BrasileirasPeloMundo.com

Related posts

Diferenças entre morar nos EUA e na Dinamarca

Laila Hansen

A cultura do usado na Dinamarca

Camila Vicenci Witt

Cinco lições sobre a vida na Dinamarca

Camila Vicenci Witt

8 comentários

Rodrigo Lucas December 7, 2017 at 7:06 am

caramba me deu uma desanimada, eu tenho 26 anos, tenho ensino médio completo e comecei agora a estudar inglês pra poder tentar morar na Dinamarca apos uma reportagem que vi mas o valor pra tentar morar ai e alto. Deu ate um tristeza.

Resposta
Cristiane Leme December 7, 2017 at 5:40 pm

Como eu disse pra você no seu comentário no texto com as regras pra morar na Dinamarca, aqui é um país bem hostil para se tentar a sorte. Para obter sucesso, faça planos realistas e dentro do que você pode se comprometer. Não acredite em tudo o que vê na tevê, principalmente se for dourado com açúcar Globo.
Boa sorte!

Resposta
Priscila June 10, 2018 at 6:45 pm

Oi Cristiane!
Passei em um bacharelado na Dinamarca. Como cidadã italiana, não preciso pagar o curso, mas preciso fazer as contas para cobrir o restante das despesas. Como estudante e não falando dinamarquês, eu conseguiria um trabalho? Quanto eu poderia ganhar, mais ou menos? Estou com muitas dúvidas sobre ir ou não.

Resposta
Cristiane Leme June 12, 2018 at 7:23 pm

Difícil é responder a essa pergunta sem saber que qualificações e experiência você possui, nem a cidade para onde pretende ir…
Em cidades maiores como Copenhague e Aarhus, também conhecidas por serem pólos estudantis, é comum que estudantes trabalhem no setor de HORECA falando apenas inglês. Eu não sei precisar o quanto você ganharia numa posição dessas mas você pode usar essa calculadora para ter uma média aproximada: https://www.jobindex.dk/tjek-din-loen/adm?lang=en. Para usar é preciso escrever o cargo pretendido, por ex. garçonete (em inglês: waitress).
Veja meu texto sobre custo de vida para ter uma ideia de gastos por aqui. Seu custo de vida irá depender do estilo de vida que pretende ter na Dinamarca.

Resposta
Gabriel June 18, 2018 at 12:24 am

Ola Cristiane, tudo bem? Primeiramente parabens pelos conteúdos.
Eu e mihha esposa pretendemos ir para morar na dinamarca apos nossa cidadania italiana sair. Com o passaporte europeu nos poderíamos morar e trabalhar ai sem problemas ou sem solicitar visto? Ja li em alguns sites que nao precisa por ser um pais da UE mas tbm ja li que mesmo assim precisa solicitar visto. Caso precise, por ser cidadao europeu seria mais facil conseguir o visto? Obs.: temos ingles e vamos com objetivo de aprender o dinamarques para nos estabelecermos ai.

Resposta
Cristiane Leme June 20, 2018 at 5:50 pm

Gabriel, num dos diversos links desse texto você tem acesso ao site da imigração dinamarquesa (wwww.nyidanmark.dk), onde você encontra toda a informação sobre o seu caso. O site tem versão em inglês.

A questão é que não basta ter o passaporte europeu para poder permanecer na Dinamarca: é preciso comprovar vínculo com o país de emissão do passaporte, ou vir para a Dinamarca já de contrato assinado com uma empresa daqui. Fora dessas condições você tem 3 meses para ficar aqui legalmente e procurar emprego, porém achar emprego não é lá muito fácil, não. Dependendo da área de atuação e da cidade para onde vierem é imprescindível saber dinamarquês. A longo termo é praticamente impossível viver integrado na sociedade local sem saber falar o idioma.

Eu aconselharia vocês a irem primeiro para a Itália e depois de dois ou três anos virem pra cá, e nesse meio tempo poderão aprender dinamarquês e comprovar o tempo mínimo necessário de ligação com o país de emissão do seu passaporte.
Boa sorte com seus planos!

Resposta
Juliana Rodrigues December 10, 2018 at 7:47 pm

Olá Cristiane,
Muito bom o teu texto, muito esclarecedor. Obrigada por nos proporcionar uma visão tão clara e próxima da realidade. Estamos nos mudando para Dinamarca logo mais, em março de 2019. Estamos vendo a questão da escola para as crianças e a prefeitura nos informou que será em função do nosso futuro endereço de moradia. Como as crianças falam português e italiano, gostaria de saber se você tem bairros para me indicar que tenham maior probabilidade de encontramos grupos nas escolas com crianças que falem a mesma língua. Existem bairros de determinadas comunidades? Muito obrigada desde já,
Juliana

Resposta
Cristiane Leme December 16, 2018 at 9:19 pm

Caramba, Juliana, vi que deixou esse mesmo comentário em diversos textos de outras colegas…
Desconheço comunidades italianas como a que talvez você procura, mas tem brasileiros aos montes em cidades grandes como Aarhus, Aalborg e Copenhague. Infelizmente é impossível indicar comunidades ou grupos específicos sem saber pra qual cidade vocês vão.
Boa sorte na mudança!

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação