BrasileirasPeloMundo.com
Escócia

Escócia – Conhecendo Edimburgo

Tric ‘s mi gabhail air Dùn Èideann
baile glas gun ghathadh grèine,
‘s ann a lasadh e led bhòidhche,
baile lòghmhor geal-reultach.

Often when I called Edinburgh
a grey town without darting sun,
it would light up your beauty,
a refulgent, white-starred town.

Sorley MacLean

Retirado de Dàin Do Eimhir (1943)

Edimburgo vista de Calton Hill
Edimburgo vista de Calton Hill

Seguindo o meu plano de mostrar um pouco mais da Escócia para quem deseja visitar ou morar aqui, conto agora sobre Edimburgo (ou Edinburgh – pronuncia-se “Edinbra”), a cidade que é absolutamente encantadora, na minha opinião a mais bonita do mundo, famosa por seu festival de artes e sua comemoração de ano novo. Eu tive a oportunidade de festejar a chegada de 2015 nela e sempre que posso, visito, já que com uma viagem de trem de Aberdeen eu chego em 2h30 a Edimburgo. É um excelente destino para um final de semana.

Nas duas primeiras vezes em que visitei a cidade quando ainda morava no Brasil eu encontrei diferentes cenários, ainda que em épocas similares. Na primeira, no final de 2009, eu vi uma cidade de céu azul com muito verde em volta. Na segunda, no final de 2010, a cidade foi coberta por neve, deixando tudo branco – e tornando uma caminhada pelas ruas de pedra um pequeno desafio para não escorregar!

Edimburgo é a capital da Escócia. Ela é a sede do Parlamento escocês e da residência oficial da família real britânica, o Palácio de Holyroodhouse.

O principal marco da cidade é o Castelo de Edimburgo, localizado no centro no topo de uma rocha, e que cria uma paisagem espetacular. Junte a ele a vista da Cidade Velha, com seus edifícios antigos e ruas de pedras, e você tem um cenário de conto de fadas. Construído no século XII, ele serviu diferentes propósitos, de residência real a fortaleza.

Castelo de Edimburgo
Castelo de Edimburgo

O vale onde ficam os jardins (Princes Gardens) e a estação de trem Waverley marca a divisão entre a Cidade Velha e Cidade Nova, que juntas foram designadas como World Heritage Centre pela UNESCO. Passear pela Cidade Velha é como entrar em uma máquina do tempo. Caminhar pelas ruas antigas, passagens estreitas e edifícios que remontam aos séculos 16 e 17. É lá que fica a Royal Mile, o caminho que liga o Castelo ao Palácio de Holyroodhouse. A Cidade Velha também se caracteriza por sua quantidade de lojas, pubs e cafés locais, em oposição às lojas de rede e franquias encontradas na Cidade Nova.

É tudo tão conservado que, olhando algumas pinturas da cidade do século 18, é possível reconhecer a mesma cidade que está na sua frente em pleno século 21.

Cidade Velha de Edimburgo
Cidade Velha de Edimburgo

A Cidade Nova, como o próprio nome diz, é composta de prédios mais recentes, construídos entre os séculos 18 e 19. Bem diferente da parte velha, é fácil perceber como ela foi planejada, com ruas retas e quarteirões iguais em tamanho, em contraste com o labirinto que forma a primeira. A principal rua, Princes Street, que também é a mais conhecida da cidade, concentra o comércio da cidade com lojas de departamentos, grandes marcas e redes de hotéis.

Caminhando até o final da Princes Street chega-se ao Calton Hill, um monte com vários monumentos a importantes figuras escocesas, o observatório da cidade e com a vista mais bonita de Edimburgo. Fica próximo aos principais prédios do governo e é palco de eventos que ocorrem durante o ano, sendo o ponto final da famosa Torchlight Procession nas comemorações do ano novo.

Calton Hill na neve do inverno de 2010
Calton Hill na neve do inverno de 2010

Em frente ao Calton Hill fica o Holyrood Park, uma extensa área verde muito usada para caminhadas, local do Arthur’s Seat, um pico de 250 metros de altura e parte de um vulcão extinto. Na subida até o pico as pessoas passam por lagos, ruínas e conseguem vistas panorâmicas da cidade. A subida é fácil, seguindo as trilhas da montanha.

Arthur's Seat
Arthur’s Seat

Cultura

A capital é um prato cheio para quem gosta de arte e cultura. Seus museus e galerias – como a Scottish National Gallery, no coração da cidade, e o National Museum of Scotland – valem a visita.
Edimburgo é também palco de importantes eventos culturais – shows, exposições, festivais, sendo os mais importantes o Edinburgh International Festival e o Edinburgh Festival Fringe, que acontecem em agosto e reúnem diversas atividades e eventos em diferentes formas de arte: teatro, cinema, música, dança, além de workshops e palestras.

National Museum of Scotland
National Museum of Scotland

Deslocando-se pela cidade

A cidade conta com ônibus e tram, este último é bem eficiente e conecta o centro da cidade ao aeroporto. Mas a delícia de Edimburgo é mesmo explorá-la a pé, principalmente na cidade velha, pra descobrir cantinhos e pedaços desta cidade que mantém tanta história.

E você, já foi a Edimburgo?

Related posts

Dois anos na Escócia : expectativas x realidade

Narister Oliveira

Escócia- Conhecendo Aberdeen

Daniela Madureira

Custo de vida na Escócia

Narister Oliveira

11 comentários

Tati Sato Abril 13, 2015 at 5:31 pm

Oi Dani! “Edinbra” (com o r tremido! Hehe) é uma das minhas cidades favoritas na Europa… A vista do castelo, quando o ônibus que vem do aeroporto entra na avenida principal, é de tirar o fôlego!

Além da história incrível da cidade, que inclui o roubo da Pedra do Destino!!!

Gente, como rende escritos sobre a cidade!!! Eu AMO EDINBRA!!! <3 Hehe!

Parabéns!

Um beijo,

Resposta
Daniela Madureira Abril 13, 2015 at 7:39 pm

Oi Tati! Como falei no texto, pra mim é a mais bonita.
Eu acho inacreditável a história da Pedra do Destino! Eu sempre fico imaginando a cara do homem que estava na igreja quando apareceram os quatro rapazes com a pedra que foi trazida de Londres 🙂
Obrigada pela leitura e um grande beijo!

Resposta
Luciana Damasceno Abril 14, 2015 at 8:08 pm

Adorei as dicas, Daniela! Na hora certa para mim, que estarei indo lá em breve. Espero dar sorte com o tempo – dedos cruzados para ver o sol! Verdade que é mais fácil eu topar com o monstro do lago Ness por lá do que ver o céu azul por mais de meia hora? kkkkkk

Resposta
Daniela Madureira Abril 14, 2015 at 11:10 pm

Hahahahaha não precisa exagerar! Este começo de primavera aqui na Escócia está curioso. O final de semana foi super ensolarado e agora tá cinza de novo. Boa sorte, espero que o solzinho volte! De qualquer maneira você vai amar Edimburgo, tenho certeza (não tem como não gostar!)
E se precisar de alguma dica, me avise.
Abraços!

Resposta
Alice Umbrella Agosto 11, 2015 at 6:52 pm

Oi Dani! Nossa, eu AMO Edinburgh mesmo sem nunca ter ido. Me apaixonei pela cidade logo que comecei a procurar saber mais dela e agora já tenho planos de morar lá em breve <3
Já até encontrei a pós-graduação que quero fazer! Mas infelizmente, devido à burocracia brasileira e a desvalorização do real, vou ter que ficar por aqui uns meses a mais do que planejei, até ter money suficiente e a papelada pra cidadania européia legalizada…
Mas vamos com força, foco e fé que vai dar tudo certo e logo logo estarei nos braços dessa linda EDINBRRRRA

Resposta
Daniela Madureira Agosto 11, 2015 at 8:35 pm

Oi Alice, eu amo Edinburgh também! É uma cidade linda demais, gosto de ir pra lá sempre que posso.
Boa sorte com as preparações pra vir pra Escócia, que é um país encantador!
Aliás meus dois textos mais recentes no blog falam sobre estudos no país, se é isto que você procura.
E obrigada pela leitura e pelo comentário 🙂

Resposta
Veronilda G. Robertson Janeiro 7, 2016 at 5:44 pm

Olá Daniela, amei seu post sobre Edimburgo! Estive na Escócia há 7 anos atrás, visitando e me apaixonei pois parecia ser cenário de um filme. Hoje estou morando aqui em Edimburgo e ainda tenho a mesma sensação! Adoro passear pelos parques, museus, bibliotecas e apreciar essa cidade tão linda. Tenho um pequeno aventureiro de 5 anos que adora descobrir novos lugares. As cores da Escócia na primavera/ verão são incríveis porém os dias curtos e escuros no inverno são bastantes difíceis, mesmo para uma paulistana como eu, acostumada com o cinza de São Paulo. Ainda não vi neve por aqui, meu filhote está super ansioso para ver. Vamos ver se teremos neve neste ano! Abraços

Resposta
Daniela Madureira Janeiro 7, 2016 at 8:37 pm

Oi Veronilda, muito obrigada pelo comentário!
Edimburgo é apaixonante mesmo. Agora que chega a época de neve, entre janeiro e fevereiro. Em dezembro é mais raro. Também gostaria de ver neve este ano, teve um diazinho só com bem pouca. Estou na torcida com seu pequeno 🙂
Aliás, você já teve a oportunidade de levá-lo no National Museum? Os museus aqui são excelentes para crianças, têm informações específicas para os pequenos, incentivando desde cedo. Aposto que ele vai se divertir por lá.
Um abraço!

Resposta
Veronilda G. Robertson Janeiro 8, 2016 at 3:03 pm

Oi Daniela!

Já o levei no National Museum sim! Ele adorou!! Este museu é realmente fantástico bem diferente dos que visitamos no Brasil.

Um abraço,

Resposta
Fernando Julho 7, 2016 at 6:16 pm

Pensando em me mudar pra Edinbra. Será que vale a pena? hehehe

Vendo este post, parece…

Resposta
Daniela Madureira Julho 8, 2016 at 9:15 pm

Fernando, tudo vai depender das condições e de seu planejamento. Recomendo buscar bastante informação, dê uma olhada em outros textos meus sobre o país, trabalho, custo de vida, educação, etc.
Obrigada por visitar o blog!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação