BrasileirasPeloMundo.com
Ilha de Man

Diferenças culturais na Ilha de Man: minhas descobertas diárias

Diferenças culturais na Ilha de Man: minhas descobertas diárias.

Aprendemos muitas coisas no nosso país de origem e as vezes acreditamos que determinada coisa só pode ser feita de uma única maneira, a qual consideramos ser a melhor. Isso, a grosso modo, chama-se etnocentrismo.

O etnocentrismo é um conceito vindo da Antropologia, é uma visão de mundo a partir do qual olhamos a cultura do outro baseando-se na nossa, tem-se a crença de que a nossa cultura é infinitamente melhor que a do outro. Esse conceito pode ser entendido como a dificuldade de pensarmos a diferença e pode causar, no plano afetivo, sentimentos de estranheza, medo, hostilidade, etc.

Leia também: Diferenças culturais na Tailândia

Quando estamos vivendo em outro país, de repente nos deparamos com o diferente.  São pessoas que não fazem o mesmo que nós, mas que sobrevivem à sua maneira e gostam dela, essas são simplesmente outras formas de existir.

Ao estar em um novo país é necessária certa adaptação à essas diferenças, sem dúvida é ótimo poder abraçar a nova cultura para sentir-se incluído nela, mas antes disso alguns estranhamentos acontecem. No meu dia a dia fui percebendo diferenças, fazendo descobertas e me adaptando a elas. Há diferenças de pensamento, comportamento, alimentação, costumes, são realmente inúmeras e vou contar um pouco dessas descobertas-diferenças que ando fazendo pela pequena Ilha de Man.

Não há área de serviço

Lavanderia – fonte: arquivo pessoal

Aquele espaço com varal e um tanque que costuma ser usado para lavar roupa ou limpar determinados objetos, não existe. Temos que nos virar no banheiro e usar o chuveiro, a banheira ou a pia. Para lavar a roupa usa-se a maquina de lavar e secar que podem estar instaladas em diferentes lugares da casa, seja na cozinha, banheiro ou em algum espaço separado, mas nada comparado à nossa tão comum área de serviço. Outro ponto que destaco é que por conta do clima é frio a roupa não seca sozinha. É necessário sempre usar a secadora de roupa. Caso a roupa fique úmida, pode ser estendida no varal móvel, dentro de casa. Por aqui é quase raro o uso de varal na parte externa da casa.

Não há ralo de escoamento no banheiro

Itens comuns na limpeza – fonte: arquivo pessoal

O costume de lavar partes da casa jogando bastante água não se aplica aqui, ninguém joga balde de água ou usa a mangueira para isso.  O comum é usar o escovão e produtos de limpeza e pronto. Tudo é muito prático, as pessoas não costumam gastar muito tempo com isso.

A alimentação é completamente diferente

Café da manhã britânico – fonte: arquivo pessoal

O café da manhã britânico tradicional é bem reforçado e contem feijão adocicado, salsichas, ovos, bacon, tomate, cogumelos, pão, black pudding (um tipo de linguiça cortada em rodelas feita com sangue de porco, aveia e temperos diversos). Diante do café da manhã com tantas opções, o almoço é bem mais simples, pode ser um sanduíche, um bap (pão de hambúrguer com bacon e salsichas), uma sopa ou o famoso fish and chips que é batata frita com peixe frito, prato bastante consumido por essas bandas.

Leia também: Custo de vida na Ilha de Man

Tomar chá sempre que possível

Chá da tarde – fonte: arquivo pessoal

Acho que posso comparar o ato de tomar chá aqui como o de tomar café no Brasil. Em qualquer oportunidade se toma chá, se for o chá preto será sempre acompanhado de um pouco de leite.

Cartões para todas as ocasiões

Cartões – fonte: arquivo pessoal

Um costume muito comum é de dar cartões nas mais diferentes datas, não só no aniversário ou natal, mas em qualquer data, qualquer evento sempre haverá um cartão propício para ser entregue. Eu, em pouco tempo, já assinei muitos cartões no lugar onde trabalho: cartões de aniversário, bodas, saída do emprego, congratulações pelo novo emprego, etc. Há também cartões pela aprovação na prova de trânsito, pelo nascimento de um filho, pela mudança de casa, de agradecimento, são infinitos e os presentes são invariavelmente acompanhados de cartões.

Comemoração de aniversário

Bolos de aniversário vendidos nos supermercados – fonte: arquivo pessoal

Nós brasileiros, somos um pouco mais barulhentos nesse quesito. Por aqui, sempre compram um bolo no supermercado, os salgados são servidos frios e cantam parabéns de forma sossegada sem bater palmas. Não tem muita cerimônia, é basicamente assim.

Amigo secreto ou amigo x

Secret Santa – fonte: arquivo pessoal

No natal o amigo secreto chama-se Secret Santa e funciona assim: cada um tira um nome e compra um presente, no dia da festa de natal você chegará com seu presente contendo externamente o nome de quem você tirou, então uma pessoa reúne todos os presentes e entrega para os participantes olhando o nome escrito na embalagem. Eu procurei saber antes como funcionava, depois contei como era no Brasil e acharam bem divertida a nossa maneira. Aqui não temos a oportunidade de fazer aquela famosa gracinha de falar características engraçadas ou diferentes da pessoa que tiramos. Até hoje não sei quem me tirou no amigo oculto de natal da empresa e jamais saberei, achei angustiante.

Mão de obra cara

Libra manx – fonte: aquivo pessoal

Diversas atividades no dia a dia que no Brasil são executadas por pessoas contratadas, aqui não existem ou são serviços que você precisa pagar bem caro para ter, sendo assim a maioria das pessoas, apesar de poderem pagar por isso, executam seus próprios serviços, por exemplo, encher o tanque do carro, ensacolar a própria compra do supermercado, colocar o carrinho de compras de volta ao local de origem, pintar a casa, fazer a mudança, limpar a própria casa, montar os móveis, dentre outros. Eu frequentava uma academia em que era bastante perceptível esse tipo de funcionamento. Os professores (educadores físicos) eram responsáveis pela recepção, limpeza e pequenos consertos do local. Era comum ver os professores, quando não estavam acompanhando algum aluno, passarem aspirador de pó nas salas ou pintarem a janela da sala de musculação.

Perguntas sobre os planos para o fim de semana

Fim de semana de sol em Port Erin – fonte: arquivo pessoal

Quando chega a quinta ou sexta-feira religiosamente te perguntam quais os planos para o fim de semana. Não sei se é só para puxar papo, mas as pessoas realmente detalham sobre o que vão fazer no sábado e no domingo. E, para completar, na segunda-feira, assim que possível perguntam como foi o fim de semana e se você realmente fez aquilo que disse que ia fazer. Eu sou bem objetiva na hora de responder, ainda não me acostumei a dar tantos detalhes sobre mim, e as vezes sou meio desligada e esqueço o que fiz, mas acho interessante observar as pessoas contando o que fizeram no sábado de manhã, à tarde e noite e no domingo também.

Férias

Férias fora da Ilha de Man- fonte: arquivo pessoal

A forma como as férias são tiradas aqui é bastante diferente. As pessoas têm direito a no mínimo 20 dias úteis de férias que podem ser tirados a qualquer época e dividido durante todo o ano. Esses dias não contam os fins de semanas e feriados. Ninguém tira todas as férias de uma vez. Os trabalhadores fazem isso aos poucos e não precisam esperar para completar um ano para usufruírem de suas férias. Para entender melhor, você pode pedir 5 dias de férias de segunda a sexta e vai ter no total 9 dias contando os fins de semana. As pessoas costumam tirar férias para viajar e fazem isso nas diferentes estações. Particularmente sinto que essa forma é bastante proveitosa porque não acumulamos o cansaço de um ano inteiro e temos a oportunidade de viajar ao longo de todo o ano.

Há muitas e muitas diferenças além das citadas, mas o mais importante é que essas vivências diárias produzam mais curiosidade do que rejeição, é uma forma de nos tornarmos mais empáticos e tolerantes diante do outro e fazer com que esse encontro cultural seja mais prazeroso do que traumático.

Related posts

Do inverno à primavera na Ilha de Man

Priscila Valverde

Custo de vida na Ilha de Man

Priscila Valverde

Governo, idioma e moeda na Ilha de Man

Priscila Valverde

6 comentários

Maurício Junho 22, 2018 at 2:46 pm

Pri, é difícil começar uma vida aí tendo uma formação razoável? Não sei se você já escreveu sobre isso.

Resposta
Priscila Valverde Junho 25, 2018 at 5:03 pm

Olá Maurício, o que exatamente você quer dizer com formaçao razoável? Posso te dizer, de forma geral, que a área de TI é a que mais contrata e a área de saúde é a mais difícil de entrar por que o processo é bastante burocrático. Abraços!

Resposta
Dina Fernandes de Andrade Junho 24, 2018 at 8:58 pm

Muito bom,porque melhor é ter essa prima escritora,sou fã de carteirinha

Resposta
Priscila Valverde Junho 25, 2018 at 2:31 pm

Muito obrigada, Dina, pelo carinho de sempre!! bjos

Resposta
Paula Novaes Julho 1, 2018 at 4:01 pm

Amei o post Priscila! Realmente são muitas diferenças culturais, eu morreria de curiosidade no amigo X!

Resposta
Priscila Valverde Julho 2, 2018 at 8:59 am

Verdade, são pequenas grandes diferenças. Sobre o amigo X ainda estou curiosa para saber quem me tirou rsrs. bjos

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação