BrasileirasPeloMundo.com
Finlândia

Finlândia – 6 motivos para morar em Oulu

Quando conto que moro na Finlândia, as pessoas costumam responder com uma expressão de curiosidade ou realmente não sabem muito bem onde é e fazem mais perguntas. Muitas vezes confundem com outros países: “Onde? Tailândia?“, “É Dinamarca?“. Quando sabem algo sobre o país, invariavelmente perguntam se passo muito frio. Não é incomum me perguntarem onde fica exatamente, que língua falam ou por que eu escolhi morar no país. A situação complica ainda mais quando me perguntam em que cidade eu moro, pois quem tem algum conhecimento de Finlândia, normalmente conhece apenas a capital Helsinque. Preciso, então, explicar que Oulu é uma cidade mais ao norte do país e fica bem longe da capital – ou mais precisamente, cerca de 1 hora de avião ou 7 horas de trem.

Eu costumo dizer que não escolhi morar na Finlândia e muito menos escolhi a cidade. Eu decidi fazer mestrado no exterior e escolhi o programa, Mestrado em Educação e Globalização, e o todo resto foi consequência. Antes de me mudar, eu jamais havia ouvido falar da cidade ou tinha noção do estilo de vida que ela ofereceria. Felizmente, me adaptei bem a pequena Oulu com seus pouco mais de 200 mil habitantes e cito aqui algumas razões para morar no norte da Finlândia.

1. Custo de vida

O custo de vida na Finlândia é relativamente alto e como em todo lugar, morar na capital ou nos grandes centros é sempre mais caro. Apesar de Oulu ser a 5ª maior cidade do país, o custo de vida, em geral, é muito mais baixo e isso é especialmente bom para quem vai ao país para estudar sem qualquer tipo de bolsa de estudos, já que o gastos com aluguel e outras contas é menor. Por outro lado, justamente por ser pequena, não há tantas opções para comer fora e nem sempre dá para achar uma opção barata que não seja fast food.

2. Natureza

A cidade nada lembra um grande centro urbano. Há muito verde em todo lugar, muitos lagos, esquilos e coelhos vivendo tranquilamente, sem poluição e basta abrir a porta de casa para se sentir num parque. O centro da cidade é a parte com menos natureza, mas é muito pequeno e não precisa ir muito longe para se ver cercado de árvores e pássaros novamente. É uma ótima opção para quem gosta de natureza, praticar esportes ao ar livre (no verão, pode-se correr na inúmeras trilhas ou, no inverno, praticar esqui cross-country, que nada mais é que esquiar em locais planos) ou até para quem tem problemas respiratórios como eu – sem a poluição, eu praticamente não tenho crises alérgicas.

Centro de Oulu
Centro de Oulu

3. Paz e tranquilidade

Sou de São Paulo, uma cidade que está sempre cheia e todos estão com pressa ou em filas. Não sei o que é enfrentar uma longa fila morando em Oulu. Os ônibus raramente ficam cheios, não existem filas quilométricas em lugar nenhum, nunca tem uma multidão. Por um lado, pode parecer um pouco monótono, mas por outro, é realmente bom saber que você jamais será espremido no transporte público ou no meio de uma multidão – pelo menos para quem está acostumado com isso parece férias eternas: sem estresse, sem correria, sem preocupação.

4. Segurança

Acredito que a Finlândia inteira seja muito segura e que dificilmente alguém apontará uma arma para você porque quer seu celular, por exemplo. Ainda assim, eu destacaria Oulu pela segurança. Eu me sinto muito segura em qualquer horário do dia ou da noite, mesmo que esteja andando sozinha na rua. O único crime recorrente na cidade é o furto de bicicletas, mas não é nada tão absurdo, do contrário as pessoas teriam o hábito de amarrar suas bicicletas em algum lugar fixo, mas apenas travam a roda.

5. Clima

O clima não seria exatamente um atrativo de um local conhecido por ser extremamente frio no inverno (em janeiro deste ano a mínima chegou a -30 com sensação térmica de -40) e não muito quente no verão (as máximas dificilmente passam de 25 graus), mas por outro lado, este justamente pode ser o atrativo já que muitos brasileiros têm curiosidade de morar num local com “inverno de verdade” e por ter um clima seco e com pouco vento, é muito mais fácil lidar com as baixas temperaturas. Além, claro, de todos os locais estarem bem preparados para as baixas temperaturas e estar sempre quentinho dentro das casas.

Num lago congelado em Oulu
Num lago congelado em Oulu

6. Transporte alternativo

Eu já escrevi sobre a cultura da bicicleta na cidade e como tudo funciona muito bem. Não há metrô nem trem em Oulu, especialmente pelo seu tamanho, e os ônibus costumam circular entre 5h30 da manhã e 0h00 nos dias da semana, mas eu considero as tarifas muito caras (3,30 euros em dinheiro ou 2,05 com cartão), então ter o transporte alternativo como opção é realmente muito bom. A cidade é bem plana, as ciclovias estão muito bem conservadas e é possível ir para qualquer lugar de bicicleta, desde que suas pernas aguentem. Além, é claro, de ser uma ótima forma de unir o útil ao agradável: se locomover e praticar um exercício.

Sei que Oulu dificilmente seria uma cidade que alguém consideraria escolher para morar – até por que, quem é que já ouviu falar dela fora da Finlândia? – mas nem por isso ela deixa de ser suas qualidades e encantos e é uma ótima opção para quem procura um lugar tranquilo e seguro, mas que conte com algumas opções de cidade grande, como cinemas, shoppings, lojas e restaurantes.

 

Related posts

Reciclagem na Finlândia

Thais Cristine

Tratamento de alergia na Finlândia

Lili Simmelink

Apresentando a Finlândia

Evelyse Eerola

5 comentários

Jhon Setembro 26, 2016 at 3:20 pm

Oi, Beatriz! Parabéns pelos textos e obrigado pelas informações.
Tenho uma dúvida: aí na Finlândia as pessoas também já estão vivenciando clima de apocalipse ou por enquanto isso está acontecendo apenas em países subdesenvolvidos onde a maioria dos casais ainda acham bonito engravidar e fornecer ao mercado mais mão de obra barata para consumir, poluir, enriquecer minorias, ensaiar o quadradinho de oito no funk proibidão e dar audiência para youtuber escrota? (Obs.: se você não quiser responder à minha dúvida, eu entenderei tranquilamente, rs). Abraços!

Resposta
Soraya P-Heikki Outubro 21, 2016 at 6:12 am

Eu também sou Brasileira e moro na Finlândia e infelizmente vou precisar criticar a introdução desse texto. Completamente cheia de estereótipos… Quase ninguém ouviu falar da Finlândia? De que mundo você vem? Um país mundialmente conhecido pelos altos níveis de educação. Somente pessoas muito desinformadas não devem ter ao menos ouvido falar da Finlândia. Honestamente, falando sério mesmo, que tipo de pessoa confunde Finlândia com Tailândia???? Só forçando muito a barra! Duas coisas completamente diferentes! A autora deve ter contato com pessoas muito desinformadas mesmo!!! Ela deu a impressão de que quase ninguém já ouviu falar da Finlândia e isso não é verdade. Acho que se vai escrever uma coisa sobre um país, principalmente para estrangeiros,,. Informe, ao invés de ficar “estereotipando”. Ex: “Quem já ouviu falar de Oulu fora da Finlândia’… Muitas pessoas, Não resuma o mundo só à sua bolha ou só aos Brasileiros,, E acima de tudo, respeite o país alheio.

Resposta
Jhon Novembro 13, 2016 at 2:23 am

Soraya, discordo do seu comentário. Aqui no Brasil, muitas pessoas ao meu redor nunca ouviram falar da Finlândia. Você disse que “somente pessoas muito desinformadas não devem ter ao menos ouvido falar da Finlândia”. Dessa forma, parece que vc nunca ouviu falar sobre a população do país no qual nasceu, né? O que mais tem aqui é gente desinformada e ignorante (não é à toa que milhões de pessoas ainda têm coragem de perpetuar a espécie humana nesse mar de corrupção, desonestidade e injustiça).

Resposta
ELVIRA GREGORIO DE OLIVEIRA Fevereiro 2, 2017 at 12:56 am

Gostei de suas palavras.
Já ouvi falar e muiiito da Finlandia e se eu pudesse estaria estudando lá.

Resposta
Soraia Souza Fevereiro 13, 2017 at 2:20 pm

Olá, Beatriz Guedes. Legal seu depoimento. Vc está dando a oportunidade de conhecermos melhor a Finlândia. Isso é muito bom. Sou estudante do 3º período de Arquitetura e gostaria de saber se há cursos de extensão, curso de férias na Universidade de Oulu na área de Arquitetura e Urbanismo. Gostei bastante de sua descrição sobre a natureza, as trilhas, bicicletas, tranquilidade, etc. que fez. Ficaria muito grata com seu retorno.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação