BrasileirasPeloMundo.com
Carteiras de Motorista Pelo Mundo China

Dirigir em Dongguan na China

Há algum tempo, minha colega de BPM Christiane escreveu sobre a loucura que é o trânsito aqui na China, e o fato de em Xangai eles não sentarem atrás de um volante; sendo inclusive uma exigência da empresa onde o marido dela trabalha. (confira artigo aqui!)

Aqui em Dongguan, apesar do trânsito não ser menos caótico, as coisas são um pouco diferentes. As empresas  não dispõem de motoristas para os finais de semana e/ou para as famílias. Elas geralmente tem ônibus ou vans que buscam o funcionário em casa pela manhã e o trazem no fim do dia, após o trabalho. Para os momentos de lazer, cada um por si.

Há alguns anos, pegar táxi era muito fácil, rápido e barato, o que abrandava um pouco a vontade por liberdade de sair por aí dirigindo. Com o passar do tempo e a cidade cada vez mais populosa (inclusive com muito mais estrangeiros), foi tornando-se não somente mais difícil, como mais caro pegar carros ou táxis particulares.

Eu já cheguei a ficar duas horas em pé, no cordão de uma rua, grávida de 8 meses esperando por um táxi. Foi o momento que vimos que estavamos chegando ao nosso limite e principalmente pelas crianças, precisaríamos de um carro. Já estávamos morando aqui há cinco anos, o que nos dava uma certa tranquilidade de já conhecer os caminhos, algumas regras, e inclusive de saber falar um pouco de chinês para o caso de uma necessidade (mesmo sendo o básico!)

Mas por onde começar?

Pela carteira de motorista, é claro! Aqui neste link você pode conferir detalhes de como conseguir tirar a carteira de motorista. Antigamente, aqui em Dongguan, era ainda mais fácil, pois com a carteira de motorista do Brasil em mãos não se precisava nem fazer a prova prática. Hoje em dia isso não é mais possível, a prova precisa ser feita, e como a tradução do inglês não é boa, algumas questões podem virar uma pegadinha. Na primeira vez,  eu e meu marido recebemos a carteira com validade de 6 anos. Recentemente fizemos a renovação, e recebemos uma validade de 10 anos! Então estamos tranqüilos por algum tempo. Os processos mudam muitas vezes, por isso não é possível afirmar que será da mesma maneira na próxima vez que formos renovar.

Carteira de motorista na mão: vamos às ruas!

O trânsito por aqui é caótico! Não existe preferencial. Quem estiver na frente passa primeiro, mesmo em um cruzamento! O “correto” por aqui é “ir se enfiando” até que alguém é obrigado a parar, e você passa! Se não fizer assim, não sai do lugar e ainda fica ouvindo varias buzinadas atrás de você.

Ah, sim! A buzina é item obrigatório aqui na China. E se você não souber usar, terá problemas! A buzina serva para tudo: avisar que você esta vindo, pedir pro outro parar, xingar quem atravessou na sua frente, e por aí vai.

Já os espelhos retrovisores, tão úteis pra quem dirige, por aqui só servem pra se olhar no espelho mesmo! A grande maioria dos conterrâneos chineses não os usa corretamente. Isso pode ser notado já pela posição que estão colocados – virados para o interior do veículo! São poucos os que já aprenderam a utilizar essa “mágica”!

Outro “amigão” do motorista por aqui é o telefone celular! Chega a dar raiva! Se tiver algum motorista andando a sua frente a 10km/h, tenha certeza que ele está ao celular, seja falando ou mandando mensagem de texto!

Em algumas cidades o trânsito se torna mais caótico pelas motos. Aqui em Dongguan, motos são proibidas! E apesar de ter contribuído muito com o trânsito, elas foram proibidas por causa de furtos. A grande maioria dos casos de furtos se davam por duas pessoas em uma moto, ao passarem, elas arrancavam os pertences dos pedestres. Mas, nós motoristas, agradecemos essa proibição! As cidades que ainda permitem motos, a atenção deve ser quadriplicada, pois elas vêm de todos os lados como se fossem “mágica”!

Agora, com a expansão das bicicletas elétricas, o cuidado deve ser aumentado. Porém, alguns tipos de bicicletas ou motos elétricas também são restringidos pela polícia, e às vezes vemos caminhões recolhendo. Existem espaços específicos para as bicicletas trafegarem, tanto as normais como as elétricas. O difícil é ver as pessoas respeitando e andando somente nesses locais.

Apesar do trânsito aqui ser caótico e nos exigir uma dose extra de cuidado, brinco que é um “caótico organizado”.  Todos “se atravessam”, mas todos sabem que acontece assim e, então, andam com cautela. Olhando de fora, não da pra acreditar que não acontecem mais acidentes de trânsito. E os que acontecem? Muitas vezes um pequeno arranhão que basta mandar polir que está resolvido! E se acontece um acidente, mesmo bem pequeno como um arranhão, param-se os carros exatamente onde estão, ninguém os move até o seguro e a polícia chegarem para registrar o ocorrido. Só então os carros são movidos para a lateral, liberando o trânsito.

Dizem aqui em Dongguan, entre todos os expatriados, que os brasileiros são os primeiros a sentar atrás de um volante. Não posso discordar disso: a maioria por aqui já tem carro.

No fim, o grande segredo de dirigir por aqui, é ter MUITA paciência, seja para com os outros motoristas, com o trânsito em si, ou ficar preso em um tráfego! Ah, claro, e ter um carro automático não faz mal pra ninguém, pois é difícil ficar trocando de marcha toda hora pra quem anda dentro da cidade (e nunca passar da terceira marcha!).

Lembrando que, cada cidade da China é uma realidade bem diferente; e dirigir em Dongguan pode ser bem diferente do que dirigir em qualquer outra cidade do País!

Vai sentar atrás do voltante? Boa sorte pra você também!

Até a próxima!

Related posts

China – O Famoso Negócio da China

Christine Marote

Experiência com os pandas na China

Christine Marote

Como validar a carteira de motorista na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação