança o seu prazer pelo “Mojito” e o “Daiquiri” e os melhores lugares para prová-los. 

14Bebidas

La Bodeguita del medio, Mojitos

A rota para provar Rum, Mojito e Daiquiri é imprescindível para os amantes de um bom drink! Ela consiste nos bares “La Bodeguita Del medio”, “El floridita” e o museu do Rum, “Sloppy Joe´s bar” (um dos mais antigos de Havana que foi reaberto depois de 48 anos, tem muita história e ar-condicionado).

15Tours

Existem tours na porta do Capitólio e em frente ao Floridita, com estudantes e alguns historiadores servindo como guias. Eles contam a história de Cuba e você paga o que achar melhor. Não tem preço fixo!

16Boemia

Boêmia é o sobrenome de Havana. Venha com bastante energia, hidrate-se bem durante o dia, para conhecer a noite com muita rumba e músicos extraordinários.

17Cultura

Faça uma imersão nos teatros, balés, museus, saraus e shows. Vale a pena porque são de excelente qualidade e por um preço muito bom. O teatro Alicia Alonso com a apresentação do ballet de Cuba é imperdível! Os ingressos são vendidos todas as terças e ele fica ao lado do capitólio.

18Transporte

Se for viajar por Cuba, prefira ônibus, táxis ou alugue um carro. As estradas, dependendo do lugar, estão duplicadas e boas, é mais seguro; os ônibus estão em bom estado, têm ar-condicionado e não são muito caros. Há várias companhias de ônibus de viagem, como Via Sul, Transgaivota e, também, onde alugar carro e motoristas de táxi que fazem esse translado. Aconselho não comprar passagens de ônibus pelo site antecipadamente. Compre no momento da viagem. Os voos dentro de Cuba atrasam muito, falta aviões e existem muitos roteiros sem cobertura.

Os passeios com carros antigos seguem uma rota pelos parques da cidade, todo a orla e o Castelo Del Morro. Custa cerca de 20 dólares. Levem água para se hidratar!

19Destinos

Varadero é o destino mais popular, lá é lindo mesmo, mas existem os “Cayos” que são ilhas e praias paradisíacas. É bem mais difícil de chegar e cansativo. Existem ônibus que saem direto do aeroporto de Havana para um dos  “Cayos’, o de Santa Maria. A viagem demora por volta de 5 horas, a estrada é boa e você poderá observar um monumento ao Che Guevara na cidade de Santa Clara, além disso, terá o privilégio de passar por 30 km de estrada sobre o mar até chegar à ilha.

A vantagem das praias é o mar verde do Caribe, a vegetação e a vida marinha abundante; a tranquilidade de chegar à areia sem precisar disputar um espaço ao sol, e poder simplesmente se desligar do mundo. 

20Informações

Não encontrará no Google tudo o que necessita saber para viajar por Cuba, portanto, converse com locais, pergunte e seja amável. Com amabilidade você consegue tudo na ilha. Mas, cuidado com a síndrome do “coitadinho”. Ao contrário da imagem que muitos fazem desse país e das complexidades na economia que o próprio governo reconhece, o povo é feliz no dia a dia. E adora conversar sobre tudo!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.