BrasileirasPeloMundo.com
Argentina Turismo Pelo Mundo

Guia de turismo da Argentina

Guia de turismo da Argentina.

Eu não sei você, mas quando criança eu era bastante ansiosa. Do tipo de não dormir à noite toda antes de um dia de excursão. Ficava tão feliz que passava a noite em claro. Daí, na manhã seguinte não aguentava de sono e dormia.

Os anos passaram, eu cresci, aprendi a dormir mesmo estando ansiosa, mas, quando tenho uma viagem programada, ainda sinto os resquícios daquela menina.

Amo viajar

Amo demais viajar, e desde que me lembro faço tudo por uma boa viagem.

Mas no meu caso, conhecer um lugar novo, além de muito legal, também dá aquela angústia… Tantos pontos turísticos pra conhecer, estudar mapas, andar para lá e para cá, tirar fotos, se perder, fazer vídeos, comprar presentes, sair para comer, organizar o grupo todo, dormir pouco. Cansa!

Por isso, desenvolvi um método: visitar o lugar pelo menos duas vezes e não dar bola pros conselhos de quem já o visitou ou mora nele.

Como assim?

Visitar duas vezes a mesma cidade foi uma ideia que tive depois de conhecer Paris.

Sabe como é, visitar uma das cidades mais caras do mundo numa época que a grana era curta não deu para mais do que alguns dias. E em Paris, por poucos dias não tem como não ficar ansiosa, é muita coisa para fazer. Nem bem fui embora, pensei: “tenho que voltar”!

E desde então, sempre que coloco uma cidade na minha lista de lugares para conhecer, planejo duas idas. A primeira para passar perrengue e aprender. E a segunda para aproveitar.

Já sobre os conselhos… eu sei que às vezes as pessoas nos dizem o que fazer e aonde ir na intenção de nos ajudar. E eu entendo. Só que nem todos gostam das mesmas coisas. E a viagem de uma pessoa pode não ser a viagem para outra. Quem ama natureza não vai aproveitar as dicas de compras e vice-versa.

E vamos combinar, quando a gente dá um conselho, um palpite, uma opinião ou compra um presente, quase sempre o fazemos levando em consideração nossa experiência de vida. Não é mesmo?

Por isso, aprendi a planejar minhas viagens por conta própria. Dá trabalho? Dá, mas até que eu gosto, porque sei que depois vou aproveitar mais. E hoje venho te ajudar a planejar a sua para a Argentina.

Leia também: Quais são os feriados na Argentina

Sites de turismo

Se tem algo que gosto aqui na Argentina são os sites do governo. São bem feitos, claros, fáceis de usar, ajudam bastante e resolvem nossa vida. Resumindo, dá para fazer muita coisa online, pode acreditar.

Vivi Argentina ou Argentina Travel

  • É o site onde o ministério do turismo disponibiliza, de maneira simples, toda a informação que você vai precisar para decidir seu destino no país. Tem opções de neve, natureza, compras, cultura, gastronomia, etc. E o melhor de tudo, também está em português 😉

ViajAR

  • Este é mais um do ministério do turismo, só que desta vez vendendo passeios, pacotes, hotéis, passagens, aluguel de carro, etc. É tipo uma agência de viagens online. Só que tem algumas vantagens, pois para fomentar o turismo, oferece muitas ofertas e descontos.

Buenos Aires Ciudad

  • Este é uma junção da informação com a venda de passeios, etc. Com o detalhe de ser só para a cidade de Buenos Aires. Já usei muito, principalmente quando cheguei na cidade. Tem muita dica de eventos gratuitos.

Leia também: Entrar na Argentina apenas com o RG

Argentina muito além de Caba e San Carlos

Não sei se você sabe, mas a Argentina tem lugares incríveis e que merecem uma visita. Buenos Aires (CABA) e San Carlos de Bariloche, claro. Mas se você tiver o espírito mais aventureiro você vai encontrar de tudo. Estou falando sério!

Aqui em Corrientes, por exemplo, como estamos do lado de lá do Pantanal, temos o parque nacional Esteros del Iberá, que é incrível. Vem gente do mundo todo para conhecer.

Indo mais para o norte, nem te conto, aliás a Sara te conta, ela já esteve por lá e disse como é. É lindo de viver e recomendo muito.

Já indo para a cordilheira tem vinhos, vinícolas, paisagens, neve, esqui. E para curtir as províncias de San Juan, San Luís e Mendoza.

Mais embaixo tem Neuquén e suas paisagens i-n-c-r-í-v-e-i-s. Com lagos azuis, mais azul que a lagoa azul do filme, lembram?

El Calafate e o glacial… paisagem de novela, de foto de revista, de catálogo de moda. Imperdível!

Puerto Madryn é onde podemos observar os maiores mamíferos marinhos. Senhoras e senhores, nesta cidade nos encontramos com as baleias.

Patagônia. Nome de cerveja e também de marca de roupa de frio. É uma região belíssima que, além das paisagens indescritíveis, é a terra dos pinguins. Quer outro motivo para conhecer? Eu não preciso, amo pinguim desde que nasci.

E Ushuaia (diga Usuaia), a Terra do Fogo. Que neva até no verão. Terra das “centollas” (é como um caranguejo gigante), muito usada na culinária local.

… agora você quer saber como ir de um lado a outro sem pagar caro, certo? Então, tem um ano mais ou menos que começaram a operar no país companhias aéreas “low cost”. A que eu já usei – e recomendo – se chama FlyBondi. Como ela quer ganhar público está sempre com promoções boas. Vai sem medo e boa viagem!

Related posts

Os países vizinhos da Eslovênia

Marta Berglez

Creta é a ilha das lendas e tradições

Amanda Fontenele

As praias do México: o Caribe mexicano

Ana Paula Almeida

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação